Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

a vida em azul cueca

17
Jan12

28 - O MEU PÓS PARTO, CAPRICHOS, DÚVIDAS BIPOLARES E COISAS ASSIM


Mac

 

 

 

 

 

O meu bebé dá-me muito boas noites, se pensar no que ouço falar em recém-nascidos e bebés por estas idades, mas já me deu algumas assim assim, daquelas de ficar no berço de olhos lindos muito abertos e sorriso escancarado, à espera de grandes interacções com a sua progenitora, eu, que nos entretantos entra em estados hipnóticos, enquanto faz tentativas vãs para o convencer que dormir é uma cena muito boa. Também já me trocou as voltas às horas de mamar e já me estafou, quando resolveu que a coisa não se iria processar de três em três horas, mas de duas em duas, o que vale é que de vez em quando faz destas, mas depois volta aos horários de três em três. Já desatou a berrar e não era fome, nem sono, nem cólicas, era só neura. Já teve dias em que só queria colo, como se o berço estivesse habitado por ouriços e eu com os braços a doer, adormecidos e cansados.

 

E às vezes fico irritada, um bebé a chorar por mais de vinte minutos, consegue atirar com um adulto para estados de desespero puro. Às vezes fico cansada, afinal noites até às cinco da manhã, ou de três em três horas, deixam-nos meias azamboadas. Às vezes fico zangada, de tão longe que estou (outra vez) de mim. Pois é, se pensamos que eles são bonecos mecânicos, pois que nos enganamos e muito.

 

Estes primeiros meses não são fáceis para nenhuma mãe, mas com o segundo filho já sabemos ao que vamos, lembramos-nos bem de como foi com o primeiro, bom, lembrar, lembrar, não nos lembramos assim tanto, dizem que se nos lembrássemos bem, só tínhamos um filho e era o fim da espécie, se não o fim, a solução para a sobrepopulação do planeta, deve ser a natureza a defender-se. 

 

Mas depois ele sorri-me, mostra-me aquelas gengivas carecas, e se ele sorri, com aqueles olhos lindos, diz-me árru e eu acho que as noites trifásicas, o berço de faquir, o estado de vaca leiteira e a falta de tempo para mim, não são assim tão importantes. 

 

Os bebés são pessoas, e claro que são todos diferentes, até entre irmãos o são, também têm dias bons e dias maus, têm os seus humores e os seus maus humores. A verdade é que se quisesse exercitar o meu instinto, só por exercitar, tinha comprado um Nenuco e a coisa estava feita, mas quis ter filhos. 

 

E isto é só o começo, sei-o bem, afinal já cá tenho outro.

5 comentários

Comentar post

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2012
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2011
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D