Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

a vida em azul cueca

14
Dez11

21 - COISAS QUE O GATO FAZ E QUE EU NÃO PERCEBO (NEM QUERO)


Mac

 

 

 

 

  

Ontem, enquanto deixava arrefecer o molho de Rum para o ananás, ou abacaxi, ou lá o que é, o gato percebeu primeiro que já estava no ponto e vai de encher a pança felina. Bem feita que passou o resto do dia em poses pouco dignas e a marrar com o focinho nos vidros da varanda. Eu fui marrar para a cozinha e fiz outro molho.

 

______________________________________________________

 

Ah é verdade, já agora partilho a receita, fácil, fácil e deliciosa,

 

 

. 1 abacaxi natural, mas como não estou para descascar aquilo, uso ananás em calda.

. 4 colheres de sopa de Rum

. 125 gr. de manteiga

. 3 gemas

. 5 colheres de sopa de açúcar

. 50 gr. de amêndoa torrada

 

Descascar o abacaxi e cortar em rodelas (lá está, abrir a lata e tirar as rodelas). Colocar numa taça. Regar com o rum e deixar macerar durante vinte minutos. 

 

Bater o açúcar com as gemas e a manteiga e levar ao lume, em Banho Maria (como não estou para procurar o conjunto de pirex de Banho Maria que gentilmente me ofertaram, levo directamente ao lume, em dias bons, enfio uma panela na outra e já está). Bater sempre com uma vara de arames até ter a consistência de maionese. Tirar do lume e juntar duas colheres do Rum que está na taça com o ananás. Deixar arrefecer (foi aqui que o gato alcoólico interveio), deitar sobre o ananás e juntar a amêndoa.

 

E comer alarvemente.

14
Dez11

19 - O MEU PÓS PARTO, CAPRICHOS, DÚVIDAS BIPOLARES E COISAS ASSIM


Mac

 

 

 

 

 

Sou aquele tipo de mãe que quando tive de deixar o Mac Kid no infantário, tirei o dia só para poder rondar e, na primeira oportunidade, o fui buscar para consolar os meus braços vazios. Sou daquelas mães, que a primeira vez que o deixei com uma Babysitter, lhe entreguei uma lista de três páginas A4 com todos os cuidados a ter com o bebé e ainda chamei a minha mãe para a controlar. Sim, daquelas que usam o telemóvel como controlo remoto.

 

Sou daquelas mães que o coração desassossegado constrói demasiados filmes de terror, de qualidade duvidosa. Sou uma mãe que só estou bem com os filhos ao alcance dos olhos. Que passa a um sono velado controlador. Que acorda duas, quatro, mil vezes, só para confirmar que respiram. Um desassossego, bem sei. Sou daquelas mães que para ir até à cozinha, ligo os comunicadores.

 

Sou aquele tipo de mãe que a sapiência alheia gosta de comentar, dar uso a teorias e mostrar que já nasceram com todos os instintos certos, mesmo que não sejam mães. Sou daquelas mães que as outras mães sabem sempre que são muito melhores. Ainda bem para elas.

 

Sou das mães que ao assumir todas e quaisquer manias não espero tornar-me normal, ou aceitável. Nem diferente. Apenas que vivo bem com os meus botões. E até talvez haja muitas formas de normalidade. Só isto.

14
Dez11

18 - O MEU PÓS PARTO, CAPRICHOS, DÚVIDAS BIPOLARES E COISAS ASSIM


Mac

 

 

 

 

Mas o Santa não quer nada comigo, pelo menos o bastante para não conseguir fazer umas compras em modo independente. Sim, se tento fazer umas compras, arrasto-o comigo. Sim, é quase impossível com um bebé a mamar de três em três horas e de onde me sobram duas para fazer qualquer coisa, sabendo que dessas duas ainda se subtrai tempos de percursos. Sim, ligo o complicómetro. Sim, não sou capaz de deixar o meu bebé fora do alcance dos meus olhos maternos, obsessivos e paranóicos. Sim, não o deixo com ninguém, não peço, nem sou capaz. Sim, há muito quem queira brincar aos Nenucos por um par de horas. Sim, eu poderia sentir os meus braços livres de novo. Sim, e os olhos com outros horizontes. Mas não os quero livres.  A verdade é que se quisesse ser livre, não seria mãe. É que desta prisão, eu gosto. Sou feliz assim. Nada a fazer.

