Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

a vida em azul cueca

12
Dez14

25 - AS COMPRAS, O NATAL, O NIRVANA E EU


Mac

O meu problema com as compras em geral, as de Natal em particular, é uma estrondosa falta de concentração. Sou como aqueles estudantes que não querem estudar e tudo lhes rouba a concentração do estudo. Até o voo incerto de uma mosca. Claro que depois é o que se sabe. É como eu, claro que depois só consigo ter as compras de Natal feitas na véspera, quando me encontro apertadinha de prazos e de faca apontada ao pescoço.

 

Como disse fui às compras. Muni-me da minha lista, que tem bem assinalado o limite de valor a gastar com cada um, tem o que quero dar a quem e várias hipóteses de presentes para os que estou indecisa, também inclui vários pontos de interrogação, mas isso não interessa, com tanta coisa gira, algo me surgirá. Calcei umas botas rasas, para poder andar muito, comi bem antes de sair de casa, para não me tentar nas pastelarias da vida e assim perder tempo, e estava bem alimentada, confortável e de cabeça bem organizada à abertura das lojas.

 

Comecei a andar, certa da minha missão e vi umas mantas giríssimas para os meus filhos, tão baratas, tão tudo, e também uma fuga ao plano, não faz mal, só uma não faz mal. Pois. Então comprei as mantas. Depois vi umas meias muito boas em promoção e ai que baratas, e os miúdos estão a precisar de mais meias, e olha os pijamas e levo mais estes, que são mais quentes e está muito frio, ah uma segunda fuga aos planos não faz mal, até porque se trata de grandes oportunidades e conheço-me, se não levar agora, tenho que vir cá depois, porque os miúdos precisam mesmo. Ora então deixa cá olhar para a lista. Olha, preciso de bolachas de frutos para o mais novo, deixa cá ir às bolachas, que me ficam mesmo em caminho, e já agora levo uns chocolates para o fim-de-semana. E deu-se a terceira fuga ao plano, já quase onze da manhã e nem um presente comprado. Ai espera, está ali aquela que costuma ter coisas giríssimas para a casa, preciso de dois ananases em madeira, prateados ou dourados, para fazer o centro da mesa. Quarta fuga ao plano. E preciso de uns botins castanhos, não vejo nada de jeito, quinta fuga, ah mas espera, aqui encontro o presente para mãe querida. Olhei para a lista e senti-me mal. 

 

Moral da história: Com plano, estratégia e tudo o que me lembrei e consegui reunir, consegui comprar um presente. Um. Vou instituir o Natal sem presentes, parece-me.

 

[inconscientemente faço de propósito para me ver nos infernos das vésperas de natal, só posso. mais um fenómeno da psique que entrego de bom grado à ciência para que estude com carinho]

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2011
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D