Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

a vida em azul cueca

22
Set14

12 - BREVES CONSIDERAÇÕES SOBRE ECONOMIA DOMÉSTICA, IDEIAS DIVERSAS E TAL


Mac

 

[não, não é um naco de carne, é um simples bloco de morangos congelados]

 

 

Este ano, no final da época dos morangos, comprei uma data de quilos para congelar e prolongar a época aqui em casa, em mousses, batidos, smoothies e o que mais calhar. Normalmente os produtores vendem-nos mais baratos no final da época, porque o fruto já não aguenta tanto e há que despachá-los, é uma excelente oportunidade para comprar uma boa quantidade e eu gostei tanto da ideia (e da economia) que para o ano vou duplicar a quantidade.

 

Portanto, comprei os morangos, lavei-os e triturei-os, depois dividi o creme em sacos com cerca de um quilo cada, que como toda a gente sabe, ao guardarmos os alimentos em sacos, em vez de caixas, optimizamos o espaço de congelação, o que toda a gente também sabe e eu não me lembrei, é que se guardar cerca de um quilo de morangos triturados num saco de 3 litros, aquilo forma uma pedra tão comprida, que depois não cabe na Bimby, ou seja, na próxima vez tenho de os congelar em sacos mais pequenos, de forma a obter pedras que caibam no copo e não tenha de andar para ali à catanada ao bloco, além de ser uma perda de tempo, nem sempre preciso de um quilo de morangos de uma vez.

 

Pronto, fica a experiência nesta coisa da forma de congelar a cena, quanto ao resto, como já disse, pois sim, fiquei fã da coisa.

13
Mar13

09 - BREVES CONSIDERAÇÕES SOBRE ECONOMIA DOMÉSTICA, BRICOLAGE, IDEIAS COISAS, AI QUE O VERNIZ SE FOI E JÁ PASSAVA CREME NAS MÃOS


Mac

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Ando cá a pensar no bolo para o Dia do Pai. Resolvi fazer uma coisa gira, simples e em casa, mas precisava de fondant para a cobertura, quer dizer, se chegar a esta fase e o bolo não implodir, mas pronto, vamos manter a ilusão. E como acho o fondant caríssimo para não chegar a ser usado por esta pasteleira de mão cheia que vos escreve, resolvi fazê-lo em casa, em vez de comprar e sempre se poupam uns euros.

 

 

_____________________________

. o corante pode ser adicionado aos marshmallows, logo que saem do microondas, ou quando a massa já está feita. 

. a massa não pode ser congelada. guardamos no frigorífico, sempre envolvida em película transparente e pode ser guardada até 3 meses.

. se estiver dura, quando a formos usar, pomo-la uns segundos no microondas.

 

. com Bimby, faz-se o açúcar em pó na vel turbo, durante 20 s. sem Bimby, ou se compra, ou faz-se na máquina de moer café.

. quanto a amassar, pois sem Bimby, será à mão.

 

Este vídeo explica bem tudo.

13
Fev13

08 - BREVES CONSIDERAÇÕES SOBRE ECONOMIA DOMÉSTICA, BRICOLAGE, IDEIAS COISAS, AI QUE O VERNIZ SE FOI E JÁ PASSAVA CREME NAS MÃOS


Mac

 

Habitualmente faço as compras no Continente online. Não gosto lá muito de hipermercados, assim compro o que é preciso, não me perco em compras desnecessárias, não perco tempo e não carrego toneladas de leite. Mas às vezes, bandeio-me para o Jumbo. E gosto muito mais do Jumbo online. Logo para começar o site deles funciona, não é a morte lenta do Continente, em que uma pessoa atira com um pacote de açúcar para o cesto e fica a olhar 5 mn para o ecrã, depois são bestiais nas entregas, nunca se enganam em nada e nunca me deixaram as compras na minha vizinha. Sim, o Continente já mo fez. Como também validou uma encomenda e ela sumiu-se no ciber espaço. Como já me debitaram duas vezes o mesmo valor no cartão de crédito. Só me prendo ao Continente porque tem tudo quanto esta família gosta. Iogurtes líquidos xpto. Arroz não sei o quê e assim. Mas o Jumbo dá-me ofertas tão boas. E eu pélo-me por uma boa de uma pechincha. Hoje, por exemplo, numa micro encomenda de cerca de € 50.00, deram-me dois pacotes de 850 ml de iogurte líquido da Danone, duas pastas de dentes e dois chocolates Milka. Acho que a família terá de se contentar com produtos similares, mas isto é coisa para me trazer extremamente feliz. Agora lembrem-se lá de na encomenda à séria, encolher as mãozinhas na coisa das ofertas, siiiiim?

