Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

a vida em azul cueca

09
Dez20

314 - Os fins-de-semana prolongados com recolher obrigatório, um bocadinho de Natal, coisas que gostei, coisas que fiz, coisas que vesti, coisas que gostava que acontecessem, a vida, os títulos grandes, o nirvana e eu


Mac

IMG_2479.JPG

 

Este fim-de-semana ficou marcado pelo recolher obrigatório, mais um, pelas saídas uma vez por dia só para tomar um café, pelas roupas mais quentes, já sem lugar a frescuras ou dúvidas, pelas decorações de Natal que espalhei pela casa, pelos doces que fiz e pelo Dia de Nossa Senhora da Conceição, o Dia da Mãe que a minha mãe considerava, e o que lhe dedicarei sempre.

 

IMG_2440.JPG

 

Também decidimos que o nosso Natal não vai incluir avós, tios, irmãos, sobrinhos, primos e mais parentes. Vamos ficar só os quatro, por mais estranho que pareça e seja. Não vamos pôr ninguém em risco, não vamos correr riscos e vamos passar isto o melhor possível. Prefiro um Natal diferente, a um ano triste, cheio de arrependimentos. Quero um destes dias poder abraçar e beijar as minhas pessoas. Um destes dias será possível.

 

IMG_2439.JPG

 

IMG_2532.JPG

 

Fiz com o Pedro um Salame de Chocolate, que é o bolo que quase nunca se faz por aqui, mas como fazia parte de um trabalho para a escola, resolvemos que o melhor era fazer uma coisa que ele gosta muito.

 

IMG_2404.JPG

 

No Domingo fomos tomar café à marina. Continuou de chuva e estava imenso frio, como não sou adepta das camadas de roupa tipo cebola,vesti um casaco mais quente e umas calças de pele, que já têm umas décadas e continuam impecáveis, com uns ténis, que é a maneira que mais gosto de as ver.

 

IMG_2378.JPG

 

IMG_2411.JPG

 

IMG_2388.JPG

 

IMG_2420.JPG

 

IMG_2424.JPG

 

IMG_2575.JPG

 

As minhas violetas voltaram a florir. Esta é a minha maior conquista dos últimos tempos no reino das verduras, repolhos e vegetais. Nunca as consegui manter, fartei-me de comprar vasos de violetas, que ao fim de um mês já eram adubo vegetal. Agora, não sei se por dedicação, mais tempo para elas, porque as outras flores já se criam a si mesmas, se o quê, consegui ter dois vasos em condições, saudáveis, a crescer e a dar flores.

 

IMG_2364.JPG

 

E já que o ambiente em casa e na rua é de Natal, fiz uma Aletria para dar início à época da canela, dos doces carregados de ovos e das comidas fartas.

 

IMG_2313.JPG

 

IMG_2327.JPG

 

No feriado voltámos a sair só para tomar um café rápido e começámos a ver The Undoing (HBO), Soulmates (AMC) e Bárbaros (Netflix). Todas óptimas.

 

IMG_2305.JPG

 

IMG_20201205_114646.jpg

 

Foi um excelente fim-de-semana, mas hoje já me apetecia que fosse Verão, ou o vírus já não existisse, já estivéssemos todos vacinados, ou isso. Também gostava de estar a planear um Natal normal.

 

03
Dez20

313 - 2020, a vida, o nirvana e eu


Mac

 

000 coisas que digo pandemia.JPG

 

 

A obra da casa de banho vai benzinho, não fosse a situação de ter entregue a cada homem um par daqueles pezinhos em plástico, para não me sujarem a casa. Foram lá para fora com as protecções calçadas, aquilo rasgou-se tudo e fiquei com a casa cheia de bocados de plástico azul céu com areia. Depois insisti, recomendei que não os levassem lá para fora, ou que usassem outro par antes de voltar a entrar. Mais plástico pela casa. Como aqui quem estraga, conserta, dei-lhes uma vassoura e uma pá para apanharem a porcaria toda.

