Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

a vida em azul cueca

12
Mar19

81 - Vesti, gostei e sou bem capaz de repetir


Mac

IMG_7654-001.JPG

 

 

Tenho a certeza que há cores que foram feitas para me desafiar ou então chamar a mim o desastre do gosto, é o caso do camel, por exemplo. O camel é aquela cor que amo de paixão, mas que não me é nada fácil para conseguir um conjunto giro, mesmo giro. Em teoria adoro os casacos camel, mas não gosto de os ver praticamente com nada, adoro as camisolas camel, as de caxemira então conseguem ter o tom de camel mais giro de todos, mas depois vejo-me grega com elas, com calças de ganga pois que não, com branco fica muito cocó, com preto muito Burberry padrão anos 90 (que gosto imenso, mas não consigo ser o padrão, vá, mascarar-me de Burberry), adoro os cintos camel, mas encaixo-os muitas vezes só para não dizer que nunca os uso e por aí a fora. Mas adoro a cor de tal maneira que acho sempre que o problema é a peça. Ah isto é porque são umas calças, mesmo giro fica em sobretudos, ah isso é porque é um sobretudo, se for uma camisola, tenho a certeza que a combino de maneiras espectaculares. Não combino, mas pronto. Até já pus a hipótese de me vestir de camel dos pés à cabeça, correndo o risco de parecer um cocó ou um caramelo Viúva Solano.

 

 

IMG_7657-003.JPG

 

 

 

Desta vez usei este casaco com este conjunto e gostei, depois fiquei indecisa com o cinto, ai que ponho o preto, ai não o camel, ai é o preto que fica bem, ai mas nunca ponho o camel, e acabei por optar pelo camel, estou uma atrevida.

 

 

183.jpg

 

IMG_7667-001.JPG

 

 

• Instagram @maria.antonia.velez

 

 

11
Mar19

240 - As nossas refeições, a vida, o nirvana e eu


Mac

IMG_7952.JPG

 

 

Ontem fiz o último almoço de fondue deste Inverno, a partir de agora quero saladas, gaspachos e sumos lá fora.

 

O fondue é uma das refeições dos fins-de-semana de Inverno aqui em casa e é uma das preferidas por todos. Pelos miúdos que adoram fritar a carne e enchê-la de molhos, para mim porque é uma das melhores opções para receber os amigos, dá-me pouquíssimo trabalho e não exige quase preparação nenhuma, e para os amigos que já sabem com o que contam nestes almoços e jantares de Inverno. O único senão é que nunca junto mais de 6 pessoas à mesa, porque não é prático e gera confusão.

 

 

IMG_7929.JPG

 

 

Em tempos tive um sistema de fondue com lamparina a álcool e muito honestamente corria sempre mal ou havia sempre um episódio rocambolesco, além de que era mais trabalhoso porque era preciso aquecer o óleo no fogão e depois passa-lo para a panela de fondue, outra desvantagem era o total descontrolo com a temperatura do óleo. Com este sistema eléctrico, além de não precisar de pôr ali o óleo já quente, quando o óleo está demasiado quente, dá para baixar a temperatura da base. E já agora uma dica, para o óleo não espirrar, ponho-lhe uma rolha.

 

 

IMG_7955.JPG

 

 

E ao longo dos anos fui simplificando o que já não era complicado. No talho peço para me cortarem a carne para fondue, portanto nem esse trabalho tenho, depois é só tempera-la com sal e pimenta, e deixa-la uma noite no frigorífico. Um pouco antes da refeição ponho daquelas batatas congeladas às rodelas ou cubinhos a fritar na Actifry (uso 1 c. sopa de azeite para 1 quilo de batatas) e faço uma salada já preparada, daquelas de pacote, que é só lavar e temperar. 

 

 

IMG_7936.JPG

 

 

Quanto aos molhos também já me deixei de coisas e foram-se os tempos em que estava para ali a misturar cenas e a fazer molhos mega especiais e bem apessoados, agora uso os molhos já feitos e ponho três variedades na mesa em seis tacinhas, três taças de um lado da mesa outras três do outro, para ninguém ter de passar taças por cima do óleo e mais não sei quê, assim têm todos os molhos a jeito e não há complicações. 

 

 

IMG_7959.JPG

 

 

Para sobremesa não faço doces, só ponho fruta na mesa e umas miniaturas de bolos que compro na pastelaria para acompanhar os cafés.

 

Mais simples e menos trabalhosa não podia ser. Podia, mas não era a mesma coisa. Agora venham os almoços e jantares a céu aberto.

