Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

a vida em azul cueca

20
Out17

84 - Andei na net [e por aí] e trouxe comigo


Mac

 

 

. mais cinzento, cada vez mais a minha opção preferida para o inverno para não abusar tanto do branco e não cair no preto .

 

 

 

 

 

 

. e apontamentos de encarnado aqui e ali.

 

 

 

 

. e o street style da semana.

 

 

 

 •

 

 

 

 

. o hybrid gel da andreia, um verniz gel sem lâmpada, que promete uma duração impecável durante 15 dias . 

 

[super mega apaixonada por esta solução que se está a mostrar um espectáculo, além de ficar lindíssimo, os pincéis são nossos amigos e ajudam muito a conseguir uma cobertura e acabamento profissional (fui eu que pintei). recomendo muito]

 

 

 

 •

 

 

 

  

 . o primeiro relógio de pulso da flik flak para a criança pequena .

 

[o irmão também teve o primeiro relógio quando fez 6 anos, a mãe deles também e o pai idem aspas. é uma coisa importante para se ter aos 6 anos]

 

 

 

 

 

 

. um quadro que fiz para a lavandaria com uma frase de ânimo e esperança .

 

 

 

 •

 

 

 

 

. e a frase da semana .

 

 

30
Ago17

148 - Croché, colagens, tricô, filet, bricolage e coisas assim


Mac

 

  

 

 

Um destes dias estava sem ideias para decorar a mesa para um jantar lá fora, não é que seja preciso, mas sempre dá um ar, então resolvi pôr umas suculentas em frascos de compota e usei alguns dos bocados de conchas que apanhámos este ano na praia para tapar a terra.

 

 

  

 

 

 

 

 

 

 

Primeiro pus a terra no fundo dos frascos, depois plantei uma espécie de suculenta por frasco e finalmente cobri a terra com pedaços de conchas. 

 

 

 

 

 

 

 

 

Para tapar as roscas dos frascos usei corda.

 

 

 

 

 

  

 

E já está, uma ideia facílima de executar, rápida e que dá um ar de Verão à mesa, mais simples não há.

 

 

• instagram @maria.antonia.velez •

24
Ago17

147 - Croché, colagens, tricô, filet, bricolage e coisas assim


Mac

 

 

 

 

Gosto muito de usar velas na mesa do jantar, com ou sem amigos, de espalhar as de cheiro pela sala e entrada, e qualquer motivo é válido para as acender. Este ano trouxe do Algarve quatro búzios com velas, mas já cá "precisei" de mais, então resolvi fazer mais umas. Estava um bocado céptica, até porque há muitos anos que não fazia, desde que era miúda e era uma das actividades que fazíamos com a minha mãe. Lembrava-me de qualquer coisa do Banho Maria e para lhes dar cor, usávamos bocados de lápis de cera, portanto procurei indicações na net e com o que me lembrava, resolvi fazer.

 

 

 

 


 

 

 

Não comprei parafina, nem pavios, aproveitei bocados de velas que tenho a mania de guardar e juntei o útil ao agradável, reciclei e passei um óptimo bocado.

 

 

 

Materiais:

. Bocados de velas

. Conchas (Vieiras (*)) e búzios .. Tendas no centro de Cascais (ao pé da farmácia Cordeiro, estão lá todo o ano)

. Panela para Banho Maria (como a que tenho é de pirex e não dá para esta placa, usei uma panela normal para pôr a água e uma taça em pirex quase com o mesmo diâmetro da panela, para pôr a cera)

. Colher de pau para mexer a cera

. Martelo

. Base em madeira ou plástico

. Frascos de vidro

 

 

 

 

 

 

 

Com o martelo esmagamos as velas para ficarem em bocados. Retiramos os pavios.

 

 

 

 

 

 

 

 

Pomos os bocados de vela na taça de pirex e pomos a taça na panela com água. Levamos ao lume até derreter.

 

Atenção: nunca tentar derreter a cera ou parafina numa panela directamente ao lume, porque é de fácil combustão.

 

 

 

 

 

 


 

 

 

 Colocamos os búzios e conchas sobre frascos de forma a ficarem direitos e com uns pingos de cera colamos o pavio ao fundo.

 

 

 

 

 

 

 

Deitamos a cera já derretida e deixamos solidificar.

 

  

 Depois é só usar.

 

 

  

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

(*) Tenho-me esquecido de dizer que as vieiras dão para ir ao forno e fazer gratinados de peixe e marisco. Um destes dias mostro. Fica giríssimo.

