Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

a vida em azul cueca

03
Dez18

111 - Já fui feliz aqui


Mac

IMG_1510-001.JPG

 

 

2018-12-02 Por estes dias.jpg

 

 

 

e chegámos ao mês mais bonito do ano. apesar de ser pelo verão, o natal é aquela ilha que salva o inverno . já disse muitas vezes, para mim existe o inverno antes do natal, aquele que é suportável e o inverno depois do natal, o da contagem dos dias para o verão, para o bom tempo, para o lombo ao sol e as pernas dentro de água lá fora . este ano passou-me a correr, ainda ontem andei a embrulhar presentes, a correr lojas, a decorar a casa com luzes e ramos, ainda ontem carreguei a árvore, as bolas brilhantes e as luzes, fui comprar as coisas para a consoada e arrumei a casa e o natal, e de repente cá estou outra vez a repetir tudo, a vila toda enfeitada e a roda gigante a girar  . eu gosto desta repetição . gosto de ir comprar os presentes, de fazer embrulhos especiais, pensar na ementa para o jantar, na decoração da mesa e da casa . cada ano que passa, passa-me mais depressa, parece-me que isto é proporcional à idade, dantes os anos levavam-me séculos e era bom, às vezes era bom, era uma miúda e tinha todo o tempo do mundo, achava eu . agora encho-me de saudades dos que já não estão cá . depois vou pondo pela casa o que me ficou de outros natais, já tantos, e de uma certa forma há vida e consolo nestes natais . pelos enfeites que me ficaram da árvore de casa dos meus pais, pelas formigos da minha avó, a roupa velha e o arroz, e as toalhas da minha outra avó . pelo menino jesus que sempre vi na casa da minha tia mais velha, que foi a minha avó de coração, muito mais avó do que as minhas avós . a minha tia estava sempre e estava nas férias grandes e íamos com ela para o alentejo . foi ela que nos contou histórias até adormecer, nos ensinou crochet, tricot e a bordar, teve uma paciência infinita para me deixar cortar bolachas e rapar todas as formas dos bolos e me chamava para eu ver como se faz caramelo, nos deixava comer melancia à dentada e usar muitas pulseiras . e nos finais daqueles dias de agosto no alentejo dava-nos um banho e dizia estes joelhos têm de ser esfregados

 

a certa altura o natal é bem capaz de também ser isto, um tempo para lembrar mais .

 

 

 

IMG_1609.JPG

 

 

IMG_1518-001.JPG

 

 

IMG_1548-001.JPG

 

 

  • Instagram @maria.antonia.velez

 

 

 

24
Out18

221 - Outubro, a vida, o nirvana e eu


Mac

2018-10 Estes dias2.jpg

 

 

 

não é por outubro ser o mês em que nasci, e tive um filho, ou se calhar até é, não é por ser com ele que dou início ao outono, apesar de ele ter começado em setembro, não é por ser a seguir a setembro, o mês mais querido em renovação de vida em que me sinto sempre cheia de fé e esperança no novo ano, ou é tudo isso . gosto tanto de outubro . gosto do sol de outubro e da luz dourada ao meio-dia e de ficar ao sol, este sol que já não queima, não bronzeia, mas aquece a alma . em outubro há quem já prepare o natal, mas eu não estou preparada para isso, outubro é o meu começo do outono em que quero que o calor nunca mais acabe, mas também quero vestir botas e botins, camisolões e casacos, mas só por um bocadinho . é em outubro que compro a roupa que não posso vestir logo e às vezes nunca . é o mês das quatro estações num dia, do cheiro dos assadores de castanhas e do vendedor que me diz para não comprar, que ainda não estão boas, são os dias a começar gelados, a aquecer para tropicais, com e sem chuva e a terminar frios como tudo, e depois muda a hora, os dias ficam mínimos e o calor vai-se embora, a luz dourada também e entra o outono mais triste, o de novembro . a seguir pode vir o natal, pois então .

 

 

 

  • Instagram @maria.antonia.velez

 

 

.

26
Set18

217 - Os sapatos, a vida, o nirvana, eu e meu umbigo, e outras divagações


Mac

IMG_6314.JPG

 

 

2018-09-23 Estes dias (1).jpg

 

 

 

 | os sapatos |

 um dia jurei que nunca vestiria tareco, sou pessoa de juras . juro muito e cumpro, excepto no reino da roupa, um reino onde não sou de confiança e até dada a outras larguezas de carácter, o que juro não vestir hoje, amanhã visto, por exemplo . não interessa . um dia jurei que não vestiria leopardo, tigre, zebra, unicórnio ou pombo . calçar talvez, mas nunca com saltos, só sabrinas, loafers, mocassins e tudo quanto fosse raso . pois foi . mas não tenho culpa, tenho uma coisa por sapatos, não posso ser levada a sério . 

