Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

a vida em azul cueca

06
Mar17

41 - EU É MAIS COZINHAS, TACHOS E PANELAS


Mac

 

 

 

 

 

Nunca tinha cozinhado arroz Basmati, bem sei, uma vergonha, mas como aqui em casa somos fãs, resolvi mudar o rumo das coisas e passar a inclui-lo na nossa alimentação dentro de portas. Investiguei qualquer coisa sobre a forma correcta de o cozinhar e segui este processo, como me saiu bem e ficou aprovadíssimo pelos miúdos, deixo aqui como fiz:

 

 

 

 

 

Despeje duas chávenas de arroz para uma tigela.

(esta é a quantidade para dar uma tigela normal de arroz cozido) 

Encha a tigela com água para cobrir apenas a superfície do grão.

 

Mexa o arroz com uma colher de pau para remover o amido (tirar o amido evita que o grão fique pegajoso). A água da tigela ficará esbranquiçada. Escorra a água da tigela, usando um escorredor de rede fina (os grãos são pequenos). Repita até a água sair transparente.

 

 

  

Em alternativa, lave o arroz com água corrente até confirmar que sai transparente.

 

Este  processo faz com que o arroz fique sem amido e com a textura ideal depois de cozido.

 

  

 

 

Para cada chávena de arroz, coloque 1 1/2 de água na panela, neste caso, para duas chávenas de arroz, ponha 3 chávenas de água na panela. Quando a água ferver, deite o sal, misture e depois deite o arroz e mexa. Assim que a água voltar a ferver, baixe o lume e tape a panela. Dentro de 10 mn o arroz está pronto, mas ainda com o grão um pouco duro. Desligue o fogão e deixe o arroz na panela por mais 10 mn. Passado este tempo, o arroz já está cozido. Com a ajuda de um garfo, solte-o. Passe o arroz para o prato de servir e já está, um arroz Basmati bem bom. 

 

 

 

 

02
Mar17

40 - EU É MAIS COZINHAS, TACHOS E PANELAS


Mac

 

 

 

 

Estou viciada nesta salada (que é uma versão mais simples desta aqui), não tem qualquer segredo, é bem vulgar, mas já agora fica a receita para quem se quiser viciar também.

 

. folhas de alface (aqueles sacos com alface já cortada) 

 . 1 queijo fresco

. 100 g de cogumelos frescos

. 100 g de nozes

. azeite, vinagre e sal, para temperar (ou mel).

 

Corte as nozes e os cogumelos em bocados bem pequenos e o queijo fresco em cubos. Misture todos os ingredientes e tempere com azeite, vinagre e sal. E já está.

16
Fev17

39 - EU É MAIS COZINHAS, TACHOS E PANELAS


Mac

 

 

 

 

Como pessoa que gosta bastante de cebola, seja ela cozinhada, ou crua, desta vez fiz umas échalotes caramelizadas para acompanhar uma carne assada. 

 

. 10 échalotes (ou 5 cebolas cortadas em quartos)

. 2 c sopa de manteiga

. 2 c sopa de açúcar mascavado

. vinagre balsâmico (só para salpicar)

 

 

Coloque as échalotes numa panela com água e leve ao fogão. Assim que começar a ferver, desligue o lume e deixe as cebolas uns 10 mn na água quente. Ao fim de 10 mn, escorra-as. 

 

Numa frigideira derreta a manteiga, junte-lhe o açúcar mascavado e mexa. Quando o açúcar derreter, coloque as cebolas.

 

Envolva  as cebolas com o caramelo formado e quando já tiverem uma camada e o molho estiver espesso, salpique-as com um pouco de vinagre. 

 

E já está.

19
Dez16

102 - É NATAL, É NATAL, LAI LAI LAI, LARAILAILAI


Mac

 

 

 

 

 

Para o jantar de Natal deste fim-de-semana com amigos, fiz mais umas coroas de eucalipto, mas mais pequenas do que aquelas que mostrei, e que pus em cima dos guardanapos. Depois pus alguns vidros com velas pequenas no centro da mesa, e decorei-os com ramos de eucalipto e gilbardeira. 

 

 

 

 

 

 

 

 

Acima de tudo queria que a mesa ficasse com um ar simples e despretensioso, mas bastante luminosa. Acho que consegui. 

 

 

  »»» • «««

 

 

 

 

 

Já agora uma dica sobre a Mousse de Chocolate, que se calhar toda a gente já sabe, mas como continuo a ver mousses quase líquidas, ou mousses desmaiadas com o fundo aguado (pelo amor da Santa!), não custa deixar aqui: se substituirmos o leite por 200 ml de natas, a mousse fica bem cremosa e encorpada. Ah e tal e as calorias que para aí vão com natas! Olha eu muito ralada.

 

. 100 g de açúcar baunilhado

. 6 ovos

. gotas de limão

. 1 pitada de sal

. 200 ml natas 

. 150 g de manteiga

. 300 g de chocolate para culinária (uso o Pantagruel)

 

Versão Bimby

Pese o açúcar e reserve.

Separe as gemas das claras e reserve.

