Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

a vida em azul cueca

27
Fev18

05 - Por estes dias


Mac

 

 

 

 

 

 

nestes últimos dias regressei às roupas coloridas . se não para sempre, por agora . se é que se pode considerar roupa colorida combinações de amarelo e branco, e azul e encarnado . muito amarelo como o sol . para uma pessoa que passa invernos inteiros entre o preto e branco, e na loucura cinzento e azul escuro, é, e isso basta-me . no sábado apanhámos um dia de guincho sem vento e fizemos uma tarde de praia de inverno só para apanhar aquele ar tão bom . e dei por mim a contar os dias para a primavera, depois vem a páscoa e de repente já estamos no verão outra vez . e saber isso dá-me outro ânimo . está quase . de resto, a vida de inverno do costume .

 

 

 

 

 

 

26
Fev18

17 - Mesas para jantar, lanchar, almoçar e pequenalmoçar


Mac

 

 

 

O fim-de-semana teve ares de Primavera com o céu tão azul e temperaturas já mais agradáveis, por isso quando os vi que já havia Ranúnculus no mercado e apesar de ir com ideia de trazer rosas de Sta Teresinha, trouxe-os logo, mesmo ainda não havendo em tons de rosa, os meus preferidos. 

 

 

 

 

 

 

 

Depois aproveitei os tons das flores e pus a mesa do almoço de domingo nos mesmos tons, que associo ao bom tempo, à Páscoa, à vida lá fora e ao sol.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Esta é a altura do ano em que os arranjos são mais bonitos, porque há imensa variedade de flores com os tons mais diversos, desde lisiantos, peónias, túlipas, hortênsias, lírios, frésias, jacintos uva e é facílimo conjuga-las entre si ou fazer arranjos só da mesma espécie.

 

Para a mesa da Páscoa, por exemplo, gosto muito de usar bolbos como jacintos uva combinados com uma espécie diferente.

 

Também a pensar na Páscoa acabei por pôr uma mesa mais primaveril e o almoço de domingo soube-nos pela vida.

 

 

  

 

 

 

 

- mais ideias para mesas de Páscoa, aqui -

 

22
Fev18

214 - A dona de casa perfeita(mente desesperada)


Mac

 

 

 

 

 

Saturada, fartinha, cansada de esperar que o senhor doutor marceneiro me aparecesse para arranjar a porta do armário que tapa a máquina da loiça, que empenou com a inundação, fiz-me à vida. Peguei na porta, medi, lixei e encaixei. Quando a larguei, caiu-me para cima da perna que me fez logo ali um inchaço. Proferi várias palavras coloridas, mas voltei a encaixa-la, aparafusei e pronto, pelo menos a máquina já está escondida. Há bocado apareceu-me aqui o senhor doutor e diz que aquilo estava mal encaixado e que ia empenar mais e que rangia, não ouve, olhe criiiiiiiiiiiii criiiiiiiiiiiiiiiiiiii e eu fiz ar de desentendida e disse-lhe que não percebia nada do assunto, nada. Depois disse-me que aquele tipo de material não pode ser lixado e que é melhor pôr uma porta nova.

 

Senti-me a desfalecer dos nervos e fui para a farmácia queixar-me da perna. Vim de lá com uma pomada para a perna, um anti-rugas para a cara e uns óculos graduados (para os olhos) muito giros.

 

 

#NinguémSubestimeAMinhaCapacidadeParaResolverTudo
#ADonaDeCasaPerfeita(mente desesperada)

21
Fev18

202 - As nossas refeições, a vida, o nirvana e eu


Mac

 

 

 

 

Nestes últimos dias aproveitei para testar pratos novos e a coisa correu bem com os miúdos, que gostaram de tudo. Também era um risco calculado, já que os sabores não eram muito fora do usual aqui em casa.

 

Fiz um creme de alhos franceses, 

 

 

 

 

 

 

- Creme de Alho Francês e Batata Doce -

 

 

. 6 alhos franceses (só a parte branca)

. 6 batatas doce de tamanho médio a pequeno cortadas em cubos

. 2 c sopa de manteiga

. 2 c sopa de azeite

. 1 cebola cortada em rodelas

. 3 litros de caldo de galinha

. sal e pimenta preta moída na altura

 

Aqueça a manteiga e o azeite numa caçarola. Junte a cebola, os alhos franceses cortados e cozinhe 5 mn. Junte as batatas doces e cozinhe mais 15 mn, mexendo bem. Junte o caldo de galinha e tempere com sal e pimenta. Deixe cozinhar por 30 mn, até que as batatas estejam macias. Deixe arrefecer um pouco antes de reduzir tudo a puré com a varinha mágica.