 

 

• Instagram @maria.antonia.velez

 

 

 

11
Mar19

80 - Vesti, gostei e sou bem capaz de repetir


Mac

IMG_7757-001.JPG

 

 

 

Quase que juro que as calças com a barra lateral são uma das peças mais detestadas, acho que é porque nos transportam para os fatos de treino dos anos 80, isso ou porque pura e simplesmente são feias. Não sou excepção, nunca gostei daqueles fatos de treino e jamais me passou pela cabeça vestir um, mas passou-me pela cabeça vestir este tipo de calças, aos meus olhos não são assim tão feias como isso.

 

 

182.jpg

 

 

Quando uma peça não resulta porque a combino com aquilo que é expectável, no caso destas calças, uns ténis, faço exactamente o contrário, porque nos contrastes é que está o ganho e não tenciono mascarar-me de treinador de shopping center dos anos 80, muito menos completar o look com um marido pelo braço nos mesmos propósitos (juro que se via muito disto nos anos 80, eu vi porque sou antiga, ninguém me contou).

 

 

   

IMG_7758-001.JPG

 

 

 

Portanto foi o que fiz, usei-as com aquilo que aparentemente não tem nada a ver com elas: uns sapatos e um camisolão de lã, e juntei-lhe um cinto de lantejoulas com uma fivela em strass.

 

Parece-me que as safei do estigma, pelo menos para mim, que não desgosto delas.

 

 

• Instagram @maria.antonia.velez

 

 

08
Mar19

239 - O Dia da Mulher, a vida, o nirvana e eu


Mac

z8055.jpg

 

 

Houve uma altura na minha vida em que cheguei a pensar que nascer mulher no mundo ocidental era uma sorte. É, mas há excepções, tantas excepções. Achei que podíamos fazer do nosso corpo o que quiséssemos, que a nossa vontade prevalecia, que as desigualdades entre sexos se estavam a desvanecer. Não foi há muito tempo que acreditei nisso. O mundo ocidental, o tal mundo tão evoluído, cheio de liberdade onde há demasiadas excepções que se tornaram regra.

Houve uma altura na minha vida em que percebi que este é um dia importante para que ninguém se esqueça que a desigualdade, o desrespeito e a intolerância continuam.

Houve uma altura em que os manifestos de "o Dia da Mulher é todos os dias, não admito não sei o quê, só porque nasci mulher??!! Dia da Mulher são todos!", me fizeram mossa, incomodou-me que ainda existisse quem não olhasse para as lutas passadas e para lá do mundo ocidental. Depois irritaram-me os saldos, os descontos e mais não sei quê no Dia da Mulher e as comemorações e a feira e o circo à volta do dia.

Em 2019 magoa-me profundamente que ainda seja preciso assinalar este dia.

Em 2019 o nosso país é um desastre com as mulheres. Não tenho absolutamente nada para comemorar.

 

 

• Instagram @maria.antonia.velez

 

28
Fev19

238 - A trash tv, as pessoas, a vida, o nirvana e eu


Mac

z730 confusa_01.JPG

 

 

 

Tenho uma atracção duvidosa por trash tv. Em minha defesa, geralmente não vou ver de propósito, mas vai que num zapping calha a passar num programa daqueles, já dali não saio, sei que estou a perder tempo, neurónios e tudo, mas quanto maior é a repulsa, maior é a força que me faz ficar ali a ver. Deu-se o caso no outro dia, numa das ausências do meu marido, que normalmente detém o comando - e o bom gosto - e eu com a televisão só para mim, já com os miúdos a dormir, comporto-me como uma criança a quem dão livre trânsito num parque de diversões: quero andar em tudo quanto os crescidos não me deixam. Então pus-me a ver aquele programa das reformas das casas e agora a minha fica giríssima, mas vendo-a para comprar uma maior a cair de podre, adoro aquilo, porque adoro tudo quanto meta renovações, decoração e obras, então não é que a seguir me metem um secret story e eu ali fiquei no meu suicídio de neurónios. Tem sido um desassossego desde que apanho o comando a meu jeito, estou sempre a encalhar ali. O meu único problema é que acho os concorrentes todos iguais entre si e passo o tempo a tentar reconhecer quem é quem, parecem-me gémeos uns dos outros tanto fisicamente como em tudo,  têm todos os mesmos dilemas, tipo ela é falsa e fria, ele só lavou os pratos duas vezes, eu não quero ir para a casa de vidro (é uma marquise onde os fecham não sei porquê, acho que de castigo), têm os mesmos problemas, as mesmas coisas que os revoltam, revoltam-se muito - eu também - com gente falsa e fria e egoísta e egocêntrica e vaidosa e fútil e preguiçosa; não suportam hipocrisia, corações de pedra e têm o mesmo tipo de linguagem, nós temos uma cumplicidade gigante, ouve não m'acredito somos de uma cumplicidade uau, assim uau, tás a ver? Mas acho que é só porque estão ali fechados e a mimetização é uma coisa fortíssima. 

