Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

a vida em azul cueca

14
Mai18

40 - Quem tem um adolescente (assim), tem tudo


Mac

 

 

 

 

 

Em pequenino este meu filho trazia nos bolsos dos calções pedrinhas, flores cheias de sede e os doces das festas de aniversário dos amigos. Dava-me a maior parte, a outra parte encontrava eu quando punha a roupa na máquina. Mais tarde trouxe-me insectos e lagartixas mortas. E agora o segundo pardal. Os pardais gostam deste meu filho. Eu adoro-o.

 

[depois convenci-o que era melhor soltar o pardal e ir deixa-lo no jardim. ele foi, contrariado, mas foi. veio para casa e passado um bocado foi ver do pardal onde o tinha deixado. voltou feliz, o pardal olhou para ele, piou e a seguir voou]

 

 

#QuemTemUmAdolescenteAssimTemTudo

 

 

16
Abr18

01 - A Mãe Perfeita(mente desesperada)


Mac

Sou aquela mãe que quando o telefone toca e é do colégio, colapso logo ainda antes de atender. Sempre. Sempre. Quando atendo já estou tolhida pelos nervos, por isso dou imenso valor à pessoa que está do outro lado.

 

A actual funcionária é do mais querido que há, não sei se a anterior lhe passou o historial das mães que têm ataques ao telefone (para as continuar a torturar), se é ela que é sensível à questão, se já teve de responder fisicamente a alguma mãe colapsada com os nervos em desgoverno, só sei que logo que atendo diz “está tudo bem com o tal e tal", e só então depois diz o assunto.

 

A funcionária anterior, não sei se era sádica, se gostava de ouvir as mães em angústias – sádica - se aquele compasso de espera enquanto as mães tinham taquicardias lhe dava gozo – sádica portanto – adorava demorar até dizer que estava tudo bem. Às vezes dava-se ao requinte de só dizer que estava tudo bem, quando a mãe angustiada - EU!! - perguntava, adorava inclusivamente demorar-se nas palavras, assim: estooooooooou? Boooooooooaaaaaaaaaaa taaaaaaaaaardeeeeeeeeee, é a mãaaaaaaaaaaaeeeeeeeeeeeee do Pedroooooooooooooooooo? - aqui já eu estava a ver tudo preto, o coração na garganta e os olhos com gaifanas (é uma doença dos olhos que as mães têm quando pensam que há qualquer coisa com os filhos) – então eu dizia, diga depressa, está tudo bem? E a sádica respondia, depois de 5 mn de silêncio, siiiiiiiiiiiiiiiiiiiimmmmmmmmmmmmmmm mãaaaaaaaaaaaaaeeeeeeeeeee estáaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa tuuuuuuuuudo beeeeeeeeeeeeeeeem. Juro que não ouvi alguns recados, se houve falhas minhas a ela o devo, depois do tudo bem, apagava-me.

 

Se eu mandasse, aprovava uma lei que obrigava as pessoas que ligam das escolas a dizer logo “está tudo bem, mãe”.

 

 

#AMãePerfeita(mente desesperada)

03
Abr18

09 - Por estes dias


Mac

 

  

 

 

 

 

 

tenho usado e abusado da fórmula calças de pele + camisolões + ténis, botins ou mocassins, porque é confortável, quente q. b. e não precisa de casacos e blusões (de que estou farta) para completar . estamos a meio das férias da páscoa dos miúdos . passada a escarlatina, voltámos à nossa vida do costume, mas adiámos as mini férias por um mês . não faz mal, se calhar daqui a um mês o tempo está melhor . achei esta escarlatina muito rápida (e ainda bem), já não me lembrava que não é das doenças mais chatas, foi mais rápida que muitas constipações e menos chata que muitas outras . voltámos à vida normal e fomos ver a cadela do pedro, que não é do pedro todos os dias, é só quando vamos ao centro de cascais, mas o pedro diz “o meu cão”, doce que só ela, encontram-se e fazem-se festas . se não tivesse um dono trazia-a comigo para os meus filhos . também foi páscoa e foi doce à mesa e nos corações, que afinal é onde mais importa .

 

 

 

 

 

 

 

 

19
Mar18

206 - Os filhos, a vida, o nirvana e eu


Mac

 

 

 

 

Antes de ontem eu era uma miúda com 18 anos que queria tirar a carta. Foi antes de ontem, lembro-me perfeitamente. Lembro-me de entrar no carro das aulas de condução e achar o instrutor completamente jurássico. Diverti-me imenso naquelas aulas. O meu instrutor não se divertiu nada. Acho que até envelheceu mais um pouco. Achei-o gasto quando o deixei. Tirar a carta foi mesmo giro, ri-me muito durante aquele tempo. Ontem eu era a mãe de um bebé e achei que os filhos não cresciam, que iam andar sempre ao meu colo, vestir azul claro e sorrir para mim com aquela boca desdentada. Quer dizer, eu sabia que os filhos cresciam, mas achei que eles levavam mais tempo e me davam tempo. Mais tempo. Hoje fui pagar a carta de condução do adolescente, ele foi fazer o exame médico lá para aquilo e em Agosto faz 18 anos. Ele vai fazer 18 anos e eu estou a encaixar que sou mãe de um miúdo que vai fazer 18 anos. Acho que sou uma mãe que precisava de mais tempo para os ver crescer, só isso. Era escusado ser tão depressa. É isso.

