Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

a vida em azul cueca

25
Jun19

256 - O fornecedor de net, televisão, karaoke e palhaços, os filhos, a birra de sono, a vida, o nirvana e eu


Mac

01 paciência (1).JPG

 

 

 

começaram as férias grandes e esta semana é de descanso do ano escolar, para o mais novo, o mais velho anda na vida dos exames, nervos à flor da pele e apertos no estômago . esta semana vou aproveitar o mais pequeno, para a semana começa o campo de férias, seguido do rodopio de programas, festivais não sei quantas para o mais velho, acampamentos (!!) e esta mãe com os nervos em frangalhos . acho que só descanso quando estamos os 4 em férias, de preferência fechados num bunker qualquer com net fraca, piscina, pequeno almoço com frutas frescas, café acabado de fazer e cereais . os filhos gastam-me . entretanto

resolvi averiguar onde se gasta dinheiro nesta casa . bom, eu sei onde se gasta, não é grande novidade para mim, mas vai que há contas e contas, e há contas estranhas nesta casa, contas que não são o que deviam ser, contas que são mais do que eram há uns anos e não teve a ver com a inflação, e contas que são dinheiro mal gasto, só e em exclusivo . vai daí comecei pela entidade que nos faculta net, televisão, telefones fixos e não só, por largos euros mensais e vai que descobri coisas, uma delas é que ando há carradas de meses, se não anos, a pagar € 7.00 por mês para ter uma coisa que nem sabia que tínhamos, não precisamos e nunca usámos, também não nos lembramos de algum dia a ter subscrito: karaoke . a sério? karaoke? porquê? para quê? quando? onde? por quem? ninguém nesta casa sabia que temos . já não temos . pumba, corta € 7.00 na factura . depois fomos a ver e também tínhamos subscrito não sei quantos canais de filmes, que não vemos, por mais € 10.00 . e não pára por aqui . ao que parece também subscrevemos um pacote de séries por € 5.00, mas que tem período de fidelização até julho, ora estamos quase em julho . pois . vamos em € 22.00 a mais todos os meses há não sei quanto tempo . curiosamente aqui em casa ninguém se lembra de ter subscrito fosse o que fosse e o funcionário da cabo, net, filmes da treta, karaoke e palhaços também não foi capaz de me dizer quando subscrevemos, quem subscreveu e isso, no entanto eu sei quem paga a quem . karaoke? a sério? brincalhões .  you can talk to meeeeeeeeeeeee . seguiu-se a factura da electricidade . ia jurar que sou dona de um parque de diversões, mas sou a única que não se diverte .

fiquei tão tolhida dos nervos que me atirei com alma ao tie-dye e foi para ali espremer boiões com tinta e artistar para cima do que me apeteceu . tenho de me enervar mais vezes .

 

 

 • Instagram @maria.antonia.velez

27
Mai19

287 - A Sério??!! Menos, por favor


Mac

tumblr_lgbtcxTm681qzdzbuo1_500.jpg

 

 

 

Da próxima vez que alguém fizer greve e protestar, reclamar da vida, do país, do destino, do fado, do futebol, dos políticos e das decisões dos outros, espero que se lembre que não foi votar. Nem sabia para que servia o voto. Nem quis saber. Espero que não se esqueça que quis que os outros decidissem por si. Vendo bem, assim é mais confortável, afinal enquanto se protesta, reclama e revolta, não se decide, isso já foi feito pelos outros.

 

 

[68.63% de abstenção]

 

 

• Instagram @maria.antonia.velez

 

 

02
Abr19

286 - A Sério??!! Menos, por favor


Mac

z7006 paciência.jpg

 

 

 

Estamos em seca extrema e há pessoas que ficam o-ó maçadotas, aborrecidas, contrariadas e coisinhas porque chove, porque o tempo bão com calor desapropriado para a época do ano não veio para ficar. Desejo aos reclamadores das chuvas, um dia inteiro sem beber água, piscinas vazias e areia para comer. Não desejo, mas pronto. Desejo só um dia inteiro sem água para tomar banho. Desejo também que as ervas com que se produzem os desodorizantes sequem com a falta de água. Se calhar há muitos que não se ralam. Está decidido, desejo a todos os que reclamam da chuva, que quase não há, que fiquem um dia inteiro ao sol. Depois falamos da chata da chuva, de como é desnecessária e veio estragar os nossos planos de lombo a torrar em Abril.

