Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

a vida em azul cueca

06
Dez18

113 - É Natal, é Natal, lai lai lai, larailailai, é Natal, é Natal, lai lai lai, larailailai


Mac

IMG_040911-001.JPG

 

 

 

Como tinha prometido aqui, deixo também a forma de fazer rodelas de laranja desidratadas. Este método também é válido para todos os citrinos.

 

 

 

IMG_1682.JPG

 

 

 

Corte o citrino em rodelas com o máximo de 3 mm de espessura.

Faça pressão em cada rodela com papel absorvente de forma a retirar o máximo de sumo possível.

 

 

 

IMG_1690.JPG

 

 

 

Forre o tabuleiro do forno com papel de seda. Geralmente uso 3 folhas, porque se os citrinos libertarem muito líquido, uma folha não chega para absorver.

 

Disponha as rodelas numa rede ou grelha e leve ao forno pré-aquecido a 70º C durante 2 horas. A grelha é aconselhável, porque evita que as rodelas queimem, se as pusermos no tabuleiro queimam quase sempre.  De 20 em 20 minutos vire as rodelas. 

 

 

 

IMG_050907.JPG

 

 

 

 

 • Instagram @maria.antonia.velez

 

 

 

26
Nov18

111 - É Natal, é Natal, lai lai lai, larailailai, é Natal, é Natal, lai lai lai, larailailai


Mac

IMG_0787.JPG

 

 

Este trabalho não é novidade por aqui e como nesta altura do ano gosto muito de ter a cozinha a cheirar a laranjas com cravinho, fiz novamente.

 

 

IMG_0480.JPG

 

 

E com os anos e a repetição fui ganhando algumas manhas para não magoar as mãos, ser mais rápida e inovar qualquer coisa nos desenhos.

 

 

IMG_0481.JPG

 

 

Uma delas é fazer um furo com um pau de espetada antes de pôr os cravinhos, isto evita que seja necessário fazer tanta força, é que se fosse só uma laranja, era pacífico, mas ao fim de 4 ou 5  laranjas começa a custar. Outra é não usar laranjas acabadas de sair do frigorífico, porque a casca fica mole e é mais difícil de trabalhar.

 

 

IMG_0485.JPG

 

 

Depois é usar os instrumentos para gravar madeira (à venda nas grandes superfícies de bricolage) e fazer os desenhos que nos apetecer, e saem sempre laranjas giras para pôr na fruteira, fazer arranjos, decorar a mesa e a casa.

 

Depois mostro mais ideias.

 

 

IMG_0517.JPG

 

 

 • Instagram @maria.antonia.velez

 

 

23
Nov18

110 - É Natal, é Natal, lai lai lai, larailailai, é Natal, é Natal, lai lai lai, larailailai


Mac

IMG_0369-001.JPG

 

 

 

Para quem gosta muito do Natal (como eu), o Natal é feito de muitos pormenores, que depois resultam na decoração da mesa e da casa, nos embrulhos dos presentes e onde calhar. Tudo conta, desde as coroas para pendurar na porta de casa, aos arranjos para a entrada, aos castiçais e pontos de luz, as receitas para os almoços e jantares, as bolachas, os doces, as toalhas, as fitas, a Árvore e tudo, tudo, tudo. 

 

 

 

IMG_0310.JPG

 

 

 

Este ano comecei por pintar de branco umas pinhas, que vão ter algumas funções e destinos, depois mostro, estas por agora foram fazer companhia aos búzios que estão neste frasco

 

 

 

IMG_0368-001.JPG

 

 

 

Que continuem então os mil e um trabalhos para tornar o Natal ainda mais bonito.

 

 

 

IMG_0380-001.JPG

 

 

 

 

»»» • «««

 

 

 

IMG_0316-001.JPG

 

 

 

E já agora deixo uma dica para quem quiser pintar pinhas. Se optarmos por tinta em spray, que detesto, não há problema, as pinhas não fecham, mas se for com pincel e como a tinta fica húmida durante algum tempo, as pinhas fecham. Mas se formos pondo as pinhas em cima de um radiador, o ar quente seca a tinta mais depressa e não as deixa fechar. Atenção para não deixar as pinhas em cima do radiador sem estar por perto. 