 

Os filhos atropelam-me. Sou uma mãe cheia de dores de crescimento.

 

 

#AsMãesTambémTêmDoresDeCrescimento
#AMãePerfeita(mente desesperada)

 

 

14
Mar18

26 - Fui ao jardim da Celeste, giroflé, giroflá


Mac

 

 

 

No domingo fomos ao Museu dos Coches. Ainda só conhecia o antigo, que apesar de lindíssimo, não tinha o espaço que este tem.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Os coches estão distribuídos por épocas em duas salas enormes e quando digo enormes, são mesmo muito grandes, o que torna a visita super agradável. 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 No nosso caso este espaço tão amplo foi um bónus porque estávamos com uma criança saturada de estar em casa, sem podermos ir para o jardim por causa do mau tempo, nem fazer actividades ao ar livre. Ele pode gastar um bocado de energia, sem nos preocuparmos se ia contra isto ou aquilo e sem perturbar as outras pessoas, andou à roda pulou e acabou por depois ficar muito mais atento ao museu.

 

 

 

 

  

 

 

 

 

 

 

 

Não é possível espreitar o interior dos coches, mas ao pé de cada um há um ecrã onde podemos fazer uma visita virtual ao interior, além de ficarmos a conhecer outros aspectos, como o enquadramento histórico, a história de cada coche e o ambiente da época, também em algumas projecções que vão sendo feitas nas enormes paredes que funcionam como ecrãs gigantes.

 

 

 

 

 

 

 

 

  

 

 

 

 

É uma visita que vale imenso a pena e é óptima ideia para os dias de chuva. Fica também a sugestão para as férias da Páscoa que se aproximam.

 

 

 

 

 

 

07
Mar18

35 - Quem tem um adolescente, tem tudo


Mac

 

 

 

 

 

Ontem o adolescente querido desta casa saiu sem qualquer casaco, só com uma t-shirt, uma camisa, uns jeans e ténis. Aos avisos e ralações, insistências e ai credos desta mãe, olha que está frio, ouvi, não está nada; ao meu, olha que é melhor levares um casaco: ó mãiiiiiiiiiiiiii eu não tenho frio; vá veste um casaco: ó mãiiiiiiiiiiiiiiiiiiii não é preciso; vais adoecer: não vou nada; vais, vais, veste um casaco: ó mãiiiiiiiiiiiiii isso é coisa de velho.

 

Hoje, ó mãiiiiiiiiiiiiiiii dói-me a garganta: isso é coisa de velho; ó mãe o que é que posso tomar para esta dor? Um casaco.

 

 

15
Fev18

200 - Os filhos, as férias, a vida, o nirvana e eu


Mac

 

  

 

 

foram as férias de carnaval dos miúdos e estes 3 dias souberam-me a pouco, por mim era a semana toda . na verdade nunca tenho pressa do regresso às aulas, nem nunca respiro de alívio com os fins das férias . temos sempre coisas para fazer, sítios para visitar, restaurantes onde ir . maioritariamente pizzarias e hamburguerias, mas não interessa, eles gostam e eu aprendi a gostar . andámos na rua, fomos ao carrossel pela milésima vez como se fosse a primeira, comprámos pão e flores, fizemos recortes, decorámos a "parede deles", fiz bolo de peras, folhados de maçã e dei mimo . e por mim eram férias para sempre.

 

 

 

 

03
Jan18

194 - As férias de Natal, as resoluções do novo ano, recomeços, a vida, o nirvana e eu


Mac

   

 

 

 

 

 

  

 

 

 

 

  

 

 

 

 

 

 [as férias de natal]

foi o fim de um ano e o começo de outro . recomeços . foram dias de brincar com os brinquedos novos, passeios em dias cinzentos cor de chumbo, idas ao parque, à vila e mais umas voltas no carrossel e na roda gigante . foram as férias de natal dos meus filhos .

 

[as resoluções do novo ano]

 resolvi não fazer resoluções e caso decida num momento de fraqueza tomar uma resolução, estabeleci-me um plano com medidas de contingência e emergência . 2018 será um ano grandioso, o ano em que não falharei . portanto, não delibero, não falho . parece-me bem . prevejo-me um ano muito positivo . grandioso

 

[o nirvana e eu]

cada vez mais gosto de roupas confortáveis e ando numa de camisolas de gola alta e casacos curtos . deixei de fumar há 4 anos e não me arrependo nada . no dia 1 fez 4 anos em que fumei um cigarro e pensei que podia ter tomado resoluções para o novo ano, como por exemplo, deixar de fumar . mas não . assim já era pessoa para concretizar uma resolução . mas não . deixei no dia 2, mesmo sem resoluções para concretizar . hoje  lembro-me pela quarta vez que gosto mais de mim sem cigarros . e vou lembrar-me sempre, pela resolução que não tomei, pela obrigação a que não me sujeitei . e por mim .

