Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

a vida em azul cueca

13
Nov18

45 - Quem tem um adolescente, tem tudo


Mac

z7044 adolescentes achas que sabes tudo_01.JPG

 

 

 

No carro, esta que vos escreve ao volante e o adolescente ao lado, e vai o meu adolescente preferido e diz assim "um destes dias tenho de mostrar como se conduz". Esta ingénua que vos escreve vai e diz "ó filho, eu conduzo há 35 anos e nunca tive um acidente", e vai ele "isso não quer dizer nada, apenas sorte", "sorte durante 35 anos, todos os dias, estamos a falar de cerca de 12000 dias de condução", "sorte, porque a conduzir assim tem tudo para provocar um acidente". Pronto, fiquei um tudo nada mais descansada, não tenho acidentes, provoco-os.

 

Estou há mais de uma hora acometida de risos mais ou menos frequentes, mais ou menos imotivados. Nasci para isto.

 

 

  • Instagram @maria.antonia.velez

 

 

06
Set18

215 - Os filhos, a vida, o nirvana e eu


Mac

z7204 cansada.jpg

 

 

 

 

Esta noite esta mãe que vos escreve leu até às 6, hora a que o adolescente entrou neste lar que o acolhe com tanto amor e carinho, porque era despedida das noitadas e lá o sítio onde eles vão, que até era onde nós também íamos, mas um bocadinho mais velhos do que ele, agora fecha no Outono (aleluia) e era o último dia e portanto havia que abusar do horário até o sol raiar. Dormi até às 8, hora a que o mais novo achou que era boa ideia tomar o pequeno-almoço, ligar a televisão, ir buscar os bonecos e a caderneta, ver o filme do não sei quantos, reclamar que a box foi abaixo e onde está o Ben 10 e os não sei quês (e são 6 canais infantis para a mãe enlouquecer devagarinho e aquela hora sei lá eu onde dá o quê, mas ele sabe). Ontem o adolescente teve cá amigos e eu ainda dormi até começarem os assaltos ao frigorífico. Ouço bem demais eu. Então resolvi que era melhor ler. Li até às 5 da manhã e às 7 tinha o mais novo com fome e a querer não sei o quê.  Sei que lhe liguei a televisão e ele afinal queria silêncio, ficou bastante aborrecido e disse-me que já não era um bebé. Dormi até às oito no sofá porque já não consegui lembrar-me da minha cama. Antes de ontem já não sei o que aconteceu cá em casa, mas eu li, depois o meu marido tirou-me o livro e os óculos algures durante a noite e dormi até às 6, hora a que o mais novo resolveu acampar na nossa cama e empurrar-me até onde é aceitável que um corpo adulto de 55 quilos (ipiurra para mim) fique em repouso sem cair.

 

 

 

[hoje instituí o horário de tempo de aulas, não me apetece ler tanto]

 

 

  • Instagram @maria.antonia.velez

 

 

 

 

05
Set18

44 - Quem tem um adolescente, tem muitos


Mac

z7936 supermercado férias adolescentes.JPG

 

 

 

Tenho uns adolescentes acampados cá em casa. Não os ouço desde as 5 da manhã. Ouvi a porta do frigorífico à 1 da manhã, depois à 1.20, às 2, às 3, às 3.40 e às 5. Há bocado fui ver se estavam vivos. Respiram.

 Quando acordarem não sei se querem o pequeno-almoço, o almoço ou o lanche. Ou tudo.

Tenho de ir ao supermercado. 

 

 

  • Instagram @maria.antonia.velez

 

 

28
Ago18

43 - Quem tem um adolescente, tem tudo


Mac

sai à noite.JPG

 

 

 

 

Quando eles eram muito pequeninos acordava várias vezes durante a noite para ver se estavam bem. Recém nascidos punha-lhes a mão no coração para confirmar que batia. Às vezes não me bastava e confirmava se respiravam. Custou-me sempre quando os passei do meu quarto para o quarto deles. Também me custava fazer o corredor. E mesmo com comunicadores enquanto não os sentia capazes de me chamar foi sempre um desassossego. Às vezes dormia uma noite inteira e de manhã corria para o quarto como se fosse uma urgência confirmar que estavam vivos. 

 

Senti sempre alívio quando os vi crescer. Achava eu que o pior já tinha passado. Lírica. Agora são as saídas à noite do mais velho. Durmo às prestações, acordo de quando a quando e quando não chega à hora que disse, fico a fazer exercícios de telefono - não telefono, mando uma SMS - não mando uma SMS. Eu sei que até tenho sorte, que estes miúdos até têm algum juízo, por exemplo se é uma saída que sabem que vão beber alguma coisa, não levam carro e arranjam um Uber a dividir.

 

Se calhar quem não tem juízo sou eu Como é que é convosco? Estratégias, casos de sucesso, Xanax?

