Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

a vida em azul cueca

25
Jul18

28 - Fui ao jardim da Celeste, giroflé, giroflá


Mac

IMG_2801.JPG

 

 

 

Como já disse, quando o tempo não está bom para praia, a nossa actividade de Verão preferida, fazemos outras coisas, uma delas é visitar museus, espreitar exposições e acabar a tarde a lanchar numa esplanada .

 

 

 

 

IMG_2826.JPG

 

 

IMG_2957.JPG

 

 

 

  Um destes dias passámos pelo Museu da Música Portuguesa - Casa Verdades de Faria, que fica no Monte do Estoril. A casa é lindíssima, o jardim fantástico e a exposição permanente muito boa. É um sítio giríssimo para levar os miúdos que podem espairecer pelos jardins, ver uma enorme variedade de instrumentos musicais e conhecer um pouco da sua história.

 

 

 

IMG_2954.JPG

 

 

IMG_2933.JPG

 

 

Este museu reúne os espólios de duas grandes figuras da cultura portuguesa: Michel Giacometti e Fernando Lopes-Graça. 

 

Em 2005, o museu foi alvo de uma profunda intervenção de restauro e de remodelação dos espaços, tendo reaberto ao público com uma nova programação museológica e um variado leque de iniciativas ligadas à divulgação do trabalho de Giacometti e de Lopes-Graça. Para além da coleção permanente, o museu apresenta regularmente exposições temporárias que entram em diálogo com as suas temáticas.

 

[toda a história, aqui]

 

 

 

IMG_2911.JPG

 

 

IMG_2903.JPG

 

 

IMG_2899.JPG

 

 

IMG_2882.JPG

 

 

 

IMG_2835.JPG

 

 

IMG_2832.JPG

 

 

 

Este é mais um programa giro para fazer com os miúdos em que aprendem, distraem-se, exploram e ainda apanham ar e correm à vontade num jardim fantástico. 

 

 

 • Instagram @maria.antonia.velez

 

 

 

14
Mar18

26 - Fui ao jardim da Celeste, giroflé, giroflá


Mac

 

 

 

No domingo fomos ao Museu dos Coches. Ainda só conhecia o antigo, que apesar de lindíssimo, não tinha o espaço que este tem.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Os coches estão distribuídos por épocas em duas salas enormes e quando digo enormes, são mesmo muito grandes, o que torna a visita super agradável. 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 No nosso caso este espaço tão amplo foi um bónus porque estávamos com uma criança saturada de estar em casa, sem podermos ir para o jardim por causa do mau tempo, nem fazer actividades ao ar livre. Ele pode gastar um bocado de energia, sem nos preocuparmos se ia contra isto ou aquilo e sem perturbar as outras pessoas, andou à roda pulou e acabou por depois ficar muito mais atento ao museu.

 

 

 

 

  

 

 

 

 

 

 

 

Não é possível espreitar o interior dos coches, mas ao pé de cada um há um ecrã onde podemos fazer uma visita virtual ao interior, além de ficarmos a conhecer outros aspectos, como o enquadramento histórico, a história de cada coche e o ambiente da época, também em algumas projecções que vão sendo feitas nas enormes paredes que funcionam como ecrãs gigantes.

 

 

 

 

 

 

 

 

  

 

 

 

 

É uma visita que vale imenso a pena e é óptima ideia para os dias de chuva. Fica também a sugestão para as férias da Páscoa que se aproximam.

 

 

 

 

 

 

30
Out17

02 - Sítios de que gosto muito


Mac

 

 

 

  

Da minha infância ficaram-me as tardes de Inverno passadas nos jardins da Gulbenkian e no Museu de Arte Antiga, as idas ao Museu dos Coches, Museu da Marinha e tantos outros. E agora ir até aos museus e dar uma passagem pelas exposições, continua a ser um dos nossos passeios preferidos de Outono e Inverno.

 

 

 

 

 

 

 

Desta vez começámos por uma das exposições itinerantes da cidadela.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Depois fomos ao Palácio dos Condes de Castro Guimarães, que é lindíssimo, e está no Parque Marechal Carmona, onde levo muitas vezes o Pedro. 

 

 

 

  

 

 

 

 

 

 

 

 

  

 

  

 

  

 

 

 

   

 

 

 

E terminámos a ver a exposição de aguarelas, óleos e guaches sobre vulcões napolitanos.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

  

 

 

 

 

Este é mais um programa giro para fazer com os miúdos em que não precisam de estar sempre sossegados (ao pé dos jarrões de porcelana, convém), aprendem, ganham memórias boas, gastam energias, apanham ar e sem qualquer custo. Há melhor? 

 

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D