Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

a vida em azul cueca

18
Fev20

256 - A dona de casa perfeita(mente desesperada)


Mac

 

 

Para aqui dedicada às limpezas de coisas que se andam para aí a arrastar e ao abandono, descobri duas soluções, uma para limpar as peças em camurça, antílope e parecidas, a outra para tratar da placa do ferro de engomar.

 

Quanto às camurças e parecidos, cansei-me das borrachas, que aos meus olhos não limpam nada, das escovas de arame, que para pequenas áreas até resultam qualquer coisa, mas se a peça for grande, como um casaco, não é prática, então experimentei a palha de aço para escovar e a lima das unhas para zonas com sujidade mais chata, como nos sapatos junto à sola. Resultam lindamente. Basta passar a palha de aço, que tem de ser fina, sempre no mesmo sentido até saírem as manchas e a peça fica impecável. Depois é só escovar para tirar os restos de palha de aço que vão ficando e já está. Para fazer isto é boa ideia usar um avental e luvas de borracha, e tratar da peça num sítio fácil de limpar, porque é uma operação que faz muita poeirada com o aço que se vai desfazendo. 

 

(e não, a peça não fica careca, mas acredito que se escovarmos até à inconsciência, é bem capaz disso, mas como não é preciso escovar até à inconsciência, fica só impecável)

 

 

E cansada também das barras que prometem limpar ferros e com uma sodona que me consegue sujar a placa (aquilo chega a parecer que tem alcatrão agarrado) , mas não me queima a roupa (mais um mistério por resolver nesta casa, ex aequo com as tampas dos tupperwares e meias desirmanadas), arranjei uma forma de limpar a placa sem cheiretes a parafina, coisas estranhas e mandingas. Faço assim, molho uma toalha de turco a que não tenha muito amor, depois espalho Fairy (se calhar pode ser outro detergente para a loiça, mas aqui é este que se usa e como também é um bom tira nódoas de nódoas de comida, começo a achar que se calhar encerra mistérios) e com o ferro bem quente passa-se por cima da toalha impregnada em Fairy. Repete-se a operação até a placa voltar a brilhar.

 

É isto.

 

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2011
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D