Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

a vida em azul cueca

19
Mar18

15 - Às vezes gosto do Inverno [mas morro de saudades do Verão todos os dias]


Mac

 

 

 

 [Juro que estive para não dizer qual é o melhor brunch de Cascais arredores, apetecia-me deixa-lo só para nós, se não para sempre, por mais uns tempos. Ou até à época de praia em que me deixo de brunchs e programas alternativos, e aterro é no areal na base do "tenho de aproveitar isto das 8 às 8", mas pronto, sou uma língua de trapos]

 

 

Há muitas coisas de que gosto muito e muito, imenso, nesta vida, uma delas é as manhãs de domingo de Inverno, sem pressa para nada e sem coisas para tratar. Gosto de vestir roupas confortáveis, da (quase) ausência de horários, fazer tudo a um ritmo impensável durante a semana e acabar a brunchar também ao nosso ritmo.  

 

 

 

 

 

 

Nos últimos tempos o nosso brunch preferido é de longe o do Hotel Baía, por todos os motivos. 

 

Para começar já éramos fãs do restaurante, portanto passarmos à versão brunch num espaço que adoramos, com um ambiente calmo, com aquela vista para a baía, com os funcionários mega simpáticos a que estamos habituados, e perto de casa, foi só uma das melhores coisas dos últimos tempos.

 

 

 

 

 

 

 

 O brunch é muito variado e muito bem confeccionado, desde os pratos quentes, aos frios, às saladas, sobremesas e há de tudo, desde diferentes granolas, iogurtes, imensas frutas, doces de colher, ovos estrelados e mexidos, salsichas, bacon, pasteis, peixinhos da horta, sumos naturais, mexilhões, carnes frias, queijos, enfim, é impossível descrever tudo.  

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 Para mim o mais complicado é escolher, acho sempre que vou conseguir chegar a isto ou aquilo que me ficou debaixo de olho no outro domingo e depois perco-me dos meus objectivos, porque de repente também já me apetece mais isto e aquilo.

(por isso é que temos de voltar)

 

 

 

 

 

  

 

 

 

É tudo óptimo, mas apesar do meu desnorteio, há uma salada que nunca me pode falhar, a de camarões com melão, papaia, morangos e alface.

  

 

 

 

  

 

 Acho que dá para perceber porque é que este é de longe o nosso brunch preferido.

 

 

 

 

 

 

16
Mar18

99 - Andei na net [e por aí] e trouxe comigo


Mac

 

 

. esta semana gostei de casacos bem grandes em tons pastel, camisolas de gola alta em tons nude, saias encarnadas com camisas brancas, mochilas (tenho de arranjar uma gira), do biker, e blazers também, com pólos de capuz, de puffer jackets, e do regresso dos casacos tipo chanel .

 

 

 

 

 

 

 

  . um colar da marta de ornelas, que tem peças lindas e super originais, e que foi amor à primeira vista .

 

[loja marta de ornelas no castelo de palmela]

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 . para o fim-de-semana: os casacos giros da mariagulha, os perfumes dele e da matéria-prima ediçõesa pitada do pai do rui marques, com imensas receitas práticas, muito saudáveis e que os miúdos adoram .

 

[fiz o creme de abóbora e castanhas que já entrou para o roteiro dos pratos de sucesso desta casa, é fantástico]

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 . do museu dos coches, trouxe o livro com todos os coches e respectiva história . 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

. a pensar na páscoa, da flying tiger uns ovos para os mais pequenos pintarem e outros para comerem; e da kasabordallo pinheiro loiças com passarinhos e coelhos para o almoço de páscoa .

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 . ideias para a casa .

 

 

 

 

 

 

 

. e a frase da semana .

 

 

15
Mar18

216 - A dona de casa perfeita(mente desesperada)


Mac

 

 

 

 

 

Ontem às sete da tarde eu não tinha nada que fazer. Não tinha de dar banho ao mais novo, tratar do jantar, arrumar umas roupas passadas a ferro. Nada. Aliás as sete da tarde nesta casa são de um marasmo assustador.  A acrescentar tinha o meu marido a fazer uma cirurgia. Portanto ter uma invasão de formigas na cozinha foi o divertimento do dia.

 

Foi muito divertido. Pus o mais velho a vigiar o banho do irmão (acho que tomou banho), a ajuda-lo a vestir-se (apareceu com o pijama vestido), pus os miúdos a jantar, esvaziei os armários todos, inspeccionei todos os pacotes, pus tudo dentro de sacos grandes que fechei, lavei os armários todos, pus-lhes biokill, e deixei tudo a arejar durante a noite. Daqui a bocado vou forrar os armários [*]

 

O que raio fazem as formigas numa cozinha às sete da tarde de um dia de chuva torrencial em Março? Numa cozinha em que tudo quanto são alimentos estão fechados em sacos com molas, frascos herméticos e latas? Não há nada para roubar, debicar, levar. Nada. Nem uma migalha no chão. Nada.

