Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

a vida em azul cueca

21
Ago12

73 - TPM, CAPRICHOS, DÚVIDAS BIPOLARES E COISAS ASSIM


Mac

 

 

 

 

 

Eu gosto das minhas TPMs. Quer dizer, gosto de algumas, vá aí umas três a quatro por ano. Gosto daquelas em que baixa em mim a drama queen e armo uma tragédia dantesca por dá cá aquela palha. Gosto daquela coisa hormonal de não me sentir amada por ninguém, sozinha, vítima e infeliz. E gorda. Velha também. A melhor de todas, a que me dá a grande desculpa para me consolar da minha solidão trágica, em que me afogo em chocolates, gomas, batatas fritas e tudo quanto me serve de consolo. Kleenex também. E se os Kleenex cheirarem a alfazema, fico irritada. Gosto daquela coisa de chorar baba e ranho porque o Mac Man me disse bom dia com um olhar de valdevinos. Mas em Kleenexs brancos. Ou porque não reparou que eu emagreci 100 gr. Tudo coisas muito importantes que fazem a verdadeira identidade do amor. Também serve a morte do pai do Simba. Mas se ficar com os olhos umas batatas, fico para me devorar. E faço compras muito lógicas. Nada a ver que passados uns dias vá tudo de regresso aos destinos, para voltar com o que realmente é necessário. 

 

Também gosto daquelas em que baixa em mim o carroceiro. Tudo está mal. Todas as mulheres, incluindo a minha pessoa, passam a seres dados a fricotes para quem não há pachorra. Estas nem as explico. E ai de quem se atreva a lembrar-me das TPMs drama queen.

 

 

E depois também não gosto delas. Não gosto de saber que existe em mim um lado cor-de-rosa. E um outro bas-fond. Aí três ou quatro vezes por ano, o que dá aí cerca nove a doze dias em trezentos e sessenta e cinco. Coisa pouca, mas estão lá e disso eu não gosto. Nos outros 353, estou eu, sem fricotes cor-de-rosa, nem camiões TIR.

 

 

Pronto, gosto e não gosto. Não gosto quando estou nelas, mas também posso gostar. Não gosto quando penso nelas e estou longe, mas também posso gostar. Tenho humores. E tenho dias. Mais por aí.

20
Ago12

1, 2, 3, MAC A TWITTAR


Mac

 

Isto de pintar vasos em dia de alerta Benetton é actividade que dá bronzes de qualidade. Ora dá uma demão, ora um mergulho, mais uma pincelada, outro mergulho. Se  ficar apardalada, foi isso, cloro com tinta. 

 

 

[Poderia pinta-los mais loguinho pela sobra, diria alguém, pois não posso, mais logo, a partir das seis é a hora sexual desta casa, fazer jantar, banhos, bebé, Mac Kid e amigo de Mac Kid, jantares, horas de deitar, entretém aqui, embala ali e mais um milhão de coisas]

20
Ago12

19 - A DONA DE CASA FELIZ E PRAZENTEIRA QUE HÁ EM MIM


Mac

 

 

 

 

 

Entretanto precisei de vasos grandes para umas palmeiras e pinheiros, para a varanda da frente. Achei que a coisa assim num cinzento escuro resultaria muito bem a contrastar com as cores da casa, e se uns gosto em barro ali para outros lados, estes quero-os em cinzento. Só que já pintados custavam € 70.00 cada, em barro € 24.00 e eu, espertíssima, pensei cá comigo, então vou gastar € 280.00 em quatro vasos? É que nem pensar. Vai daí, comprei-os em barro e trato-lhes eu da saúde decorativa, ou seja, agora ando a pinta-los. Outra vantagem é que me sinto uma dona de casa bem remunerada e zás fiz um encaixe de € 184.00 só por dar umas pinceladas. Gosto muito destas economias.

20
Ago12

37 - COISAS QUE EU DETESTO E ME FAZEM PENSAR QUE AINDA POSSO VIR A SER UMA INTELECTUAL DE GRANDE CALIBRE


Mac

 

Mais um estudo antropológico de brio, em que concluo que não é a duna que está em perigo, a falésia, a fauna e a flora, mas o homo sapiens, homo erectus e cro magnon em geral.

 

Eu estava convencida que o topless, essa coisa feia, era uma moda lá das velhas dos anos setenta e oitenta, importada das estrangeiras que aterravam todos os anos lá pelos Algarves, mas agora, após uns anos de ausência a ferir as vistas alheias, constato que voltou na sua pior forma.