 

[agora só me falta perceber aquela cena dos cupões e desatar a viver à conta da coisa. isso e como a outra que abastece a casa para um mês com € 120.00, ou lá o que é. se só comem atum em lata, não interessa nada]

22
Jan13

07 - BREVES CONSIDERAÇÕES SOBRE ECONOMIA DOMÉSTICA, BRICOLAGE, IDEIAS COISAS, AI QUE O VERNIZ SE FOI E JÁ PASSAVA CREME NAS MÃOS


Mac

 

 

 

 

 

Aqui há dias em conversa sobre a economia que podemos fazer ao implementar um circuito de trocas com a família e os amigos, disseram-me que não sei quem passava as chupetas dos irmãos mais velhos para os mais novos. As chupetas!!?? E eu só me lembrei daquele episódio em que a Lilly e o Marshall partilharam a mesma escova de dentes. Bom, não é que seja esquisita nisto das trocas, mas trocar chupetas, não é basicamente o mesmo que usar a escova de dentes alheia? Eu cá acho.

 

 

[nesta família trocam-se roupas, brinquedos, filmes e livros. Bom, dos filmes e livros já nem falo, se não caio na repetição dos que não devolvem e patatipatata. Quer dizer, agora já me recuso a trocar/emprestar filmes e livros por causa das mentes esquecidas. Reformulando isto, nesta família trocam-se roupas e brinquedos. Roupas dos filhos com os primos e brinquedos também. A verdade é que tanto roupas como brinquedos têm uma vida de uso demasiado curta. As roupas de Inverno de um ano raramente servem no Inverno seguinte, assim como as de Verão, é aquela mania de crescer das crianças. Claro que algumas coisas são compradas para eles, ou porque na escala de primos já está tão gasto que não dá mesmo, ou porque os primos nem tiveram isto ou aquilo, ou porque lhes ofereceram, ou porque me apetece. Eu gosto de comprar coisas para os meus filhos e confesso que às vezes até fico um bocado coisa porque tencionava comprar isto ou aquilo que vi, mas depois lá vem parecido e portanto já não vale a pena ir comprar. Mas troca-se o que é trocável em vez de comprar]

03
Jan13

05 - BREVES CONSIDERAÇÕES SOBRE ECONOMIA DOMÉSTICA, BRICOLAGE, IDEIAS COISAS, AI QUE O VERNIZ SE FOI E JÁ PASSAVA CREME NAS MÃOS


Mac

 

 

 

 

 

Diz que a embalagem de detergente Fairy dá para oito semanas. Eu cá não sei disso, até porque a maior parte da loiça é lavada na máquina, mas sei que quando o uso, abuso. Acho sempre que gasto muito detergente e culpo a embalagem que não tem um travão qualquer, assim peguei nuns frascos daquele refresco de mirtilos do IKEA, o estrambólico qualquer coisa, comprei os doseadores numa daquelas lojas que vendem champôs e passei para ali o detergente. O gel de mãos também. Outra coisa que me aborrecia, era com as mãos cheias de gordura, ter de pegar nas embalagens e deixa-las todas bodegadas. E ter na bancada embalagens de plástico também me apoquentava as vistas. Pronto, tudo resolvido ao nível da economia, higiéne e estética. 

23
Nov12

03 - BREVES CONSIDERAÇÕES SOBRE ECONOMIA DOMÉSTICA, AI QUE O VERNIZ SE FOI E JÁ PASSAVA CREME NAS MÃOS


Mac

 