 

[sim é verdade, esta casa ganha vida própria fora do horário de expediente de sodona, estou a pensar trocar-lhe as voltas e propor-lhe que venha trabalhar só aos fins-de-semana e entre as seis da tarde e as 8 da manhã]

 

[a vida soube que eu tenho um blog e resolveu fornecer-me temas, mas ainda faltam os das viagens, roupas e forró, é só para lembrar]

 

 

[*] diz nas instruções do Biokill que podemos usar nos armários de comida, desde que depois se forre os mesmos. Nunca fiz isto nos armários de comida, vamos ver.

 

 

 

#ADonaDeCasaPerfeita(mente desesperada)
#OKarmaéUmaKabra

15
Mar18

02 - Vesti, gostei e sou bem capaz de repetir


Mac

 

Este Inverno fixei-me nas saias bem compridas, calças largas e skinny jeans, e quebrei os conjuntos em preto e preto, branco e preto, e branco e cinzento, com alguma peça de cor. 

 

  

 

  

 

Comecei com alguns tons pastel e depois passei a qualquer coisa de encarnado. 

 

 

  

 

Quase nunca visto mais do que duas cores ao mesmo tempo, porque uma terceira cor não resulta comigo.

 

 

 

 

 

Acima de tudo procuro que além do aspecto estético, a roupa seja confortável e resulte com a minha rotina de vida.

 

 

 

[mais conjuntos, aqui]

15
Mar18

37 - Quem tem um adolescente, tem tudo


Mac

 

 

 

 

 

As Barragens Já Estão Cheiiiinhas? 
- parte II -

 

Depois de um almoço em que o adolescente comeu uma pizza xl e a mãe dele uma salada, fomos a Lisboa para uma consulta no pediatra – ó mãe, quando é que eu tenho idade para deixar de ir ao pediatra? Enquanto saíres num dia como hoje com uma t-hirt, nunca – Choveu todo o caminho. Chovia imenso em Lisboa, mas consegui um lugar em plena 5 de Outubro. Ficámos um bocado à espera que parasse de chover. Não parou, então decidi que era melhor ir pagar o parquímetro. Assim que cheguei ao parquímetro, alguém se lembrou de atirar da varanda um alguidar cheio de água para cima de mim, juro. Não olhei porque me lembrei que não estava com maquilhagem à prova de água e a pessoa não parava de me atirar com alguidares de água para cima. Voltei ao carro e decidi que vinha para casa, mas depois decidi que já estava molhada e até casa é meia-hora, então saímos do carro e fomos para o pediatra. O adolescente não quis ir debaixo do meu guarda-chuva – diz que sou muito baixa – e foi junto aos prédios. O meu guarda-chuva virou-se e eu resolvi desvira-lo, para isso, acabei de molhar o que ainda havia seco em mim. Fiquei completamente encharcada. O adolescente quase nada.

 

Quando voltámos a entrar no carro, tirei as botas e vim a conduzir descalça. Ao menos assim os pés ficaram secos. O adolescente secou o quase nada molhado em minutos. Eu cheguei a casa e tive de mudar de roupa.

 

Aos 18 anos, dou-lhe alta do pediatra e ofereço-lhe um interrail.

 

As barragens já estão cheiiiinhas? Pergunto para uma amiga.

 

 

#ADonaDeCasaPerfeita(mente desesperada)
#AsBarragensJáEstãoCheiinhas?

14
Mar18

26 - Fui ao jardim da Celeste, giroflé, giroflá


Mac

 

 

 

No domingo fomos ao Museu dos Coches. Ainda só conhecia o antigo, que apesar de lindíssimo, não tinha o espaço que este tem.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Os coches estão distribuídos por épocas em duas salas enormes e quando digo enormes, são mesmo muito grandes, o que torna a visita super agradável. 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 No nosso caso este espaço tão amplo foi um bónus porque estávamos com uma criança saturada de estar em casa, sem podermos ir para o jardim por causa do mau tempo, nem fazer actividades ao ar livre. Ele pode gastar um bocado de energia, sem nos preocuparmos se ia contra isto ou aquilo e sem perturbar as outras pessoas, andou à roda pulou e acabou por depois ficar muito mais atento ao museu.

 

 

 

 

  

 

 

 

 

 

 

 

Não é possível espreitar o interior dos coches, mas ao pé de cada um há um ecrã onde podemos fazer uma visita virtual ao interior, além de ficarmos a conhecer outros aspectos, como o enquadramento histórico, a história de cada coche e o ambiente da época, também em algumas projecções que vão sendo feitas nas enormes paredes que funcionam como ecrãs gigantes.

