Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

a vida em azul cueca

13
Abr17

265 - A Sério??!! Menos, por favor


Mac

Depois do post de ontem sobre os cocós de cães na praia, que parece que incomodou muito os que deixam os cocós dos seus cães na praia, vamos então para todo um outro nível, já que há muita gente que compara o restante lixo com os cocós que os donos dos cães não apanham.

 

Aos meus olhos são todos porcos:


. os donos dos cães que não apanham os cocós dos cães
. os fumadores que enterram beatas na areia
. todos os que ali deixam lixo, seja garrafas, pacotes, papéis plásticos, pensos higiénicos, pensos rápidos
. todos os que vão sexualizar e simular sexo escaldante aos olhos da população que nada tem a ver com aquilo, nem quer.
. pais de crianças que as põem nuas na praia
. pais de crianças que as deixam fazer chichi e cocó no areal

 

A praia é um local como outro qualquer, lá por estarmos de fato de banho, portanto mais livres de roupas, não significa que nos tornemos primitivos e pouco cívicos.

 

E para terminar, repito basicamente o que já escrevi em resposta a um comentário, eu nunca afirmei que é normal atirar lixo para a praia, seja ele qual for. E muito honestamente acho lamentável que as pessoas que não apanham os cocós dos cães se escudem no lixo que os outros (donos ou não de cães), deixam na praia. Estão todos errados, só isso. A praia não é uma lixeira, não é um urinol, nem um cinzeiro. É de todos e todos temos o direito de usufruir de praias limpas, sem chichis e cocós de cães, crianças e adultos, sem beatas, pacotes, garrafas, lenços e o diabo a quatro. Se não conseguem apanhar o chichi dos cães, a solução parece-me simples: não os levam para um local onde sabem que as pessoas se sentam e andam descalças. Parece-me que é uma regra básica de civismo.

 

Assunto encerrado. Ninguém me convence do contrário.

 

 

#MunidaDaMinhaImensaPaciência

#OsMeusOlhosOsMeusOlhos

#EuXoru

#PorcosFeiosEMaus

#PorUmPortugalMaisCivilizado

#BirraDeSono

#DiadosMausFígados

12
Abr17

264 - A Sério??!! Menos, por favor


Mac

 

 

 

 

 

Vejo um cão a correr na praia, depois dois, três, quatro, e de repente são oito. Correm. Alguns donos acompanham-nos (ou tentam, vá), outros ficam passivos junto ao mar. É bonito. É sim, sem qualquer dúvida.

 

E de repente um dos cães alça da pata e zás chichi no areal e vai outro e agacha-se e cocó no areal e os donos impávidos e serenos nada fazem, afinal a praia é o urinol dos quatro patas. Pois.

 

Acho maravilhoso que nos preocupemos em educar os nossos filhos na técnica do baldinho (aqui, nada que agradecer, uma criada ao serviço da higiene pública ao vosso dispor), que não se deixe que as crianças façam chichi e defequem ali em pleno areal, afinal a praia é de todos e ninguém tem de andar a pisar cocó e chichi de criança, mas de cão não faz mal.

 

Ora como não é possível dizer aos cães para não fazerem chichi e cocó na areia, como não é possível educar os donos dos cães (ou é??) que por ali andam, a apanharem aquilo que os cães fazem, é simples, não se levam cães para a praia. Ou então educa-se os donos dos cães a apanhar o que os cães fazem.

 

 

[não, o sol não desinfecta tudo, o mar também não leva tudo, até porque a maré nem sempre sobe até onde foram depositadas cenas, e já agora, quando virem assim um bocadinho de areia molhada no meio da areia seca, nem sempre foi uma criança que ali esteve a brincar com o balde e água, é só para avisar]

 

 

 

Disclaimer: Mais uma vez, não tenho nada contra os cães, como já disse várias vezes - é verdade é um tema que apadrinho com muito carinho – eu estou é contra os donos dos cães que não gostam das pessoas no geral e crianças em particular, e põem em risco a sua saúde e higiene. Só isso.

 

 

#PorUmPortugalMaisCivilizado

#PorcosFeiosEMaus

08
Mar17

141 - as pessoas, a vida, o nirvana e eu


Mac

 

 

 

 

 

[às vezes olho para o paredão e tenho a certeza que o paraíso existe, às 9 da manhã aqui no Estoril, ao pé do mar com este céu tão azul, mas depois olho para o chão]

 

O que corre há muitos anos, o que corre agora porque vem aí a época dos bikinis, a que está no pós parto e anda com o carrinho do bebé, e os os avós que ficaram com os netos também, a grávida que treina, e as mais velhas com os chapéus de palha, às vezes num passo lento, outras nem por isso, eles em grupos de três sempre em conversas sonoras, os casais, as quarentonas em grupo e as trintonas e as vintinhas, as solitárias e os solitários (pelo menos ali), as mães e filhas, e avós, os ciclistas, o que corre com o cão, a que vai só passear o cão, e os cocós. Cocós, imensos cocós.

