Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

a vida em azul cueca

02
Out19

250 - A dona de casa perfeita(mente desesperada)


Mac

z5568 atiro tudo ao ar.JPG

 

 

 

uma conhecida minha ia ao ginásio para relaxar . era zen . levantava-se de manhã, deixava o filho mais novo na escola e fazia a sua aula . deu-se o caso dessa conhecida querer marcar a sua aula preferida e vai a aplicação do ginásio e diz-lhe assim, não pode ser, já não há vagas . a pessoa tomou-se de um rubor facial, uma quentura nos nervos e ligou para lá - contou-me ela, porque eu não adivinho nada - de lá disseram-lhe que se fosse meia-hora antes da aula e pedisse uma senha lhe garantiam a aula . estragou . lá se foi o zen por uma palhinha de bambu - contou-me ela - instalou-se-lhe o stress matinal, a pressa, os nervos no trânsito, as ânsias no estacionamento, os destrambelhamentos no elevador e entrou no ginásio às 8.20 da manhã, plantou-se à frente do funcionário durante 10 minutos e ficou com a senha nº3 . há pessoas muito doentes, quem são as nº1 e 2? medo . sois uns meninos . aquela pessoa stressa por existir, no dia em que nasceu deixou a sala de partos num apocalipse, não precisa que lhe arranjem motivos que não calculou nem congeminou . a seu favor reza que também é a pessoa que não gosta de stress descontrolado . alguém vai ficar com este stress, talvez o funcionário que retém as senhas escrupulosamente até meia-hora antes da aula . nunca se sabe . coisas acontecem .

 

fiquei tão solidária com o que esta pessoa está a passar que depois da aula não me senti gasta o suficiente e fui fazer uma caminhada extra para o shopping . parece que ando a ver sofás, outra vez, é verdade, ainda não consegui decidir-me entre ter sofás baratos dessa grande superfície sueca e comprar-lhes capas de ano a ano, porque não aguentam os meus rapazes, os meus rapazes são máquinas de estragar sofás, as capas vão a lavar uma meia-dúzia de vezes e morrem, aparecem-lhes buracos, ficam gastas e feias, a culpa é da máquina e dos detergentes, claro , bom, então ainda não decidi se pago por uns sofás como deve ser que talvez aguentem com os meus rapazes, e depois os vejo falecer, enquanto falo todos os dias no preço de 4 dígitos, ou continuo a gastar devagarinho em capas e não digo nada . as casas são para ser vividas . e as capas arruinadas . adiante . então fui ver de sofás a um sítio um pouco melhor, mas ainda não onde sonhei . fui, mas vim de lá com vontade de mudar a casa toda . não percebo se metem drogas nas velas e nos incensos, mas eu cá entro numa loja de decoração e quero comprar o que não me faz falta, o que não tem nada a ver com os meus projectos, nada, entro e parece que me dão com uma marreta na cabeça e apaixono-me por peças completamente fora de tudo quanto imaginei . logo para começar, quero para a cozinha uma mesa redonda para 8 pessoas com os pés em ferro, que não tem nada a ver com o resto da decoração, mas é aquele elemento que me faltava para desconstruir uma zona de refeições completamente enjoativa e monótona . agora só me falta convencer o meu marido que uma mesa não é só uma mesa para fazer refeições e a que temos não serve, há todo um conceito que eu preciso que exista nesta casa, até porque estou à beira do colapso com a história de não ter uns sofás decentes há 19 anos . depois a mesa precisa de umas cadeiras que eu vi, 8, porque a mesa é de 8 lugares e é muito pindérico pôr uma mesa daquele tamanho só com 6 cadeiras . talvez o lembre que daqui a 3 anos completo 25 anos desta profissão de risco e desgaste rápido, eu é que sei e calo muito, talvez até deixe cair que em vez da caneta, quero um relógio e não preciso de dedicatória .  

 

 

 

• Instagram @maria.antonia.velez

 

 

01
Out19

263 - As pessoas que não dizem "bom dia", as chamadas em espera, a vida, o nirvana e eu


Mac

z10003 bom dia.jpg

 

 

 

 

e foste feliz? pergunta esta mãe quase todos os dias aos filhos . mais do que saber se comeram bem, ao que brincaram (ao mais velho já não pergunto), se há trabalhos ou estudo para fazer, foste feliz? és feliz? porque acima de tudo é isto, mais do que o que aprendeste hoje, o que comeste ou se há tpc, és feliz?

 

cruzo-me vulgarmente com pessoas que não sabem dizer "bom dia" aos outros, nem quando os outros tomam a iniciativa e lhes dizem "bom dia", ficam mudas, outras enrolam um "dia", mas esquecem-se do "bom" . bom . booooooooooooom . bom dia, custa muito responder ao bom dia que os outros desejam, custa muito .

 

esta pessoa guarda um bocado da sua vida para fazer uma série de telefonemas . um para a amiga, outro para a mana, outro para marcar uma coisa, outro para isto, outro para outra amiga, outro para aquilo . começa e a primeira não atende, passa à segunda que também não atende, então segue para a terceira e quando está a falar com a terceira, começa o telefone bip bip, silêncio, bip bip e a pessoa desconcentra-se um bocadinho . pouco, sabe-se lá quando é que aquilo para, volta à conversa e nisto bip bip e a pessoa desconcentra-se mais um bocadinho, pouco porque tem de ter uma reserva de concentração . e bip bip e a pessoa desconcentra-se do telefonema e pede para ligar daqui a pouco porque tem de ligar à pessoa que não para de insistir . e liga, mas ainda há a outra que resolve que é boa ideia retornar a chamada e bip bip . sou de um tempo em que se a linha estava ocupada, havia um sinal de impedido . e era tão simples, as pessoas que tinham tentado ligar, voltavam a tentar, quem estava na chamada não fazia a menor ideia que havia gente a querer falar com ela e era feliz assim . isto da chamada em espera é bem capaz de ser a coisa mais parecida com as pessoas que interrompem os outros . também tenho a certeza que a alma penada que inventou isto das chamadas em espera não diz "bom dia" às pessoas .

 

estava a escrever um e-mail, interrompi para ler um sms e seguir o link que veio no sms, depois respondi ao sms, voltei ao e-mail, reli-o e continuei, chegou aqui uma pessoa ao pé de mim e disse-me que não há detergente para a máquina da roupa, disse-lhe que arrumarei os detergentes e agora estão em tal sítio, continuei o e-mail, a pessoa voltou e insistiu na falta do detergente, levantei-me e fui-lhe mostrar onde estava o dito, a pessoa começou a conversar sobre a vizinhança dela, voltei ao e-mail, tocou o telefone e atendi, voltei ao e-mail . depois peguei numas cadeiras aqui de casa e andei a restaurar-lhes a pintura dos pés . as cadeiras da minha casa sofrem com as pessoas que lhes atiram com as escovas dos aspiradores para as pernas . descascam . a dona das cadeiras sofre com as pessoas que não desejam nada de bom aos outros, nem um dia . bom dia .

 

aqui há dias descobri que já não quero ser multi tarefas . 

 

e foste feliz?

 

 

 • Instagram @maria.antonia.velez

 

 

Pág. 2/2

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2011
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D