18
Jul17

146 - Croché, colagens, tricô, filet, bricolage e coisas assim


Mac

 

 

 

 

Aqui estão os materiais e as explicações para fazer esta cesta em ráfia. Além de muito fácil, é bem giro de fazer, tanto que agora já comecei um saco para mim.

 

 

 

 

 

 

 

 

Materiais:

. Ráfia .. Drogarias (esta comprei na drogaria Costa, em Cascais)

. Agulha nº 8 (esta é da Craft Company, em Cascais)

 

 

 

 

 

 

 

 

Começamos por fazer uma base em ponto baixo, seguindo este esquema e com o diâmetro que pretendemos, portanto terá o número de voltas necessárias até atingir esse diâmetro. Quando a base estiver feita, já não se acrescentam pontos, continuamos a crochetar e fazemos o lado do cesto.

 

  

 

 

 

 

 

 

 

 

Fazemos 8 borlas em ráfia que prendemos à volta do cesto 

 

[forma de fazer borlas, aqui]

 

 

E já está.

 

 


 

 

17
Jul17

108 - Eu gosto é do Verão


Mac

 

 

 

 

 

  

 

No jantar de sábado deste fim-de-semana estreámos o meu primeiro cesto que fiz em ráfia (depois conto). Queria uma cesta grande, mas que não fosse alta, para pôr a fruta e também me apetecia muito experimentar fazer crochet com ráfia, então juntou-se o útil ao agradável e fiz esta cesta.

 

 

 

 

 

 

 

Também experimentei o Tártaro de Abacate do livro Detox, da Andrea Henrique, que ficou aprovado pelo resto da família.

 

 

. 2 abacates

. 2 tomates

. sumo de meio limão

. 20 folhas de hortelã

. sal q.b.

 

 

Retire os caroços ao tomate. Corte os abacates e o tomate em cubos e deite-os numa taça. Regue com o sumo de limão. Pique finamente as folhas de hortelã e junte ao preparado anterior. Tempere com sal. Misture tudo e sirva.

 

 

 

 

 

 

 

03
Jul17

145 - Croché, colagens, tricô, filet, bricolage e coisas assim


Mac

 

 

 

Estes arranjos não têm qualquer ciência, mas de qualquer forma deixo aqui como os fiz. 

 

 

 

 

 

 

Materiais:

. 1 alface frisada roxa

. 1 alface frisada verde

. formas de pudim (fica mais giro com formas antigas, mas eu só tenho uma, portanto usei também a de Pudim Flan)

. velas largas

. tesoura

 

 

 

 

 

 

 

  

Fazemos grupos de 3 folhas e cortamos de forma a ficarem um pouco maiores do que a altura da forma, e enrolamos.

 

 

 

 

 

 

Vamos dispondo na forma, já com a vela posta. No caso das formas com buraco, usamos velas mais baixas, que pomos em cima do buraco (como é a de Pudim Flan).

 

E já está.

 

 

 

 

 

 

[aqui para os meus lados é boa ideia pôr as velas dentro de copos, porque se for para usar ao ar livre, com o vento que faz quase sempre, se não usarmos copos, não conseguimos ter as velas acesas]

16
Jun17

144 - Croché, colagens, tricô, filet, bricolage e coisas assim


Mac

 

 

 

Ora então a forma de fazer estes suportes para velas, que vi numa decoração de Natal escandinava, mas que achei que tinham muito mais a ver com o nosso Verão.  Não têm ciência nenhuma, como é evidente. 

 

 

Materiais:

- Garrafas à escolha

- Restos de velas (daquelas que se põem em castiçais)

- Ramos pequenos

- X-acto

 

Escolhi estas garrafas dos concentrados da IKEA, porque gosto da forma e achei que tinham mais a ver com o que queria fazer.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

O único senão é que  as etiquetas são dificílimas de tirar. Para um outro trabalho já tinha experimentado tira-las com esfregão verde, depois de molho em água bem quente para ver se amoleciam e derretia a cola, e nada. A única forma de saírem é assim, raspando com um X-acto.

 

 


 

 

 

 

 

Depois de remover todas as etiquetas, escolhemos as ervas que queremos. Optei por aquilo que tenho no jardim e que tem ar de aguentar dentro de água. As folhagens de árvores de fruto não me pareceram boa opção, assim como de algumas flores, como Hortenses, por isso escolhi Alecrim, Fetos, Alfazema, Eucalipto, Oliveira e um raminho de umas sebes que não sei o nome.