 

23.08.2018 -

 


#AMãePerfeita(mente desesperada)

#QuemTemUmAdolescenteTemTudo

 

 

  • Instagram @maria.antonia.velez

 

 

11
Jul18

05 - A Mãe Perfeita(mente desesperada)


Mac

z8041.JPG

  

 

 

Há uns tempos o meu adolescente preferido disse que estava farto do que tinha no quarto, que era tudo de criança, tudo infantil, tudo isto e aquilo e nada adulto, e que tinha um quarto ridículo. Não era, mas está bem. Ontem propus-lhe tirarmos do quarto tudo quanto é infantil. Eu comecei, porque ele estava a olhar para o telemóvel. Comecei e desatei a meter tudo em caixas para depois separar o que fica para o irmão e o que vai para fora. 

 

Oh mãe isso não, isso faz parte da minha história. Voltámos a pôr Legos, coisas Star Wars e Game of Thrones. Então vou ficar sem nada? Voltámos a pôr não sei quê da Marvel. E vou lembrar-me do quê? Voltámos a pôr as cadernetas disto daquilo e de aqueloutro, os livros de BD, os de aventuras, dragões, Senhor dos Anéis e gente estranha e bizarra.

 

 

A sério, filho, muito a sério? Juro que na próxima variação hormonal vou estar fora. E surda.

 

 

  • Instagram @maria.antonia.velez

 

 

11
Jul18

211 - Os filhos, as férias grandes, o nirvana e eu


Mac

IMG_2527.JPG

 

 

 

 

Este ano já não houve colónia de férias para o adolescente aqui de casa, mas a verdade é que as férias de Verão são enormes, os miúdos vão à praia, estão com os amigos, saem, mas apesar de eu achar que não é um tempo de estudo, nem de os sobrecarregar com actividades, uma ou outra não fazem mal absolutamente nenhum, antes pelo contrário. Por isso propusemos-lhe fazer uma semana nas actividades de Verão na ULisboa e ele optou pela Faculdade de Direito.

 

 

 

O Verão na ULisboa é uma iniciativa da Universidade de Lisboa que proporciona a oportunidade única de conheceres e experimentares o ritmo e o espírito da vida académica.

Durante uma semana, podes ser um verdadeiro veterinário, dentista, artista plástico, arquiteto, advogado, escritor, designer, cientista, treinador, geógrafo, historiador, farmacêutico, biólogo, investigador, agrónomo, geólogo, físico, economista, gestor, engenheiro e... muito mais.

Esta iniciativa é para todos os que vão frequentar o 7.º, 8.º, 9.º, 10.º, 11.º ou 12.º anos. Ao todo são vários programas, distribuídos pelas duas primeiras semanas do mês de julho com muitas atividades de caráter científico, lúdico e desportivo.

Os alunos que vão frequentar o 10.º, 11.º ou 12.º anos participam na 1.ª semana. Aqueles que vão frequentar o 7.º, 8.º ou 9.º anos vivem o Verão na ULisboa na 2.ª semana. Em cada Escola, está um conjunto de professores que preparou um plano completo de atividades (jogos, experiências, visitas e workshops) para mostrar os conhecimentos básicos, os métodos de trabalho e as tarefas práticas, relativos aos cursos lecionados na ULisboa.

Diariamente, os participantes são acompanhados por monitores, que também são alunos da Universidade, que ajudarão a resolver os desafios colocados, responderão a dúvidas e darão a conhecer as instalações, mostrando como é a vida universitária.
Todos os participantes no Verão na ULisboa podem conhecer e interagir, de forma dinâmica, nos laboratórios, salas de aulas, centros de investigação, entre outros espaços, que fazem parte da ULisboa.

 

 

 

 

 

Por aqui foi esta a escolha, mas há mais universidades com este tipo de actividades, basta fazer uma pesquisa por Actividades de Verão nas Universidades e encontramos tudo sobre o assunto.

 

Foi uma óptima experiência, o adolescente adorou, ficou entusiasmadíssimo e só temos pena de não ter começado mais cedo. As actividades deste Verão já terminaram, mas para quem tem miúdos, fica a ideia para o próximo ano. 

 

 

 

  • Instagram @maria.antonia.velez

 

 

21
Jun18

42 - Quem tem um adolescente, tem tudo


Mac

 

 

 

 

 

Hoje instaurei uma nova rotina aqui em casa: arrumar logo que se desarruma, em vez de arrumar quando já está tudo uma bagunça, já que para os meus filhos é impossível não desarrumar. O mais novo acabou por ir na cheia, apesar de não desarrumar tanto, mas vejo ali um potencial em desenvolvimento. Portanto passei um agradável bocado a policiar os miúdos.

 

A salientar:

. Os ténis do mais novo que ficaram à porta de casa, e os do mais velho também (há uma sapateira à entrada). As mochilas também.