 

#birradesono

 

• Instagram @maria.antonia.velez

 

 

25
Fev19

284 - A Sério??!! Menos, por favor


Mac

IMG_7222.JPG

 

 

 

 

Não me restam dúvidas que vivo num dos melhores sítios do mundo para se viver com imensa qualidade. Temos praias e mar debaixo dos narizes, imensas actividades desportivas, óptimos parques infantis, boas escolas, uma boa rede de cuidados de saúde, imensos restaurantes, imensas actividades giras para fazer com crianças, esplanadas a cada esquina com vistas fantásticas, jardins e mais espaços verdes sempre bem arranjados e tudo e tudo.

 

E tendo tudo com imensa qualidade estética e não só, deixa lá fazer uma porcariazinha e há quem ache que montar rulotes de farturas, cachorros quentes e barraquinhas de artesanato duvidoso é a coisa mais gira para ter no centro da vila. Também há quem não lhe chegando este espectáculo durante o Verão, ainda ache que todos os sábados é lindo de se ver um monte de mesas com trabalhos manuais, numa das avenidas principais, porque já não basta ainda termos as redes de pesca e sei lá mais o quê num dos cantos da baía (se calhar já se podia ter arranjado uma solução para aquilo).

 

Não se pode agradar a gregos e troianos e Cascais pode ter tudo, só não pode ter esta visão de turismo e qualidade de vida para os habitantes. É feio, é porco, não interessa, nem atrai nada de jeito, não é preciso, nem faz falta.

 

Vivo num dos melhores sítios do mundo, não tenho dúvidas, agora é só acabar com as vendinhas de tarecos, as barracas de farturas, as redes e utensílios à vista de todos no centro da vila. Eu gosto de farturas, aliás adoro farturas, não preciso é de as comer ali no meio da vila.

 

 

 

• Instagram @maria.antonia.velez

 

 

04
Fev19

283 - A Sério??!! Menos, por favor


Mac

Digam-me uma coisa, é alguma moda fazer greve? 

 

Aviso já, antes que me venham para aqui bater e que as pessoas têm razão e o coiso, que também acho que algumas classes profissionais têm razões bastante válidas para fazer greve, mas, e há sempre um mas, assim de repente parece que é moda fazer greve, até por motivos quase ridículos. Começo a achar que se faz greve porque sim, porque as pessoas acham que não devem pagar isto ou aquilo, fazem greve, querem isto ou aquilo, toma lá uma greve, uma manifestação, uma marcha, qualquer coisa que entupa as ruas, impeça os outros de trabalhar, faça barulho e junte uma data de gente.

 


É que se for moda, eu também quero e quero convocar todas as donas de casa a fazer uma greve. Ou um protesto. Ainda não decidi. Também ainda não sei o que queremos, mas vamos querer qualquer coisa, não se apoquentem. Pensando bem, também podemos enveredar pelo que não queremos. Arranjaremos um imposto que não queremos pagar, umas horas que não queremos trabalhar, por exemplo aos fins-de-semana, umas horas extra que ninguém nos paga (todos os dias), enfim, motivos não nos faltam. Estou farta do supermercado, dos talões e dos Pirex, estou cansada de não ter um horário fixo, de não ter deduções em nada e pagar do meu bolso o meu sistema de saúde, quero ter férias, reforma e fins-de-semana, quero impostos mais baixinhos porque sim, porque acho que pago imenso por tudo.

 

Se os ciclistas e peões se quiserem juntar, serão muito bem-vindos.