 

O meu filho mais velho acenou-me que ia ao LIDL, se eu queria ovos ou assim. Disse-lhe que me trouxesse torradas integrais, e o que vais tu fazer ao LIDL, filho? Vou comprar uns ténis do LIDL, disse-me ele. Ténis do LIDL?, indaguei eu, sim, ténis do LIDL, respondeu-me ele. Não é por serem do LIDL, o LIDL tem imensas qualidades, a começar pelas tostas integrais, os gelados, as quiches, os abacates e os chocolates, mas uma delas não é o bom gosto no calçado e no logótipo. Tive pena de mim, tenho um filho que quer calçar uns ténis tão, mas tão feios, e parecidos com os antigos sacos deles, que eram de plástico. Mas também sei quais são as guerras que ganho e as que vou perder, esta já está perdida e já que são moda, disse-lhe para esperar, que ia saber quanto calçam os homens, achei uma boa ideia, em vez de pezinhos azuis, podiam calçar uns ténis para andar aqui em casa enquanto dura a obra, não podem é leva-los para a rua, só quando acabarem a obra e se forem embora. Fugiu de mim, disse qualquer coisa como, a mãe não está bem…....................... Não processei o resto.

 

Entretanto há três semanas, na escola do Pedro houve duas salas dos mais pequeninos fechadas, em cada uma, uma criança infectada. A escola achou por bem sugerir o uso da máscara em todas as salas, excepto no refeitório, recreios e actividades desportivas. Houve uma mãe na sala do Pedro que não concordou, a criança continua a não usar máscara, compreendo, não é obrigatório, mas neste momento é a única arma que temos, já que manter crianças desta idade afastadas umas das outras é uma tarefa hercúlea. Esta mãe também vai esperar os filhos à saída com a máscara debaixo do nariz, onde o uso de máscara é obrigatório para todos os adultos, compreendo, mas não nos disseram é que teria de ser um uso correcto da mesma.

 

Se não morrermos todos do vírus, morremos da burrice, não tenho dúvidas.

 

 

02
Dez20

312 - Os fins-de-semana prolongados com recolher obrigatório, um bocadinho de Natal, a vida, o nirvana e eu


Mac

IMG_20201128_121514.jpg

 

No sábado fomos beber café, claro, o costume, com ou sem recolher obrigatório à uma da tarde. O centro já estava todo composto para o Natal, que por aqui é sempre lindo. Há Árvores de Natal, há iluminações, há rua inteiras cheias de flores do Natal nos canteiros, há a roda gigante e há o mar.

 

IMG_1816.JPG

 

IMG_1809.JPG

01 b.jpg

 

Depois fomos para casa. Não me importo nada de não poder sair de uma casa confortável, com livros, centenas de canais na televisão, filmes, jogos de tabuleiro, ideias para pintar, gavetas para arrumar e bolos para fazer. Gosto tanto de chegar a casa, deixar as roupas da rua e vestir qualquer coisa bem confortável, gosto de estar em casa, de planear mudanças e apreciar o que já não quero mudar, acima de tudo, adoro estar com eles.

 

IMG_1935.JPG

 

No domingo achei que era boa ideia ir buscar flores e tratar do Natal nas jarras. 

 

 

IMG_1939.JPG

 

IMG_20201129_103934.jpg

 

IMG_1958.JPG

 

IMG_1985.JPG

 

IMG_2114.JPG

 

 

Numa jarra pus proteas com não sei quês, não sei o nome, mas todos os anos por esta altura compro porque têm bagas encarnadas, há anos que não consigo azevinho, mas parece que este ano, o ano de todas as aberrações, vou conseguir uns vasos, vamos ver.

 

IMG_2258.JPG

 

Noutra jarra, que não é uma jarra, é um frapé que nesta casa vive mais como jarra do que frapé, pus abeto, flores do algodão e umas bagas falsas, que disfarçam muito bem de qualquer coisa que me parece que nem existe na natureza, mas não interessa, o que interessa é que gosto do efeito.

 

 

IMG_2095.JPG

 

Para o almoço de domingo fiz a pior Açorda da minha vida, eu nada e criada por alentejanas de gema, nadas e criadas no Alentejo. Ora o pão era para lá de sofrível, vendido como pão do Alentejo. Estranhei a falta da corcunda, também o estranhei quando o cortei, aquele esfarelar era no mínimo suspeito, mas pronto, ainda acredito no Pai Natal e nem o provei, atirei com ele para a água fervente, encharcada em coentros, alho e azeite e acreditei que saía dali a Açorda das minhas saudades. Não saiu.

