Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

a vida em azul cueca

23
Mar21

334 - O desconfinamento às pinguinhas, a capa da tábua de engomar, pequenas birras de sono, a vida, o nirvana e eu


Mac

zz20 vida

 

 

uma ciclovia novinha, novinha em folha, pintada na semana passada daquele tom cor de tijolo para o bordeaux atravessado de castanho blhaca, assisti e até levei com o cheiro da tinta nas narinas - péssimo - ciclovia novinha, ciclovias por todo o lado, o concelho atravessado de lés a lés de estradinhas laranja para o bordeaux acastanhado, para os ciclistas circularem sem empatar os carros, esta a transitar de carro e fico ali quase a 10 km/hora porque dois ciclistas vão numa subida na estrada dos carros com a ciclovia novinha, desimpedida, a brilhar, feia como tudo, ali ao lado - vai para a tua ciclovia, ó totó (não disse, mas pensei) - chego ao supermercado, cheio que nem um ovo, eu a hiperventilar dos nervos, pessoas coladas a mim e eu nisto há 1 ano, devo merecer, é a cruz a pagar pelos excessos da juventude, tanto álcool etílico gasto, tanta máscara, e é isto, tudo colado uns aos outros . fui comprar amêndoas, coelhos de chocolate e coisas pascais, entre bens de primeira necessidade .

o ponto alto do meu dia: a capa nova para a tábua de engomar gigante que comprei há 15 dias, mas já foi objecto de desaprovação, ai que é muito grande, disse sodona, quero lá saber, agora é assim, a capa, essa, é azul com borboletas, apesar de não tencionar doravante passar muito a ferro, dei alta a sodona, parece-me que já confinou que baste e eu já esfreguei que baste, estamos quites . ela entrou e eu vi uma santinha toda iluminada daquelas que ficam rosa com tempo húmido e azulinhas com bom tempo, ou é ao contrário? não faz mal, se calhar foi daquelas verdes que brilham no escuro, depois começou a reclamar dos panos e mais não sei quê e perdeu o brilho, mal sabe ela, eu saí, quero lá saber de panos e mais não sei quê, o meu tempo entregue a esta casa a esfregar paredes acabou-se . é primavera .

 

19
Mar21

333 - As roupas do confinamento, as do desconfinamento aos pinguinhos, o meu saco de crochet, a vida, o nirvana e eu


Mac

283

 

Roupas que experimentei e ainda não levei à rua, mas tenciono levar um destes dias, roupas que usei para ir buscar o Pedro à escola, porque sair de pijama não é a minha onda, nem da maior parte das mulheres, para meu grande alívio, que já estava a ver que ou entrava na onda, ou ia ser sempre a ave rara deslocada, como aquelas pessoas que aparecem no jantar de Natal da empresa com vestido até aos pés e tiara na cabeça (inventei, acho que nunca aconteceu).

 

Comecei com ganga dos pés à cabeça, coisa que até há uns dois anos atrás seria impensável, do mais foleiro que há, um tiro no pé e isso, mas que de há uns tempos para cá, é possível e gostamos imenso (eu e eu). Tenho esta camisa desde os meus 17 anos, portanto há 38 anos, deve ser a peça mais antiga do meu roupeiro e que apesar de não ter sido usada 38 anos consecutivos, por ali ficou sempre e continua a resistir. 

 

 

291

 

Depois substituí a camisa por uma camisola de riscas e um casaco branco.

 

284

 

A seguir achei que com a saia de polipele castanha, a camisa também funciona bem. Com e sem um agasalho, porque entrámos naquela época do ano em que ora está um frio de rachar, como de repente fica um calor que não se aguenta.

 

287

 

Também é aquela época do ano em que dá para misturar peças frescas com mais quentes, vai daí experimentei uma saia de Verão com botins e um camisolão. Como entretanto acabei um saco em crochet, que começou por ser pensado para guardar os trabalhos de tricot e crochet, mas afinal fica para levar para a praia, quis testar como ficaria com roupa sem ser de praia.

 

290

 

Mais um dia qualquer, ora com tempo de Verão, ora a fazer um frio de rachar.

 

286

288

 

Para terminar, ontem fui buscar o Pedro à escola assim, estava de leggings em casa e não tive paciência de mudar, só disfarcei a coisa com um casaco e um cinto.