 

 

 

 

 

 

 

 

  

 

 

 

 

É uma visita que vale imenso a pena e é óptima ideia para os dias de chuva. Fica também a sugestão para as férias da Páscoa que se aproximam.

 

 

 

 

 

 

13
Mar18

36 - Quem tem um adolescente, tem tudo


Mac

 

 

 

 

 

Há dois estados na higiene dos adolescentes. O estado “não tomo banho, não preciso e não quero”, e o estado “tomo banho, arranco a derme e a epiderme e perfumo-me até à náusea”.

 

Na fase “não tomo banho, nem preciso”, também se metem na cama vestidos e é lá que vestem o pijama, a roupa suja fica a morar dentro da cama, assim como todos os pacotes de bolachas, migalhas e restos de comida. Na fase “tomo banho”, abrem as janelas de par em par, deixam a cama aberta para arejar, mas o lençol de banho lá em cima - também não se pode pedir tudo, até porque a fase do banho não é sinónimo de arrumação nem de higiene no quarto, é apenas higiene pessoal – esfregam os dentes até ficarem transparentes, usam elixir, fazem a barba, usam creme, desodorizam-se, perfumam-se, penteiam-se e mudam de cor de pele para um tom abaixo.

 

Eu sei porque tenho um adolescente em casa e já transportei um carro cheio deles, em que nenhum tinha tomado banho, nem fazia questão disso, depois transportei-os na fase em que todos tinham tomado banho - e descontrolado no perfume, aftershave, creme, pasta de dentes, elixir e o que mais há para pôr por cima após banho - também já os transportei em fases diferentes e aí uns reclamam com o cheiro dos outros, e numa outra fase em que não tomaram banho mas usaram todos os desodorizantes que tinham em casa.

 

Estas fases não são permanentes e o facto de passar uma fase não significa que não voltem para lá, não senhora, voltam, alternam-nas a seu bel-prazer e nunca se sabe qual é que vai entrar em vigor, quer dizer, cheira-se.

 

 

#AMãePerfeita(mente desesperada) 

#QuemTemUmAdolescenteTemTudo

 

 

13
Mar18

215 - A dona de casa perfeita(mente desesperada)


Mac

 

 

 

 

 

Tinha umas coisas numa gaveta. Estavam ali há seis anos. Aqui há tempos resolvi fazer uma nova arrumação e pus essas coisas num sítio muito mais lógico ao pé das não-sei-quês. Agora não me lembro o que eram as não-sei-quês. Também não me lembro que sítio tão lógico é esse. Lembro-me das coisas que mudei e agora preciso. Não é tudo mau.

 

 

#ADonaDeCasaPerfeita(mente desesperada) 

#AIdadeÉUmaCoisaLinda

 

 

12
Mar18

21 - Dias muito bons


Mac

 

 

 

 

Já há uns tempos que queria muito um casaco destes, tinha-os visto no Pinterest e foi amor à primeira vista. Gosto muito de casacos de lã  e  camisolões bem grossos que não precisam de mais nada e me bastam, principalmente para os fins-de-semana e férias, porque nestes dias mais frios e/ou desagradáveis com vento e por vezes chuva não gosto de andar com várias camadas de roupa, prefiro vestir qualquer coisa confortável e por cima um casaco bem quente. 

 

  

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Este casaco é o melhor exemplo disso, super macio, muito confortável e tão quente que vesti só uma t-shirt com ele. Adoro-o. 

 

 

 

 

 

E já tenho na calha um em linha de algodão agora para quando vier o bom tempo, é que há sempre noites frias mesmo na Estação querida, dias de praia mais frescos e em que sabe bem pôr um casaco de algodão macio e mega giro.

 

 

 

 

 

 

Este veio da Mariagulha Trademark, é lindo e é meu.

 

 

 

 

 

 

12
Mar18

06 - Por estes dias


Mac

 

 

 

mais um fim-de-semana em que jurámos que íamos ficar em casa entre filmes, chás e mantas . ficámos até certo ponto,  ou até ao ponto em que é possível manter uma criança pequena sem correr, pular e dançar onde haja muito espaço, e como parou de chover por um bocadinho, fomos até à cidadela tomar um café, mas como o café estava fechado, acabámos no brunch do hotel baía, fomos mostrar o museu dos coches à criança pequena e ficou dada a volta higiénica . já há flores de páscoa no jardim, já não está tanto frio e já dá para andar com menos agasalhos . é quase primavera e mais uma vez fui buscar um perfume dele . gosto mais dos aromas deles . um dia compro um para mim . cheiram a primavera .

 

 

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D