 

Finalmente é só encher as garrafas com água, pôr cada raminho lá dentro e tapar o bocal com uma vela.

 

 

 

01
Jun17

143 - Croché, colagens, tricô, filet, bricolage e coisas assim


Mac

 

 

 

Como comentei há dias no Facebook, nesta casa já não havia meias sem par desde que adoptei aqueles sacos de rede para as pôr na máquina, mas depois apareceu um adolescente que espalha meias e claro, voltaram a desaparecer meias nesta casa. Então resolvi fazer este quadro que pendurei ao pé da máquina, para ir dando conta do que está sem par.

 

 

Materias:

. Ardósia e giz . Antigo Vassoureiro

. Molas em madeira . Drogaria Costa

. Cola . Grandes superfícies, Leroy Merlin, AKI

 

 

 

 

 

 

Dispomos as molas na ardósia como queremos que fiquem após coladas. Passamos uma tira de cola em cada mola e fazemos alguma pressão na ardósia. E já está.

 

 

Este deve ser o trabalho mais rápido que fiz até hoje e não tem qualquer ciência. Para ainda facilitar mais, usei esta super cola com um bico que facilita o uso em superfícies estreitas como estas molas.

 

 

 

 

 

(entenda-se que estas meias para ilustrar a coisa são da mãe do adolescente, porque as do adolescente só em preto não davam colorido à foto)

09
Mai17

141 - Croché, colagens, tricô, filet, bricolage e coisas assim


Mac

 

 

 

 

 

 

Como já tinha dito, andei a recolher ideias para enfeitar as cestas. Queria ideias que não fossem definitivas, que não implicassem coser ou colar nada, porque tanto me apetece usar as cestas simples sem nada, como enfeitadas, portanto andei à procura de soluções que pudesse pôr ou tirar na hora, sem complicações.

 

 

 E depois de encontrar, passei à prática e fiz 3 aplicações.

 

 

 

 

 

 

Para esta aplicação, começamos por fazer 6 pompons em cores à escolha (forma de fazer pompons, aqui e aqui. para quem não quiser fazer assim, nas retrosarias há um acessório próprio para fazer pompons).

 

Cortamos 3 fios de ráfia e enfiamos um pompom em cada ponta dos 3 fios, fazemos uma trança e terminamos com os restantes pompons, que enfiamos nas pontas soltas da ráfia.

 

 

 

  

 

 

 

»»» • «««

 

 

 

 

 

Para esta aplicação, fazemos 4 pompons (3 do mesmo tamanho + 1 um pouco maior) e 3 borlas (forma de fazer borlas, aqui).

 

Depois passamos com a linha com que atámos cada borla no respectivo pompom e as três linhas no pompom maior.

 

 

 

 

 

 

 

 »»» • «««

 

 

 

 

 

Para a terceira aplicação, fazemos uma trança em ráfia, 13 borlas e 3 pompons. Depois penduramos os pompons e as borlas a duas e duas e guardamos a 13ª para a ponta oposta da ráfia.

 

 

 

 

 

 

 

E pronto, como se vê, basta dar um saltinho ao Pinterest e ideias não faltam, depois é só passar à prática.

 

 

 

03
Mai17

140 - Croché, colagens, tricô, filet, bricolage e coisas assim


Mac

 

 

 

 

E já que as cestas vão estar em alta neste Verão, andei à procura de mais ideias para as decorar, além das já muito vistas filas de pompons. Gosto imenso de decorar as cestas e é facílimo. Se não quisermos fazer os pompons e borlas (há tutoriais por toda a net), também se podem comprar já feitos em qualquer retrosaria, depois é só pendura-los, coser, ou colar e personalizar as cestas e clutches ao nosso gosto. Prefiro usar pompons, borlas e fitas largas com ar de tapeçaria e não acho muita piada a bordado inglês, fitas vichy, rendas brancas e isso, que associo a decoração para bebés, mas lá está isto depende do gosto de cada uma. As que escolhi para aqui são aquelas que mais gosto, claro, e as que aos meus olhos resultam melhor, são aquelas em que se conjugam cores contrastantes e improváveis.

 

 

 

 

 

Ficam bem giras com os pompons pendurados,

 

 

 

com pompons e borlas misturadas

 

 

 

 

 

ou enfeitadas com crochet.

 

 

E já que estava com a mão na massa, andei a ver também ideias para clutches,

 

 

 

 

e basta cosermos uma fita gira (também se compram em retrosarias) e uma borla e conseguimos logo dar um ar giro a qualquer clutch.

 

 

{mais ideias aqui}

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D