Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

a vida em azul cueca

13
Nov17

185 - As nossas refeições, a vida, o nirvana e eu


Mac

 

 

 

 

 

 

 

Hoje trago a sugestão de três refeições + 1 refeição, simples e de fácil execução, que, já se sabe, os meus filhos adoram. 

 

Uma delas foi o jantar de S. Martinho, que tinha de incluir castanhas.

 

 

 

 

 

 

 

 

Para este jantar fiz uns ovos com espinafres no forno, uma das entradas deliciosas (Ovo na Galinha) do XL.

 

 

Ovos com Espinafres (para cada taça):

. 3 c sopa de espinafres

. 1 ovo

. 1 fatia de fiambre

. 1/2 fatia de queijo

. 3 c sopa de natas

. sal e pimenta

. margarina para untar

 

Coza os espinafres em água temperada com sal, escorra-os e corte. Corte o fiambre em quadradinhos. Unte cada taça com margarina, deite uma porção de espinafres, depois o fiambre, o queijo, as natas e por cima deite o ovo. Leve ao forno a 180º até a clara do ovo estar cozida, mas a gema não.

 

 

 

 

 

 

Depois fiz um lombo de porco assado em leite (Receitas Escolhidas, Maria de Lourdes Modesto)

 



. 1 kg de lombo de porco
. 2 folhas de louro
. sal
. pimenta
. 2 colheres de sopa de óleo
. 5 dl litros de leite

. 1 cubo de caldo de carne
. 4 dentes de alho

. 1 c sopa de molho inglês ou soja

. 1 c sopa de mostarda

. 1 c sopa de Maisena

 

Numa taça misture a mostarda com o molho inglês, 2 dentes de alho picado, o louro em bocados, a pimenta e o óleo. Esfregue a carne com esta mistura e deixe-o no frigorífico até ao dia seguinte. Coloque a carne num tabuleiro pequeno e regue-o com o leite previamente temperado com o caldo de carne e sal. Introduza ainda no tabuleiro dois dentes de alho cortados a meio. Leve a carne ao forno bem quente (220º) durante 30 mn, regando a carne de vez em quando. Reduza o calor e deixe cozer mais 30 mn. Escorra o molho, retire os dentes de alho e passe o molho pelo passador de rede, esmagando os resíduos. Adicione a maisena dissolvida num pouco de água fria, à marinada que ficou na tigela e leve ao lume para engrossar. Sirva a carne cortada em fatias cobertas pelo molho.

 

  

 

 

 

 

e para acompanhar um arroz Basmati e castanhas cozidas.

 

Geralmente compro castanhas e asso-as na Actifry, ficam muito boas, mas com a seca deste ano, as castanhas além de péssimas, estão caríssimas, portanto resolvi comprar castanhas congeladas, que não são baratas, mas têm alguma qualidade e cozi-as em água com sal.

 

 

 

 

 

 

 As outras refeições já tiveram novamente sopa, um creme de nabiças e batata doce, que na receita original não tinha as nabiças moídas, mas como já disse, legumes a boiar não é a praia dos meus filhos, portanto por aqui as sopas são quase todas em creme com raríssimas excepções. De qualquer forma deixo a receita de ambas as versões.

 

 

 

 

 

 

Sopa de Nabiças (panela de 3 litros)

 

. 3 batatas doce 

. 1 molho de nabiças (só as folhas - geralmente compro já arranjadas)

. 3 cenouras

. 1 cebola grande

. 1 cabeça de alho

. 1 c sopa de azeite

. sal

 

Descasque e corte todos os legumes. Ponha na panela e preencha com água, junte o azeite e o sal. Deixe em lume médio durante 25 mn. Desligue o lume e reduza a puré com a varinha mágica.

 

[Na versão com folhas de nabiça inteiras, só se põem depois de tudo cozido e triturado. O creme volta então ao lume, juntam-se as nabiças e deixa-se a cozer durante 5 mn]

 

 

 

 

 

 

E a seguir uns folhados de salsicha, que comprei já feitos e congelados, e é só passar a gema de ovo e pôr no forno, acompanhados de um arroz de cenoura e tomates gratinados, que como sobraram, deram para o outro jantar.

 

Arroz de cenoura:

. 1 cenoura

. 3 chávenas de chá de arroz (geralmente uso extra longo embalado em vácuo)

. 1 dente de alho

. azeite e sal

 

Pique o alho e junte ao azeite. Ponha ao lume e deixe dourar. Corte a cenoura em bocadinhos muito pequenos e junte ao alho. Deite o arroz e frite-o, mexendo sempre. Junte-lhe a água e o sal, tape a panela e deixe cozer cerca de 20 mn em lume médio.

