Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

a vida em azul cueca

31
Ago16

94 - OS FILHOS, A VIDA, O NIRVANA E EU


Mac

O adolescente cá de casa contesta, argumenta e contra-argumenta. Uma das regras mais contestadas é a arrumação. Ele não gosta de nada arrumado, a mãe dele gosta bastante, se não arrumado, pelo menos longe do estado caótico de feira em fim de dia.

 

Gosto da roupa suja nos cestos e não acumulada no quarto, à espera de magia se transformar em lavada e passada nas gavetas (uma chatice, bem sei), gosto dos sapatos na sapateira, porque sem pés lá dentro, eles não caminham e largados a meio do corredor, estorvam (outra chatice), do lençol de banho a secar, sem ser em cima da cama (as chatices não têm fim à vista), da loiça suja na máquina e não no lava-loiças à espera do gnomo da limpeza (pois é, mais outra). Enfim, toda uma rotina que tem sido contestada, porque sim, porque dá trabalho (a nós também, filho), porque implica mexer as mãos, os pés e a cabeça (os nossos também) e porque eu acho que mesmo que haja quem possa fazer tudo isto, que não o adolescente, ganhar autonomia, até nas tarefas da casa, só faz bem e é muito bom.

 

Dei por encerrada toda e qualquer tentativa de diálogo, explicações ou qualquer forma suave que leve a bom porto o funcionamento desta casa na cabeça adolescente (que ele sabia, mas desde há uns tempos para cá, tornou-se uma chatice) e ontem o adolescente ficou sem roupa lavada (a que gosta), mas dono de um monumental monte de roupa suja abandonada no quarto, porque há vários dias que não põe a roupa suja no cesto para o efeito e ninguém nesta casa lhe apanhou a roupa. Uma chatice. Esta mãe viu a roupa a acumular-se (e o que me custou ver aquilo?), sodona também viu (e o que nos custou resistir a uma arrumação radical?), foram feitas várias máquinas, mas sem uma peça da pessoa que impôs a sua não regra. Nada foi lavado, porque nada estava no cesto da roupa suja. Essa é a regra da casa.

 

Ontem o adolescente aqui de casa ficou sem roupa lavada, já o disse, não foi? Foi. Hoje já havia roupa suja no cesto.

 

[agora falta-me arranjar uma forma de o fazer não responder torto, revirar os olhos e bufar (pffffffffffff), ouvir quando o chamamos, não contestar tudo e tudo, gostar de sair connosco e de estar connosco, não nos achar velhos, decrépitos e uma chatice. acho que é só. é isso, ou já não sou capaz de processar tantas negações. e chatices. pffffffffff]

 

#quemtemumadolescentetemtudo #meus_ricos_filhos #tenhoosentidodehumordeumapedra #hámãesmelhoresmasfoiestaquetecalhounarifa

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2011
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D