 

 

 

 

  • Instagram @maria.antonia.velez

 

 

22
Dez17

149 - Croché, colagens, tricô, filet, bricolage e coisas assim


Mac

 

 

 

 

À semelhança do que fiz no ano passado, decorei uma das coroas que tenho na cozinha todo o ano, com folhagens e bagas, para lhe dar um ar de Natal. Gosto imenso destas coroas de ramos assim simples, sem nada, e são ideais para decorar porque é facílimo prender as folhagens entre os ramos da coroa, ou caso seja necessário, prende-las com arame.

 

 

 

 

 

 


 

 

 

Materiais:

. coroa de ramos secos .. Horto do Campo Grande

. ramos de eucalipto, azevinho, gilbardeira e abeto .. jardins, hortos, floristas

. laranjas secas e nozes .. floristas, hortos

. arame verde de jardineiro

. luvas de borracha ou latex (a seiva do eucalipto é muito pegajosa e a gilbardeira pica bastante)

 

 

 

 

 

 

 

Como não queria que este ano a coroa ficasse com um ar muito certinho, fui distribuindo os ramos de abeto, eucalipto e gilbardeira, sem simetria, depois pus o azevinho (3 ramos) bem espaçado um do outro, distribuí as nozes e pus uma laranja seca.

 

 

 

 

 

  

Quando acabar o Natal, é só tirar as ramagens e a coroa regressa à cozinha novamente simples e como gosto de a ver durante todo o ano.

 

 

 

 

 

 

20
Out17

84 - Andei na net [e por aí] e trouxe comigo


Mac

 

 

. mais cinzento, cada vez mais a minha opção preferida para o inverno para não abusar tanto do branco e não cair no preto .

 

 

 

 

 

 

. e apontamentos de encarnado aqui e ali.

 

 

 

 

. e o street style da semana.

 

 

 

 •

 

 

 

 

. o hybrid gel da andreia, um verniz gel sem lâmpada, que promete uma duração impecável durante 15 dias . 

 

[super mega apaixonada por esta solução que se está a mostrar um espectáculo, além de ficar lindíssimo, os pincéis são nossos amigos e ajudam muito a conseguir uma cobertura e acabamento profissional (fui eu que pintei). recomendo muito]

 

 

 

 •

 

 

 

  

 . o primeiro relógio de pulso da flik flak para a criança pequena .

 

[o irmão também teve o primeiro relógio quando fez 6 anos, a mãe deles também e o pai idem aspas. é uma coisa importante para se ter aos 6 anos]

 

 

 

 

 

 

. um quadro que fiz para a lavandaria com uma frase de ânimo e esperança .

 

 

 

 •

 

 

 

 

. e a frase da semana .

 

 

30
Ago17

148 - Croché, colagens, tricô, filet, bricolage e coisas assim


Mac

 

  

 

 

Um destes dias estava sem ideias para decorar a mesa para um jantar lá fora, não é que seja preciso, mas sempre dá um ar, então resolvi pôr umas suculentas em frascos de compota e usei alguns dos bocados de conchas que apanhámos este ano na praia para tapar a terra.

 

 

  

 

 

 

 

 

 

 

Primeiro pus a terra no fundo dos frascos, depois plantei uma espécie de suculenta por frasco e finalmente cobri a terra com pedaços de conchas. 

 

 

 

 

 

 

 

 

Para tapar as roscas dos frascos usei corda.

 

 

 

 

 

  

 

E já está, uma ideia facílima de executar, rápida e que dá um ar de Verão à mesa, mais simples não há.

 

 

• instagram @maria.antonia.velez •

24
Ago17

147 - Croché, colagens, tricô, filet, bricolage e coisas assim


Mac

 

 

 

 

Gosto muito de usar velas na mesa do jantar, com ou sem amigos, de espalhar as de cheiro pela sala e entrada, e qualquer motivo é válido para as acender. Este ano trouxe do Algarve quatro búzios com velas, mas já cá "precisei" de mais, então resolvi fazer mais umas. Estava um bocado céptica, até porque há muitos anos que não fazia, desde que era miúda e era uma das actividades que fazíamos com a minha mãe. Lembrava-me de qualquer coisa do Banho Maria e para lhes dar cor, usávamos bocados de lápis de cera, portanto procurei indicações na net e com o que me lembrava, resolvi fazer.

 

 

 

 


 

 

 

Não comprei parafina, nem pavios, aproveitei bocados de velas que tenho a mania de guardar e juntei o útil ao agradável, reciclei e passei um óptimo bocado.