 

02.jpg

 

Tudo espremido, ensaiei decorações para a mesa de Natal, jogámos Carcassonne, Kaleidos e Condottieri, acabámos The Crown (Netflix), Normal People (HBO) e The Head (AXN),  preparei a casa de banho do quarto dos adultos desta casa para a obra, e também lavei os armários que vão para o lixo muito limpinhos, estudei com o Pedro para os testes, decorámos bolas de Natal para a Árvore da escola, e fiz scones e bolachas. 

 

Ficaram por pintar duas taças e dois pratos, um quadro para a lavandaria e arrumar a gaveta das instruções e garantias das máquinas (mais alguém com gaveta para isto, ou já se modernizaram?). Ficam para o próximo fim-de-semana com recolher obrigatório e proibição de circulação entre concelhos.

 

 

IMG_2223.JPG

 

 

26
Nov20

12 - Me, my mirror and I


Mac

IMG_20201117_124431.jpg

 

 

Entretanto à frente do meu espelho caminha-se a passos largos para o frio, ainda não me atirei a sobretudos, mas já pus um blusão, já me sabe bem qualquer coisa mais quente. Este é em veludo verde escuro e combinei-o com as calças do momento, estas brancas em bombazina e uns botins de camurça também verde escuros. Para quebrar um bocado a coisa, usei acessórios em castanho.

 

 

IMG_20201124_141351.jpg

 

 

E, claro, com frio, as golas altas são sempre aquela peça que adoro ver com quase tudo, desde blazers, blusões, camisas de flanela, casacos compridos, casacos de malha, tudo.

 

 

IMG_20201120_151047.jpg

 

 

Aqui usei uma com esta camisa grossa de flanela, que é bem quente e confortável. Ainda estou a testar o conceito deste tipo de camisas em mim, nunca gostei de me ver, acho sempre que há qualquer coisa que não bate certo, mas gosto de as ver noutras mulheres. A ver vamos. Também vi em outras cores e eram bem giras, mas para testar, basta uma.

 

 

IMG_20201124_093544.jpg

 

IMG_20201124_093503.jpg

 

 

E para não perder o hábito, mais uma vez preto total, novamente com uma camisola de gola alta e a minha saia de pregas preferida, esta é em polipele e funciona muito bem com tudo, e também com o último casaco que tricotei, desmanchei e voltei a tricotar.

 

 

IMG_20201124_090920.jpg

 

 

Mais um conjunto com este casaco de losangos, que foi amor à primeira vista (sou pelo poliamor nas roupas), desta vez com uma saia de lã em bordeaux, que já tem uma data de anos.

 

 

IMG_20201124_091802.jpg

 

 

E para terminar, a mesma saia com a camisola de gola alta que vinha com ela e esta espécie de colete, que ainda não percebi se gosto, se fico aflita dos ares por causa da mega gola, se detesto. Tenho-a há uma ano e ainda não saiu dos testes. Se calhar nunca sairá.

 

Foi isto.

 

 

23
Nov20

311 - Os fins-de-semana com recolher obrigatório, a Árvore de Natal, a vida, o nirvana e eu


Mac

IMG_1583.JPG

 

 

Como já é hábito, na sexta-feira fomos almoçar fora, já que aos fins-de-semana a coisa está para já vedada, quer dizer, não é nada hábito, é a segunda vez que vamos almoçar fora, desde que o meu marido está em teletrabalho, mas tenciono fazer disto um hábito porque gostei do registo. O dia estava fantástico e ficámos na esplanada no melhor de todos os sítios da baía. Por acaso já estou farta destes 25º C no final de Novembro, eu que até sou do calor, do Verão e das roupas leves, mas nesta altura do ano este calor não está com nada, é estranho, é fora de época e já se podia ir embora.

 

 

IMG_1579.JPG

 

 

Se estes 25º C fossem na Primavera, era pessoa para andar para aí com vestidos frescos, mas como são no Outono, parece que são diferentes, já não tenho vontade de roupas extremamente frescas, apesar de às vezes ter um bocado de calor. Então vesti uma saia com uma t-shirt para o caso de ter calor, mas com botas e uma camisa grossa, caso não esteja calor, e resultou. 