Resolvi arranjar tudo quanto é saias que ora estão compridas, pois, desde que o meu marido fez do meu ser belo uma mulher séria, deu-me para elevar as saias, também me deu para usar biquíni, mas isso agora não interessa nada, dizia eu das saias, pois, ora estão largas, pois, de vez em quando consigo ser magra, quer dizer, menos cheiota, ora o coiso. Maneiras que tenho estado muito ocupada. Primeiro informei-me quanto me levavam naquelas lojas de arranjos que há, e só por uma delas, levavam-me quase o valor de uma nova, está bem, se fosse da Zara, mas o meu câmbio nestas coisas é a Zara, mesmo que a saia não seja da Zara. Depois também tinha uma data de calças a precisarem de bainhas, esta é outra que eu acho que é conluio das lojas com as cenas de arranjos, as calças têm sempre pernas para gigantes, eu tenho 1.67 e fico com meio metro a mais de calças, adiante, e se normalmente sou eu a fazer bainhas, ainda assim resolvi saber como está o mercado dos arranjos, está guloso, ora por cada par pediram-me € 7.5, sete eurrros e cinquenta cêntiiimos, hahaha, eu fiz cá contas e ao fim de seis pares, comprava umas já boazinhas, se fossem da Zara, cá está o câmbio, seria ao fim de três pares. Maneiras que arranjo-as eu, que não sou diminuída das mãos.

 

E é isto. Compramos uma máquina de costura, nem é preciso ser uma grande coisa e ao fim de umas bainhas já está amortizadinha e nós felizes cheias de encaixe.

29
Out12

02 - BREVES CONSIDERAÇÕES SOBRE ECONOMIA DOMÉSTICA, AI QUE O VERNIZ SE FOI E JÁ PASSAVA CREME NAS MÃOS


Mac

 

 

 

 

 

Na minha casa o consumo de iogurtes é elevado, uma média de seis por dia, o que representa um custo significativo nas contas de supermercado, o consumo energético de uma iogurteira é baixíssimo, além de termos a certeza do que estamos a comer e a dar às nossas crianças, assim, faço-os eu e ainda poupo uns euros, mas sobre este assunto, a Jonas escreveu um texto muito bom.

 

E como eles gostam é de iogurtes espessos, para um litro de leite meio gordo, junto oito colheres de sopa de leite em pó Nido, além de um iogurte. Na minha iogurteira, bastam 13 horas. Se quisermos fazer iogurtes gregos, em vez dos copos, usamos uma taça de vidro, devidamente esterilizada e faço exactamente como aqui, ou seja, após ter o iogurte pronto, ponho-o numa peneira com o fundo coberto por um pano de algodão e uma taça por baixo e deixo-o a escorrer o soro durante uma noite, no frigorífico.  

 

[também há quem faça na Bimby, mas confesso que nunca tive paciência]

27
Out12

01 - BREVES CONSIDERAÇÕES SOBRE ECONOMIA DOMÉSTICA, AI QUE O VERNIZ SE FOI E JÁ PASSAVA CREME NAS MÃOS


Mac

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Como já tinha dito, hoje é dia de cortar abóboras. Uma para converter em cubos e congelar para fins alimentares, outra para fazer uma coisa para o halloween, mas aproveitando-lhe o interior, que eu cá fico doente se deito comida para o lixo. 

 

É muito fácil, com uma faca bem afiada, corta-se-lhe os topos, depois a meio e com uma colher tiramos-lhe as pevides e interior que não interessa, descasca-se (eu bem digo que preciso de uma máquina que faça isto, mas pronto), corta-se em talhadas e depois em cubos. Como a abóbora é coisa para alimentar um regimento até à inconsciência e eu não tenho um regimento em casa, convém congelar em caixas ou sacos, para depois usar quando for preciso.

 

Quanto à abóbora para fins infantis, cortei-lhe o topo em tampa, retirei-lhe o interior com uma colher, que já foi convertido em sopa e laveia-a, pronto, prontinha para esculturas, receber velas e tal.

 

 

A culpa disto tudo é do meu amigo Zé que me traz aqui à porta os melhores legumes e frutas, tudo sem químicos e a preços bombeiro. Gosto muito de não me preocupar em ir aqui ou ali para comprar isto ou aquilo, sei lá eu tantas vezes que drogas lhes juntaram para terem aquele aspecto, assim é limpinho, do produtor para o consumidor final, esta aqui, e duas vezes por semana, se assim me convier. Ide espreitar estes Campos Silvestres, meus amigos, ide.

 

[As entregas, preferencialmente nos concelhos de Cascais, Lisboa e Oeiras, são feitas na 3ª feira e na 6ª feira]



_________________________________________________

e sim, estou a fazer publicidade, mas não, ele não me pagou para isto, lamento desiludir e continuar nesta abnegação, mas é meu amigo, aqui consumimos mesmo estes produtos e como já disse e repito, só publicito aquilo que uso e em que acredito. de caminho, até acho que o que é bom para a minha saúde e carteira, também poderá ser para vocês, vale?

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D