Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

a vida em azul cueca

21
Set17

176 - A vida, o nirvana e eu


Mac

 

 

 

 

 

Estou um bocadinho mais longe dos 60 kg (ipipiurra para mim), cheguei aos 58,700 e estou quase na minha meta. Não tem sido fácil, mas também não tem sido assim tão difícil.

 

Quando fiz o caminho para lá não me custou nada, nem dei pela passagem dos 58, acho que ia embalada na gulodice, por outro lado, dei muito bem com os 65. Agora no caminho para cá, dou por todos os milímetros e todos os gramas. E sim, peso-me todos os dias, mesmo que me digam que desmotiva, não é verdade, não desmotiva, controlo muito o que como, bebo muita água e faço exercício. E resisto, resisto e resisto a tudo. A chocolates, pão branco, manteiga, gomas, refrigerantes e ao sofá também.

 

Resisto a mim. Tornei-me menos má e exigente comigo, deixei de ser a minha pior inimiga e a mais crítica. Também aprendi a traçar objectivos realistas e a não misturar coisas, e percebi que perder peso nunca significará ficar com o corpo da Gisele B, isso é genética, perder peso é outra coisa. Perder peso é só ficar mais magra e com o meu corpo. O que vendo bem as coisas, nem é assim tão mau, afinal já estamos feitos um ao outro. Dei-me tempo e paciência e ajudei-me sempre que tropecei. Agora até chego a gostar desta pessoa e tudo.

 

 

#UmIpIpiUrraParaMim

 
30
Ago17

169 - A vida, o nirvana e eu


Mac

 

 

 

 

 

 

Ainda me falta percorrer um longo caminho. Ainda não cheguei aos meus habituais 54 kg (vou chegar), mas hoje passei para os cinquentas. Por 100 gr, é verdade. Com a certeza que pode só ter sido um copo de água a menos, quem sabe menos um golo no iogurte da manhã, mas eles estavam lá, o primeiro dígito já não era um 6, não era não, era um 5. E isso é motivo para comemorar. Com copos de água, mas mesmo assim, comemorar.


Cheers!

[Parece pouco, mas não é, é muito, custa muito a ir embora e é tão fácil a chegar. Não sou amiga de dietas brutas, daquelas que nos levam 10 quilos num mês. Prefiro levar mais tempo, mudar maus hábitos e ficar estável, não quero pesos iôiô, não quero perder depressa, para ganhar à primeira “inspiradela”]



#OAlentejoFazBemÀSaúde
#CincoJáLáVão
#SlowLiving
#CountryLife

 

 

 

 - 13.08.2017 -

 

 

• instagram @maria.antonia.velez •

29
Jun17

105 - Eu gosto é do Verão e de sumos, saladas também


Mac

 

 

 

 

 

Como já disse, decidi acabar com o resto da barriga que o exercício não estava a conseguir (porque eu sou preguiçosa) e com a celulite que a alimentação não estava a levar. Revolucionei a minha alimentação, o exercício e estou a fazer umas sessões de mesoterapia não invasiva, pressoterapia e lipocavitação, que estão a mostrar resultados. A verdade é que não basta fazer exercício, sem uma alimentação correcta, assim como não basta fazer umas sessões de mesoterapia sem fazer exercício e sem uma alimentação correcta. Mas também é verdade que nos basta começar a ver resultados, para fazer tudo com outro ânimo. No meu caso foram as sessões de estética que me deram o empurrão para alinhar a minha alimentação e ter cada vez mais vontade de a levar a  sério. Também decidi que esta forma de alimentação não vai ser temporária e passou a fazer parte do meu modo de vida, assim como o exercício. 