 

 

 

Para a mesma refeição que começou com o creme de alho francês, fiz este frango no forno, que fica mega saboroso e os miúdos adoraram e repetiram,

 

 

 

 

 

 

 - Frango com Mozzarella -

 

 

. 6 peitos de frango

. 2 dentes de alho picados

. sal e pimenta preta moída na altura

. 1 c sopa de manteiga

. 3 c sopa de azeite

. 3 cebolas pequenas picadas

. 1 lata grande de tomate pelado, cortado em pedacinhos

. 2 c sopa de concentrado de tomate

. 2 c chá de açúcar

. 1 c chá de oregãos secos

. 1 chávena de chá de caldo de galinha

. 2 queijos Mozzarella fatiados

 

 

Tire a pele aos peitos e tempere com sal, pimenta e os alhos. Numa frigideira derreta a manteiga e 1 c de sopa de azeite. Frite os peitos de frango três minutos de cada lado, e ponha-os num tabuleiro de forno. Numa caçarola, aqueça o restante azeite. Faça dourar a cebola picada durante 5 mn. Junte o tomate, o concentrado de tomate, o açúcar, os oregãos e o caldo de galinha. Tempere com sal e pimenta a seu gosto e cozinhe por 15 mn em lume brando. Aqueça o forno a 180º C. Deite o molho de tomate sobre os peitos de frango. Cubra o tabuleiro com papel de alumínio e leve ao forno por 50 mn. Retire o tabuleiro do forno e cubra os peitos de frango com a Mozzarella. Leve novamente ao forno por 3 a 5 mn, até que o queijo derreta. 

 

 

 

 

 

 

 

 

Para acompanhar o frango, fiz uma salada de alface e espinafres, e mais uma vez, as batatas super finas em pacote,

  

 

 

 

 

 

- Salada de Alface com Espinafres -

 

 

. Folhas de alface cortadas (usei já preparada em pacote)

. Folhas de espinafres baby (também em pacote)

. 1/2 pepino

. Azeite, vinagre e sal

 

 

Deite as folhas de alface e espinafre numa taça. Descasque o pepino e com um descascador de batatas corte tiras no sentido do comprimento. Junte ao anterior. faça a vinagreta e tempere a salada.

 

 

 

Para terminar uma outra refeição com amigos fiz um pudim de chocolate. Cada vez mais evito os doces aqui em casa, sou muito pela fruta para terminar as refeições, mas há excepções como os dias festivos e refeições com amigos, foi o caso.

 

 

 

 

 

 

 

- Pudim de Chocolate -

 

. 75 g de Maisena

. 7 dl de leite

. 100 g de açúcar

. 250 g de chocolate em barra

. umas gotas de essência de baunilha

. óleo para untar

. 2 dl de natas

 

 

Dissolva a Maisena num pouco de leite. Aqueça o restante leite com o açúcar e o chocolate. Mexa até o açúcar se dissolver e o chocolate derreter. Foro do lume, junte a maisena com o leite. Leve ao lume e deixe o creme engrossar, mexendo sempre. Deite umas gotas de baunilha. Unte uma tigela e deite o preparado. Coloque no frigorífico durante 4 horas. Desenforme. Bata as natas até dobrarem de volume e decore o pudim com as natas.

 

 

21
Fev18

01 - Vesti, gostei e sou bem capaz de repetir


Mac

 

 

 

 

Quase que posso jurar que cada vez menos olho para o meu armário e não sei o que vestir ou acho que não tenho nada para vestir, ou tenho um armário cheio de nada. Não foi um processo fácil, nem levou pouco tempo. Foram anos naquilo de muitos dias a olhar para a roupa pendurada e a não me apetecer nada, a achar que nada combinava com nada e tudo e tudo e nada. Até ao dia em que desatei a fotografar a roupa com que estava porque gostava do conjunto, ou era muito confortável, ou ambas as coisas. 

 

 

No início ainda imprimia as fotografias, depois além de pouco prático, tornou-se maçador e criei uma pasta no telemóvel. Sempre que não estou com ideias, ou não me apetece nada, dou uma vista de olhos nas fotos e faz-se luz, ou encontro um conjunto de que já não me lembrava, ou crio outro, mas a verdade é que já é muito raro não saber o que vestir.

 

 

 

 

 

 

 

Este Inverno os conjuntos de que gosto têm andado à volta disto e quase sempre dentro da mesma fórmula: botins + calças + camisola + casaco comprido ou blusão, mais cinto menos cinto, mais cachecol menos cachecol, de vez em quando ponho uma saia, mudo as cores, reviro e volto a misturar. E não saindo disto, consigo uma data de conjuntos de que gosto e funcionam comigo também em conforto.

