Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

a vida em azul cueca

27
Out12

01 - BREVES CONSIDERAÇÕES SOBRE ECONOMIA DOMÉSTICA, AI QUE O VERNIZ SE FOI E JÁ PASSAVA CREME NAS MÃOS


Mac

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Como já tinha dito, hoje é dia de cortar abóboras. Uma para converter em cubos e congelar para fins alimentares, outra para fazer uma coisa para o halloween, mas aproveitando-lhe o interior, que eu cá fico doente se deito comida para o lixo. 

 

É muito fácil, com uma faca bem afiada, corta-se-lhe os topos, depois a meio e com uma colher tiramos-lhe as pevides e interior que não interessa, descasca-se (eu bem digo que preciso de uma máquina que faça isto, mas pronto), corta-se em talhadas e depois em cubos. Como a abóbora é coisa para alimentar um regimento até à inconsciência e eu não tenho um regimento em casa, convém congelar em caixas ou sacos, para depois usar quando for preciso.

 

Quanto à abóbora para fins infantis, cortei-lhe o topo em tampa, retirei-lhe o interior com uma colher, que já foi convertido em sopa e laveia-a, pronto, prontinha para esculturas, receber velas e tal.

 

 

A culpa disto tudo é do meu amigo Zé que me traz aqui à porta os melhores legumes e frutas, tudo sem químicos e a preços bombeiro. Gosto muito de não me preocupar em ir aqui ou ali para comprar isto ou aquilo, sei lá eu tantas vezes que drogas lhes juntaram para terem aquele aspecto, assim é limpinho, do produtor para o consumidor final, esta aqui, e duas vezes por semana, se assim me convier. Ide espreitar estes Campos Silvestres, meus amigos, ide.

 

[As entregas, preferencialmente nos concelhos de Cascais, Lisboa e Oeiras, são feitas na 3ª feira e na 6ª feira]



_________________________________________________

e sim, estou a fazer publicidade, mas não, ele não me pagou para isto, lamento desiludir e continuar nesta abnegação, mas é meu amigo, aqui consumimos mesmo estes produtos e como já disse e repito, só publicito aquilo que uso e em que acredito. de caminho, até acho que o que é bom para a minha saúde e carteira, também poderá ser para vocês, vale?

26
Out12

32 - É SEXTA-FEIRA, LAILAILAIIIIIIIIIIII


Mac

 

 

 

 

 

Colhi os piri-piris, lavei-os e conservei-os, lailailaiiiiiiiiiiiiiiiii 


 

 Peguei, trinquei e meti-te na cesta,

rrrrris e dás-me a volta à cabeça
Vem cá tenho sede,

quero o teu amor d'água fresca
Peguei, trinquei e meti-te na cesta,

rrrrris e dás-me a volta à cabeça, aoaoaoaoaaaaaaaaa
Vem cá tenho sede,

quero o teu amor d'água fresca,


ohohoooooooooooooooooooo

 

 

 

[lavamos muito bem os piripíris e tiramos-lhe o pé, depois secamos com uma toalha limpa. Esterilizamos um frasco e secamos muito bem. Pomos os piripíris no frasco e cobrimos com azeite. Se quisermos, juntamos alecrim seco. E já está, uma azeite para milhares de carnes e peixes, saladas também, mas sem abuso, é que aquilo fica muito picante]

 

 

[amanhã segue-se a abóbora, que não colhi, mas que vou esquartejar, cortar em cubos e congelar]

26
Out12

02 - INSTAGREI-ME [OU A POPS QUE HÁ EM MIM]


Mac

 

 

 

 

 

 

 

Cá estou eu de novo a instagrar-me, isto não é vesguisse, falta de jeito fotográfico e coisas feias, isto é instagrar em grande estilo, está bem?

 

Mas o assunto não é este, o assunto que aqui me traz são as galochas. Bom, já aqui falei do meu relacionamento sério, duradouro e necessitado com elas, não me apetece repetir, agora, depois de ter lido a Maria de Lurdes e a Maria Guedes, achei aquelas galochas muito giras. Sou pessoa que precisa disto todo o ano, coisas de quem anda a cavar batata e tal, portanto preciso que elas não me estraguem os pés - que eu não estou para depois andar a gastar euros a tratar-me de unhas amarelas, micoses e afectações diversas, só porque abafei o pezinho - sejam confortáveis e não me façam tropeçar em mim mesma - lá está, mais euros em ortopedista, oftalmologista, não pode ser - pois, pois, ele há galochas que me fazem aterrar com os queixos em cima das cebolas, não é agradável.

 

Já têm, minhas amigas, e que tal? Andamos a tropeçar como esta aqui? Suamos dos pés? Arranjamos problemas diversos? Me contem, vá. 