 

289

E foi isto.

 

16
Mar21

334 - A dona de casa perfeita(mente desesperada)


Mac

z100010 passarinhos cinderela arrumar casa

 

 

- 60º dia de confinamento, agora com o pedro na escola -

 - 2ª temporada -

 

dei uma ligeira aparadela no meu cabelo . na segunda-feira alguém irá corrigir isto . isto e a cor . com o pedro na escola tenho tempo livre . arrastei duas estantes, duas mesas e um sofá . dei outro ar à minha saleta dos trabalhos manuais, pinturas, costuras e reparações em geral .  guardo muita porcaria, esferovites, caixotes e até plástico bolha, just in case . deitei fora o plástico bolha, até tenho medo do que poderá sair feito por mim com plástico bolha . também tinha daquele com bolhas maiores e gastei 5 minutos do meu dia a saltar em cima dele, parecia uma rajada de tiros, foi interessante . espero que os meus vizinhos também tenham achado . concluí que nunca terei um daqueles espaços belíssimos onde proliferam ideias geniais . não, nunca passará a atelier, será sempre só uma “saleta onde faço os trabalhos manuais, umas coisas de costura e isso”, muito desarrumada e cujo mobiliário é aquilo que já não quero na casa, mas tenho pena de dar, restos portanto, coisas desirmanadas e isso . constam duas estantes estreitas do tempo em que eu achava que os suecos eram a solução para todos os meus problemas decorativos, mas entretanto veio-se a provar que são só mais um problema, uma secretária, a antiga mesa do jardim e duas estantes que mandei fazer na fase de decoração britânica dos padrões florais e sofás em chintz . às vezes ocorre-me pintar tudo às cores, mas era bem capaz de me sentir num atl .

 

depois fui para o meu pilates online . deitei-me no tapete e descansei um bocado . tinha a câmara desligada, acho eu, ninguém viu .

 

11
Mar21

332 - Notas soltas de pensamentos (muito) elevados, a vida, o nirvana e eu


Mac

Screenshot_20210101_012421_com.instagram.android

- daqui: this isn't happiness -

 

 

- 101247º dia de confinamento, 2ª temporada -


se calhar para a semana o pedro já tem escola . aulas na escola e não em casa . ondas de alegria . se calhar eu tenho cabeleireiro . alguém que me sabe pintar o cabelo . vou voltar a ficar mais nova . embriagada de tanta emoção . apaixonei-me por dois pares de sapatos, umas botas, duas saias, um casaco e uma camisola . tenho um coração do tamanho do mundo . estou muda para o resto, saturada do resto, desinteressada do resto e isso .

 

01
Mar21

331 - Notas soltas de pensamentos (muito) elevados, a birra de sono, a guitarra eléctrica, a vida, o nirvana e eu


Mac

z100010 chateada

 

 

- 45º dia de confinamento, 2ª temporada -

 

sabe-me bem andar pela casa e suspirar longamente . inspiro devagar e depois expiro, e digo "estou farta disto". sabe-me quase tão bem como beber um café, com a vantagem de não me pôr eléctrica . a minha família está farta de me ouvir . ai mãiiiiiiiiii, outra vez? sim e depois? eu sou a mãe, eu posso .

o zé comprou uma guitarra eléctrica . ando a beber café das cápsulas encarnadas . não sei o nome .

estou farta disto

 

25
Fev21

330 - Uma espécie de claustrofobia existencial, um ódio visceral aos parentes ricos dos pijamas, as roupas para o desconfinamento, a vida, o nirvana e eu


Mac

275

 

- 41º dia de confinamento, 2ª temporada -

 

Farta, fartinha até às raízes por pintar dos meus cabelos, juro que já não aguento roupas confortáveis sinónimo de dias a fio em casa, sabrinas e sapatinhos fofinhos de casa, já não aguento as roupas de andar por casa, tenho-lhes um ódio que só uma tesoura resolve, quero as minhas roupas de andar ao ar, saltos altos, lantejoulas, sedas, linhos, quero roupas de sair e sei lá mais o quê, sinto uma claustrofobia existencial que só se resolve com ar, esplanadas e bater perna por aí, para começar.