 

 

 

 

 

 

 

 Há nirvana no reino dos roupeiros e é possível viver sem olhar para o armário e sentir que não temos nada para vestir.

 

 

19
Fev18

14 - Às vezes gosto do Inverno [mas morro de saudades do Verão todos os dias]


Mac

 

 

 

 

o inverno repete-se nas roupas, nos sítios e nas pessoas . se calhar isso também é confortável . têm sido dias de sítios comuns, vida vulgar e repetições adoráveis . almoços no páteo do guincho e 5 sentidos, ginzada  com os amigos aqui em casa até tarde e conversa boa . mais um café da manhã  a ver o mar, mais um chá e torradas na garrett, faltam casas de chá por aqui só para variar, mais nada, as que há são óptimas, mas poucas, e mais uma visita ao cabinet of curiosities logo ali ao lado, para ver se consigo decidir as novas almofadas para a sala de estar . a minha super orquídea histriónica com 5 pés, tudo na mesma orquídea, assim sem mais nem menos . gosto de brancos nas roupas e na casa . sempre, seja verão ou inverno . ainda falta muito para o verão?

 

 

 

 

 

 

 

 

16
Fev18

97 - Andei na net [e por aí] e trouxe comigo


Mac

 

. conjuntos em cinzento e preto .

 

 

 

 

 

 

. o estilo da emmanuelle alt .

 

[mais uma vez]

 

 

 

 

 . e da  geraldine saglio .

 

 

 

 

 

 . da style du monde, o street style da ny fashion week .

 

 

 

  •

 

 

 

 

. para o fim-de-semana, o nono e último livro traduzido da colecção the complete peanuts (a partir de agora só em inglês); o allure na versão parfum; os bombons com recheio de menta da flying tiger; e muito cor-de-rosa .

 

 

 

  

 

 

  •

 

 

 

 

 

 

 

  

 

 . da inspirações portuguesas  os individuais e as almofadas com os motivos tradicionais portugueses .

 

  

 

  •

 

 

 

 

 . ideias para a casa que fui recolhendo por aí .

 

 

 

  •

 

 

 

 

 

 

 

 

 

  

esta casa .

 

 

 

 •

 

 

 

  

 . um filme, shape of water, tão, mas tão bom .

 

 

 

  •

 

 

 

 

 

. e a frase da semana .

 

 

15
Fev18

201 - As nossas refeições, a vida, o nirvana e eu


Mac

 

 

  

 

Não temos tido grandes novidades nas últimas refeições e tenho jogado pelo seguro com pratos que sei que os miúdos gostam e não levantam questões. No entanto arrisquei fazer um Risotto de Camarão e afinal todos gostaram e resultou bem acompanhado de uma salada de alface simples com cenoura raspada.

 

 

 

 

 

 

 

 - Risotto de Camarão -

 

. 1/4 de chávena de chá de manteiga

. 1 cebola cortada em rodelas

. 2 dentes de alho picados

. 1 courgette cortada em rodelas finas

. 1 chávena de chá de arroz arbóreo

. 4 chávenas de chá de caldo de galinha a ferver

. uma pitada de açafrão

. 250 g de miolo de camarão

. 3 c sopa de queijo parmesão ralado

. 1 c sopa de azeite

 

Aqueça a manteiga numa frigideira grande (se tiver uma wok, é preferível), de fundo anti-aderente. Junte a cebola e deixe alourar. Junte o alho e as rodelas de courgette. Deixe cozinhar por 2 minutos. Junte o arroz e deixe cozinhar. Junte 1/3 do caldo de galinha e o açafrão. Deixe cozinhar em lume brando até que o arroz tenha absorvido quase todo o caldo. Junte o camarão e continue com a cozedura. Se necessário junte mais um pouco de caldo. Junte o azeite e o queijo parmesão. Coloque o risotto num prato de serviço aquecido.

 

 

 

 

Para um dos jantares com amigos, para acompanhar uma carne de porco assada em leite, fiz uma terrina de legumes que é óptima servida quente.

 

 

 

 

 

 

- Terrina de Legumes -

 

. 400 g de folhas de espinafres

. 3 tomates grandes

. 1 l de molho béchamel

. 1 chávena de chá de queijo para gratinar ralado

. 1/4 c chá de noz moscada ralada

. 6 chávenas de chá de legumes (brócolos, rodelas de cenoura, ervilhas, feijão verde, milho, etc)

. 1 c sopa de pão ralado

 

 

Coza os espinafres, escorra-os bem, esprema-os e pique-os. Pele os tomates e corte-os em fatias. Divida o molho béchamel em 3 porções iguais. Junte os espinafres a uma delas, 1/3 de chávena de chá a outra e a noz moscada à última porção de molho. Liquidifique o molho de espinafres para ficar liso. Aqueça o forno a 200º C. Coloque em camadas alternadas, molhos e legumes num prato pirex que possa ir ao forno,. Comece pelos brócolos, tomate e molho béchamel, a seguir ponha as cenouras e o molho de espinafres e termine com o milho, ervilhas, feijão verde e o molho de queijo. Polvilhe a superfície com o restante queijo ralado e também pão ralado. Leve ao forno por 25 mn.

