Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

a vida em azul cueca

06
Jan12

34 - COISAS QUE ME INSPIRAM


Mac

 

 

 

 

 

 

 

 

 

gosto de decorações rústicas . e das outras também . gosto de objectos gastos pelo tempo e pelos usos . e se não são . dá-se-lhes umas marteladelas . aplica-se-lhes uns químicos . faz-se-lhes uns decapés . e já está . uma rústica, portanto .

04
Jan12

09 - CHATOS DO NOSSO PORTUGAL E ARREDORES


Mac

 

 

 

 

 

 

Sou uma pessoa sossegadinha, não gosto de conflitos, nem de participar neles, já travei batalhas que não eram as minhas, mas a vida e os anos ensinaram-me que não vale a pena, por isso gosto de estar no meu canto, um grande canto, bem sei, não é um cantinho, é o canto que criei e gosto, meu, só meu e grande. E muito raramente começo uma contenda, não gosto, a nada leva e gasta a vida, o humor e o coração. Mas depois aparecem-me aquelas pessoas com pouca ocupação, que se dizem muito ocupadas, pois, e vai de dizer isto e aquilo e tal, e eu que apesar de sossegadinha não sou paradinha, e se para aí estiver voltada, respondo e depois as pessoas chatas, que vieram chatear e tal desatam a berrar ao mundo, a si e a quem o quer ouvir, viram, viram? ninguém me larga, e vai daí, querem porque querem passar para chato quem andaram a chatear.

 

Credo, gente doente que vive de espelhos e faz dos outros as próprias imagens reflectidas. Não sei se será esquizofrenia, isso não sei, mas de uma coisa tenho a certeza, é existir como um longo bocejo. 

 

Chato mais chato não há, do que aquele que começa por chatear e rebeubeu, nhanhanha e depois quando lhe respondem, ai que os chatos não me largam, pois, às put@s também. 

04
Jan12

17 - SÓ UMA MÃE SABE


Mac

 

 

 

 

 

Dizia eu no outro dia, muito senhora do meu nariz lindo, que em relação aos filhos não aceito directrizes, conselhos, opiniões e o coiso. Não é bem assim, há uma excepção, o pediatra. O pediatra, principalmente quando eles são muito pequeninos, é a minha tábua de salvação, o meu guru, o meu mestre, um Deus. Confio a 100%, desde que o instinto me diga que sim, que é de confiar, que tudo quanto diz está certo, que mais ninguém sabe tanto como eu dos meus bebés, como ele. E tem que ser assim, o instinto tem de nos falar baixinho e dizer que sim, porque se ele não disser, se nos sentirmos inseguras, pouco confiantes, ou desconfiadas, então mais vale partir na demanda de outro pediatra. Acima de tudo o pediatra funciona como a parte técnica que nos falha. Quanto ao instinto materno, acreditem, esse é visceral e nunca por nunca nos falha.

04
Jan12

16 - SÓ UMA MÃE SABE


Mac

 

 

 

 

 

Ah é verdade, a passagem de ano, o novo ano e tal. 

 

Pois que nada de mal tenho a dizer de 2011, afinal, como já por aí disse, mudei de casa para a casa que bem quis e idealizei, tive mais um filho e só posso brindar à vida, ao amor e aos amigos de sempre que por aqui continuam.

 

Portanto só espero que 2012 seja tão bom como 2011, mas sem mudar de casa - dá muito trabalho - esta já é para a vida, não quero outra, só isso. E saudinha, isso sim é importante, o resto arranja-se, empurra-se, leva-se e resolve-se.

 

A passagem de ano, pois, não se teve gritos alucinados à meia-noite, meu amigo Charlie Brown, você abusou, tirou partido de mim, abusou, lailailai, lantejoulas, espumante champanhe, mas teve-se Mac Man lindo, filhos lindos e gato lindo e já se viveram melhores, mas também não foi má de todo, com o bebé com uma bronquiolite e faz aerossóis, ou nebulizações, ou lá o que é, para mim aquilo são vapores, mas está bem, e xarope, é bestial enfiar um xarope a um bebé de dois meses, mas enfiou-se com ajuda da amiga chupeta, faz-se assim, dá-se um bocadinho na colher e como eles só sabem mamar, põe-se a chupeta na boquinha linda, mais um bocadinho e chupeta amiga e pronto, assim se dá xarope. A verdade é que mesmo que o bebé não estivesse doente, não iria muito para além disto, vá, uns amigos por aqui, um jantar e pouco mais, afinal as passagens de ano ramboeiras já eram, ficaram lá para trás na época antes dos filhos, e tudo espremido, nem saudades deixam, coitadas.

 

Resumindo, foi boazinha, mas seria melhor se não tivesse o bebé doente, é que quando os filhos não estão bem, eu cá desoriento-me da vida normal, desespero-me e fico outra, a que ninguém gostaria de conhecer. É assim, enquanto não os vejo bem, não descanso. Diz a pediatra, depois de tratar dos filhos, tenho de tratar as mães. Pois.

04
Jan12

114 - A DONA DE CASA PERFEITA


Mac

 

 

 

 

 

O Natal, quer dizer a parafernália de Natal, dá-me duas alegrias, uma aquando da sua montagem no dia 1 de Dezembro e outra quando da sua desmontagem, que por acaso deveria ser no Dia de Reis, mas eu cá tomada por fobias de arrumações, OCD e tal, quase nunca as deixo chegar ao DDR. Pois, pois, é tudo muito bonito, mas para mim acaba-se o Natal, logo que se abrem as prendas, empanturro o corpo de Azevias, Sonhos, Bolo Rei e bacalhau, e terminam as reuniões à mesa com muita família, a prolongar por muitas horas em conversas, que as há no resto do ano, pois há, mas assim todos numa mesma mesa é mais difícil, pronto, aquilo que tinha tanto a ver e me deu tanto gozo, aos meus olhos, perde a razão de existência e acaba com um ar de despropósito, afinal o que tem a ver uma árvore já sem espera e sem embrulhos? Nada.

 

[sim, tempos houve em que a transportava com todas as decorações para a arrecadação, tapava-a com um plástico e ficava pronta para o ano seguinte, depois armei-me em boa e que é giro para as crianças participar nas decorações e o coiso e o coiso e pronto, lixei-me. uma vez por ano, mas lixei-me]

Pág. 10/10

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2011
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D