 

 

 

Materiais:

. Bocados de velas

. Conchas (Vieiras (*)) e búzios .. Tendas no centro de Cascais (ao pé da farmácia Cordeiro, estão lá todo o ano)

. Panela para Banho Maria (como a que tenho é de pirex e não dá para esta placa, usei uma panela normal para pôr a água e uma taça em pirex quase com o mesmo diâmetro da panela, para pôr a cera)

. Colher de pau para mexer a cera

. Martelo

. Base em madeira ou plástico

. Frascos de vidro

 

 

 

 

 

 

 

Com o martelo esmagamos as velas para ficarem em bocados. Retiramos os pavios.

 

 

 

 

 

 

 

 

Pomos os bocados de vela na taça de pirex e pomos a taça na panela com água. Levamos ao lume até derreter.

 

Atenção: nunca tentar derreter a cera ou parafina numa panela directamente ao lume, porque é de fácil combustão.

 

 

 

 

 

 


 

 

 

 Colocamos os búzios e conchas sobre frascos de forma a ficarem direitos e com uns pingos de cera colamos o pavio ao fundo.

 

 

 

 

 

 

 

Deitamos a cera já derretida e deixamos solidificar.

 

  

 Depois é só usar.

 

 

  

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

(*) Tenho-me esquecido de dizer que as vieiras dão para ir ao forno e fazer gratinados de peixe e marisco. Um destes dias mostro. Fica giríssimo.

18
Jul17

146 - Croché, colagens, tricô, filet, bricolage e coisas assim


Mac

 

 

 

 

Aqui estão os materiais e as explicações para fazer esta cesta em ráfia. Além de muito fácil, é bem giro de fazer, tanto que agora já comecei um saco para mim.

 

 

 

 

 

 

 

 

Materiais:

. Ráfia .. Drogarias (esta comprei na drogaria Costa, em Cascais)

. Agulha nº 8 (esta é da Craft Company, em Cascais)

 

 

 

 

 

 

 

 

Começamos por fazer uma base em ponto baixo, seguindo este esquema e com o diâmetro que pretendemos, portanto terá o número de voltas necessárias até atingir esse diâmetro. Quando a base estiver feita, já não se acrescentam pontos, continuamos a crochetar e fazemos o lado do cesto.

 

  

 

 

 

 

 

 

 

 

Fazemos 8 borlas em ráfia que prendemos à volta do cesto 

 

[forma de fazer borlas, aqui]

 

 

E já está.

 

 


 

 

17
Jul17

108 - Eu gosto é do Verão


Mac

 

 

 

 

 

  

 

No jantar de sábado deste fim-de-semana estreámos o meu primeiro cesto que fiz em ráfia (depois conto). Queria uma cesta grande, mas que não fosse alta, para pôr a fruta e também me apetecia muito experimentar fazer crochet com ráfia, então juntou-se o útil ao agradável e fiz esta cesta.

 

 

 

 

 

 

 

Também experimentei o Tártaro de Abacate do livro Detox, da Andrea Henrique, que ficou aprovado pelo resto da família.

 

 

. 2 abacates

. 2 tomates

. sumo de meio limão

. 20 folhas de hortelã

. sal q.b.

 

 

Retire os caroços ao tomate. Corte os abacates e o tomate em cubos e deite-os numa taça. Regue com o sumo de limão. Pique finamente as folhas de hortelã e junte ao preparado anterior. Tempere com sal. Misture tudo e sirva.

 

 

 

 

 

 

 

03
Jul17

145 - Croché, colagens, tricô, filet, bricolage e coisas assim


Mac

 

 

 

Estes arranjos não têm qualquer ciência, mas de qualquer forma deixo aqui como os fiz. 

 

 

 

 

 

 

Materiais:

. 1 alface frisada roxa

. 1 alface frisada verde

. formas de pudim (fica mais giro com formas antigas, mas eu só tenho uma, portanto usei também a de Pudim Flan)

. velas largas

. tesoura

 

 

 

 

 

 

 

  

Fazemos grupos de 3 folhas e cortamos de forma a ficarem um pouco maiores do que a altura da forma, e enrolamos.

 

 

 

 

 

 

Vamos dispondo na forma, já com a vela posta. No caso das formas com buraco, usamos velas mais baixas, que pomos em cima do buraco (como é a de Pudim Flan).

 

E já está.

 

 

 

 

 

 

[aqui para os meus lados é boa ideia pôr as velas dentro de copos, porque se for para usar ao ar livre, com o vento que faz quase sempre, se não usarmos copos, não conseguimos ter as velas acesas]

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D