Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

a vida em azul cueca

07
Nov18

225 - Os meus problemas, o tira-verniz, a vida, o nirvana e eu


Mac

Deixem-me que vos diga o que é desilusão amorosa. Desilusão amorosa é esta pessoa parar de propósito num determinado supermercado para comprar o melhor tira-verniz do mundo e não haver. Perguntar por ele e dizerem-lhe com uma cara lavada (ao menos isso) que nem sabem do que a pessoa fala. Brincalhões. Meteram-se com a pessoa errada, meteram-se com a pessoa que fotografa os filhos desde o dia em que eles nasceram, as gracinhas, os babanços e os desastres, as flores, as nuvens e os pássaros. A pessoa tem provas que o tira-verniz existiu, pode já não existir, mas ainda tenho um frasco comigo. É verdade tinha 4 frascos que vieram ter comigo há 10 meses, quando gosto muito de um produto, faço isso, tenho de ter comigo quantidades razoáveis de coisas, dá-me segurança e fé na humanidade, isto são muitos anos a virar frangos, cansadinha de amar um produto e dizerem-me de cara lavada (valha-lhes isso) ah foi descontinuado. Pois. Até pode ser descontinuado, jurarem que esta pessoa tem delírios e visões, mas a pessoa é prevenida e tem provas. Então como não tiro assim tanto o verniz como isso, os frascos duraram-me 10 meses, vendo bem tirei muito verniz. Não interessa. Reparei entretanto que devia ir lá amiúde, trouxe orquídeas baratíssimas, chocolates com recheio de massapão - o que é aquilo, pedações de céu? - trouxe velas e fitas para o Natal, e legumes. Gostei muito dos legumes deles. Por acaso hoje o meu adolescente acompanhou-me porque fomos a uma consulta de otorrino, e vai e diz-me assim, mãe preciso de comprar porcarias, então comprámos batatas fritas, umas caixas gigantes de gomas e bolachas. Não são para mim, que eu nem vejo estas coisas, quanto mais come-las, cruz credo, canhoto, canhoto, estou em abstinência para o Natal, ah mas quando o Natal chegar, vai ser ver-me a comer Bolo Rei, Filhoses, Sonhos e Coscorões. Bem, também trouxe um tira-verniz comum, agora lavo bem lavado o frasco da esponja, aquele em que a pessoa enfia os dedos à vez e tira o verniz na paz dos anjos, lavo aquilo e encho com o líquido que comprei. Resta-me rezar que o líquido seja tão bom como o que vinha no frasco da esponja, é que aquilo não é só o sistema da esponja que é supimpa, há milhares de marcas a fazer igual, é o líquido senhoras, aquilo é um líquido que a pessoa mergulha a unha pintada e sem esforço o verniz derrete-se, desaparece.

 

A minha vida é só problemas. Só. 

 

 

• Instagram @maria.antonia.velez

 

 

 

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D