 

 

| a vida |

não sei o que tem setembro para gostar tanto dele . já não tem tanto verão e eu sou uma mulher do verão . e tem uma luz diferente do verão, já não é tão branca, é mais doce e os fins de tarde são mais laranja, os dias já são mais curtos e os dias bons a esplanar, as jantaradas lá fora e os dias de praia até à náusea já não são uma constante, os miúdos começam as aulas e eu gosto é de os ter comigo, o fim da tarde na praia é deprimente e começa o outono . eu gosto do outono, acho . mas gosto mais do verão . e adoro setembro . não sei porquê .

 

 

 | o nirvana |

o meu filho mais novo não gosta de dar beijinhos às pessoas para as cumprimentar . as pessoas insistem então e o meu beijinho?! e a criança não dá e a mãe da criança não o obriga . a criança diz boa tarde, ou bom dia, mas não dá beijinho e quando as pessoas esperam que a mãe da criança o mande dar beijinhos, a mãe da criança não manda . se as minhas crianças não gostam de dar beijinhos, não dão beijinhos . quando as minhas crianças querem dar beijinhos, dão beijinhos . aqui pratica-se a democracia do beijinho, em que a criança é que manda nos beijinhos que quer dar . e vivemos bem com isso .  

 

 

 

| eu e meu umbigo, e outras divagações |

este ano não fiz jantar de despedida do verão propriamente dito, aquela coisa de juntar uma data de gente no último dia do calendário e adeus verão, ai jasus, vamos ter saudades e isso, não fiz, este clima quente no outono não me inspira, só me inspira a continuar no registo de jantares lá fora como se ainda fosse verão . e ninguém lhe sentiu a falta, prometi que este ano fazia um jantar de boas vindas à chuva, parece-me uma coisa com mais nexo . espero que no final de outrubro, no dia dos meus anos, já não esteja calor, como esteve no ano passado . gostar do verão é uma coisa, gostar de calor fora de época é outra completamente diferente . não consigo achar piada ao outono com calor, praia e mangas curtas . cada coisa a seu tempo, no seu tempo .

 

 

 

IMG_20180922_201254.jpg

 

IMG_20180922_201417.jpg

 

 

 

 

   • Instagram @maria.antonia.velez

 

 

13
Set18

24 - Por estes dias


Mac

IMG_6143-001.jpg

 

 

2018-09-08 Estes Dias (1).jpg

 

 

 

quando eu pensava que o outono se estava a instalar, o verão voltou e com ele mais praia, água e mais água e vida lá fora . começaram as aulas, consegui forrar os livros e cadernos todos e etiquetar tudo . foi na véspera, mas foi . entretanto fiz uma revisão ao quarto de brinquedos, que é cada vez mais quarto de estudo e jogos, eu é que teimo em chamar-lhe o que já foi . saíram de lá uns  quantos sacos de brinquedos já brincados . foi tudo fazer a alegria de outras crianças . o quarto ficou mais desafogado, mais funcional e mais adequado às idades de ambos . cada vez tenho mais dificuldade em acumular e gosto de destralhar, de aliviar, arejar e oxigenar os espaços . quando eles eram mais pequenos e sempre que mudei o sítio aos brinquedos e os reorganizei, voltaram a ligar aos brinquedos esquecidos e a achar tudo uma novidade . agora gostaram mais do quarto assim . os meus filhos gostam de mudanças . acima de tudo descansa-me que não tenham apego a coisas .

 

com o começo do ano escolar, regressei aos meus treinos . setembro será sempre o meu janeiro . tenho mais boa vontade comigo, até cumpro promessas, retomo o exercício, faço planos (e concretizo-os), tenho uma esperança e uma fé quase inabalável . em janeiro não, está muito frio, ainda há muito inverno pela frente e os dias são demasiado pequenos . definitivamente sou de setembros .

