Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

a vida em azul cueca

16
Jun20

140 - Vesti, gostei e nos últimos dias foi assim


Mac

IMG_6473.JPG

 

 

Para o bom tempo, os vestidos em linho são de longe a minha cena, apesar de se amachucarem para lá do aceitável passada meia-hora de os vestir, apesar de precisarem quase sempre de qualquer coisa que não os deixe transparentes, apesar de tudo são os meus preferidos.

 

 

IMG_6470.JPG

 

IMG_6474.JPG

 

 

E aos meus olhos ainda por cima combinam bem com tudo, desde sandálias, mules, ténis, sapatos ou sabrinas, com blazers, uma camisola, cestas ou malas.

 

 

IMG_5959.JPG

 

IMG_5953.JPG

 

IMG_5955.JPG

 

 

 

IMG_6306.JPG

 

IMG_6349.JPG

 

 

 

IMG_6059.JPG

 

IMG_6114.JPG

 

 

26
Mai20

67 - segredos que partilho porque sim, ou coisas que não são assim bem um segredo, ou coisas úteis, ou sei lá


Mac

 

 

É universalmente sabido no meu bairro que adoro vestidos de linho branco. Ora como também é universalmente sabido, tanto no meu bairro como no mundo, os vestidos em linho amachucam-se muito, mas isso já se sabe, e quem gosta, também sabe que aquele ar de pano da loiça resulta num nonchalant muito interessante. Só que além de se amachucarem muito, também são transparentes, e isso, aos meus olhos, se não for para ir para a praia, é altamente inconveniente.

 

 

 

Era altamente inconveniente. 

 

Há solução, uma é usar uma peça que eu quase que juro que nem a minha avó usou: o saiote. Vá, não é aquele saiote farfalhudo dos vestidos de noiva, é só uma saia em malha cor de pele e vende-se na Intimissimi. A outra é a combinação e também não é preciso uma coisa complicada, também as há giras e simples na Intimissimi, em malha de algodão super fininha e que resolvem as transparências. A Lanidor também as teve há uns anos, mas não sei se ainda tem, pelo menos na loja online não as encontro.

 

Uma coisa garanto, não roubam a frescura dos vestidos de linho em dias quentes, são bastante confortáveis e não se notam nada.

 

 

 

 

E era isto. agora é só usar e abusar dos vestidos em linho e nunca mais deixar um na loja porque é transparente.

 

 

 

 

 

Disclaimer: já sei, já sei, já toda a gente sabia a solução

para os vestidos de linho, mas isto foi escrito

para o 1% da população feminina

que anda distraída.

As distraídas também merecem a minha

atenção e carinho, o mundo

não é só das sabichonas.

 

25
Mai20

76 - Eu gosto é da Primavera


Mac

 

 

Para o almoço de Domingo continuei na mesma base de mesas coloridas e simples.

 

Depois foi só apanhar mais uns limões e cortar mais hortelã para fazer novamente limonada, e apanhar  também umas hortênsias para pôr num frasco de compota no meio da mesa.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Para o jantar, passei as hortênsias e as flores que tinha no frasco de mostarda, para uma jarra de vidro.

 

 

 

 

 

Fiz mais limonada e voltei a insistir na mistura dos pratos em azul claro com outros verdes, porque gostei do resultado.

 

 

 

 

 

 

Posso afirmar que este foi o fim-de-semana da limonada nesta casa.

 


Já agora faço assim: espremo limões até obter cerca de 4 dl de sumo, deito na Bimby, junto bastantes folhas de hortelã, o equivalente a metade de um vaso daqueles que se compra no supermercado, junto açúcar e 1.5 l de água, e trituro tudo na v turbo, durante 10 s. Antes de usar a Bimby, fazia com a Varinha Mágica e fica igual. Depois é só deixar no frigorífico até ficar bem fresca. 

 

[os limões que aparecem nas fotografias não são naturais, os naturais foram-se, bebemo-los todos]

 

 

 

25
Mai20

19 - Here comes the sun, lailailai


Mac

 

 

Com começo do bom tempo, começam também as refeições lá fora e apesar de algum vento ao fim da tarde de sábado, ainda deu para jantar sem se tornar incómodo. 

Uma das coisas que dá mais gozo nestas mesas de Primavera e Verão é misturar os serviços entre si em combinações mil e pôr mesas bem coloridas e simples.

 

 

 

 

Os almoços são sempre leves, ou quase sempre, e rápidos, entre saladas, comida que já ficou preparara para o fim-de-semana e é só aquecer, ou qualquer coisa de compra. Para o almoço dste sábado optámos pelo frango de churrasco, os miúdos adoram, não me dá trabalho e aqui nesta casa associamos ao bom tempo, portanto veio muito a propósito. 

 

 

 

 

Depois foi só fazer uma limonada, juntar uma salada de alface e terminar com fruta, e para nós, café, claro.

 

 

 

 

Para o jantar resolvi misturar dois serviços que aparentemente não têm nada a ver um com o outro, nem em género, nem em cor, mas que até resultaram, afinal com bom tempo tudo é permitido, ou quase tudo.