Ponha a “borboleta” no copo, coloque as claras com uma pitada de sal e umas gotas de limão, e programe 6 min/vel 3,5. Quando faltarem 30 s deite pelo bocal 3 c de sopa do açúcar reservado. Retire a “borboleta” e deite as claras em castelo numa taça.

Sem lavar o copo deite as natas, as gemas, o restante açúcar, a manteiga e programe 5 mn/ vel 4/ 80º. Coloque o chocolate partido, deixe que amacie e programe  15s/ vel 6.

Misture com as claras reservadas, passe para a taça de servir e leve ao frigorífico por 3 horas.

 

Versão tradicional

Pese o açúcar, a manteiga e o chocolate.

Separe as gemas das claras e bata as claras em castelo, às quais juntou uma pitada de sal e umas gotas de limão. Nos segundos finais junte c de sopa do açúcar pesado. 

Em banho-maria, bata as natas com as gemas, a manteiga e o restante açúcar. Quando tiver um creme, junte o chocolate partido, até que se dissolva.

Misture com as claras reservadas, passe para a taça de servir e leve ao frigorífico por 3 horas.

 

 

 

»»» • «««

 

. velas . Ikea

. toalha . Zara Home

. vidros do centro da mesa . Docinho de açúcar

 

 

»»» • mais mesas de Natal, aqui

15
Set16

42 - ANDEI NA NET [E POR AÍ] E TROUXE COMIGO


Mac

 

 . ideias para usar os bombers - que comecei por afirmar que não, que não iria usar - que aos meus olhos ficam bem mais giros com saias e calças largas, do que na óbvia conjugação com skinnies .

 

 

 

. e as saias de pregas, uma das grandes tendências da estação .

 

 

 

 

 . o creme de corpo eau ressourçante, o melhor de todos os hidratantes - como se eu fosse capaz de eleger o melhor, mas está bem - para usar e abusar após duche . deixa a pele linda e tem um cheirinho fantástico que dura o dia todo (vale a pena trazer do duty free) .

 

 

 

 

  

. os turcos abyss & habidecor com os seus toalhões mega size de 2 X 1.10, há lá coisa melhor .

 

 

 

 

  . da zara home, uns talheres para mãos pequeninas, que têm sido um sucesso (o prato é VA e tem aí uns 4 anos aqui em casa) .

 

 

 Fig & Chevre Canapes

 

. uma receita com figos, queijo de cabra, presunto, rúcula e mel (via casal mistério) .

 

 

 

 

. as sobremesas e bolos da sprinkle bakes .

 

 

 

 

. e claro, a frase da semana .

 

16
Jun16

38 - EU É MAIS COZINHAS, TACHOS E PANELAS


Mac

 

 

  

Uma das minhas misturas favoritas é a de ananás com hortelã, seja em sumos, smoothies, ou sobremesas, por isso quando vi esta receita na revista Jardins deste mês, apostei que iria adorar e apostei bem. É deliciosa, super fresca, além de rápida e fácil de fazer.

 

 

- Carpaccio de Abacaxi -

 

. 1 abacaxi maduro

. 100 g de açúcar

. 2 limas

. 1 molho de hortelã

 

Descasque o abacaxi e sem retirar o centro do abacaxi, corte-o em quatro quartos. Corte cada quarto em fatias muito finas, de modo a que fiquem transparentes. Deite numa taça.

 

Coloque o açúcar e as folhas de hortelã no almofariz e esmague tudo até obter um açúcar verde.

 

 

 

  

Deite este açúcar sobre o abacaxi cortado. Raspe as limas e deite também sobre o abacaxi. Envolva e disponha esta mistura numa travessa de servir. Leve ao frigorífico durante uma hora.

 

Antes de servir decore com mais um pouco de raspas de lima e folhas de hortelã.

 

 

 

 

 

_________ - ♥ - _________

 

. talheres com cabo forrado com corda . aqui

 

24
Mai16

37 - EU É MAIS COZINHAS, TACHOS E PANELAS


Mac

DSC05896.JPG

 

 

No outro dia lembrei-me de fazer uma variante da Mousse de Maracujá e fiz uma de framboesas. É exactamente igual à de maracujá, mas substituí a polpa deste fruto, por framboesas frescas, que após reduzir a puré, juntei duas colheres de sopa de rum. Ficou com um sabor muito parecido ao Panna Cotta de framboesas, mas mais leve. A família gostou.

 

 

. 300 g de framboesas 

. 1 lata de leite condensado

. 400 ml de natas para bater (bem frias)

. 4 folhas de gelatina

. 60 ml de leite

. 2 c sopa de rum

 


- Modo tradicional -

Coloque as folhas de gelatina numa taça com água fria, durante 5 mn. Ponha o leite num tacho e leve ao lume, quando estiver quente, junte as folhas de gelatina escorridas e mexa até se dissolverem. Bata as natas até ficarem montadas. Reduza as framboesas a puré e junte-lhes o rum, mexa bem. Numa outra taça, deite o leite condensado e junte o puré de framboesas aos poucos, mexendo sempre. Junte o leite com as folhas de gelatina e misture bem. Junte as natas e envolva tudo muito bem.

