Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

a vida em azul cueca

22
Jan21

296 - A Sério??!! Menos, por favor


Mac

z1000010 postar

 

 

 

O confinamento dos miúdos e o fecho das escolas era necessário e urgente, a paragem das actividades lectivas não. Não vejo qualquer necessidade em interromper o ano escolar, se há forma de continuar com o ensino à distância online e pela televisão (Telescola). A maior parte das escolas está preparada, tanto privadas como públicas, haverá algumas que não, mas parar o ensino num país inteiro não é a solução.

 

Por curiosidade, e se daqui a quinze dias estivermos na mesma, os miúdos vão continuar sem aprender? Ou nessa altura já será possível avançar e os estabelecimentos que não têm nada preparado ficam para trás e compensam noutra altura?

 

Não percebo este nivelar por baixo. Não entendo que se pare um país inteiro, quando há soluções, já as houve no primeiro confinamento.  Há inclusivamente adultos a precisar de repetir o primeiro ciclo. 

 

 

16
Jan21

295 - A Sério??!! Menos, por favor


Mac

0000 heróis totós aguentar

 

sinto-me a totó do confinamento

 

de manhã enquanto tomávamos o pequeno-almoço, passava na televisão uma peça sobre as pessoas que andam na rua neste confinamento total . havia uma fila enorme de pessoas para registar a sua aposta, num daqueles jogos que prometem uma vida milionária, e depois várias entrevistas, todas com pessoas que andavam na rua a fazer coisas inadiáveis . aqui na minha rua os carros saíram quase todos de manhã e ficaram poucos, calculo que também foram tratar de apostar a vida .

 

depois vi as imagens das filas das ambulâncias com doentes covid à porta dos hospitais de sta. maria e s. josé, à espera de uma vaga, e não me apeteceu apostar a minha vida e a da minha família em nada. 

 

00 foto1

 

continuo a sentir-me a totó do confinamento, mas afinal consigo suportar o sentimento

 

11
Jan21

294 - A Sério??!! Menos, por favor


Mac

0000.JPG

[daqui]

 

 

 

Não, lamento imenso, nem imaginam o tamanho do meu lamento, mas não, desta vez não estamos todos no mesmo barco.

 

Voltamos ao confinamento, mas há os que cumpriram sempre tudo religiosamente, nunca mais estiveram com amigos, fizeram um Natal só com a família nuclear e lavam as mãos até à inconsciência, mantêm o distanciamento social e fazem tudo para acabar com esta coisa, se não acabar, tentar que não piore; há os que estiveram ou têm familiares nos cuidados intensivos e mais do que ninguém conhecem esta realidade; há os que mesmo sabendo que  faziam os outros correr perigo continuaram com as jantaradas com amigos, com os Natais em família alargada, não prescindiram das idas à praia em grupos, dos abraços e das fotografias nas redes sociais para mostrar ao mundo o quanto malucos são, isto é só uma gripezinha, nós somos os saudáveis, o resto do mundo que se aguente; há os que sabendo que estão infectados continuaram a fazer a sua vida, ou parte dela, mas não se isolaram como deviam; e há os que continuam a achar que isto são manobras para nos chiparem, transformar em ovelhas e sacar-nos o cérebro (longo revirar de olhos até à nuca e mais além).

 

Desta vez vamos ser ser confinados por causa dos que não abdicaram do Natal, dos abraços e dos amigos. Se calhar, não estaríamos outra vez nesta situação se todos tivessem cumprido, se todos tivessem levado isto a sério, digo-o por experiência própria, não custa assim tanto exigir que os outros fiquem a 2 metros de nós, custa qualquer coisa passar a vida de máscara, não custa lavar as mãos a cada acto, não custa não fazer jantares com os amigos, não custa não abraçar, custa não passar o Natal com a família, custa ter um familiar nos cuidados intensivos, custa ficar doente, custa ter medo. Entre o que custa e não custa, faz-se bem. Mas devia custar ser inconsciente, egoísta, individualista e estúpido, tem de custar, espero que custe, principalmente espero que custe ter plena consciência que não se contribuiu em nada para uma melhoria desta situação, mas apenas para o pobre, triste e solitário umbigo, e atirar com mais uns para os cuidados intensivos.

 

Desta vez não vou achar a menor graça aos queixumes de falta de liberdade de quem sei que nunca a perdeu. Fiquem a fazer bolos, a achar o confinamento uma chatice, a aturarem-se uns aos outros, a amaldiçoar a net que não chega para nada, a lamentar as raízes do cabelo a crescer, a falta de tinta no cérebro e as unhas de gel a cair.