. A caderneta da Selecção que ficou na cozinha (foi para o quarto do mais velho passar um dia, amanhã vai para o do mais novo - brigaram pela posse da coisa. Eu não estou para financiar 2 cadernetas) 

. Um pacote de bolachas (comeram os 2) que ficou na sala (é da cozinha)

. Uma taça de cereais que ficou na estante da sala (devia estar na máquina da loiça)

. Um casaco, umas calças, uma camisa, um livro, cadernos, papeis, contas, a carteira, chaves de casa, a calculadora no chão do quarto do mais velho (parece-me que chegou a casa e atirou para ali tudo quanto trazia com ele)

. Meias do adolescente entaladas no sofá da sala (está mal, as meias também deviam ter sido atiradas para o chão do quarto)

. Duas réguas que ficaram nas escadas 

. As mesas de trabalho de ambos (começo por onde? A minha vontade era deitar tudo para o lixo)

 

Fizeram corpo mole, andámos nisto que tempos. Ó mãiiiiiiiiiiiiii porquê isto hoje? Ó mãiiiiiiiiiiiiiii estou tão cansado. Ó mãiiiiiiiiiiiiiiii eu vou usar isto, para que é que vou arrumar? Ó mãiiiiiiiiiiiiiiiiiii isto assim está bem. Ó mãiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiii então e ele? Ó mãiiiiiiiiiiiiiiiiiiii mais nenhuma mãe é assim. 

 

[Não, nada disto morou nos vários sítios durante 15 dias, excepto as coisa das mesas de trabalho, essas chegaram a um ponto em que era quase impossível limpar. A desarrumação deu-se em nano segundos, entre as 16.30 e as 17.00. Já a arrumação foi mais custosa, dolorosa diria até, tantos foram os guinchos aiiiiiiiiiiiiiiiiiii mãiiiiiiiiiiiii, e estivemos quase até agora]

 

 

 #AMãePerfeita(mente desesperada)

 

 

  • Instagram @maria.antonia.velez

 

 

 

06
Jun18

41 - Quem tem um adolescente, tem tudo


Mac

 

 

  

 

Fui ali ao McDonald's com o meu adolescente arruinar em 5 minutos a minha dieta de uma semana. O sítio estava cheio de amigos do meu adolescente e vai ele e diz-me para me sentar numa mesa do canto, pois que tratava de tudo e ali que bom, longe da janela, longe dos amigos, longe das vistas e do coração. E vou eu e sentei-me. Enquanto esperava para ser servida, pude reparar que no McDonald's de Cascais as mesas dos cantos estão reservadas para os adolescentes que vão com os pais, que têm a mania de ficar de costas para o restaurante - eu não, porque ainda não estou habituada - já as mesas do meio da sala são usadas pelos adolescentes que estão em grupo. É bastante pungente. Fiquei comovida. Por isso é que as mães dos adolescentes comem Big Macs. Pura comoção.

 

 

 

  • Instagram @maria.antonia.velez

 

 

 

14
Mai18

40 - Quem tem um adolescente (assim), tem tudo


Mac

 

 

 

 

 

Em pequenino este meu filho trazia nos bolsos dos calções pedrinhas, flores cheias de sede e os doces das festas de aniversário dos amigos. Dava-me a maior parte, a outra parte encontrava eu quando punha a roupa na máquina. Mais tarde trouxe-me insectos e lagartixas mortas. E agora o segundo pardal. Os pardais gostam deste meu filho. Eu adoro-o.

 

[depois convenci-o que era melhor soltar o pardal e ir deixa-lo no jardim. ele foi, contrariado, mas foi. veio para casa e passado um bocado foi ver do pardal onde o tinha deixado. voltou feliz, o pardal olhou para ele, piou e a seguir voou]

 

 

#QuemTemUmAdolescenteAssimTemTudo

 

 

28
Mar18

39 - Quem tem um adolescente, tem tudo


Mac

 

 

 

 

 

Agora o adolescente querido aqui de casa quando sai com a sua mãe querida – às vezes ainda sou mãaaa - não tira o capuz da cabeça, aliás assim que sai do carro, puxa o capuz e lá vou eu com uma espécie de monge atrás de mim, assim na diagonal. É como nós agora andamos na rua. Eu à frente e ele atrás na minha diagonal com o capuz enfiado. Às vezes parece-me que estou a ser seguida por um assaltante, mas não é, é o meu filho de 17 anos que caminha em diagonal atrás de mim com o capuz enfiado. Já disse como agora nós andamos na rua? Pronto, era isto que precisava de partilhar.

 

[no outro dia puxei-lhe o capuz e quase fui dada para adopção, juro, parecia o anti-Cristo, credo]

 

[já agora, não é que me interesse muito, mas apetece-me alargar a minha cultura geral, isto é porque é moda, não quer ser visto com a mãe, é cool, é o quê?]

 

 

#QuemTemUmAdolescenteTemTudo
#AMãePerfeita(mente desesperada)

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D