 

Para mim chegou a hora de começar a pensar no que vou usar quando desconfinar, já esgotei as ideias para fazer conjuntos com coisas disfarçadas de parente rico de pijama. Foi o que fiz, pus-me ali à frente do espelho a experimentar roupa. Logo para começar tinha de ter a certeza que as coisas ainda me serviam, que ainda sei andar de saltos e que tudo está bem. Está. Podia estar melhor, mas perante certos comportamentos alimentares e de vida, não posso esperar milagres. Tudo se resolve a seu tempo.

 

Comecei por experimentar aquele vestido de cavas em lã com uma camisa e gostei do resultado, 

 

279

 

depois esta saia em polipele com um camisolão branco que comprei antes do confinamento e ainda só conhece as paredes desta casa, coitado, e também o casaco que faz conjunto com o vestido, mas com umas calças de bombazina e o hoodie branco.

 

278

 

A seguir vesti as baggy pretas em polipele com a mesma camisola que ainda não conhece o ar puro, mas com umas botas rasas e um cinto de lantejoulas.

 

277

 

Mantive as baggy pretas, o cinto e as botas rasas, e pus uma camisola preta com um casacão de lã bordeaux.

 

276

 

Ainda com as baggy, voltei a vestir o hoodie branco, mas calcei os botins de zebra.

 

280

 

Por fim mudei tudo, vesti novamente as baggy de bombazine branca com um hoodie azulão e uns botins castanhos.

 

Foi isto. Continuo uma pessoa bastante produtiva. E prevenida.

 

 

23
Fev21

03 - A moda durante o confinamento 2021 e mais não sei quê


Mac

18

 

Não sei como é convosco, mas quando tenho uma peça nova, experimento-a em mil conjuntos até à inconsciência. Foi o caso do hoodie branco, experimentei-o com tudo e tudo. Bem, em situação normal não experimento tanto, porque tenho mais o que fazer, mas o confinamento dá-me algum tempo extra, também não é nenhuma loucura, mas dá-me algum e eu uso-o das formas mais úteis que consigo, uma delas é experimentar roupa, fazer um conjunto e testa-lo com várias opções de calçado, usar uma peça comum em cinto conjuntos diferentes, imaginar roupas para quando tiver de sair e isso. Eu sei, quando quero, sou bastante produtiva. É isso, ou encharcar-me em café e fazer limpezas.

 

 

19

 

Estou cada vez mais adepta deste tipo de conjuntos em malha de lã para andar por casa.

 

16

 

 

Também experimentei este tipo de vestidos e achei-os bem práticos, depois resolvi experimentar se seriam coisa para levar para a rua e com um casaco de malha comprido parece-me que sim. Por acaso para aqueles dias de Verão em que não está assim tão famoso como isso na praia, também devem ser práticos e confortáveis.

  

17

 

20

 

E foi isto, conjuntos de lã confortáveis e só isso.

 

16
Fev21

329 - Isto tudo, a vida, o nirvana e eu


Mac

0000 cabelo.jpg

 

 

- ?º dia de confinamento, 2ª temporada -

 

 

cortei o cabelo ao pedro, não ficou bem, mas pelo menos já vê . encomendei uma tinta para o meu cabelo, mas não é uma coisa radical, não sai com a primeira lavagem, mas ao fim de 5 ou 6 já se foi, portanto o risco de desastre é baixo, mas a taxa de sucesso para me tapar as raízes é alta . acredito nisto agora, depois logo se vê . se correr bem, conto-vos tudo, se correr mal, já se sabe, fecho-me em copas . foi carnaval e a primeira vez que gostei dele em toda a minha vida, talvez isto esteja relacionado com quase não ter dado por ele . o único apontamento foi o pedro mascarar-se, mas isto ele faz de vez em quando ao longo do ano, não é preciso ser carnaval . podia ser sempre assim . mudei os abacateiros que enraizei no primeiro confinamento para um vaso maior . fiz costeletas de borrego no forno e os miúdos não notaram que não estive uma hora a fritar ossos . não tenho jeito para as costeletas de borrego . pus as minhas sabrinas de lantejoulas douradas e senti-me uma pessoa normal . sou a feliz proprietária de quatro caixas de mon chéri, quer dizer, de 3 e 3/4. 