 

 

 

 

Também usei um frasco de mostarda para pôr umas flores que fui buscar ao jardim e para a limonada usei dois jarros que vieram de casa da minha avó, um em verde e o outro em azul, já que estava a misturar uns pratos em azul claro com uns verdes.

 

 

 

 

 

E estivemos muito bem, apesar de algum vento.

 

[mais daqui a bocado, as mesas deste domingo]

 

 

18
Mai20

18 - Here comes the sun, lailailai


Mac

 

a desconfinar mais um bocadinho - 2ª parte

 

 

vesti um vestido, mas desta vez com uns ténis e fui ali a uma grande superfície do bricolage e jardim para tratar de cenas diversas da vida lá fora e de uma cómoda que vai passar a branco giz . entrei sem filas, circulei sem me cruzar demasiado perto das pessoas e fui dar com prateleiras vazias de tudo . como se já não bastasse isso, estava tudo assim para o desarrumado, latas deitadas, latas com a tampa para baixo . aquela desarrumação arreliou-me um bocado, lá por estarmos em estado de calamidade, não quer dizer que as prateleiras possam estar uma calamidade . à vontade não é à vontadinha . adiante . não havia exactamente a tinta que queria, então trouxe a versão com brilho do branco giz que gosto, depois dou-lhe a camada final com um resto que ainda tenho . não havia o cloro 5 elementos, trouxe o de 4 elementos, tenho a certeza que ninguém vai sentir a falta do 5º elemento . não havia armadilhas para as formigas da marca coisa, havia de outra, hão-de funcionar . 

para sair foi mais complicado, uma fila interminável para as caixas, mas ali tudo a manter as distâncias de segurança, foi civilizado . noto que em filas tenho o hábito de bufar, como se isso fizesse a fila desaparecer da minha frente . com máscara é como se estivesse numa estufa, aquele ar quente produzido pela própria sufoca-me de calor . imaginei isto no verão e  fiz logo ali um filme, mas em bom, com desmaios e isso . depois passei para outros pensamentos como apresentar à minha própria pessoa uma razão válida para continuar a arranjar o cabelo, se já o trago sempre amarrado . não me lembro de ter arranjado uma razão, até porque logo a seguir reparei  que andava uma pessoa sem máscara na zona do mobiliário de jardim e os funcionários que estavam perto não lhe disseram nada . espero não precisar de aguarrás tão cedo na minha vida .

 

está-me a custar imenso a adaptar a esta nova realidade . não posso dizer nova normalidade, não  quero achar que isto é normal, nem sequer a quero encarar como definitiva . a normalidade será sempre o que tínhamos, isto agora de normal não tem nada . novo normal não é, não quero . não estou a conseguir encarar a vida lá fora como a vejo nas fotos espalhadas pelas redes sociais . parece que me falta um botão para desligar e ligar o modo "vida normal", como se o vírus tivesse desaparecido e como se já não houvesse perigo de contágio . ainda não consigo pôr em fotografias o que para já não é real . lá chegarei . sol já tenho, o resto há-de vir também .

 

lição do dia: devo ser uma pessoa que suspira imenso, mas vai deixar de suspirar . também sou dada a bufar e vou deixar de bufar . com máscara é só um inferno . a partir de agora serei a pessoa que respira devagarinho, normalinho e com educação, não me suporto dentro da máscara, sou muito quente . tenho de treinar até ao dia do cabeleireiro . serão 3 horas ali dentro da máscara comigo mesma .

 

 

15
Mai20

150 - Andei na net [e por casa] e trouxe para aqui (*)


Mac

esta semana trago o que mais quero e desejo no momento: liberdade para os meus filhos, para mim, para a minha família, para todos . esse talvez seja o meu maior desejo . esse e saúde . acima de tudo podermos respirar daquela maneira, sem máscaras, sem filtros e sem medo . sair à rua e inspirar até sentir o peito cheio e depois expirar, ir ao pé do mar e fazer o mesmo, e no meio de nada e no meio de uma multidão, e nunca mais ter de confirmar se o podemos fazer . só isso, inspirar até ter os pulmões cheios, só respirar . e respirar de alívio .

 

o resto são coisas, mais ou menos dispensáveis, mas coisas apenas

 

 

e chegaram os solares da lancaster (1) que há muitos anos que deixaram de ser novidade por aqui . aos meus olhos são os melhores, garantem um excelente bronzeado, sem queimaduras, e os after sun prolongadores de bronzeado são realmente fantásticos . dito isto, a novidade deste ano é o serum facial, que já comecei a usar, mesmo só tendo feito dois dias de exposição solar, vá um par de horas há 15 dias, quando estiveram aqueles dias fantásticos . como fiquei sem serum e este chegou entretanto, achei por bem começar a usa-lo e adorei, dá um extra de luminosidade e dá-nos um ar bem saudável . não sei como funciona com maquilhagem, porque não me tenho maquilhado, só faço o risco preto de vez em quando e mais nada . mas mesmo que esta fosse uma época normal, nunca o usaria com maquilhagem, porque é um serum após sol que promete prolongar o bronzeado, ora a partir do momento em que estou bronzeada também já não me maquilho e aproveito para libertar um bocado a minha pele. 

