Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

a vida em azul cueca

30
Set19

124 - vesti, gostei e nos últimos dias foi assim


Mac

IMG_6365-001.JPG

 

 

Cá estamos nós para mais uma ronda de "interpretação" de peças antigas, portanto tudo de outros anos usado de outra forma.

 

 

IMG_6359-001.JPG

 

 

Esta semana voltei a usar a eterna saia plissada da Mango, que já conta com uns anos valentes. Tem sido usada com botins, botas, ténis, sapatos e sabrinas, aliada a camisolas de gola alta, camisas, t-shirts, enfim um número quase infindável de peças, porque é uma boa base, funciona muito bem e resulta sempre, ou quase sempre. Desta vez usei-a com um top sem mangas e sabrinas, acrescentei-lhe um cinto para quebrar o preto quase total e resultou nisto.

 

 

IMG_6354-001.JPG

 

IMG_6279-002.JPG

 

 

Também usei este vestido, mas desta vez com um cinto. Verdade que no meio disto tudo, este vestido é desta colecção da Zara, mas é a única peça relativamente nova, o cinto é lá das calendas e as sabrinas foram as minhas grandes companheiras na gravidez do mais novo, estas em tareco, por exemplo, foram as que usei quando entrei para a maternidade, são portanto sabrinas com uma história de amor.

 

 

IMG_6293-001.JPG

 

IMG_6314-001.JPG

 

 

Também experimentei com sandálias de salto, mas como o meu calçado é também condicionado pelos trajectos e não me apetecia andar no centro de Cascais aos trambolhões, optei pelas sabrinas, apesar de gostar imenso de ver esta roupa com aquelas sandálias de saltos assassinos.

 

 

236.jpg

 

Num outro dia já deu para usar sandálias de salto e aproveitei e usei-as com esta saia e uma camisa em ganga. Por acaso ocorreu-me que estou a gostar imenso de ver roupas de meia-estação com sandálias, talvez corra o perigo de as usar com sobretudos no Inverno, nunca se sabe, é da maneira que finalmente percebo as mulheres que o fazem.

 

 

IMG_20190926_124012.jpg

 

 

E para terminar, mais uma camisa da colecção de Primavera/Outono de 1992 ou 1989, já não sei, que me vem provar que quando apanhamos boas peças clássicas, é agarra-las, com sorte duram 30 ou 40 anos sem nos enjoarmos, mas também não é preciso exagerar e usá-las todos os anos, aí de 6 em 6 está bom e não aborrece ninguém.

 

 

IMG_6395.JPG

 

IMG_6396.JPG

 

IMG_6415.JPG

 

 

  • Instagram @maria.antonia.velez

 

 

 

25
Set19

262 - As pessoas que gosto, as que aturo, as que deviam ser cumprimentadas com uma chapada, a vida, o nirvana e eu


Mac

z10005 pessoas aturo gosto chapada.jpg

 

 

 

as que gosto

situação: o meu filho adolescente tristonho, macambúzio, displicente . esta mãe: ai rico filho, amor lindo da sua mãe, o que se passa, que desalento é esse, meu belo e borracho filho? ó mãe quando é que vão para fora? esta mãe: para fora como? então este fim-de-semana não iam até ao alentejo ? íamos, mas não me apetece; isso não é motivo, vão lá, estava com esperança de ter a casa só para mim, estou a precisar ficar sozinho; sozinho? sim, mãe, sozinho .

 

rico filho precisa de solidão e introspecção para dar uma festança sem a supervisão, vá, presença, de mãe querida . ai rico filho, o diabo sabe muito, não porque é sábio, o diabo sabe muito porque é velho . e este veste zara .