 

 

 

 

 

 

 Tomates Gratinados:

. 4 tomates

. 2 c sopa de salsa picada

. 2 c sopa de azeite

. 100 g de miolo de pão duro esfarelado

. 4 dentes de alho

. sal e pimenta

 

Lave o tomate, corte ao meio, tire as grainhas e tempere com sal. Deixe-os a escorrer virados para baixo durante meia hora. Aqueça o azeite numa frigideira larga e ponha-os com a parte cortada em contacto com a frigideira. Deixe sair o máximo de água do tomate, vire-os para cima e deixe cozer. Depois coloque-os num parto de ir ao forno e à mesa. Junte o pão ao azeite que usou para cozer o tomate, assim como a salsa e os alhos picados. Tempere com sal e pimenta e espalhe um pouco em cada tomate. Leve a gratinar em forno bem quente.

 

 

 

 

 

 

Para uma outra refeição fiz uns bifes com natas, que são a refeição favorita do adolescente aqui de casa, com batatas fritas e arroz Basmati.

 

 

. 6 bifes da vazia

. margarina

. 200 ml de natas

. sal e pimenta

 

Numa frigideira larga frite os bifes na margarina. Junte as natas ao molho resultante da fritura, tempere com sal e pimenta e deixe engrossar um pouco. Regue os bifes com este molho.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

E para terminar, a habitual fruta, porque evito cada vez mais os doces. Agora aqui em casa os doces de colher e bolos estão reservados para os aniversários, dias festivos e dias que tornamos festivos, como no domingo.

 

 

 

 

 

 

A quarta refeição é o tipo de refeição que me sai sempre bem, vou ali ao Manolo e trago um frango com batatas fritas. Os miúdos adoram, nós também e o gato Wolfgang acha que fica invisível assim debaixo da mesa e não se cansa de tentar a sua sorte. O frango do Manolo é um mega sucesso nesta casa. 

 

 

 

 

 

 

E para terminar o almoço de domingo, uma sobremesa dentro da mesma linha de sucesso, o primeiro Bolo Rei do ano, da Sacolinha, claro.

 

 

 

 

 

 

06
Nov17

04 - Por estes dias


Mac

 

 

 

 

 

 

. das coisas de que gosto muito nesta altura do ano, sem qualquer ordem de preferência .

. ir ao mercado sem planos definidos e trazer as flores que ali decidi, depois dedicar um tempo a fazer arranjos para pôr na mesa e pela casa, pensar que suporte usar para onde e como quero a distribuição das cores e formas . 

. os almoços de domingo em casa dos avós e a esperança perdida de ter só uma salada à minha espera e nada de sobremesas, para poder dizer que aquilo tudo me engorda, mas que vezes não são vezes e ai que bom, adoro .

. sair sem mala, sacos e tralhas nas mãos, porque é só ali ao lado e ali ao lado nada me faz falta, e para isso vestir umas calças e uma camisola confortáveis - já tinha saudades das minhas camisolas de lã - porque a tarde vai ser só para deitar conversa fora .

. ruas com corredores de plátanos no outono, folhas de plátanos nos passeios e as cores mil de outono . e o cheiro dos assadores de castanhas que ainda não vi este ano .

 

[e este ano, ainda bem que começou o outono, ainda bem que já choveu, ainda bem que aprendi a gostar de chuva]

 

 

 

 

 

 

 

 

  

 

 

 

30
Out17

02 - Sítios de que gosto muito


Mac

 

 

 

  

Da minha infância ficaram-me as tardes de Inverno passadas nos jardins da Gulbenkian e no Museu de Arte Antiga, as idas ao Museu dos Coches, Museu da Marinha e tantos outros. E agora ir até aos museus e dar uma passagem pelas exposições, continua a ser um dos nossos passeios preferidos de Outono e Inverno.

 

 

 

 

 

 

 

Desta vez começámos por uma das exposições itinerantes da cidadela.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Depois fomos ao Palácio dos Condes de Castro Guimarães, que é lindíssimo, e está no Parque Marechal Carmona, onde levo muitas vezes o Pedro. 

 

 

 

  

 

 

 

 

 

 

 

 

  

 

  

 

  

 

 

 

   

 

 

 

E terminámos a ver a exposição de aguarelas, óleos e guaches sobre vulcões napolitanos.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

  

 

 

 

 

Este é mais um programa giro para fazer com os miúdos em que não precisam de estar sempre sossegados (ao pé dos jarrões de porcelana, convém), aprendem, ganham memórias boas, gastam energias, apanham ar e sem qualquer custo. Há melhor? 

 

16
Out17

03 - Por estes dias


Mac

 

  

 

 

 

 

  

 

 

provavelmente fizemos os últimos almoços deste ano lá fora . provavelmente calcei umas das melhores sabrinas que tive até hoje . há uma enorme probabilidade também de ser outono e de pela primeira vez na minha vida já estar farta de calor .

