Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

a vida em azul cueca

25
Fev21

330 - Uma espécie de claustrofobia existencial, um ódio visceral aos parentes ricos dos pijamas, as roupas para o desconfinamento, a vida, o nirvana e eu


Mac

275

 

- 41º dia de confinamento, 2ª temporada -

 

Farta, fartinha até às raízes por pintar dos meus cabelos, juro que já não aguento roupas confortáveis sinónimo de dias a fio em casa, sabrinas e sapatinhos fofinhos de casa, já não aguento as roupas de andar por casa, tenho-lhes um ódio que só uma tesoura resolve, quero as minhas roupas de andar ao ar, saltos altos, lantejoulas, sedas, linhos, quero roupas de sair e sei lá mais o quê, sinto uma claustrofobia existencial que só se resolve com ar, esplanadas e bater perna por aí, para começar.

 

Para mim chegou a hora de começar a pensar no que vou usar quando desconfinar, já esgotei as ideias para fazer conjuntos com coisas disfarçadas de parente rico de pijama. Foi o que fiz, pus-me ali à frente do espelho a experimentar roupa. Logo para começar tinha de ter a certeza que as coisas ainda me serviam, que ainda sei andar de saltos e que tudo está bem. Está. Podia estar melhor, mas perante certos comportamentos alimentares e de vida, não posso esperar milagres. Tudo se resolve a seu tempo.

 

Comecei por experimentar aquele vestido de cavas em lã com uma camisa e gostei do resultado, 

 

279

 

depois esta saia em polipele com um camisolão branco que comprei antes do confinamento e ainda só conhece as paredes desta casa, coitado, e também o casaco que faz conjunto com o vestido, mas com umas calças de bombazina e o hoodie branco.

 

278

 

A seguir vesti as baggy pretas em polipele com a mesma camisola que ainda não conhece o ar puro, mas com umas botas rasas e um cinto de lantejoulas.

 

277

 

Mantive as baggy pretas, o cinto e as botas rasas, e pus uma camisola preta com um casacão de lã bordeaux.

 

276

 

Ainda com as baggy, voltei a vestir o hoodie branco, mas calcei os botins de zebra.

 

280

 

Por fim mudei tudo, vesti novamente as baggy de bombazine branca com um hoodie azulão e uns botins castanhos.

 

Foi isto. Continuo uma pessoa bastante produtiva. E prevenida.

 

 

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2012
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2011
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D