 

 

as que aturo

eu preciso do meu espaço . o meu espaço é um perímetro definido pela minha cabeça e que não pode ser ultrapassado por estranhos, ou pode nos dias em que a minha cabeça não desenhou o perímetro . raros dias esses, mas acontecem, porque também há situações em que a minha cabeça não quer saber de mim e não impõe nenhum perímetro, até vamos dançar a sítios com outras pessoas, vamos ao cinema, estamos em filas, vamos aos saldos, às festas do mar e isso . mas depois há aqueles sítios em que ela desenha o perímetro e é chato que o passem . ora dá-se o caso das minhas aulas de pilates/pump/whatever estarem saturadas de gente, mas eu preciso de espaço, porque preciso, porque tenho medo que me partam os dentes da frente com um calcanhar desgovernado, porque há cheiros que a proximidade não perdoa e porque sou doente dos nervos . e as outras pessoas não querem saber disso para nada, estarem com o queixo em cima do ombro do desconhecido é-lhes natural, estarem naquele bocado de chão onde eu estou não tem importância . mas para mim tem . respeitem as minhas manias, vai que me dá para morder, assim respeitam o meu espaço? a praia, por exemplo, a praia é outro sítio em que ponho o meu perímetro . estou ali no meu guarda sol com a minha cadeira e as minhas coisas - preciso do meu conforto, o tempo da toalha ao pescoço e o bronzeador na mão já era - e chega uma família, o que faz a família? sim, é isso, a família vai plantar-se ao meu colo, mesmo que a praia esteja vazia . querem o meu colo, o meu aconchego e partilhar a minha antipatia . é ilegal empurrar pessoas? a perguntar para uma amiga .

 

 

as que merecem ser cumprimentadas com uma chapada

estava eu ontem no café pela fresquinha, ainda naquele estado que caracteriza muitos seres humanos pela manhã e desata-me a entrar pelos ouvidos o discurso de uma pessoa, daquelas que gostam de se ouvir e estão convencidíssimas que os outros também . a pessoa até estava a falar para o funcionário do café, mas se calhar é mouca e por isso acha que o empregado também é e falava-lhe altíssimo, de vez em quando também rodava a cabeça à procura de contacto visual extra, ah agora temos de separar o lixo e  eu tenho lá vida para isso, eu não sou uma desocupada e coiso, coiso - entretanto tudo quanto a pessoa dizia parecia um ruído indecifrável, depois voltei a ouvir - porque andaram anos a fazer disparates e agora nós é que pagamos.  pois pessoa, pois, já viste os energúmenos dos outros que te estragaram o planeta, tu que foste um exemplo de contenção e consumo inteligente, e agora sugerem-te que separes o lixo, francamente . pensei, não disse, mas tenho-a jurada, aos 55 anos vou dizer coisas que agora só ficam na minha cabeça, aos 55 anos vou dizer muitas coisas . já agora, alguém sabe se é muito ilegal dar chapadas às pessoas? a perguntar para uma amiga .

 

 

o que me rala a mim, a pessoa que vos escreve

basicamente tudo e um pouco de tudo o resto . arranjei o cabelo, fui ao ginásio e saí de lá com o cabelo arruinado . arranjei o cabelo, saí à rua e o dia húmido arruinou-me o cabelo . arranjei o cabelo fui jardinar e arruinei o cabelo . por mera curiosidade académica, alguém sabe se os chapéus estão na moda? a perguntar para uma amiga .

 

 

passo a vida ralada

 

 

  • Instagram @maria.antonia.velez

24
Set19

123 - vesti, gostei e nos últimos dias foi assim


Mac

IMG_6138-001.JPG

 

IMG_6136-001.JPG

 

IMG_6152-001.JPG

 

 

Estou numa de comprar menos e dar uma grande rotação ao que já tenho sem me aborrecer de repetir peças até à inconsciência, portanto o desafio é fazer mais e mais conjuntos com o que já existe. Dá-me um certo gozo usar as peças mais antigas, dão-me aquela sensação de que foram boas compras, como esta saia Alain Manoukian que tem 19 anos, e como é que eu sei? Comprei-a no pós parto do mais velho, estava para o gorducho e na época achava que as saias de malha me ajudavam, não sei se era bem assim, mas a verdade é que ficaram para contar histórias e continuam impecáveis. As outras peças bem antigas são a mala da Burberry e as camisas de seda que já contam com 30 anos, estão portanto umas senhoras. Se calhar não posso chamar a isto moda consciente, nem sustentável, mas outra coisa qualquer, apesar de na época quando fiz estas compras, não ter a menor noção que as coisas iam durar isto tudo, tanto fisicamente como no meu gosto, não iam poluir nada nem ninguém, nem seriam de consumo rápido.