 

 

  • Instagram @maria.antonia.velez

 

 

 

03
Set18

07 - A Mãe Perfeita(mente desesperada)


Mac

IMG_5807_001-001.jpg

 

 

IMG_20180902_104943-001.jpg

 

 

2018-09-01 fds.jpg

 

 

 

tivemos um dia de praia cheio de sol e outro com nevoeiro, mas ambos espectaculares . comi a primeira bola de berlim do ano, estou muita forte, e a última . entretanto chegou setembro com ares de setembro, eu acho . acho os finais dos dias mais frescos, as noites mais longas e uma luz diferente . não tenho pressa que o verão acabe, nem sequer é suposto que acabe em setembro, mas também não desejo que dure até outubro com um calor despropositado para outubro como foi no ano passado . quero que dure aquilo que tem de durar no tempo normal . para a semana começam as aulas do mais novo . não tenho pressa no regresso às aulas, não tenho pressa que as férias dos miúdos acabem, não acho as férias grandes, grandes de mais . por mim duravam mais um bocadinho, não era altura de comprar cadernos, rever roupas e calçado, ver de mochilas e estojos . por mim os filhos ficavam mais um bocadinho no meu colo 

(por mim os filhos ficavam sempre no meu colo) . os meus filhos têm muita pressa em crescer . eu não .

 

 

 

IMG_5782.JPG

 

 

IMG_5756 (1).JPG

 

 

 

 

 • Instagram @maria.antonia.velez

 

 

 

29
Ago18

23 - Por estes dias


Mac

IMG_4603_001 (1).jpg

 

 

 

 sobre as férias: já foram, foram muito boas e deram para descontrair imenso, atenuar um ano tão complicado e carregar baterias 

 

(quer dizer, ainda tenho os miúdos em férias até meio de setembro, mas não considero este tempo como de férias . férias é todos juntos a milhas daqui)

 

 

 

2018-08-05 VM.jpg

 

 

 

dizem que não se deve voltar a um sítio onde já se foi feliz . dizem . eu volto e repito e repito . em muitos sítios . ainda não percebi porque é que alguém acha que não vamos ser tão felizes como da vez anterior . a felicidade não se quantifica, sente-se e sente-se muitas vezes, de muitas formas e muitas maneiras, com muita gente, em muitos sítios, ao longo do tempo . eu acho .

 

 

 

IMG_4597_001.jpg

 

 

 

entretanto passou um mês sem vir aqui ao blog, sou mãe de um miúdo de 18 anos, ontem comprei os manuais escolares dos miúdos e hoje o dia está farrusco . espero que ainda haja verão, é que os miúdos só começam as aulas dia 12 e até lá ainda temos muita praia/piscina/vida lá fora, sem horários, nem obrigações, actividades extra e isso, para fazer . 

 

 

 

IMG_5065.JPG

 

 

 

  • Instagram @maria.antonia.velez

 

 

 

17
Jul18

21 - Por estes dias


Mac

2018-07-15.jpg

 

 

 

pus o empreiteiro incompetente daqui para fora . não consigo encaixar que uma obra simples projectada para 15 dias, na 10ª semana estivesse ainda a metade . faltas de pessoal, pessoal lentinho, faltas de materiais, imprevistos infindáveis, estragos e arranjos à pressa, entre outros episódios mais ou menos tristes como chuva, desculpas, promessas e eu acabo-lhe a obra . nunca disse foi quando . veio o novo empreiteiro com nova equipa e em 2 dias fizeram mais do que os outros em 15 dias . só temos um ligeiro problema de comunicação, tudo quanto digo a este empreiteiro, telefona ao meu marido a confirmar .  se fosse noutra altura era capaz de me armar aos cucos, agora já não quero saber, tornei-me uma interesseira, tenho uma meta a atingir: o verão há-de aparecer e eu quero a obra pronta a tempo do verão em que tenho fé . 

 

um dia alguém me disse - na certa alguém entendido em culinária - que era muito difícil cozinhar mal marisco . essa pessoa devia ir almoçar onde eu fui . comi borracha aromatizada com chaputa e frutos do mar em redução de xarope para a tosse e solha . e não digo mais nada . não parece pois não? claro que não, nem tudo o que parece é .

 

no domingo achei que era boa ideia ir até à praia . choveu-nos em cima, molhámos as toalhas, os cabelos e os fatos-de-banho . fomos comer tostas para o bar do guincho com café com leite e batatas fritas . coisas típicas de julho, não se vê logo?

 

sinto que ando de bem com a vida e a vida anda de bem comigo

 

 

 • Instagram @maria.antonia.velez

 

 

 

 

10
Jul18

20 - Por estes dias


Mac

IMG_2388_001.jpg

 

2018-07-06 Por estes dias.jpg

 

   

 

têm sido dias estranhos como são estranhos os dias em que há perdas, devagar a voltar a uma vida que já tinha esquecido, sem medo que o telefone toque, sem ao primeiro toque olhar para ter a certeza que não é dali, sem sair a correr com o coração nas mãos e a alma no inferno . não há alívio nisto, antes pelo contrário, há uma enorme perda . dizem que a água salgada cura tudo, não sei se cura, mas ajuda . às vezes há um céu irreal de tão azul, depois fica cinzento . o céu tem alma .

