Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

a vida em azul cueca

23
Set15

01 - EU É MAIS SUMOS (DETOX)


Mac

 

 

 

 

 

 

 

Inicialmente não liguei aos sumos detox, porque não. Porque tudo quanto me aparece em toda a gente ao mesmo tempo, não me entusiasma, não é que seja do contra, que não sou, mas não interessa. Também não ajudava, saber que faço uma boa alimentação, rica em frutas, legumes, sumos naturais e tal. E depois o meu passado com uma empregada da minha mãe, daquelas que nos acham sempre tão magrinhas, ai coitadinhas, e que quando eu era uma adolescente, me fazia umas coisas a que chamava vitaminas e a que afinal eram o princípio dos sumos detox, mas sem água de coco e gengibre, portanto eram só umas coisas horrendas, mas com tudo quanto ela achava que seria saudável e principalmente, me engordasse, coisas como um batido de morangos com espinafres e bolachas Maria. Em suma, nada ajudava à minha adesão aos sumos detox.

 

Não interessa, o que interessa é que no início do Verão me vi com mais cinco quilos, ou lá o que era aquilo, logo ali à boca do Verão, a época dos biquínis, roupas leves e curtas, e eu com mais cinco quilos para exibir. Vai daí comecei a investigar (e o que li agradou-me), a misturar frutas e alguns legumes e cheguei a alguns sumos bastante bebíveis e outros intragáveis.

 

Agradou-me a cena de nos ajudar a eliminar as toxinas que entram no nosso organismo através da alimentação, medicamentos, cosméticos e poluição. Depois agradou-me a história de completar a alimentação e repor o que perdemos junto com o suor (sódio, potássio e diversos minerais). E agradou-me muito incluir na minha alimentação de uma forma permanente os antioxidantes. A verdade é que apesar de considerar a minha dieta diária, uma dieta saudável, também lhe junto algumas asneiras (muitas, confesso) e esqueço alguns componentes que me parecem importantes, assim com os sumos consigo que fique completa e até tenho menos apetência para os disparates.

 

E também cheguei a um método para fazer bons sumos e a uma rotina que me é agradável e não me dá trabalho. 

 

Para cada semana, planeio os sumos que quero beber, como é um por dia (em jejum, que é quando o organismo absorve melhor todos os ingredientes), faço uma lista daquilo que tenho de comprar. Depois dedico uma meia-hora para descascar as frutas e preparar os legumes, cortar e dividir em doses individuais, tudo quanto pode ser congelado. Evito congelar os antioxidantes, porque perdem alguma propriedade, excepto os morangos, porque dão algum trabalho a arranjar. Em cada frasco, ou saco, escrevo o que me falta acrescentar naquele sumo, como a água de coco, ou o sumo de laranja, ou as sementes. Assim preparo os sumos para uma semana e depois é só tirar do congelador, juntar os ingredientes em falta, pôr na liquidificadora e beber.

 

Como é lógico, é sempre melhor fazer os sumos com fruta e legumes que não foram congelados, mas eu conheço-me e sei que se a coisa me der logo muito trabalho pela manhã, não a vou manter, portanto, se puderem, não congelem. Quanto a mim, escudo-me com a máxima que é melhor beber sumos congelados do que nenhum.

 

Qualquer sumo detox deverá ter sempre no mínimo quatro elementos: um elemento rico em clorofila (couve, agrião ou hortelã) + um elemento rico em fibras (maçã, laranja, limão, mamão, morango, maracujá, abacaxi, kiwi, cenoura ou beterraba) + ingrediente termogénico (gengibre, sementes de linhaça, espinafres, pimenta) + líquido para base do sumo (água de coco, chá verde, água gelada)

 

Ou seja, para fazer um sumo de forma correcta, combinamos sempre um elemento rico em clorofila (ajuda na limpeza estomacal), uma fruta rica em fibras e se a intenção é emagrecer (a minha, a minha!), um ingrediente termogénico (os queimadores de gordura, portanto), e para a base, líquidos que hidratam, ou estimulam o funcionamento do fígado. Para completar, mas é opcional, podemos acrescentar uma fruta mais doce, que ajuda a dar mais sabor à bebida, como melão, melancia, laranja e pêssego, que além de saborosos, são diuréticos.

 

E agora que está feita a introdução da cena, os posts seguintes sobre os sumos detox, serão com as receitas de sumos provadas e aprovadas. Os sumos não foram criados por mim, são receitas que vi em alguns sites, revistas e livros, algumas fui adaptando ao meu gosto, acabei por incluir ou retirar ingredientes e adaptar quantidades, mas fazem todos parte do meu plano, bebi-os, gosto deles (mais de uns do que de outros) e sobrevivi (com menos peso e menos barriga).

 

 

Fontes: 

Sapo Lifestyle

Dicas Naturais

Bolsa de Mulher

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2011
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D