 

 

IMG_6103-001.JPG

 

IMG_6109-001.JPG

 

IMG_6113-001.JPG

 

IMG_6071-001.JPG

 

 

O resto das peças também não são novas e são todas de anos anteriores.

 

 

IMG_6188-001.JPG

 

 

E é isto, na mistura é que está o ganho e com mais ou menos imaginação, combina-se esta camisa com outras calças e aquele top com outra saia e sai qualquer coisa nova, depois é só variar de sapatos e cinto, e está feito, novos conjuntos e zero aborrecimento.

 

 

IMG_6228-001.JPG

IMG_6231-001.JPG

 

 

  • Instagram @maria.antonia.velez

 

 

20
Set19

136 - Andei na net [e por aí] e trouxe comigo


Mac

2019-09-20 casa.jpg

 

 

com a aproximação do outono ganho sempre uma vontade enorme de fazer alterações na casa, trocar móveis de sítio, alterar a disposição das molduras, caixas e caixinhas, reordenar os livros,  ou até mudar um ou outro móvel, mudar os tapetes, enfim, há sempre planos e projectos que no outono acabam por se concretizar, de maneira a tornar a casa mais confortável para os dias frios e chuvosos, a época em que afinal a aproveitamos mais . e também preparar o jardim para o inverno, ver plantas e tratar de encomendar o que é necessário .

 

 

 

entretanto

 

2019-09-20 gostei_01.jpg

2019-09-20 gostei_02.jpg

2019-09-20 gostei_03.jpg

gostei muito dos blazers em xadrez, das calças em xadrez e das saias em xadrez, não sei é se no caso dos blazers estou muito convencida na estética oversized, tenho a sensação que fui buscar um blazer do meu marido, apesar de ele não usar aquele xadrez porque não é um homem folclórico . não preciso de decidir já, se calhar nunca . ainda me apetecem saias floridas e gostei muito das combinações de preto e amarelo, apesar de já andar com um olho nas roupas mais tristonhas de outono e nos conjuntos mais monocromáticos e dicromáticos em tons nude ou terra com qualquer coisa de preto.

 

 

 

2019-09-20 guia.jpg

e porque existem muitas marcas sustentáveis, socialmente responsáveis, com produtos handmade, com uma criatividade infinita e um enorme sentido estético, a  be2adorn  criou o guia maravilhoso das marcas sustentáveis e handmade que o vai ajudar na hora de escolher algumas peças para o seu guarda-roupa . são 30 marcas de acessórios de moda – sapatos, malas e jóias

 

 

2019-09-05 fds.jpg

para o fim-de-semana quero sopas e descanso, ir ao cinema ver o downton abbey, passar no casino estoril para o saturday night fever , acabar o casaco que comecei em agosto, e porque voltei aos tricots e o outono está a começar, já tenho outro na calha .

 

 

• Instagram @maria.antonia.velez

 

 

19
Set19

122 - vesti, gostei e nos últimos dias foi assim


Mac

IMG_5915-001.JPG

 

IMG_5949-001.JPG

 

IMG_5961-001.JPG

 

IMG_5985-001.JPG

 

 

Entrámos naquela época do ano em que já não faço planos para comprar isto e aquilo para o Verão, e os meus olhos já se inclinam mais para as peças de Outono e Inverno, apesar de ainda não estar muito lá, ainda não estar cansada de calor e tudo quanto o Verão tem de bom. Geralmente nesta altura o que tenho chega-me e adoro ainda conseguir fazer conjuntos novos com peças que já estão muito usadas noutras combinações.