 

 

[e fui assim com o Mac Kid e ele sobreviveu às minhas imperfeições, inseguranças e falta de controlo]

12
Dez11

123 - LAI LAI LAI


Mac

 

 

 

 

 

Alguém me explica, assim muito devagarinho, a ver se eu percebo, por que obra do demo algumas pessoas acham que o Mac Kid não está em primeiro plano, de onde nunca saiu, só porque lhe nasceu um irmão? É que para quem não sabe, poucos, espero, não há filhos de segunda, isso não existe, e uma mãe e um pai conseguem a proeza extraordinária de amar todos os filhos, sejam eles dois, quatro, ou doze, mas isto percebe quem tem filhos. Um filho não é o mesmo que um namorado, um filho não se descarta só porque apareceu outro. Um filho é um amor para a vida e quem não consegue perceber isto, das duas uma, ou não tem filhos, ou não percebe nada da vida.

 

 

É que não há vez nenhuma que fale do bebé, que não me venham logo com a conversinha do ah e então o Mac Kid, ah e tal e foi passado para segundo, ah e tal e tal e tal, e depois vem outra ah e espero que não falhes ao Mac Kid. Oh minhas amigas, por acaso tenho ar de quem gerou uma família disfuncional e que preciso de ajuda? Espera? Mas espera o quê? Por acaso tem alguma coisa a ver com a minha vida, a minha família e os meus filhos? E outra, ah agora que nasceu o irmão, não te esqueças do que já tens. Sim, vou-me esquecer, coração, aliás os filhos vão-se tendo e vão-se esquecendo. Fod@-se, ele há dias em que me falta a pachorra. Mesmo.  

 

E lá por agora falar mais do bebé, não quer dizer que pense mais no bebé e tenha esquecido o irmão. Até porque não sou de falar muito dos meus filhos, portanto nem percebo a estranheza de quase não falar do Mac Kid, nunca o fiz muito, qual é a novidade?

 

 

Francamente, isto passa mesmo pela cabeça de alguém?

 

[e especificamente ali no post dos sapatos, desconfio que escrevi criança no plural, certo?]

 

 

Ah é verdade e o pobre do gato, ainda ninguém se lembrou do abandono a que foi devotado o pobre animal? E o carteiro? E as ervas daninhas do jardim? Eu acho isto muito importante.

12
Dez11

29 - COISAS DE QUE GOSTO NOS HOMENS


Mac

 

 

 

 

 

Pai querido sempre escolheu o nosso calçado e em criança, comprar sapatos, era sinónimo de programa só com o pai. Portanto, aos meus olhos, era uma coisa séria e importante. E sem querer, talvez, a história repete-se, agora quem trata do calçado para as nossas crianças é o Mac Man. Gosto disto. E gosto das escolhas dele. 

12
Dez11

17 - MAC E A CALÇADA PORTUGUESA


Mac

 

Ugly by Jimmy Choo

 

 

  

Se há peça de calçado em que não alinho é aquela coisa das UGGs. Tenho para mim que UGG, vem de ugly, mas está bem. Feias. Aquilo não passa de pantufas de ir à rua. Pronto, estão para as botas, como os fatos de treino, que o povo adora travestir em qualquer Centro Comercial [agora mais as leggings], para as roupas normais. Ah e tal são confortáveis e não me fazem sofrer dos joanetes e assim e assim, pois, eu também não quero saber, mas daí até sair à rua de botas de quarto, vai um passorro.

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2012
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2011
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D