 

11
Fev21

328 - Isto tudo, a vida, o nirvana e eu


Mac

02 comer fora.JPG

 

 

- 27º dia de confinamento, 2ª temporada -

 

coisas que tenho aprendido com os confinamentos: as casas sujam-se imenso e é preciso estar sempre a limpar, as pessoas comem imenso e é preciso estar sempre a cozinhar, é a segunda vez que não acerto com a manutenção do meu cabelo e passo uma época desgraçada . estou cansada dos confinamentos . a vacinação está atrasada e eu faço parte do grupo da cauda . vou ser vacinada em 2022 . não faço parte do grupo das pessoas com mais de 50 anos com patologias, dos residentes e profissionais em lares, dos profissionais de saúde, dos profissionais das forças armadas, das forças de segurança e serviços críticos . não faço parte do grupo com mais 65 anos e dos de 80 também não . não estou casada com um autarca, nem trabalho no hospital da cruz vermelha, nem sou directora da segurança social daqui ou dali . ocorreu-me por isso que vou ter de usar máscara até 2022 . o que não é mau, as pessoas desde que não vêem as minhas expressões tratam-me super bem, só vêem os olhos e depreendem que estou sempre a sorrir, ainda bem . há quem confunda esgares com sorrisos, não tenho culpa . este confinamento está a custar-me mais do que o outro, apesar de saber ao que vinha . não há novidade e há uma enorme consciência de que muito do que faço é para fazer coisas . quem é que no seu perfeito juízo gosta de lavar paredes? ninguém . às vezes sinto que estou uma louca sã . há bocado a minha nutricionista telefonou-me, achou que eu poderia querer uma consulta online . eu não quis, mas garanti-lhe que não andava a fazer asneiras, só asneirinhas, que de certeza que em março corrigimos sem remorsos . tenho de alterar para março a manutenção das minhas raízes que está marcada para dia 19 . é a terceira alteração, mas estou a apostar em ter uma marcação logo que esta porcaria acabar, não vou ficar com uma raízes até às orelhas numa fila de espera interminável . pelos meus cálculos todas as mulheres que pintam o cabelo, depois de 2 meses de confinamento, vão querer cabeleireiro logo que desconfinarem, estão a ver o bordel que vai ser? eu não vou ser uma das desgraçadas . triste já eu ando, não preciso de mais misérias .

 

04
Fev21

332 - A dona de casa perfeita(mente desesperada)


Mac

IMG_9383

IMG_9389

 

 

- 20º dia de confinamento, 2ª temporada -

 

andei a redecorar os cantos desta casa, que é como quem diz, pega nos mesmos objectos e troca-os de sítio, mistura este com aquele, combina o outro com mais outro . não tem ciência, é só trocar as coisas de sítios e até parece que é tudo novo, mas não é . por acaso às vezes estou cansada das coisas da minha casa, mas não sou capaz de me desfazer delas . o máximo que consigo é levá-las para o alentejo, depois acho que não se enquadram, ou tenho saudades delas e de uma vez seguinte, trago-as comigo . sou uma pessoa de coisas . gosto de coisas. e gosto muito das minhas coisas . as minhas coisas ganham uma alma, um coração e contam histórias . e há também as coisas que foram da minha mãe, das minhas avós e das minhas tias, tenho-lhes um enorme carinho, de uma certa forma são pedaços que me ficaram delas . por muitas e muitas vezes pensei e desejei ter uma casa diferente, com menos tralha, mais clean, menos pesada, às vezes aquela cómoda pesa-me, a outra também, canso-me de olhar para o mesmo que vi em casa das minhas avós e depois na da minha mãe, gostava de ter coisas novas, e tenho, que vou misturando, e depois tenho ganas de tirar tudo e pôr tudo novo, mas perco a coragem a meio do caminho . depois lembro-me do quanto gosto de ver peças mais velhas misturadas com modernas . sou de coisas, acredito que há bocadinhos delas naquelas coisas . sou de pessoas e não as largo . gosto de livros, de cds, dvds e roupas . gosto de fotografias e muito das fotografias em molduras . gosto de quadros, de estantes e de armários . nunca conseguirei destralhar, mas vivo bem com isso .

 

 

casa_01

 

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2012
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2011
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D