Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

a vida em azul cueca

25
Mai11

180 - A SÉRIO!!??


Mac

 

 

 

 

 

Isto não é normal e estes miúdos são perturbados, só podem. Pontapés na cabeça? E os outros ficaram a ver e a filmar, e ninguém faz nada para as separar. São todos tarados, é o que é, e a precisar de tratamento psiquiátrico. Todos.

 

Crianças e adolescentes normais poderão bater, por diversos motivos, mas sabem parar, principalmente quando percebem que estão a magoar e há limites que os próprios se estabelecem. Isso é que é normal.

 

24
Mai11

179 - A SÉRIO!!??


Mac

 

 

 

 

 

Que se enchem os comícios com gente que se vai buscar através das Juntas de Freguesia, em troca de um dia mais agitado, um almoço e um convívio que não têm nos lares de dia, já não é bonito, mas pronto, sempre são nacionais, exercerão, ou não, o seu direito ao voto, e todos sabemos que é assim que se mascaram as coisas para dar a ideia da tendência de voto. Também todos sabemos que comícios vazios não atingem os objectivos de campanha, não alegram as estatísticas e não dão uma imagem de sucesso. É assim. E há muito que se enche, ou tapa, as vistas do povo com esta e aquela manobra, mais ou menos clara, mais ou menos limpa. Que o PS tenha recrutado ilegais, gente que, para já, não votará, em troca de uma merenda, e que nem a nossa língua fala, ou pouco fala, é só passar todas as barreiras do decente e indecente. 

 

 

 

04
Mai11

32 - THOSE THINGS THEY SAY


Mac

 

 

 

 

 

(...) Os reformados vão ter as pensões acima de 1.500 euros cortadas. 1,4 milhões de famílias de trabalhadores e pensionistas da classe média vão pagar mais IRS (através dos limites às deduções de saúde e educação). O Estado vai privatizar o que puder a preços de liquidação total. O subsídio de desemprego vai ser reduzido e o despedimento será mais barato. Os apoios à compra de habitação própria serão cortados. Os bancos vão ser forçados a conceder menos crédito. As empresas públicas de transporte vão ser espremidas. A subida do IVA, em contrapartida da descida da taxa social única das empresas, fica em estudo.

 

Tudo isto é para quê? Para virar para cima o país que está ao contrário. A troika não se comportou como um cobrador de fraque, que viesse executar as dívidas. Trouxe, como hoje veremos, um plano estratégico para tornar a economia mais competitiva e justa. (...)

 

(...) Temos um novo ano para esta tarefa. Não vai ser de arromba, vai ser um rombo. Que seja para mudar de vida. Antes de vida que de moeda, de soberania, de país. Feliz ano novo. 

 

 

(Pedro Santos Guerreiro, Jornal de Negócios)

 

 

 

Talvez a coisa não vá ser tão má, como seria com o PEC V, mas também não é famosa, só lamento que quem nos meteu nisto, vá sair impune e ainda apareça de cara deslavada a congratular-se do feito.

 

Agora é arregaçar as mangas e vida para a frente.

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D