 

É o caso das peças destes conjuntos, ambos com saias de cetim, que já foram usadas em n combinações diferentes, já usei as camisolas com n calças e outras saias e as saias com outros tops, t-shirts e camisas, mas ainda houve espaço para dois conjuntos novos.

 

 

IMG_6012-001.JPG

 

IMG_6018-001.JPG

 

IMG_6023-001.JPG

 

 

Além das saias em cetim, ainda consegui usar, enquanto esteve bom tempo, os habituais calções sem grande novidade em termos de conjunto final, com camisas de linho e alpercatas, o mais básico possível, mas que gosto muito.

 

 

IMG_5075-001.JPG

 

IMG_5078-001.JPG

 

IMG_5792-001.JPG

 

IMG_5793-001.JPG

 

 

• Instagram @maria.antonia.velez

 

 

18
Set19

261 - A oficina, o carro sem travões, as cotonetes, a vida, o nirvana e eu


Mac

z9261 maquilhagem desperdício.JPG

 

 

 

saí de manhã cedo para levar o pedro à escola, depois de o deixar, o carro desatou a apitar e no painel apareceu o desenho de um carro metido num espeto . em encarnado . não sou daquelas pessoas com imenso medo dos painéis dos carros, mas como um carro num espeto não me augurava nada de bom, encostei e fui ver ao manual o significado do meu carro com um pau enfiado na vertical . não percebi bem, porque estava sem óculos e não consegui ler tudo, mas tirei uma fotografia com o telemóvel, ampliei e li que tinha a ver com os travões . ora isto não me pareceu nada de bom, mas tinha a minha aula preferida no ginásio, que não perco nem que a vaca tussa e fui para lá . à entrada lembrei-me que o estacionamento é subterrâneo e se calhar a seguradora não ia achar muito correcto da minha parte que tivesse usado quatro ou cinco carros como fardos de palha para amparar a travagem do meu, então deixei o carro no estacionamento térreo, que é de um hotel . telefonei ao meu marido e expliquei-lhe que hoje provavelmente ficaria viúvo, mas ainda lhe dei a hipótese de trocar de carro comigo, visto que está habituado a conduzir imensas coisas em condições adversas, ele até nem se importou, mas estava fora, portando optámos pela viuvez dele . depois da aula lembrei-me que o caminho do shopping para casa é muito inclinado, não é que o faça muitas vezes, mas vai que o vá fazer em breve, tive uma visão bem nítida de mim a passar a quinta patino num carro desgovernado, a seguir em frente e a parar só no golfe, com o risco acrescido da seguradora não achar graça a que fizesse de 4 ou 5 carrinhos de golfe os meus fardos de palha para me parar o carro, então achei que era melhor passar pela oficina e expor os meus receios . expus e eles arranjaram-me uma vaga para a 1 da tarde . fui para casa, tomei banho e senti que não me apetecia levar o carro à oficina, talvez amanhã às 8.30 . então liguei para lá, mas disseram-me que não, que era hoje ou sábado e eu achei que era melhor ser hoje . levei o carro - ainda aí estão? eu cá já me fui embora - e resolvi que era boa ideia ir ao supermercado ver as promoções e os chocolates .  parecia-me que o supermercado era mesmo ali ao lado, mas nunca tinha andado ali a pé, portanto não era, o supermercado fica a 50 quarteirões da oficina e como eu estava de saltos altos, ficou-me a 80 quarteirões . quando lá cheguei até tive vontade de trincar as suculentas que estão a € 1.39, mas tive receio que achassem que sofro de taras . não trinquei, mas fui compensar-me para os caixotes de papelão dos chocolates . também vi cotonetes com o pauzinho em papel e trouxe, porque agora sou inimiga de plástico em geral e de plástico de uma única utilização em particular . ligaram-me da oficina a dizer que afinal não tinham as peças e que tínhamos de marcar para sábado . perdi-me . e aqui foi a parte em que tive vontade de espernear e guinchar, atirar com os sapatos para cima das pessoas e isso, mas fiquei quieta porque a minha mãe me ensinou a comportar . paguei as minhas compras e depois lembrei-me que estava sem carro e tinha de carregar com aquilo durante 90 quarteirões . nem tudo está perdido, agora tenho chocolates, vou a comer chocolates - isto sou eu a pensar - e se pensei, fiz, mas estava imenso calor e com calor os chocolates sabem-me a vomitado, então resolvi analisar as cotonetes e para isso colei a embalagem à minha cara, agora já podia, não estava ninguém a ver que eu sou completamente pitosga: o bastão das cotonetes é em plástico, em pláaaaaaaaaaaaaaaaastico .

