Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

a vida em azul cueca

08
Nov18

109 - Já fui feliz aqui


Mac

IMG_9174.JPG

 

 

 

Eu não sei quanto a vocês, mas quanto a mim, se já há decorações de Natal por todo o lado e as rádios já passam All I want for Christmas is Youuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuu, uhuuuuuuuuuuuuuuu babyyyyyyyyyyyyyyyy, plim, plim, plim, então já se pode fazer Aletria. Não é que precise de autorização, mas de uma certa forma preciso de um marco, um partida-largada (lagarta!)-fugida, uma permissão, porque gosto de me incluir em movimentos, aquela coisa de ser uma pessoa do contra e original já não me diz muito. 

 

A Aletria é daqueles doces que só faço antes do Natal porque estou desejando que o Natal chegue e é uma forma de entrar na onda, e no Natal. Não sei porquê, passa o Natal e nunca mais faço Aletria até ao Novembro seguinte em que lá vou eu entrar no espírito da canela, ovos e coisas bastante calóricas.

 

Adiante, não era a isto que vinha. 

 

Então a Aletria, assim como o Arroz Doce, implica saber fazer desenhos giros com canela. Foi o que me meteram na cabeça quando era criança. Diziam-me que só se podia comer quando a avó acabasse os desenhos. A avó demorava imenso tempo a fazer desenhos com canela, primeiro porque precisava que a Aletria arrefecesse, depois tinha de mandar buscar a canela, quase sempre ia um de nós, o que andava mais em cima da Aletria, ou dois ou três, cada um com uma moeda na mão, depois davam-nos um pacote de papel com ar, mas ganhávamos a moeda, e só depois a avó começava a fazer os desenhos, geralmente só acabava quase à hora do chá de dia 24. Começava por pôr um bocado de canela entre o polegar e o indicador e ia percorrendo as travessas e desenhava passarinhos, bolinhas e corações. 

 

Eu nunca tive o jeito da minha avó para fazer desenhos, portanto resolvi que também serve fazer stencil com canela. Marco o centro do prato com um palito e vou colocando o molde e polvilhando com canela o desenho que quero que fique no doce. Não ficam como os da minha avó, mas os meus filhos gostam.

 

 

 

IMG_9175.JPG

 

 

 

  • Instagram @maria.antonia.velez

 

 

 

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D