 

Vão-se lixar.

 

Não estamos todos no mesmo barco, nem pensar.


(Se eu mandasse, punha os incrédulos e os das teorias da conspiração a trabalhar nos hospitais, já que são ininfectáveis e podem circular em grupos sem máscaras, mas pronto, assim é o que se sabe. Porcaria dos brandos costumes, das palmadinhas nas costas, deste nacional porreirismo que já mete nojo).

 

 

16
Set20

293 - A Sério??!! Menos, por favor


Mac

02 viva 2020.JPG

 

 

 

ah e tal temos álcool gel à porta, tem de usar o nosso álcool gosma, são normas, pois pois . usa-o tu, filha . eu não . não, quando já por uma mão cheia de vezes percebi que o que está nos dispensador, já de si com um ar nojentão, não é álcool gel, mas uma mistela que chega a cheirar a mofo, para não dizer a roupa húmida que foi seca em ambiente fechado e respirado por 50 ogres . sim, pessoas amigas, bem sei que tenho uma tendência absurda para o insólito, tudo vem ter comigo, principalmente os doidos, os desvalidos e os e.t, bem sei que isto nunca aconteceu com ninguém, até porque os outros não foram brindados com o meu olfacto, que não é uma bênção, isto é um castigo, uma tortura, só pode, ninguém merece detectar cheiros a 10 quilómetros, mas enfim, parece que eu merecia, posto isto, estou aqui preparada para brotar da boca para fora que o que está nos dispensadores nem sempre é álcool gel, é uma solução desinfectante, dizem eles, que ainda por cima cheira mal, ora se cheira mal, pronto, já chegaram onde eu cheguei, pois então . a acrescentar, sou neta da minha avó, que a certa altura da sua provecta idade e dos seus lindos cabelos brancos dizia que a idade lhe tinha dado o direito de fazer o que lhe apetecia, e dizer também, agora também eu a adquirir o posto da idade, não uso nada do que está à porta das lojas, restaurantes e tudo . não uso, tenho a certeza que aquilo não desinfecta nada e ainda me dá de bónus um camadão de corona . pronto, se calhar estou a exagerar, é capaz de não me dar um camadão de corona, mas dá-me de certeza  uma candidíase, uma herpes ou uma dermite qualquer, mas coisa boa é que não dá de certeza . recuso-me, mas mostro que não estou contra a desinfecção das mãos e tiro o meu frasco e borrifo as minhas mãos com o meu álcool que não é gel e não cheira a bafo de gente porca, mas que desinfecta e cheira a álcool . se alguém duvidar que não estou a borrifar as mãos com álcool a 70º, posso demonstrar que é sim através de pequenos pufes que me ofereço para disparar para as caras . nada que agradecer, mas é que eu tenciono chegar viva a dezembro e de bónus ainda passar o ano . parolos .

 

11
Set20

292 - A Sério??!! Menos, por favor


Mac

z1000010 raiva.JPG

 

 

 

a meio de agosto marquei dentista para os miúdos, depois de ser bombardeada quase diariamente com missivas de amor de não adie a sua saúde, pelo amor da santa, cuide de si, olhe que há vida depois do covid e rebeubeu pardais ao ninho, pombos ao largo, águias na montanha . são uns giros . e depois de seis meses em que eles me desmarcaram tooooooodas as consultas importantes e de rotina, onde cabiam coisas pouco importantes (para eles, não para mim) como a manutenção dos dentes (que quero lindos e perfeitos) dos meus filhos e a minha consulta de cirurgia vascular, outras mais importantes, como a minha de cardiologia, mas que eles acharam que um coração descompassado pode esperar e aguentar, há-de voltar ao ritmo naturalmente com o tempo, pode esperar dois meses, quatro ou seis, o tempo cura tudo e o mar também . mas afinal não . a situação é muito complicada, é verdade, mas as outras patologias não deixaram de existir, é pena, sou a primeira a lamentar, mas continuaram a existir . dizia eu, depois de desmarcarem tudo e tudo e tudo sem querer saber o que era urgente, ou não, começaram a massacrar que afinal coiso, marque lá, marque, olhe a sua saúde e esta mãe achou por bem não adiar a saúde dentária dos filhos e marcou consultas . por acasos eram na segunda-feira . eram . hoje, três semanas depois, nas vésperas das consultas, telefonaram a desmarcar, porque ao que parece os serviços de medicina dentária ficam suspensos até outubro . ninguém trata dos dentes até outubro . até outubro não há dentes bonitos para ninguém .