 

2020-11-20 Almoço Baía.jpg

 

IMG_1566.JPG

 

 

No sábado de manhã ainda saímos para tomar um café, mas estava tudo a abarrotar, grupos enormes de famílias e amigos, enfim, se esta medida de nos mandar para casa à 1 da tarde era para evitar múltiplos contactos, não me parece que esteja a surtir efeito, a verdade é que as pessoas em vez de se encontrarem para almoçar com a família e/ou amigos, agora encontram-se para tomar o pequeno-almoço tardio, portanto, zero poucos contactos. Desde as Festas do Mar que não via tudo tão cheio, juro.

 

IMG_1679.JPG

 

 

Como achei que já estava mais fresco, vesti uma camisola de gola alta em creme, daquelas sem costuras, com uma saia que comprei nos saldos do Verão e com um colete, e soube-me bem uma roupa mais de Outono.

 

 

IMG_20201122_190743.jpg

 

 

À tarde fizemos a Árvore de Natal, sempre a fizemos no dia 8 de Dezembro, houve anos em que a pedido dos miúdos foi a 1, mas no dia 21 de Novembro foi a primeira vez, mas é 2020.

 

 

IMG_1632.JPG

 

 

Para o jantar resolvi fazer um fondue, uma das refeições preferidas dos miúdos, quer dizer, o Pedro não tem paciência nenhuma para estar para ali à espera da carne e, ou lhe ponho 3 garfos só para ele, ou frito a dose dele antes do jantar. Desta vez optei pela segunda, não me apetecia estar para ali a tomar conta de não sei quantos nacos de carne e nos intervalos a tentar jantar. 

 

 

IMG_1657.JPG

 

 

Nos intervalos decorei bolas para a Árvore (depois mostro tudo), enquanto eles jogaram a não sei quantas coisas, viram filmes e foram lá para fora com a trotineta e a bola. Amanhã vejo como ficaram as minhas flores. 

 

 

IMG_1781 p.jpg

 

IMG_1707.JPG

 

Foi um bom recolher obrigatório.

 

16
Nov20

310 - O fim-de-semana, o confinamento, a vida, o nirvana e eu


Mac

IMG_1399.JPG

 

 

foi um fim-de-semana cheio, não gosto de tempo cheio de nada e vazio de tudo . era para ficarmos em casa, assim foi, com excepção da manhã de sábado . fomos beber café, apanhar uns chuviscos e respirar o ar do mar . os restaurantes estavam fechados e tudo mais ou menos vazio . parecia muito as manhãs de dia 24 de dezembro em cascais, ou num outro sítio qualquer, pessoas apressadas a comprar coisas de última hora, a maior parte do comércio que não interessa para o natal fechado e o que interessa a abarrotar de pessoas distraídas que deixam tudo para o último dia, eu não, eu deixo para a última hora . 

 

 

IMG_1400.JPG

 

 

e achei boa ideia vestir uma saia a cor do céu em dias de trovoada com uma das camisolas em lã e sem costuras de que já falei, que são um extra de conforto

 

 

IMG_20201114_120244.jpg

 

IMG_1416.JPG

 

IMG_20201114_114910.jpg

 

IMG_20201114_115933.jpg

 

IMG_1442.JPG

 

depois fomos para casa e eu confinada faço coisas que andei a empurrar com a barriga num adiamento procrastinante quando não estou confinada . 

 

 

IMG_20201114_122207.jpg

 

 

acabei o casaco de lã bordeaux, que foi o meu maior falhanço nos tricots . já estava acabado no final do verão, mas olhei para ele e odiei-o, desmanchei-o e agora sim, depois de refeito, é isto que quero .

 

 

casaco bordeaux.jpg

 

 

depois acabei as abóboras e folhas douradas para uma mesa de outono que está mais ou menos na minha cabeça, mas a coisa ainda não se deu, e também argolas para guardanapos para a mesa de natal, que ainda não está pensada, sei lá eu como vai ser o natal este ano .

 

 

IMG_1282.JPG

 

IMG_1289.JPG

 

 

e arrumei a gaveta das argolas e coisas para a mesa, depois desci mais umas gavetas e arrumei

 

 

IMG_20201116_111541.jpg

 

 

a das coisas de natal para a mesa . não ficou muito arrumada, mas foi o possível, estava bem pior . 