. mais uma vez não fiz resoluções . e mais uma vez tenho a certeza que gosto mais disto assim .

 

. venha então este 2018, sem (alguns) compromissos (desnecessários) . 

   

18
Set17

175 - As nossas refeições, a vida, o nirvana e eu


Mac

 

 

 

 

Desta vez venho falar de legumes e da forma que arranjei para os miúdos os comerem sem simularem que vão sufocar e deitar tudo fora. Cheguei à conclusão que os meus filhos só os comem crus se forem triturados em sopas frias, como o Gaspacho e a sopa fria de pepino, mas não os comem crus em saladas. Também os comem quentes em qualquer sopa em creme, ou então assados no forno.

 

Como gosto que os pratos principais, além do acompanhamento, também tenham qualquer coisa verde, acabo por assar os legumes, porque foi a forma que arranjei para os miúdos comerem tudo.

 

 

 

 

 

 

 

 

Este fim-de-semana para acompanhar o rolo de carne (que fiz de modo a chegar para duas refeições), fiz um tabuleiro de legumes, que além de muito saboroso, fica muito bonito.

 

 

Ingredientes:

. 1 beringela

. mini pimentos encarnados, amarelos e laranja (podem ser dos normais)

. 1 courgette

. 1 pepino

. 3 tomates

. alecrim, manjericão e tomilho secos

. azeite q. b.

. sal q. b. 

 

 

Depois de lavar e sem descascar, corte em rodelas todos os legumes, excepto os mini pimentos, que se cortam ao meio pelo comprimento. Coloque-os em filas no prato de ir ao forno. Regue com azeite e polvilhe com alecrim, manjericão e tomilho. Tempere com sal. Cubra o prato com uma folha de alumínio e leve ao forno a 130º C, durante 30 mn. Nos últimos 5 mn, tire a folha e deixe tostar um pouco.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

O segundo prato de legumes para acompanhar a segunda ronda de rolo de carne, é a coisa mais fácil do mundo, mas que aqui em casa todos adoram.

 

Ingredientes:

. corações de alface

 . azeite q. b.

 

Tire um pouco do pé das alfaces, que normalmente já está escuro e corte os corações de alface ao meio. Passe-os por água corrente e escorra bem. Deite um pouco de azeite numa frigideira e toste cada lado das metades durante uns minutos (poucos). Já está.

 

 

 

 

 

 


   


 

 

 

E já agora, deixo a receita do rolo de carne, que aqui em casa é conhecido como A Carne da Mãe, enfim, podia ser pior.

 

Ingredientes:

. 1 kg de carne picada (pode ser 500 gr de porco + 500 gr de vaca, mas prefiro fazer só com vaca)

 . 2 ovos

. 140 gr de bolachas de água e sal

. 1 pacote de sopa de cebola instantânea

. pão ralado

. vinho branco

. margarina para untar

. Papel vegetal

 

 

Desfaça as bolachas de água e sal (na Bimby: 5s, vel 4). Numa taça deite a carne, junte os ovos, as bolachas desfeitas e a sopa de cebola e amasse tudo (na Bimby: junte a carne, os ovos e a sopa de cebola às bolachas, programe 2 mn, v 4).  Numa folha de papel vegetal espalhe um pouco de pão ralado, deite a carne e forme um rolo. Unte um tabuleiro de forno com margarina, ponha o rolo e preencha o tabuleiro até meio com vinho branco. Cubra o tabuleiro com uma folha de alumínio e leve-o ao forno a 180º C, durante 1 hora.

 

 

 

 

 

11
Set17

172 - Os filhos, a vida, o nirvana e eu


Mac

 

  

 

  

 

    

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

  

 

 

 

 

e de repente começaram as aulas, o calçado de verão deixou de servir e esta mãe teve de ir comprar qualquer coisa que ainda desse até chegarem as botas, as carneiras e as meias até ao joelho . e de repente o tempo já não está de verão, as manhãs estão mais frescas, o sol já não bate naquele sítio àquela hora, os fins de tarde trazem um fresco frio, não é o fresco de um dia que foi quente e alivia com o pôr do sol, é aquele fresco de norte quase a cheirar a lareiras . mas eu não estou preparada para isso . e se no sábado fomos à feira da luz ver cestas, loiças e deixar a criança saltar até à inconsciência, no domingo fomos à praia, mesmo sem um dia espectacular . pelo meio, deixámos os miúdos com os avós e fomos jantar sem conversas interrompidas no villa tamariz utopia, onde o pôr do sol é mais bonito, a baía é mágica e o fim do verão não é assim tão mau . e de repente as minhas cinco nespereiras, plantadas de 5 caroços das melhores nêsperas, estão de vento em popa, qualquer dia já são crescidas

 

 

• instagram @maria.antonia.velez •

 

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D