 

 

• instagram @maria.antonia.velez

 

17
Set19

260 - As férias, os filhos, Setembro, a birra de sono, a vida, o nirvana e eu


Mac

 

2019-09-17 estes dias.jpg

 

hoje

 acordámos com uma manhã gelada e nevoeiro, parece que o verão se está a ir embora, como se ele tivesse chegado em força este ano . estou cansada do verão que não existe . sou do tempo em que junho, julho e agosto eram meses com dias seguidos de calor, não havia vento, muito menos frio e céu nublado . até já estou desejando que venha o outono . estou para este verão como para  as pessoas que têm a mania que são difíceis, não tenho paciência para elas . aquelas pessoas que nunca estão disponíveis, que assumem uma passividade na vida como se as amizades e as relações se auto alimentassem, ou fossem alimentadas só por um . cansam-me . não sou daquelas pessoas que invista muito em gente que é só receptiva, em esponjas de afecto, ou amebas . ou se mexem e somos amigos, ou nada feito. ora, também gosto de receber . gosto até que me macem . mas não em demasia . estou assim para o verão . não me maçou de calor, não me encheu de praia e noites na esplanada . estou cansada dele . 

 

entretanto

no outro dia alguém se queixava do cansaço que as férias dos filhos lhe trazem, pudera, hoje em dia os miúdos acham que os adultos servem para os entreter, que são assim uma espécie de barbies e kenes mas com dinheiro real, carros reais e quase mudos . sei lá eu porquê, instituiu-se que os miúdos têm de ser entretidos e aquela coisa natural e simples da infância que é brincar com os irmãos, amigos ou sozinhos, quase desapareceu, não me espanta que assim as férias dos miúdos sejam mega cansativas . não digo que nunca se brinque com os filhos, é bom brincar com eles, mas também é bom ser adulto . e incentivar a autonomia, independência e a imaginação das crianças . muito, muito . tenham dó da senhora,  desde os 20 anos que não tenho energia para acompanhar miúdos em correrias, pulos e mergulhos .

 

por aqui

os meus miúdos estão com as aulas em pleno e eu voltei ao verniz encarnado nas unhas . é isso, já não me sinto muito verão e o branco nas unhas já era, pelo menos por hoje .  amanhã talvez mude de ideias .

 

 

• instagram @maria.antonia.velez

 

13
Set19

121 - vesti, gostei e nos últimos dias foi assim


Mac

IMG_5094-001.JPG

 

IMG_5097-001.JPG

 

 

Apesar de ser uma das minhas tendências de Verão, este ano usei mais peças em tie-dye do que nos outros anos, porque experimentei a técnica, tanto com tintas como com lixívia, e achei giríssimo dar uma vida nova a peças que já tinha, não tinham especial graça e já estavam no corredor do "já não posso olhar para ti". Não só ganharam uma vida nova, como voltaram a ver a luz do dia.

 

 

IMG_4581.JPG

IMG_4594-001.JPG

 

IMG_5306-001.JPG

 

 

De resto, tenho usado e abusado de saias e vestidos midi.

