Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

a vida em azul cueca

15
Jun18

280 - A Sério??!! Menos, por favor


Mac

 

 

 

 

 

Há uma corrente de pensamento que denomina as mulheres cheiotas, acima do peso considerado aconselhável para aquela altura, com rosquinhas, refeguinhos, vá gordas, de reais. Mulheres reais. Também há quem diga parteleira, portanto nem sei para que me preocupo.

 

Mas preocupo. Por acaso estou à vontade para falar sobre esta coisa das mulheres reais, porque aviso já, sou uma mulher com variações de peso. Para mais. Também já fui uma mulher magra, sempre magra e com dificuldade em pôr peso, cheguei mesmo a fazer dietas de engorda (inocente), mas aos 36 anos a vida achou que bastava de me dar magreza e resolveu que iria conhecer o outro lado da moeda. E cá estou eu a desejar comer tudo quanto me apetece (e apetece-me muito tudo) e ser magra, a olhar para os idos 34 e 36 onde não caibo, e a não saber como passei a ter o problema ao contrário.

 

Eu conheço os dois lados da figura e ambos são reais. Eu era real quando era muito magra. E a minha realidade era querer engordar. Agora a minha realidade é querer ser magra. Se calhar há quem se tenha instalado na gordura e ache a magreza irreal. Não é. Está ao alcance de todas.

 

Isto de se chamar às mulheres badochas, as que têm refeguinhos, rosquinhas e formas arredondadas, mulheres reais é só uma forma retorcida de nos chamarem gordas, as gordas, a realidade das gordas, reais gordas, mais nada. Eu sou tão real quando sou gorda, como quando estou magra depois de um esforço enorme para perder peso, horas de exercício e boca cosida a linha de pescador, mas real e magra. Eu não sou menos real quando estou magra.

 

Pronto, era isto, não gosto que nos chamem, a mim e às outras, mulheres reais. Real é a tua mãe.

 

 

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D