Deite numa taça e leve ao frigorífico durante cerca de 4 horas para solidificar, e já está.




- Na Bimby -

Coloque as folhas de gelatina numa taça com água fria, durante 5 mn. Ponha a borboleta no copo limpo e bem seco, deite as natas e programe 2 mn/v 3.5. Reserve. Deite o leite no copo e programe 1 mn/v 1/ 100º. Junte as folhas de gelatina ao leite e programe 1 mn/v2 e reserve. Deite no copo as framboesas e reduza-as a puré, 15 s/turbo. Junte o leite condensado e programe 5 mn/ v3. Junte o rum e as natas e programe 5 mn/v3.

Deite numa taça e leve ao frigorífico durante cerca de 4 horas para solidificar, e já está.

03
Mai16

35 - EU É MAIS COZINHAS, TACHOS E PANELAS


Mac

 

 

 

 

Para o aniversário do pai cá de casa, também fiz uma Mousse de Maracujá. Gosto imenso de mousses de fruta, porque são rápidas e fáceis de fazer, e são sempre uma sobremesa leve e fresca, para qualquer altura do ano.

 

A Mousse de Maracujá é apenas uma mistura de uma lata de maracujá, uma lata de leite condensado e um pacote, ou dois de natas batidas. Muito honestamente, sem as folhas de gelatina, não lhe acho piada nenhuma, porque fica muito líquida e de mousse tem muito pouco. Na versão que gosto, em que se junta as folhas de gelatina, a mousse fica bem encorpada e com uma textura de mousse muito agradável, ali entre o 'não cai da colher e não é um pudim'.  

 

 

 

 

  

 

. 1 lata de 450 g. de polpa de maracujá  

. 1 lata de leite condensado 

. 400 ml de natas para bater (bem frias)

. 4 folhas de gelatina

. 60 ml de leite

 

- Modo tradicional -

 

Coloque as folhas de gelatina numa taça com água fria, durante 5 mn. Ponha o leite num tacho e leve ao lume, quando estiver quente, junte as folhas de gelatina escorridas e mexa até se dissolverem. Bata as natas até ficarem montadas. Numa outra taça, deite o leite condensado e junte a polpa de maracujá aos poucos, mexendo sempre. Junte o leite com as folhas de gelatina e misture bem. Junte as natas e envolva tudo muito bem.

 

Deite numa taça e leve ao frigorífico durante cerca de 4 horas para solidificar, e já está, uma mousse fantástica.

 

 

- Na Bimby -

 

Coloque as folhas de gelatina numa taça com água fria, durante 5 mn. Ponha a borboleta no copo limpo e bem seco, deite as natas e programe 2 mn/v 3.5. Reserve. Deite o leite no copo e programe 1 mn/v 1/ 100º. Junte as folhas de gelatina ao leite e programe 1 mn/v2. Junte o leite condensado e programe 5 mn/ v3, ao fim de 2mn, vá deitando a polpa de maracujá aos poucos. Junte as natas e programe 5 mn/v3. 

 

Deite numa taça e leve ao frigorífico durante cerca de 4 horas para solidificar, e já está, uma mousse fantástica.

27
Abr16

34 - EU É MAIS COZINHAS, TACHOS E PANELAS


Mac

 

 

  

Ontem para o almoço fiz esta receita de lulas com molho de mostrada, do livro da Bimby. Ultimamente, quando quero experimentar receitas que não fazem parte dos menus familiares, prefiro fazer para o almoço e ver se tem alguma hipótese de ser aprovada pelo gosto dos miúdos, ou se nem pensar. Tento ao máximo variar bastante as ementas aqui em casa, apesar de termos aqueles pratos seguros que já fazem parte há anos e anos, vou experimentando novas receitas, e algumas entram para o circuito dos pratos seguros.

 

Esta receita, como tinha mostarda, era das tais que me deixava algumas dúvidas, mas afinal tem tudo para os miúdos gostarem. Ainda por cima é fácil e relativamente rápida. Como foi para o almoço, fiz a quantidade para duas pessoas, ou seja, usei uma embalagem de 450 g de lulas (Pescanova) e dividi a meio as quantidades da receita, mas basta seguir as quantidades que estão indicadas e dá para quatro pessoas, apesar de indicar no original que dá para seis. Acompanhei com um arroz branco simples (usei arroz vaporizado D'el Rei, que fica sempre solto). 

 

Mais uma receita para incluir nos menus familiares.  

 

 

- Versão Bimby -

 

 

 

- Modo tradicional -

 

Pique o alho e a cebola e faça um refogado. Quando a cebola estiver transparente, junte o tomate, que triturou previamente. Deixe cozer em lume brando, durante 5 mn. Junte as lulas cortadas em argolas, o vinho, o louro, o sal e a pimenta. Tape o tacho e deixe cozer em lume brando durante 25 mn. Numa taça envolva as gemas, a mostarda (usei de Dijon) e o sumo de limão. Deite esta mistura em fio sobre as lulas e vá mexendo. Coloque numa travessa e sirva.

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D