 

 

IMG_4743-001.JPG

 

IMG_4755-001.JPG

 

IMG_4938-001.JPG

 

IMG_4941-001.JPG

 

IMG_4942.JPG

 

 

  • Instagram @maria.antonia.velez

 

 

 

12
Set19

249 - A dona de casa perfeita(mente desesperada)


Mac

z9147 rica.jpg

 

 

 

já agora que deixo o mais novo na escola, vou ali ao supermercado já de manhã que há pouca gente . já agora que estou aqui, deixo o carro a lavar enquanto vou ao supermercado . já agora que estou no supermercado, passo nas flores e levo já para compor a casa para o fim-de-semana e escuso de ir ao mercado do sábado . já agora que estou aqui na florista, vou ali à óptica ver de uns óculos pré-graduados, por falar nisso, tenho de marcar oftalmologista . já agora que estou a ver dos óculos, vou aqui ao lado à farmácia . já agora que estou à espera, vou ver as novidades da coisa . já agora meço também a tensão arterial . já agora marco pediatra . já que estou a marcar a pediatra, aproveito e marco o dentista . já agora que vou ver a minha tia, aproveito e passo na faculdade do mais velho e trago-o . já agora levo-lhe almoço e ele vai comendo no carro, já agora que se faz almoço para o miúdo, aproveito e almoço ao meio-dia, assim estou com a tia até à 1 e apanho o miúdo à 1.30, já agora que vou a lisboa, faço e aconteço e coiso, já agora . sou uma pessoa de antecipações, poupo imenso tempo e energias com isso, vê-se logo, já agora .

 

 

• instagram @maria.antonia.velez

 

 

 

06
Set19

259 - As férias, os filhos, Setembro, resoluções, a vida, o nirvana e eu


Mac

2019-08-01 Férias_01

 

 

entretanto houve férias, banhos a sul, a meio e aqui, muita água, areia e gelados, portanto coisas de praia . para mim não houve bolas de berlim, nem pirolitos, línguas da sogra e queques, porque agora sou uma pessoa fitness, vá, tento ser, tenho vontade e estou empenhada, e isso parecendo que não, é muito . mas houve sardinhas,  houve as coisas normais das férias e entretanto agosto acabou, apareceu setembro, o mais velho já começou as aulas e o mais novo começa já para a semana, eu vou regressar às minhas rotinas de mãe uber, mãe aqui, mãe ali, mãe faz, mãe acontece, mãe precisa de férias, logo assim no começo para não perder o hábito, tenho capas para pôr em livros escolares e não me apetece, material para etiquetar e não me apetece, e vamos para o último fim-de-semana das férias grandes, o verão bom quente e simpático chegou agora às minhas bandas e eu mergulhei nele, mas se setembro é o novo janeiro, então também há resoluções, apesar de nunca o fazer em janeiro:

. aprender os nomes de todos os feitios de calças. umas baggy não são umas boyfriend, umas mom não são umas paperbag.  

. experimentar todas os cafés de cápsula das marcas concorrentes da coisespresso. 

. pintar as unhas dos pés durante o inverno para não ter de usar meias nas aulas de alongamentos, ou não pintar e não me importar com isso

. não deixar que me pintem o cabelo de loiro e quando peço castanho, é castanho, castanho não é loiro. fazer referência a isso num tom antipático e se continuar a sair loira, dizer que já não gosto. se for preciso, ser ainda mais antipática.

. não deixar que a barriga seja o meu único crescimento pessoal.

. ler mais, ouvir menos, escutar mais, falar menos e dizer mais, comer menos, cantar mais (mesmo que o meu adolescente me diga "ooooooooooooooooh mãiiiiiiiiiiiiiiiiiii por favooooooooooor")

. quando começar a ver o que se vai usar neste inverno, não desatar a dizer cruzcanhotonãovouusaraquelenojoosmeusolhososmeusolhos, não é verdade, raramente é verdade e depois tenho de assumir que afinal até é giro e mais não sei quê. lá está, calar mais.

. não me deitar tarde todas as noites, para perceber todas as manhãs que não foi boa ideia

. maquilhar-me mais, escrever mais e publicar os rascunhos aqui no blog.

. saber de antemão que há coisas que não vou conseguir fazer, apesar de querer, e não me importar muito com isso 

 

 

2019-08-01 Férias_02

 

• instagram @maria.antonia.velez

 

Pág. 1/2

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D