 

a sério? e o não adie a sua saúde, marque as suas consultas de rotina, vá, venha cá, ande, mexa-se, marque consultas? sonhei . vá, venham cá,  venham, que eu conto-vos uma história que começa assim, mudei-me de dentes e bagagens para outra clínica, vão dar uma volta e não voltem . muitas cáries também . e não se esqueçam, cuidem da vossa saúde com ninguém . 

 

14
Jul20

290 - A Sério??!! Menos, por favor


Mac

z7145 reclamar.JPG

 

 

 

Vi, ninguém me contou, uma pessoa que dirigia uma carrinha onde estava escrito "lailailai Organic Food", atirar a máscara janela fora, assim de janela aberta ali mesmo em frente ao Atlântico e eu a ver a máscara a voar, ali na Marginal às 10.05 da manhã de dia 13, entre Cascais e o Estoril. Depois parámos ambos no mesmo sinal para virar para o Estoril e eu fotografei a pessoa organic food. Ainda parados no semáforo, a pessoa organic food atirou a beata para o chão da rua. Podia ter sido para o chão do carro que conduzia da empresa onde trabalha, na loucura no cinzeiro, mas não, foi para o da rua. Compreendo, o trabalho que dá limpar cinzeiros, e o cheiro? Que nojo. Ontem, no tal dia 13, estiveram quase 40º C.  Foi então que percebi, a pessoa do organic food atirou a máscara porque não podia fumar com ela posta e qual o melhor sítio para se livrar da máscara, que na certa vai derreter e fundir-se na natureza, onde o organic food vai buscar as coisas mais organic para fazer food bastante organic, do que na própria natureza? A beata, ora, toda a gente sabe que as beatas também são organic e são absorvidas num abrir e fechar de olhos pela natureza. 

 

(mas tem tudo de vir ter comigo? tenho de assistir a todos os actos de porcos incivilizados, ou as outras pessoas também levam com eles? chego a achar que sou protegida por uma deusa velhaca, traiçoeira e má . ou então pela deusa dos assuntos insólitos para escrever no blog)

 

#tenhoímanparadoidos

#feiosporcosemaus

 

19
Abr20

289 - A Sério??!! Menos, por favor


Mac

 

 

É de mim, ou de repente este confinamento de carradas de dias parece ridículo perante esta decisão em comemorar o 25 de Abril na Assembleia? É sem dúvida uma data importante e todos sabemos que o país tem de começar a sair de casa, que não podemos ficar ad aeternum para aqui e deixar a economia a afundar-se num lodo imenso, mas aos meus olhos, uma coisa é fazer isto de um modo gradual, outra é desatar a abrir em situações que poderiam ser evitadas. Assim de repente esta comemoração do 25 de Abril na Assembleia da República com 130 pessoas, é mesmo necessária? Não podemos comemorar ou assinalar como o fizemos com a Páscoa? Para mim a Páscoa é uma época do ano muito importante, não pude ir à missa e vi o Papa na Basílica de São Pedro completamente vazia,  também não pude estar com a minha família, já para não falar que nem sequer fui ao Alentejo. Agora vou ver o dia 13 de Maio em Fátima como nunca vi na minha vida, sem ninguém (espero). Não me caíram os parentes na lama, em nada me chocou, achei importante manter-me longe de grupos, não fazer parte deles, por um bem maior, muito maior do que a minha fé, a minha Páscoa e a minha família. E como eu, milhares de portugueses. Parece-me que também não nos choca, nem irá contra os nossos princípios, que não se assinale o 25 de Abril na Assembleia. Se calhar assinala-lo nestas circunstâncias é que irá contra a nossa liberdade e podem estas 130 pessoas que nos representam, garantir que neste momento não são um atentado contra a nossa liberdade? Então se calhar este ano, excepcionalmente, é mais importante não o comemorar desta forma. 

 

05
Mar20

288 - A Sério??!! Menos, por favor


Mac

 

 

Passei ali na grande superfície do bricolage e jardim para comprar tintas. Vou recuperar uma mini estante para a converter em mesa de cabeceira da criança pequena, mas para isso quero que fique branca. Também me lembrei que a futura mesa de cabeceira precisa de uma lixadela e para isso preciso de uma máscara de pintura e trabalhos manuais, porque as últimas ficaram arruinadas no dia em que usei um decapante fortíssimo num móvel e ia morrendo através das narinas. 

 

Não há máscaras para pós e poeiras resultantes de trabalhos manuais. Não há, porque as pessoas do Grupo É O Pânico do Coronavírus levaram-me as máscaras para pó, máscaras essas que não servem para proteger da inalação de vírus, aquilo é para coisas grossas como pó de madeira, de gesso, enfim, coisas visíveis. E não servem para vírus, invisível ao olho humano. Atentem, não há máscaras para quem quer lixar móveis. Senti uma certa vergonha alheia por estas pessoas, algum escárnio também, porque sou feita de uma proporção de ruindade para com algum tipo de pessoas.