 


#aapanharpancadaem3_2_1

 

 

• Instagram @maria.antonia.velez

 

 

11
Jan19

282 - A Sério??!! Menos, por favor


Mac

01 paciência.JPG

 

 

 


Perguntava assim a locutora “e o que faz para combater o frio?” e a pessoa respondeu que vestia muitas camisolas, duas e dois casacos, e vai ela e insistiu e eu pensei que 7º C às 7 da manhã não é caso para uma locutora andar na rua a fazer as pessoas chegar tarde ao trabalho, porque quer saber o que as pessoas vestem para se defender de uns horríveis 7º C. Diz que é aviso amarelo, segundo as televisões e rádios, o segundo mais grave. Grave não é estar 7º C, grave é alguém achar que estamos numa vaga de frio com 7º C e estar uma população inteira a ver que não, que isso não é muito frio.

 

Mas obrigada por me ensinarem a vestir às camadas, obrigada por me dizerem que tenho de beber muita água, pôr baton do cieiro, tirar as UGGs do armário, vestir o polar, as luvas e o gorro, o tapa orelhas também. Obrigada, eu não sabia que quando fazem 7º C tenho de me vestir como se estivessem - 5º C. Eu e toda a população portuguesa somos um bocadinho infantis, umas crianças, se não fossem as televisões, éramos pessoas para sair de fato-de-banho e galochas.

 

Obrigada pelos vossos sábios ensinamentos. 

 

 

 • Instagram @maria.antonia.velez

 

 

28
Nov18

281 - A Sério??!! Menos, por favor


Mac

Aqueles fantásticos 400 metros na A5, mesmo antes de chegar às portagens, em que o apressado se cola à traseira do meu carro, porque vou na faixa da esquerda. Como ouso? Maluca. Aqueles fantásticos 300 metros em que já reduzi para 100, porque é o que está no sinal,  ali, ali, sou só eu que o vejo? Depois os outros 200 metros em que já vou a 80 e a seguir 60, mas o apressado quer passar a Via Verde a 200 e de repente com tanta pressa, sai das duas faixas da Via Verde e fica parado na portagem e eu lá sigo caminho pela Via Verde. A sério? A pressa era para ser o primeiro a ficar parado na portagem? E eu que acredito sempre que é para passar a Via Verde à doida. Não me apanhas, não me apanhas.  É algum tipo de jogo que desconheço? É uma espécie de Roleta Russa Rural? É gente que faz apostas a feijões? É o quê?

 

 

[juro que isto me acontece em 90% das vezes que vou na A5 no sentido para Cascais, a abrandar para a Via Verde]

 

#TenhoÍmanParaDoidos
#JáNãoSeFazemDoidosComoAntigamente

 

 

 • Instagram @maria.antonia.velez

 

 

15
Jun18

280 - A Sério??!! Menos, por favor


Mac

 

 

 

 

 

Há uma corrente de pensamento que denomina as mulheres cheiotas, acima do peso considerado aconselhável para aquela altura, com rosquinhas, refeguinhos, vá gordas, de reais. Mulheres reais. Também há quem diga parteleira, portanto nem sei para que me preocupo.

 

Mas preocupo. Por acaso estou à vontade para falar sobre esta coisa das mulheres reais, porque aviso já, sou uma mulher com variações de peso. Para mais. Também já fui uma mulher magra, sempre magra e com dificuldade em pôr peso, cheguei mesmo a fazer dietas de engorda (inocente), mas aos 36 anos a vida achou que bastava de me dar magreza e resolveu que iria conhecer o outro lado da moeda. E cá estou eu a desejar comer tudo quanto me apetece (e apetece-me muito tudo) e ser magra, a olhar para os idos 34 e 36 onde não caibo, e a não saber como passei a ter o problema ao contrário.

 

Eu conheço os dois lados da figura e ambos são reais. Eu era real quando era muito magra. E a minha realidade era querer engordar. Agora a minha realidade é querer ser magra. Se calhar há quem se tenha instalado na gordura e ache a magreza irreal. Não é. Está ao alcance de todas.