 

 Se eu tivesse concentrado o meu cérebro e competências para o que interessa, como canalizo para estas coisas, no mínimo era uau gigante, assim uau, tipo uau, assim é o que se sabe.

 

 

 

• Instagram @maria.antonia.velez

 

 

27
Fev19

79 - Vesti, gostei e sou bem capaz de repetir


Mac

IMG_6966.JPG

 

 

Esta saia de malha em bordeaux deve ser a peça menos versátil que tenho e não me importo.

 

Consigo vesti-la com esta camisola de gola alta também bordeaux e com uma outra de decote redondo e mais nada, só gosto de a ver assim e com estas botas.

 

 

IMG_6977.JPG

 

IMG_6978.JPG

 

 

A versatilidade é geralmente uma das condições para gostar de uma peça, porque gosto de combinar a roupa de n formas diferentes, mas esta saia é uma das raras excepções, adoro-a por muitas outras coisas, porque é muito confortável, veste bem, é bem quente e é assimétrica. E isso basta-me.

 

 

 

IMG_6983.JPG

 

IMG_6986.JPG

 

 

• Instagram @maria.antonia.velez

 

 

27
Fev19

16 - A mãe perfeita(mente desesperada)


Mac

IMG_7381.JPG

 

 

 

Este ano não mexi uma palha com a fantasia do Pedro para o Carnaval, não corri lojas, não me debati com números esgotados para a idade da criança, nada, só fui ao sótão, trouxe para baixo o que achei que dava e ele escolheu uma. A de Buzz Lightyear que foi do irmão aos 10 anos, ele tem 7. Tenho de lhe fazer uns ajustes até sexta-feira, porque ele não quer mais nenhuma e tem de ser aquela e aquela e aquela e só aquela. Também tenho de rever os meus critérios daquilo que acho que serve aos meus filhos.

 

Dizia eu que não tive trabalho nenhum com a fantasia. A máscara fica para mim. Fica-me a matar.

 

 

• Instagram @maria.antonia.velez

 

 

26
Fev19

237 - A dieta, a vida, o nirvana e eu


Mac

z6377 regra da nutricionista engorda dieta.jpg

 

 

 

para o almoço fiz o meu sumo de toranja, o tal anti barriga, que até me convenço que gosto, mas é mentira, o tal que ninguém deseja beber, nem eu, ninguém pensa ah a apetecia-me mesmo um sumo de toranja, não, ninguém diz isso, porque entre beber aquilo e ácido para desentupir sanitas não há qualquer diferença, mas eu sou muito forte, tenho objectivos claros e explícitos e convicções também, estou plenamente convencida que aquela acidez toda me corrói as entranhas e leva com ela a gordura toda, então bebo aquilo, mas como também sou filha de deus, junto-lhe o sumo de uma laranja, apenas uma pequena batota, nada de mais . sou tão boa a fazer batota com a comida, devia escrever um livro sobre isso . ai caramba, ninguém merece, as laranjas que vieram desta vez cá para casa são amargas . às vezes olho para os céus e pergunto, tenho mesmo de ser magra, é isso que quero da vida? (é, mas sem sacrifícios, se pudesse ser a comer bolos, batatas, fritos, massas, chantilly, gelados e gomas seria o nirvana)

 

estou farta disto

 

 

• Instagram @maria.antonia.velez

 

 

 

26
Fev19

07 - Boas compras, bons investimentos e peças onde não mora o arrependimento


Mac

IMG_7204-001.JPG

 

 

IMG_7197-001.JPG

 

 

Quando me despenquei para as enchentes do primeiro dia de saldos para trazer este casaco comigo, tinha a certeza que íamos ter uma óptima e duradoura relação. Não me enganei, valeu a pena o esforço e a meia-hora na fila da caixa.

 

 

 

IMG_7201-001.JPG

 

IMG_7209-001.JPG

 

 

Os casacos de malha compridos são sempre uma boa compra, são leves, quentes q. b. sem ser em demasia e óptimos para usar nestes dias que começam frescos mas a meio já estão quentes.

 

 

IMG_7238.JPG

 

IMG_7244.JPG

 

 

Como se já não bastasse, consigo usar este casaco em registos bem diferentes e fazer conjuntos diversos. É portanto o tudo em bom.

 

 

IMG_7314-001.JPG

 

177.jpg

 

IMG_7322-001.JPG

 

|| todas as calças, camisola cinzenta (caxemira), casaco comprido e cinto camel .. Zara || lenço 1º conjunto .. Dior || lenço último conjunto e brincos .. Cartier || camisola creme .. Mango || 

 

 

• Instagram @maria.antonia.velez

 

 

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D