 

Então lembrei-me de passar na farmácia e comprei umas tantas máscaras cirúrgicas para lixar o meu móvel. O farmacêutico que posso chamar de meu, portanto o meu farmacêutico amigo, compreendeu a minha situação, que até posso morrer através das narinas, e arranjou-me uma penca de máscaras cirúrgicas eficazes na defesa do vírus (mais ou menos, mas pronto) e que vão ser usadas para eu lixar a minha estante. Não tenho a certeza se resulta, mas não custa experimentar, se não resultar, ele há lenços e com um lenço na cara sempre fico com um ar bastante misterioso. As pessoas do Grupo É O Pânico do Coronavírus andam distraídas, se calhar as burcas também funcionam, corram à apanha das burcas.

 

Agora venham cá aborrecer-me.

 

25
Jun19

256 - O fornecedor de net, televisão, karaoke e palhaços, os filhos, a birra de sono, a vida, o nirvana e eu


Mac

01 paciência (1).JPG

 

 

 

começaram as férias grandes e esta semana é de descanso do ano escolar, para o mais novo, o mais velho anda na vida dos exames, nervos à flor da pele e apertos no estômago . esta semana vou aproveitar o mais pequeno, para a semana começa o campo de férias, seguido do rodopio de programas, festivais não sei quantas para o mais velho, acampamentos (!!) e esta mãe com os nervos em frangalhos . acho que só descanso quando estamos os 4 em férias, de preferência fechados num bunker qualquer com net fraca, piscina, pequeno almoço com frutas frescas, café acabado de fazer e cereais . os filhos gastam-me . entretanto

resolvi averiguar onde se gasta dinheiro nesta casa . bom, eu sei onde se gasta, não é grande novidade para mim, mas vai que há contas e contas, e há contas estranhas nesta casa, contas que não são o que deviam ser, contas que são mais do que eram há uns anos e não teve a ver com a inflação, e contas que são dinheiro mal gasto, só e em exclusivo . vai daí comecei pela entidade que nos faculta net, televisão, telefones fixos e não só, por largos euros mensais e vai que descobri coisas, uma delas é que ando há carradas de meses, se não anos, a pagar € 7.00 por mês para ter uma coisa que nem sabia que tínhamos, não precisamos e nunca usámos, também não nos lembramos de algum dia a ter subscrito: karaoke . a sério? karaoke? porquê? para quê? quando? onde? por quem? ninguém nesta casa sabia que temos . já não temos . pumba, corta € 7.00 na factura . depois fomos a ver e também tínhamos subscrito não sei quantos canais de filmes, que não vemos, por mais € 10.00 . e não pára por aqui . ao que parece também subscrevemos um pacote de séries por € 5.00, mas que tem período de fidelização até julho, ora estamos quase em julho . pois . vamos em € 22.00 a mais todos os meses há não sei quanto tempo . curiosamente aqui em casa ninguém se lembra de ter subscrito fosse o que fosse e o funcionário da cabo, net, filmes da treta, karaoke e palhaços também não foi capaz de me dizer quando subscrevemos, quem subscreveu e isso, no entanto eu sei quem paga a quem . karaoke? a sério? brincalhões .  you can talk to meeeeeeeeeeeee . seguiu-se a factura da electricidade . ia jurar que sou dona de um parque de diversões, mas sou a única que não se diverte .

fiquei tão tolhida dos nervos que me atirei com alma ao tie-dye e foi para ali espremer boiões com tinta e artistar para cima do que me apeteceu . tenho de me enervar mais vezes .

 

 

 • Instagram @maria.antonia.velez

27
Mai19

287 - A Sério??!! Menos, por favor


Mac

tumblr_lgbtcxTm681qzdzbuo1_500.jpg

 

 

 

Da próxima vez que alguém fizer greve e protestar, reclamar da vida, do país, do destino, do fado, do futebol, dos políticos e das decisões dos outros, espero que se lembre que não foi votar. Nem sabia para que servia o voto. Nem quis saber. Espero que não se esqueça que quis que os outros decidissem por si. Vendo bem, assim é mais confortável, afinal enquanto se protesta, reclama e revolta, não se decide, isso já foi feito pelos outros.

 

 

[68.63% de abstenção]

 

 

• Instagram @maria.antonia.velez

 

 

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2012
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2011
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D