também já cá estão os óculos da ace & tate (1) para fazer deste verão uma coisa minimamente normal e os vestidos da h&m, (2) pensados para a vida na praia, mas reconvertidos à vida em casa

 

(1) entregas em 2 dias basicamente

(2) entregas em 3 semanas 

 

na minha mesa de cabeceira o cisne negro de nassim nicholas taleb (1), talvez o livro mais apropriado para a época que estamos a atravessar, e mon paris da ines de la fressange (2),  talvez o livro mais desapropriado para a época que estamos a atravessar, mas como há muitos sítios em paris que quero ver da próxima vez, um guia com sítios giros é sempre uma boa forma de sonhar  

 

 

para o fim-de-semana quero sopas e descanso e dar uma vista de olhos nas minhas plantas em vasos e no livro das melhores receitas de 2019 da bimby

 

 

entretanto, quero uma primavera colorida nas roupas

 

 

(*) post escrito ao abrigo da minha liberdade de opção,
opinião, experiência, aquisição e isso

 

04
Mai20

139 - Vesti, gostei e mesmo sem sair daqui foi assim


Mac

 

51º, 52º e 53º dia de quarentena voluntária + distanciamento social

 

E como na sexta-feira o meu marido fez anos, achei por bem não me andar a passear com roupas de andar por casa, que podem ser muito compostinhas, nada matrafonas, mas serão sempre roupas de andar por casa, então vesti uma saia de lantejoulas branca e compus o resto do conjunto com um cinto de lantejoulas preto e mais preto porque achei que sim.

 

 

 

No sábado estava entusiasmada com a coisa de não vestir roupas de andar por casa e continuei sem as vestir.

 

 

 

 

Já agora, como ontem foi Dia da Mãe, para o almoço vesti um daqueles vestidos largos, mas pus-lhe um cinto para lhe dar outro ar.

 

E foi isto.

 

 

31
Mar20

06 - Me, my mirror and I


Mac

[para aumentar, clicar nas fotografias]

 

Mais uma leva de conjuntos que testei para usar quando sair daqui. Ocorreu-me também que quando pudermos sair de casa já está imenso calor, mas pronto, uma mulher tem de estar prevenida para todas as nuances climáticas. 

 

 

 

 

Se as camisolas e botins já forem de mais, paciência, não se usam, é sinal que ainda vamos poder aproveitar o bom tempo. 

 

 

24
Mar20

138 - Vesti, gostei e quando sair daqui há-de ser assim


Mac

 

 

Esta semana quanto a roupas, é isto que temos. Como já disse, fechada em casa ando com roupas de andar por casa, lavadinha, mas à vontadinha e confortável, acima de tudo, mas no outro dia resolvi testar conjuntos que vou querer usar depois da quarentena e também como já disse a melhor opção para não me esquecer do que gostei, é fotografar, pedi ao meu marido para me tirar umas fotografias lá fora, para variar do registo em frente ao roupeiro.  

 

 

 

 

 

 

 

E quando sair daqui, há-de ser assim.

 

 

22
Mar20

28 - Por Estes Dias


Mac

 

11º dia de quarentena

 

hoje estou com uma neura desgraçada, mas não vou andar por aí a anunciar a minha neura . acho porco da minha parte, vai que se pega .

não é por estar de quarentena há 11 dias, é porque é domingo e eu tenho qualquer coisa pavloviana, respondo muito bem aos estímulos e estou programada para estar neura aos domingos a partir do meio da tarde, mais coisa menos coisa .

 

 

 

 

por acaso esta quarentena não me está a custar nada, apesar do meu jovem adulto filho achar que nós somos muito socialões, não é verdade, sou muito caseira, arrancar-me daqui para um jantar em casa de amigos, ou seja o que for, requer imenso tempo de negociações e prefiro que venham para cá, gosto de tudo na minha casa - dispenso churrascos - de receber aqui os amigos, os amigos dos miúdos e gosto de estar em casa . sou naturalmente caseira e nada dada a ir a eventos e jantares e isto e aquilo . recuso convites até sentir vergonha, mas arranjo sempre forças para recusar mais um . não é que sejam muitos, mas pronto . até já cheguei a pensar que sou introvertida, mas não é bem isso . é aquela falta de necessidade de ir aqui e ali, estar ali e acolá . tudo se resume a adorar estar em casa . gosto destas paredes, dos milhares de coisas que aqui faço, dos outros milhares que consigo arranjar para fazer e tudo espremido, não tenho uma real necessidade de sair de casa . claro que gosto das minhas voltas e sinto falta delas, mas não morro de tédio por agora não as poder dar . mas morro de saudades das minhas pessoas .

 

o pedro precisa de um corte no cabelo

 

faz-me bem ver a indiferença da primavera perante isto tudo

 

 

 

 

 

 

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2012
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2011
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D