 

 

IMG_1458.JPG

 

 

no domingo não saímos de casa e para variar fiz scones para o lanche .

 

 

IMG_1475.JPG

 

IMG_1478.JPG

 

e terminámos o dia a estrear a 4ª temporada de the crown . foi um excelente fim-de-semana

 

 

Cascais.jpg

cascais, 14.11.2020 

(imagem: câmara municipal de cascais)

 

 

12
Nov20

26 - Dias tão bons


Mac

IMG_20201112_124327.jpg

 

O meu marido desde que está em teletrabalho raramente tem intervalo de almoço, ou almoça à pressa, ou come tardíssimo. Se inicialmente chegámos a pensar, mais eu do que ele, que teríamos almoços prolongados, e até alguns fora, agora sabemos que era um delírio, mas com a perspectiva de passarmos dois fins-de-semana sem poder arejar, hoje lá o arranquei do ecrã e fomos a um dos nossos sítios preferidos.

 

 

2020-11-12  Baía.jpg

 

Tem a melhor vista da baía, uma esplanada gigante, as mesas bem separadas e uma comida fantástica, e quando o tempo piorar podemos continuar a ir lá, porque a sala também tem as mesmas condições. Também combinámos a entrega das refeições para o próximo fim-de-semana, não vamos comer fora, mas vem a comida de fora ter connosco, também é bom.

 

 

IMG_1307.JPG

 

Depois passámos na Galileu, vimos as Paris Match, livros para o Natal e colecções de estampas. 

 

E finalmente estreei os loafers onde pus umas borlas, também usei os meus jeans que são o meu barómetro, têm décadas e são melhores do que uma balança, com a vantagem de não gastarem pilhas. Funcionam assim: se não apertam, estou gorda, é altura de costurar a boca; se me servem, estou no bom caminho, mas nada de ter ideias; se me servem e ainda por cima estão largos, temos vencedora, é muito raro, mas era assim que me ficavam quando os comprei. Agora não é o caso, ainda não emagreci o suficiente para estar à vontade no Natal, mas também não vou deixar de estar,  este ano não estou para isso, quero enfartar-me de rabanadas, azevias, sonhos, filhoses, lampreia doce e tudo, é um ano pandémico, serei também eu uma pandemia de doces e comidas fartas.

 

 

IMG_1303.JPG

 

E foi isto e foi muito bom.

 

11
Nov20

11 - Me, my mirror and I


Mac

IMG_20201110_091247.jpg

 

 

Entretanto à frente do meu espelho há maioritariamente 50 tons de cinzento, 40 tons de azul e  1 de preto (bruxo), combinados entre si.

 

 

IMG_20201110_091315.jpg

 

 

Vi estas camisolas sem costuras na Zara e apostei nelas, foi uma boa aposta, são muito confortáveis, só têm duas costuras, as das mangas para unir ao corpo, de resto, mangas sem costuras laterais e camisola idem aspas, o que pode não parecer nada, mas é muito, é um extra de conforto, além de terem uma caída impecável. Fiquei fã. Há neste azul, em preto e em creme. 

Para começar combinei esta azul com umas calças em malha pesada, que não deformam, e com umas sabrinas que já têm uns anos, e consegui um daqueles conjuntos quentes e super confortáveis, é só acrescentar um agasalho e as temperaturas podem descer à vontade.

 

 

IMG_20201103_141609.jpg

 

 

Esta saia foi mais uma compra de eterna luta, sozinha e em teoria gosto imenso dela, mas não consigo encontrar nada que combine mesmo bem com ela. Não sei se é o tom de cinzento, se é o tecido, se a altura da saia, ou o quê, mas volta e meia lá a visto, combino uma peça e não, nunca nada fica realmente giro. Desta vez juntei-lhe vários tons de cinzento e deu nisto. Também experimentei com ténis e ficou melhor, mas esqueci-me de fotografar. Continuo na mesma, ainda não é desta.

 

 

IMG_20201023_141823.jpg

 

 

Mais uma vez umas calças clássicas com um mega casacão em lã, o meu conceito de conforto, enquanto ainda não estou numa de sobretudos e agasalhos mais fortes. 

 

 

IMG_20201025_115006.jpg

 

E com uma saia e camisola azul escuro, em vez de umas calças pretas.

 

Foi isto.