 

 

 

 

 

 

mas lá que a vida lá fora sabe bem, lá isso sabe . é bom andar no jardim até o sol se pôr e não precisar de agasalhos . ir ao villa cascais e ter a baía à frente, mesmo com um céu cinzento . tomar mais um café no hotel baía e começar a ter cascais com menos gente . 

 

  

 

  

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

e depois continuei a arrumar, porque a minha casa tem vida própria e desarruma-se . acho que sozinha, porque eu cá não dou por isso . arrumei o meu espaço dos trabalhos manuais e voltei a ter vontade de fazer coisas . às vezes faço um intervalo, não tenho ideias ou se tenho, não me apetece pegar em tintas, serras e colas . nem sequer na costura, linhas e tesouras . às vezes não me apetece sujar as mãos, nem fazer nada .

  

 

 

 

 

09
Out17

180 - Outubro, a vida, o nirvana e eu


Mac

 

 

  

 

 

 

 

 

 

 [duas ou três coisas que gosto em outubro]

. ficar ao sol sem precisar de ir ao banho para refrescar .

[porque este sol já não queima, não bronzeia, mas aquece a alma]

. achar um espanto ir à praia quatro dias seguidos .

[e depois lembrar-me que é normal e que naquele ano, no final de outubro já na véspera do pedro nascer, estive na praia]

. ter nascido em outubro .

[e achar que isso é a coisa mais trivial do mundo]

 

 

  

 

 

 

[quatro ou cinco coisas que gosto em outubro]

. ter um filho que nasceu em outubro .

[e achar que isso é a coisa mais especial do mundo]

. comprar roupa que não posso vestir logo . e sapatos . 

. não querer que o calor acabe, mas ter imensa vontade de usar botins, casacos

e camisolões .

[só para estrear, depois pode voltar outra vez o calor]

. os dias que começam gelados, passam a tórridos e acabam glaciares .

. o tempo que muda de repente, sem aviso .

. o cheiro dos assadores de castanhas nos fins de tarde a pedir casacos .

. romãs e abóboras .

. os fins de tarde de domingo no cinema e acabar o dia a jantar em casa dos avós .

[começámos a época com o blade runner 2045 . amei, mas peugeot?? porquê?]

. gosto de outubro .

 

 

 

 

 

 

 

27
Set17

178 - As nossas refeições, a vida, o nirvana e eu


Mac

 

 

 

 

Para o almoço de domingo com os avós, aproveitei umas mini abóboras que encontrei no mercado de Cascais, juntei-lhes umas outras que fiz (aqui e aqui ) e dei um ar de Outono à mesa, sem dar muito, porque ainda não estou bem no espírito e as temperaturas ainda não convidam às cores quentes. Eu acho. 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Para a refeição fiz um caldo de galinha com sêmola de milho, que os miúdos adoram e é super rápido de executar.

 

 

Ingredientes para uma panela de 3 litros:

. 1 caldo de galinha, ou 1 peito de frango

. 5 c sopa de sêmola de milho

. 1 c sopa de azeite

. 1 pitada de sal

 

Encha a panela com água, junte-lhe o azeite, o caldo e o sal. Quando a água estiver a ferver, deite aos poucos cada colher de sêmola (é importante que seja feito assim, porque evita que a sêmola forme grumos). Deixe ferver durante 5 minutos e sirva.

 

 

 

 

 

 

 

 

O prato principal foi um Bacalhau à Brás, receita do livro Cozinha Tradicional Portuguesa da Maria de Lourdes Modesto, mas com uma adaptação minha, para esconder a cebola dos miúdos, que se encontram um mini fio, são pessoas para ficar sem ar e pôr  imediatamente a refeição de lado. 

 

 

. 2 boas postas de bacalhau
. 6 c sopa de azeite
. 500 g de batatas fritas palha (uso as de pacote) 
. 6 Ovos 
. 3 Cebolas
. 1 Dente de alho
. Salsa a gosto
. Sal q.b.

 

 

Demolhe o bacalhau, retire-lhe a pele e as espinhas e desfie com as mãos. Corte as cebolas em rodelas finíssimas (pico-as na Bimby V5 5s). Pique o alho. Deite o azeite num tacho fundo e junte-lhe a cebola e o alho, assim que a cebola ficar transparente, junte-lhe o bacalhau desfiado. Mexa bem, para o bacalhau absorver o azeite. Junte as batatas palha e envolva. Numa taça bata ligeiramente os ovos com o sal e a pimenta. Com o tacho ao lume, junte-lhe os ovos e logo que os ovos estejam em creme, mas cozinhados, retire o tacho do lume. Deita o bacalhau numa travessa, polvilhe com salsa picada e sirva acompanhado com azeitonas (aqui em casa não se põem as azeitonas).