 

Isto de se chamar às mulheres badochas, as que têm refeguinhos, rosquinhas e formas arredondadas, mulheres reais é só uma forma retorcida de nos chamarem gordas, as gordas, a realidade das gordas, reais gordas, mais nada. Eu sou tão real quando sou gorda, como quando estou magra depois de um esforço enorme para perder peso, horas de exercício e boca cosida a linha de pescador, mas real e magra. Eu não sou menos real quando estou magra.

 

Pronto, era isto, não gosto que nos chamem, a mim e às outras, mulheres reais. Real é a tua mãe.

 

 

30
Mai18

279 - A Sério??!! Menos, por favor


Mac

** Diário de uma obra de sucesso - 20º Dia **

 

 

Preso a uma das paredes do anexo existia um toldo. Fazia parte do trabalho tirar aquele toldo e guarda-lo na garagem, para depois ser novamente montado num outro sítio, mais especificamente no alpendre das traseiras da casa, para assim termos mais área de sombra quando quiséssemos. Os homens que o desmontaram partiram-lhe os braços, portanto estragaram a estrutura do toldo. Em vez de o porem na garagem, deixaram-no no jardim. Entretanto choveu, continuaram as demolições e acho que nem preciso de explicar o que aconteceu a um toldo branco. Mas explico, ficou uma caca.

 

Chamei a empresa que nos vendeu o toldo e encomendei um novo toldo, enviei o orçamento ao empreiteiro, mais para ele saber o prejuízo dele, porque nem sequer era para lhe pedir autorização, só mesmo para ele estar ciente do o valor que será abatido ao pagamento final. Sinalizei o toldo e não pensei mais nisso. Ontem apareceu-me aqui uma outra empresa de toldos que o empreiteiro chamou. Não me disse que tinha pedido outro orçamento, não me perguntou se eu queria um toldo de outra marca, nada. E eu até deixei a pessoa fazer o seu orçamento, acho que devemos sempre incentivar as pessoas espertas que desconfiam dos outros, como o empreiteiro desta obra que tem sido um exemplo de funcionamento, e também incentivei o funcionário a comunicar o valor ao empreiteiro, por sinal mais caro do que aquele que eu encomendei. Depois informei a pessoa que não percebia o que fazia na minha casa chamado por terceiros para me fazer um toldo que eu não queria. Pedi-lhe desculpa pelo empreiteiro e benzi-me. Gosto de me benzer.

 

Se o empreiteiro achou o meu toldo caro, acho que foi isso, nem quero imaginar o que achará agora. Sou adepta de gente esperta com iniciativa à custa dos outros.

 

 

[Ah é verdade, a obra foi planeada para ser executada em 15 dias. Pois. Neste momento estão a partir o chão do anexo. Pois. Não sei se ria, se chore] 

 

 

#TenhoÍmanParaDoidos

 

 

 • Instagram @maria.antonia.velez

 

 

 

12
Fev18

278 - A Sério??!! Menos, por favor


Mac

 

 

 

 

 

Gostava de viver num país onde as pessoas mais velhas fossem mais importantes, cuidadas, amadas e tratadas como pessoas. E nunca como coisas. Onde os animais fossem bem tratados como animais, não fossem humanizados, nem lhes vestissem as camisolinhas de lã de que não precisam, os levassem aos restaurantes e a parques infantis (que foram feitos para as crianças brincarem). Tratos só como animais. Bem tratados.

 

Gostava de viver num país em que as pessoas gostassem de pessoas e de animais como animais que são.

 

[desculpem qualquer coisinha, mas eu gosto muito mais de pessoas do que de animais, o que não me impede de gostar de animais, mas jamais porei um animal acima ou à frente de uma pessoa]

 

 

#TuÉsMalucaELírica 

#NãoQueriasMaisNada 

#AApanharPancadaEm321

#ASério??!!

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D