 

 

 

 

 

 

E para sobremesa deste jantar fiz um bolo de peras, que servi quente, mas que também é muito bom frio e sem as natas.

 

 

 

 

 

 

 

- Bolo de Peras e Caramelo - 

 

. 3 peras médias

. 1 chávena de chá de manteiga

. 1/4 chávena de chá de açúcar mascavado

. 1 chávena de chá de açúcar

. 4 ovos

. raspa da casca e sumo de 1 limão

. 1/4 chávena de chá de farinha

. natas para acompanhar

 

Aqueça o forno a 170º C. Descasque as peras, corte-as em 2 e retire-lhes o "coração". Corte cada metade das peras em fatias com 1 cm de espessura. Ferva-as em água durante 3 mn, mas se estiverem muito maduras não é preciso. Numa caçarola junte 1 1/2 colher de sopa de manteiga com o açúcar mascavado e um pouco de água. Leve a lume brando, deixe dissolver e ganhar ponto. Deite numa tigela de pirex, espalhando bem o caramelo pelo fundo e paredes. Coloque as peras na tigela, fazendo-as aderir ao caramelo e cobrindo o fundo e as paredes da tigela.

 

Bata a restante manteiga em creme com o açúcar. Junte as gemas, uma a uma, batendo bem entre cada adição. Junte a raspa da casca do limão, a farinha e o sumo do limão. Bata as claras em castelo firme e incorpore-as cuidadosamente na massa. Deite a massa na tigela e alise a superfície.. Leve ao forno cerca de 45 mn. Para verificar a cozedura do bolo espete-lhe um palito. Se sair enxuto é sinal que o bolo está cozido Desenforme-o sobre um prato de serviço e sirva morno, acompanhado de natas batidas.

 

 

15
Fev18

200 - Os filhos, as férias, a vida, o nirvana e eu


Mac

 

  

 

 

foram as férias de carnaval dos miúdos e estes 3 dias souberam-me a pouco, por mim era a semana toda . na verdade nunca tenho pressa do regresso às aulas, nem nunca respiro de alívio com os fins das férias . temos sempre coisas para fazer, sítios para visitar, restaurantes onde ir . maioritariamente pizzarias e hamburguerias, mas não interessa, eles gostam e eu aprendi a gostar . andámos na rua, fomos ao carrossel pela milésima vez como se fosse a primeira, comprámos pão e flores, fizemos recortes, decorámos a "parede deles", fiz bolo de peras, folhados de maçã e dei mimo . e por mim eram férias para sempre.

 

 

 

 

14
Fev18

45 - Eu é mais cozinhas, tachos e panelas


Mac

 

 

 

Aqui há uns dias experimentei comprar a pasta do dia (massa folhada) já preparada para fazer uns folhados de maçã e outros de salsicha para o lanche dos miúdos.

 

 

 

 

 

 

É super rápido e é uma óptima ideia para quando temos visitas inesperadas.

 

A massa já vem cortada em quadrados e cada embalagem traz 5 quadrados. Portanto é só tirar e rechear como bem quisermos.

 

 

Para 5 folhados de maçã:

. 1 embalagem de massa do dia

. 1 maçã reineta

. açúcar mascavado para polvilhar a maçã

 

Pré-aqueça o forno a 180º C. Corte a maçã reineta em bocadinhos e distribua-a pelos 5 quadrados de massa, deite um pouco de açúcar mascavado e feche a massa como se fosse uma merenda. Ponha os folhados num tabuleiro de forno forrado com uma folha de papel vegetal e leve ao forno por 10 mn.

 

Para 5 folhados de salsicha, o método é o mesmo e só é preciso 1 embalagem de massa do dia e 1 lata com 10 salsichas.

 

 

 

 

 

 

E como os miúdos adoraram, no fim-de-semana fiz mais, mas para os de maçã dividi cada quadrado em 4 e fiz assim umas miniaturas. Para os de salsicha dividi a massa ao meio e enrolei cada salsicha com esta tira de massa. Também fiz alguns de maçã sem açúcar, ficam bons, mas não resultam tão bem como com açúcar.

 

 

 

 

 

 

(esta massa está na secção de frio dos supermercados, ao pé 

das massas para pizzas, lasanhas, etc)

 

Pág. 1/2

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D