 

 

 

 

 

  

Para acompanhar fiz novamente aquele prato de legumes, mas com outra disposição.

 

 

 

 

 

 

 

 

E como tinha peras a mais, desta vez acabei por fazer uma sobremesa doce e fiz umas peras bêbadas.

 

 

 

Ingredientes:

. 8 Peras 
. 350 g de Açúcar mascavado
. 500 ml Vinho tinto 
. 1 Limão
. 1 cálice de Vinho do Porto 
. 1 pau de Canela

 

Descasque as peras inteiras e deixe-lhes o pé. Regue-as com o sumo do limão. Encha uma panela com água até cobrir as peras e junte o açúcar. Leve ao lume, junte o vinho tinto e deixe levantar fervura. Junte o pau de canela e uma casca de limão e deixe as peras cozer em lume brando até ficarem macias. Quando estiverem cozidas, retire-as para uma taça. Deixe o caldo da cozedura oa lume e junte-lhe o vinho do Porto. Deixe ferver até a calda apresentar um aspecto de xarope. Nessa altura, retire o molho do lume e deite-o sobre as peras.

 

 

{outra mesa de Outono, aqui}

19
Dez16

24 - EU GOSTO É DO FIM-DE-SEMANA


Mac

 

 

 

passeios a pé, para aproveitar estes dois dias de um sol com este céu tão azul (tão bom), muito jardim, almoços em família e jantares de natal com os amigos . a casa decorada para o natal, os presentes todos embrulhados, as últimas compras para a ceia planeadas e o natal já aqui à porta . é já para a semana a festa que me gasta (e eu gosto) quase dois meses a preparar . foi um fim-de-semana que já me soube a dia de natal, como se tivéssemos saído para aquele café num dos sítios que abre no dia 25 . e estava sol, como está sempre no dia de natal . tão bom .

12
Dez16

23 - EU GOSTO É DO FIM-DE-SEMANA


Mac

 

 

 

 

apanhei ramos de tudo um pouco, fiz os arranjos de natal (depois mostro), enfeitei a casa e enchi tudo de estrelas . pintei unhas e telas, e pus as leituras em dia . foi um sábado como gosto dos sábados . e num domingo cheio de sol, fomos turistar por cascais . experimentámos o maresia, que ficava sempre à nossa passagem para a baía do peixe (com a sua fantástica vista sobre a  baía), mas desta vez não ficou . cumpre com tudo quanto gostamos no registo refeições fora com os miúdos: o serviço é simpático e rápido, e o peixe estava óptimo e fresquíssimo (lulas, dourada e robalo) . depois fomos ver as construções na areia ali na praia do peixe, soprar moinhos e terminámos com gelados no santini . foi um domingo, como gosto dos domingos .

30
Nov16

116 - A CHUVA, O OUTONO, COISAS, A VIDA, O NIRVANA E EU


Mac

 

 

 

 

 

Para este fim-de-semana de quatro dias a pedir casa e mais casa, quero camisolas quentes e macias, ideias giras para a casa, uma cor de verniz nova e montar a árvore de natal, quer dizer, enfeitar a árvore, a casa e a vida . já comecei bem, neste dia de chuva, deixei o carro a lavar e fui arranjar o cabelo . estou cada vez mais parecida com a minha mãe . também abri a época do guarda-chuva esquecido, do guarda-chuva partido e da molha descomunal . venha então o mega fim-de-semana .

 

 

»»» • «««

 

. Casaco de malha . Zara

. Camisola . Topshop Unique (antiga) (idêntica aqui)

. Creme para corpo Sakura . Rituals (nesta versão com recargas)

. Eau de Toilette Chanel nº 19 (carregável)

. Vernizes Smoky Loden e U-Taupe . H&M

. Pulseira . Pandora

. Attitude . Blog

 

28
Nov16

114 - OS FILHOS, A VIDA, O NIRVANA E EU


Mac

 

 

 

foi um fim-de-semana quase todo passado em casa, com a criança pequena a recuperar de um febrão na sexta-feira . como é que este miúdo me prega sustos destes? 40º C, o termómetro marcou 40º e esta mãe hiperventilou . banhos para baixar aquilo, nos intervalos dos antipiréticos e anti-inflamatórios . e como veio o febrão, foi . graças a Deus . ainda tive tempo para começar a embrulhar alguns dos presentes que já comprei (e não tive paciência para esperar que mos embrulhassem), para pôr as leituras do desnecessário em dia, fazer o habitual spa caseiro de domingo (agora ainda melhor com as três máscaras maravilha), jardinar num domingo já com sol e planear o natal, com uma passagem pelo armazém dos tecidos . já me soube a natal, apesar de a casa ainda não estar preparada para o natal, e foi muito bom .

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D