26
Out12

58 - JÁ FUI FELIZ AQUI


Mac

 

 

 

 

 

Há uns anos era eu uma adolescente e tive um namorado que me ofereceu um perfume chique. Receber um perfume na adolescência é coisa para uma mulher pensar que é muito importante, ainda mais uma adolescente cuja mãe querida insistia em perfumar com Johnson's Baby® a marca de confiança para mais 100 milhões de mães em todo o mundo. Eu ali toda contentinha da vida a pensar olha este tem potencial, sim senhora, ainda por cima acha-me uma crescida. Mas vai que ele me diz é o perfume que a minha mãe usa. E eu era adolescente, mas não era parva, quer dizer, eu era parva, como qualquer adolescente, mas já via muitas coisas para além de uma carinha laroca e um corpo bronzeado e pronto, armou-se a put@ só porque eu lhe disse que preferia o after-shave do pai dele. A incompreensão masculina perante a alma feminina sempre me deixou triste. Amargurada.

 

 

[tenho ou não razão para ter uma série de traumas bem documentados relativamente ao que recebo dos outros? eu sei que sim. eu sou lá mulher de cheirar à mãezinha] 

26
Out12

19 - COISAS QUE JÁ ESCREVI E NÃO ME ARREPENDO


Mac

26
Out12

56 - DA BIPOLARIDADE DE CADA UM, SÓ CADA UM SABE


Mac

 

No domingo faço anos. Sim, escorpião. Sim, a perfeição existe. Adiante. Dizia eu que faço anos, portanto nasci num maravilhoso 28 de Outubro. Ora, eu não acho piada nenhuma ao dia, quer dizer, acho-o igual aos outros, e não é cá por originalidades deslocadas e essas coisas. Nunca me apetece comemora-lo, acho uma maçada ser o centro das atenções e as pessoas só me sabem dizer parabéns e mais nada, assim um bocado mono temático. É isso, acho-o mono temático. Esta pessoa dirige-se a alguém e zás parabéns, ah obrigada, obrigada e o coiso e depois as piadas, então sentes-te mais velha? E esta pessoa, hahaha, sim mais um ano e o coiso. E pronto, andamos nisto há décadas. 

 

Também acho que não lhe encontro muita piada por causa das prendas, esta é que é a verdade. Ah e tal o que conta é a intenção. Não é bem assim. Eu estou-me nas tintas para a intenção, aliás acho que há prendas cuja intenção é melhor nem nos alongarmos muito, que é para a coisa não tresmalhar. Digam-me, qual é a intenção de alguém que nos oferece um conjunto de facas que foi brinde da La Redoute, hein? É que naquele ano eu também tinha levado com um conjunto daqueles porque comprei não sei o quê, mas ao menos calharam-me umas facas com cabo preto, as que me ofereceram tinham cabo azul eléctrico. Azul eléctrico!!??

 

O que vale é a intenção? Oh pah isso é coisa para o Natal, a reunião da família e isso, nos meus anos a intenção conta e conta muito. Ah e se calhar as pessoas não podem e tal. As pessoas podem sempre oferecer uma coisa barata e gira, nos dias de hoje o que não falta é coisas giras a 1 €, por isso não aproveitem para atirar para cima dos outros insultos embrulhados, é só isto.

 

Ah e o que queres tu que as pessoas façam? Olha o que fazem aos outros, mas em bom.

 

 

A verdade é que já não tenho idade para andar feita falsa a agradecer monos, a bolçar que o que conta é a intenção e toda contentinha a alinhar em pantominas. Já não tenho paciência. É isso, a idade pesa-me. E de que maneira.

25
Out12

306 - LAI LAI LAI


Mac

 

 

 

 

 

Já me esquecia da receita das batatas a murro. Diz que esta é a original, não sei se é verdade, mas é muito boa, portanto serve.

 

. 4 colheres de sopa de sal grosso

. 4 colheres de sopa de azeite

. alecrim qb

. papel de alumínio

 

 

Pomos o forno a pré-aquecer a 180º C.

 

Lavamos bem com uma escova as batas sem lhes tirar a casca. Espalhamos duas colheres de sopa de sal num tabuleiro, dispomos as batatas, regamos com azeite, polvilhamos com o restante sal e o alecrim. Cobrimos com a folha de alumínio e levamos ao forno, durante uma hora.

 

Quando mornas, damos um murro em cada uma.

 

 

[se as batatas forem grandes, cozemo-las em água, damos-lhes o murro e só depois vão ao forno]

 

[a imagem das batatas após murro não ficou boa, quer dizer, acho que se deu um momento pouco digno entre mim e as batas e elas não ficaram lá muito giras, portanto nada que se mostre assim de qualquer maneira]

25
Out12

26 - DIZ QUE SIM


Mac

 

A faltinha que faz a alguns homens ter filhas, muita falta mesmo, talvez isto os fizesse ter mais tento naquelas cabeças. 

 

E eu, mãe de projectos de homem, só espero conseguir educa-los no respeito genuíno, não naquele da boca para fora, no outro, o dos actos e posturas. Iguais ao pai. Podem não copiar mais modelo nenhum, mas este faço questão que sim. 

25
Out12

148 - COISAS DE QUE GOSTO MUITO


Mac

 

 

 

  

No entanto, gosto imenso de usar meias até ao joelho com botas de cano alto e vestidos, vá-se lá saber porquê. Isto já acho que fica giro, cá para os meus parâmetros estéticos. 

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D