 

 

09
Nov20

319 - A cidadã perfeita(mente desesperada)


Mac

IMG_1173.JPG

 

 

Este fim-de-semana soube-me a despedida da pouca liberdade que já tínhamos. Por outro lado, talvez assim use menos a máscara e resolva a alergia que me apareceu no nariz por causa do arame que as máscaras têm, e uma sensação de falta de ar e falta de ar mesmo e aquilo  a agredir-me as vistas e o cérebro, a vida e a liberdade, sempre agarrada à cara, juro que até me parece que vou ficar com tiques, manias e psicoses.

 

 

IMG_1181.JPG

 

Durante a semana o recolher obrigatório não me faz diferença nenhuma, já aos fins-de-semana faz muita. Acabaram-se os almoços com a família e os amigos na esplanada, o meu brunch preferido, e os passeios pela praia e pelo centro. Por outro lado, ainda sobram as manhãs e é nisso que me vou concentrar, mas acima de tudo vou mais uma vez cumprir, para irreverente e fura sistema, bastaram-me os anos de colégio, já não tenho ganas de me comportar como uma colegial que está sempre contra tudo e todos, e cheia de esquemas para driblar o que lhe foi imposto, que acha que até o alfinete do kilt é mais uma mordaça à sua liberdade em mostrar as pernas acima dos joelhos. 

 

IMG_1187.JPG

 

E se no sábado vesti mais uma vez aquela que já me parece a melhor compra da Estação, este casaco de malha, com branco e mais branco, 

 

IMG_1209.JPG

 

no domingo vesti uma saia Príncipe de Gales e combinei-a como agora gosto de ver o cinzento, com aquele castanho cor de barro, para irmos a casa dos avós, no registo mais estranho dos últimos meses, logo a começar por sabermos que iria ser o último almoço por muito tempo - ninguém me convence que é só por quinze dias -depois porque como não estávamos numa esplanada, estivemos sempre com as máscaras postas, excepto para comer.

 

IMG_0928.JPG

 

Depois recolhemos a casa e ficámos a chá e bolachas e a ver The Head (AXN), soube-me pela vida, faz de conta que está tudo bem.

 

IMG_0929.JPG

 

IMG_0923.JPG

 

05
Nov20

10 - Me, my mirror and I


Mac

IMG_20201023_141120.jpg

 

Entretanto à frente do meu espelho mudou-se definitivamente de Estação, e se ainda vesti roupas mais frescas que com um casaco de malha se aguentavam, a dada altura parti mesmo para as camisolas quentes e casacos mais fortes. Está imenso frio, eu acho, se calhar foi porque veio de repente e já se sabe, tenho um termómetro interno de uma idosa de 80 anos e invernei completamente, parti para as botas, casacos de lã e roupa quente no geral.

 

Comecei com um casaco pied de coq, mais uma vez com uma catrefada de anos, que adoro isolado, sem pensar com o que o vestir, mas que tem sido difícil de conjugar. Desta vez foi assim, ainda não adoro, mas já fiquei mais convencida do que das outras tentativas.

 

IMG_20201027_113726.jpg

 

IMG_20201101_131529.jpg

 

 

O mais básico quando não sei o que vestir, e era o caso, ou quando não consigo decidir, também era o caso.

 

 

IMG_20201103_135332.jpg

 

E mais uma vez cinzento com castanho bhaca, um tom que adoro, mas que não sei definir, não é creme, nem é castanho, é para aí cor de barro, com uns sapatos da Rockport que são o céu, apesar de altos.

 

IMG_20201104_134723.jpg

 

Andava há que tempos à procura de umas calças brancas em bombazina e encontrei estas na Zara, são gira q. b., mas amachucam-se imenso, pronto, fazem as vezes, mas ainda não são as ideais.

 

IMG_20201025_113811.jpg

 

E para terminar, casacões de lã com saias ou com calças, tanto me faz, gosto imenso do resultado final e esta é a altura do ano para usar e abusar deles, daqui a nada vem a época dos sobretudos e estes casacos ficam novamente arrumados, porque não dão para usar debaixo de um casaco comprido, ficamos a modos que enchouriçadas.

 

IMG_20201025_121318.jpg

 

IMG_20201104_122233.jpg

 

 

 

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2012
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2011
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D