 

Sucede o seguinte, este ano vi algumas mulheres e homens adoptarem medidas extremas aos maillots e calções. Elas chegam ali à praia todas compostinhas com seu fato de banho completo e de repente descem-no, ficando de mamocas à mostra. Isso e aqueles homenzinhos que num estado que se esperava de evolução, tendo vindo da sunga, adoptaram o calção, mas vai que faz calor e vai de arregaçar o bocado de perna do calção assim para dentro, ficando aquilo muito parecido com a fralda do meu bebé, só que o meu bebé tem nove meses e pernas gordinhas, rechonchudas e com roscas, o que faz da sua visão uma coisa muito fofa, já nos homenzinhos com pernas peludas, ficamos assim com uma visão dos infernos.

 

Se no antigamente, retiravam a parte de cima do biquíni e vá, está bem, cada uma faz o que quer dentro de certos limites minimamente estéticos, agora descem o maillot e eu cá acho aquilo parolo e inestético. É o mesmo que eu sair com uma saia pelos artelhos e a meio do dia resolver que afinal quero uma triqui saia e pronto, arregaço as saias. 

 

 

Oh pah, se gostais de mamocas à mostra, usai sunguinha de biquíni, se quereis andar de sunga, andai, é seguramente melhor do que andar a torcer trajes, é que depois sobra pano por todos os lados e vai que afinal estão é de cuecão em plena praia e é chato.

20
Ago12

257 - LAI LAI LAI


Mac

 

 

 

 

 

 

De regresso ao lar, regresso às minhas flores, ervas aromáticas e repolhos no geral. Das férias não me apetece falar, até porque já lá vão. Adorei-as, mas foram aquilo que são, boas 'cumó milho, muita praia, quer dizer, não tanta como nos outros anos, não por culpa do tempo, que esse até tem estado de feição, mas porque há aqui um bebé que nos impõe horários coisinhos, mas está bem; o descanso possível, muitas actividades giras e ramboeiras, almocinhos girinhos, jogos, leituras, crochés a que me dedico com alma e afinco, não na arte do napperon, até porque não sou mulher de panos 'crochetados nas decorações, mas para fins muito mais elevados, assim como para 'enfeitiar a minha pessoa fofa e tal.

 

Adiante.

 

Depois das gerberas, hortênsias, ervas aromáticas para alimentações em saladas, vinagres aromatizados, almofadinhas cheirosas para armários e o que mais me lembrei, agora resolvi dedicar-me ao piripíri e afins. Acho-o muito giro, muito colorido e vai-me pôr o jardim muito alegrete, além da sua utilidade educativa, não para os meus filhos lindos, que a esses educo com muitos beijos, abraços e ouvidos, mas para aquelas coisas que às vezes nos aparecem na vida, assim sem pedir autorização e tal. Ah e tal e tal, ora toma lá uns capsicum annuum, que aqui chamamos de pimentos padron, ah mas são amarelos, pois são, é uma coisa gourmet aqui deste jardim do éden. Ah e o coiso, o coiso, olha lá este suminho vindo ali da horta para te refrescar a alma pura. Parece-me bem.

 

17
Ago12

25 - COISAS QUE O GATO FAZ E QUE EU NÃO PERCEBO (NEM QUERO)


Mac

 

Estando esta aqui já por casa, Wolfgang Amadeus Mozart na presença de sua dona amantíssima, esta, não fez nada que não devesse fora do perímetro da sua areia. Exige muita atenção, enrosca-se nas minhas pernas até à náusea, segue-me até ao cansaço e exige mimos e festas, obviamente concedidas.

 

Estaremos na presença de um gato mimado, dado a fricotes, cenas e histerias no geral? Acho que sim, mas eu amo-o tal e qual. Wolfgang lindo. Riquezas de sua dona.

17
Ago12

140 - COISAS DE QUE GOSTO MUITO


Mac

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Quase todos os jogos. Depois do almoço ali fora, à sombra do início da tarde, os jogos de tabuleiro, Carcassone, Tabu, Condottieri. À noite, cartas, Eleven. Já do Monopólio, por exemplo, nunca gostei, nem quando seria suposto gostar, aí aos oito anos. Canasta, enjoei. Poker ni ablar. E adoro Mahjong. Gamão idem, aspas. E ainda outros, What Were You Thinking, Trivial, claro, Filthy Rich, Pass the Bomb e mais, mais o que houver.

15
Ago12

05 - QUE TÍTULO É QUE DOU A ISTO?


Mac

 

 

 

 

 

Continuando nos meus altos estudos antropológicos, se durante todo o santo ano não tenho tempo para ler revistas - ler, digo eu armada em coisa, leio lá eu revistas, vejo-lhe é os bonecos e já gozo, mas está bem - em férias sou pessoa dada à revista e até as espremo de conteúdo legível e não legível. E compro quase tudo o que apanho. Gosto de levar revistas para a praia e sonhar que ainda faço vida de lagarto. Uma leiturazinha, seguida de um banho, um bocado de sol, vai uma Bola de Berlim e mais revista.

 

Depois os meus filhos lembram-se que eu existo e o resto já toda a gente sabe. 

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2012
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2011
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D