 

Consegui eliminar completamente o açúcar, os refrigerantes e todos os doces, mas o meu calcanhar de Aquiles é incluir o litro e meio de água por dia, fundamental para toda a gente, principalmente para que faz retenção de líquidos. Então arranjei algumas estratégias, faço águas aromatizadas e chás que me ajudam, e fundamental para depois as beber, é passa-las para uma garrafa. Se tiver a garrafa comigo, bebo tudo, se as tenho em jarros, não resulta, engonho, e no fim do dia ali está a boa intenção e o copo à espera que eu lhes pegue.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Além da água (na garrafa), agora bebo mais líquidos, como sopas frias ao almoço e jantar, e sumos naturais. Um dos meus preferidos é o de toranja (2 toranjas + 2 ou 3 pedras de gelo. sem açúcar!). Não é um sumo fácil de beber sem açúcar, mas com o hábito acaba por deixar de se achar tão ácido e a verdade é que desde que eliminei todos os açúcares, excepto os naturais, da minha dieta, cada vez sinto menos a falta. O mais curioso é que alguns alimentos que só concebia comer com açúcar, agora já não concebo com açúcar, como os morangos, ou sumos de citrinos.

 

E é isto, a vida sem açúcar também pode ser muito doce.

 

 

06
Jun17

01 - Provei e gostei


Mac

Com um regime alimentar equilibrado, em que eliminei da minha vida os açúcares, fritos, refrigerantes e tudo quanto me fazia mal, tenho procurado variar dentro daquilo que é saudável e benéfico, porque estou convencida que um regime alimentar aborrecido, é meio caminho alimentar para o falhanço, principalmente em pessoas que gostam e têm prazer em comer.

 

Por isso, cada vez mais estou atenta a produtos que possam fazer parte desta variedade.

 

 

 

 

 

 

 

Como já por aí disse, tenho de beber 1,5 l de água por dia (eu e toda a gente), por tudo, porque faz bem, porque tenho a pele muito seca, porque preciso de perder peso e porque preciso de funcionar, mas a verdade é que me é difícil. Gosto de água, é verdade, mas 1,5 l dela em estado puro custa-me, assim arranjei formas de tornar a água variada e beber o que preciso. Além das águas aromatizadas, gosto muito de fazer infusões, que dependendo da época do ano, ora bebo quentes, ora bem geladas. Agora experimentei esta infusão com hibisco, ulmeira e folhas de freixo, que além de prometer um detox, cheira lindamente e dá um sabor muito agradável à água.

 

  

[fervo, 1,5 l de água e tiro do lume, ponho 2 saquetas na água bem quente, deixo arrefecer e logo que está à temperatura do ar, ponho no frigorífico]

 

 

 

 

 

 

 

Outra coisa que passei a fazer, nunca me deixo ficar com fome, pelo menos aquela fome que dá azo ao disparate, por isso como qualquer coisa de duas em duas horas. Além de uma peça de fruta (a maior parte das vezes, meia), ou um iogurte magro a meio da tarde, as bolachas de milho e as de arroz têm sido óptimos auxiliares e ultimamente vario com as Marinheiras, que são mega deliciosas, crocantes e o melhor de tudo, sem adição de açúcar, sem conservantes e preparadas com azeite extra virgem. 

 

 

 

De salientar que faço exercício físico, tenho um regime alimentar rico em frutas, legumes, peixe e carne, faço as refeições principais completas e sou seguida por profissionais, estes produtos são apenas auxiliares e complementos, não são o meu regime alimentar. 

28
Abr17

102 - coisas que gosto muito


Mac

 

 

 

 

Ainda sobre as águas aromatizadas, ou apenas a água que passou a fazer parte da minha dieta e daqui já não sai, se usarmos água alcalina  para as águas aromatizadas, sumos, chás, etc ou a bebermos apenas simples, podemos ainda ter mais vantagens a todos os níveis.

 

Não eliminei as outras águas da minha vida, mas esta é a que bebo com mais frequência. Comecei por beber a água alcalina porque tenho a pele muito seca e precisava de uma água que me desse maior hidratação, depois investiguei qualquer coisa e quando vi todos os benefícios, desde melhoria a nível da estrutura óssea, perda de massa gorda e conservação da massa magra, activação muscular, mais energia, eliminação de toxinas e metais pesados e a função antioxidante, ajudando a retardar os sinais do envelhecimento, e ainda a prevenção de algumas doenças (obesidade, osteoporose, diabetes, colesterol), percebi que era uma óptima opção.

 

 

 

 

 

 

 

Há algumas águas alcalinas nos supermercados, como as de Carvalhelhos (pH 7.79) e Evian (pH 7.2). Optei pela Monchique, porque é considerada a super alcalina (pH 9.5). 