 

o mais velho fez uma semana de actividades na universidade de lisboa (depois conto), o mais novo tem estado nas actividades de férias do colégio e eu tive tempo de reorganizar a minha vida . estou desejando as férias grandes dos miúdos naquele nosso registo antes das férias a quatro . gosto das manhãs na praia, dos almoços por casa, preguiçar lá fora a seguir, fazer jogos e ler à sombra, às vezes regressar à praia, outras não . 

 

e quando eu pensava que não é possível cair de mais forma nenhuma, o mais novo num salto de super-herói (não sei qual era no momento), aterrou com a cara em cima de uma mesa onde estão uns porta-retratos de metal com esquinas bem rectas e ficou com o canto gravado na bochecha . já lá vai o tempo em que esta mãe achava que conseguia prever todo o tipo de quedas e sítios com potencial para acidentes . os meus filhos provaram-me que vão sempre um passo à frente . ou quase sempre .

 

 

  

 

 • Instagram @maria.antonia.velez

 

 

 

28
Jun18

19 - Por estes dias


Mac

 

 

 

acho que nunca tinha chegado ao final de junho com tão poucos dias de praia no registo verão, mas os que já cá estão foram bem bons, mas não me chegam . de qualquer forma insistimos em fazer o que seria suposto fazer nesta altura do ano, mas com mau tempo . jantámos lá fora, mas com mantas, e muitos dos dias na praia foram com t-shirts vestidas . ainda não comi sardinhas, não fui a uma feira e não comi algodão doce . para já estou com deficit de verão . fui ao horto e trouxe flores mil para pôr já na parte do jardim menos danificada pelas obras . depois achei que não chegavam e fui buscar mais meia-dúzia . também trouxe alecrim, salsa, coentros e hortelã . estou convencida que quando estiver a cozinhar e precisar de ervas aromáticas, vou lá fora e colho que preciso . os miúdos já estão em férias grandes e o mais velho está a tirar a carta de condução . às vezes não acredito que tenho um filho que vai conduzir daqui a nada . em agosto faz 18 anos e eu vou ser mãe de um miúdo que vai votar . ainda ontem era eu que tinha 18 . fui comprar calções e fingi que eram para as minhas sobrinhas, não são nada, são para mim .

 

 

 

 • Instagram @maria.antonia.velez

 

 

18
Jun18

18 - Por estes dias


Mac

 

 

 

 

 

 

 

 

e depois da chuva veio o vento . vento às pazadas, areia também . e quando parou o vento, tivemos um dia de verão . agora é sempre em frente, nada que enganar, nada de nuvens no céu . e vento também não . fomos ao parque e vimos pintainhos e tartarugas, depois tomámos café num dos nossos sítios . faço planos para o após obras no jardim . tenho imensas ideias . a obra continua, e continuará, espero que acabe a tempo do verão, se não isto não teve qualquer lógica . teria se os prazos tivessem sido cumpridos . diziam eles que me faziam aquilo em 15 dias, vamos para a sexta semana . líricos . aquele jogo portugal - espanha foi impróprio para cardíacos e para mim . ao terceiro golo de espanha saí da sala . estou convencida que enquanto vejo os jogos, a nossa selecção perde . já nunca vejo por causa das coisas . ouço a smooth no carro e gosto . parece que estou no bar de um hotel . no outro dia saí de pijama, mas não saí do carro . sou uma menina mariquinha pé de salsa . o meu pijama também não parecia um pijama . não sei se assim conta . a próxima etapa é sair do carro . ao contrário do que eu pensava, quem sai de pijama não desistiu da vida . também há a forte probabilidade de ter enlouquecido, mas não dei por nada . as pessoas quando flipam não dão por isso, os outros é que sim . os meus outros dir-me-iam . acho que também fariam olhares compreensivos perante as minhas insanidades . ainda não vi olhares compreensivos . vejo muitos críticos por parte do adolescente querido . tenho uma grande capacidade em falar muito e não dizer nada . é uma espécie de super-poder . comprei um vestido igualzinho a um que mãe querida teve . há muitas formas de matar saudades . 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 • Instagram @maria.antonia.velez

 

 

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D