 

 

 

{mais sobre o assunto aquiaqui e aqui}

11
Abr17

43 - Eu é mais cozinhas, tachos e panelas


Mac

 

 

 

Continuando no tema granolas, também fica óptima, se retirarmos os frutos secos (passas, alperces e amoras) e a juntarmos ao iogurte com fruta fresca. Esta combinação tem sido o meu pequeno-almoço, que nesta casa se faz às 7 da manhã, e além de muito saborosa, faz-me aguentar toda a manhã e só volto a ter fome à hora do almoço. 

 

 

 

 

 

  

 

Além da banana, para mim as que resultam melhor nesta mistura são os morangos, as amoras e a manga.

 

Ou seja, faço esta granola, mas sem lhe juntar as frutas secas e acrescento sementes de girassol e chia.

 

. 300 g de aveia
. 100 g de amêndoas laminadas
. 100 g de linhaça dourada
. 100 g de chia
. 100 g de sementes de girassol
. 3 c sopa de açúcar mascavado (prefiro, em vez de mel)
. 2 c sopa de azeite
. 1 pitada de sal


Pique as amêndoas (na Bimby, 5s/v4). Deite numa taça e acrescente a aveia, a linhaça dourada, as sementes de girassol, a chia, o açúcar, o azeite e o sal, misture bem (na Bimby, 5 mn v1). Pré aqueça o forno a 140º C. Deite esta mistura num tabuleiro e leve ao forno durante 10 mn, ou só até a aveia ficar dourada. Quando arrefecer, passe a granola para um frasco de vidro e está pronta.

 

 

 

 

 

 

Depois é só usar. Geralmente ponho um iogurte natural magro numa taça, 3 c de sopa de granola e fruta em pedaços. Uma delícia.

 

04
Abr17

42 - Eu é mais cozinhas, tachos e panelas


Mac

 

 

 

 

Sobre granolas. Comecei por usar granolas já preparadas, mas além de ter de me sujeitar às misturas dos outros e por vezes encontrar um ingrediente que não me agradava, ou estava mal preparado (por exemplo, é frequente apanhar frutos silvestres que foram ao forno e ficam umas pedras), comecei a ter curiosidade em testar misturas diferentes e preparar as minhas granolas ao meu gosto.

 

A granola tem sempre como base a aveia, eventualmente podemos usar outros cereais, como flocos de milho, ou centeio, mas além de não serem tão ricos, na minha opinião não resultam tão bem, depois é só juntar:

 . frutos secos, como amêndoas, nozes, avelãs

. azeite ou óleo de girassol

. açúcar mascavado, ou mel
. sal
. frutos secos, como passas, damasco, framboesas, amoras

. também podemos juntar sementes de linhaça, girassol, chia, abóbora 

 

E se seguirmos este principio, não há como falhar e fazer uma belíssima mistura. 

 

 

 

 

 

 

 

 

Já agora deixo a minha preferida,

 

. 300 g de aveia

. 100 g de amêndoas laminadas

. 100 g de linhaça dourada 

. 100 g de mistura de passas, amoras e framboesa

. 100 g de alperces cortados

. 3 c sopa de açúcar mascavado (prefiro, em vez de mel)

. 2 c sopa de azeite

. 1 pitada de sal

 

 

Pique as amêndoas e os alperces (na Bimby, 5s/v4). Deite esta mistura numa taça e acrescente a aveia, o açúcar, o azeite e o sal, misture bem (na Bimby, 5 mn v1). Pré aqueça o forno a 140º C. Deite esta mistura num tabuleiro e leve ao forno durante 10 mn, ou só até a aveia ficar dourada. Quando arrefecer, junte ao preparado a mistura de passas, amoras e framboesas [*]. Passe a granola para um frasco de vidro e está pronta.  

 

 

[*] inicialmente juntava esta mistura ao restante e levava ao forno, mas como fica muito dura e perde a piada, passei só a misturar depois de sair do forno.

 

 

»»» • «««

 

 

 

 . Frutos e cereais . Lugar dos Frutos Secos (Mercado da Vila de Cascais)

 

 

 

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D