 

Eu conto cocós no paredão. É verdade, é uma actividade tão séria e enxuta como outra qualquer, já que tenho de ir a olhar para o chão para não os pisar. Conto cocós de cão. Hoje contei 7 frescos, entre o Estoril e Cascais. Está melhor, no outro dia contei 13, ainda no outro eram 16. Mas não foram os donos dos cães que apanharam os cocós, não senhora, foi o mar que os levou.

 

A sério que não percebo isto, então os donos dos cães têm a preocupação de ir para ali respirar bom ar, ver o mar, oxigenar, exercitar e depois não se importam que o seu cão faça cocó no chão que é de todos? Que isso ainda é como o outro, não se pode pedir ao cão para não fazer, mas podem e devem apanhar o que o cão fez.

 

Mas não, o resto da população tem de andar ali de olhos pregados no chão a fazer slalom, se não quiser passar um bocado agarrado aos ténis a escavar cocó com pauzinhos e isso.

 

O paredão não é uma casa-de-banho pública. A praia também não. E o mar não é um autoclismo.

 

 

Disclaimer: Não tenho nada contra os cães, como já disse num outro post sobre cocós - é verdade é um tema pelo qual nutro muito carinho – eu estou é contra os donos dos cães que não gostam das pessoas no geral e põem em risco a sua saúde e higiene. Só isso.

 

#what_happens_in_paredão_stays_in_paredão
#PorcosFeiosEMaus
#PorUmPortugalMaisCivilizado
#CocósAosMolhos

08
Nov16

105 - AS PESSOAS, A VIDA, O NIRVANA E EU


Mac

Tenho pensado com carinho nos donos dos cães, que não apanham os cocós dos seus bichinhos. 

 

Dá-se o caso dos donos dos cães da rua ali em baixo, terem a mania de vir para a minha rua fazer da cena o wc dos cães. Eu compreendo-os, é bem melhor ir sujar a rua dos outros do que a nossa, claro. Isto de andar a fazer gincanas entre cocós não é para todos. Também é bem melhor ir para uma rua que não tem tanto movimento, onde ninguém vê que não apanham as porcarias dos cães. Seria muito chato levar o cão a largar as suas coisas numa rua bastante movimentada e não apanhar aquilo, ali à vista de toda a gente. Francamente, que figuras de porcos. Confesso que isto de virem aqui para a minha rua nem me chateava, não fosse a quantidade de cocó pelos passeios. Por acaso até acho bonita a imagem dos donos dos cães a passeá-los de madrugada, dão vida à rua. Nos dias de chuva dão até um colorido impressionista, vistos através das gotículas das minhas janelas. E quem diz na minha rua, diz em n ruas por este país fora. Adiante.

 

Dizia eu que tenho pensado muito nos donos dos cães, que não apanham os cocós dos seus bichinhos, porque se tem dado o caso de ir no paredão e zás cocozada, porque é super giro levar para ali os cães e não apanhar quando eles resolvem evacuar. Ora dá-se o caso das pessoas irem para ali correr e isso, e se calhar pisam a coisa. Mas o que é que isso interessa, não é? Ah e nos parques infantis, há lá imagem mais bonita do que soltar o cão e poiar aquela coisa toda, onde brincam crianças que põem as mãos no chão e as levam à boca. E quem diz jardins infantis, diz as praias, ir ali para a praia correr com o cão, ele fazer as suas cenas à beira mar, não apanhar e se o mar não levar, não faz mal, alguém se sentará em cima do cocó do cão. 

 

Mas a coisa ainda pode piorar, que isto se é para ser porco, ao menos que seja em grande. Por exemplo, pôr o cão a fazer em frente aos portões das casas, é certo e sabido que ali passam carros, com sorte pisam um cocó e levam-no para a garagem, que ficará com um cheirinho muito agradável, além do nojo de ter de tirar o carro, limpar aquilo tudo e isso (já me aconteceu). A coisa também pode ser bem interessante com carrinhos de bebés, a pessoa sai e desata a pisar cocozada a torto e a direito, ora quando regressa a casa, o que faz às rodas dos carrinhos, leva o carrinho assim para dentro de casa? Não, pois não? E quem diz carrinhos de bebés, diz cadeiras de rodas.

 

Pronto, agora que estamos a chegar onde eu já cheguei, já dá para fazer o raciocínio do porco, é que se eu posso levar o cocó do cão dos outros para dentro da minha casa e não faz mal nenhum, então os outros também podem pôr o cão a fazer cocó nas suas casas e não o apanham. Não faz mal nenhum, então. E pronto, temos o problema resolvido, quem não apanha os cocós dos cães, passa a pôr o cão a fazer em casa, ali no chão mesmo, depois é só pisar, dar à boca dos filhos e viver na imundice a que já habituou os outros. Ah e tal e a saúde, higiene e isso? Olha agora pormenores, e isso interessa?

 

 

____________________________________ 

Disclaimer: Gosto de cães, não tenho nada contra eles, não gosto é de donos de cães que não gostam de pessoas no geral e crianças em particular, e põem em risco a sua saúde. Só isso.

16
Ago16

109 - DIZ QUE SIM


Mac

 

 

 

 

Na praia, quando uma criança pequena precisa de ir à casa de banho e não há casas de banho por perto, ou estão em péssimas condições de higiene, faz-se isto. A criança faz ali e depois pega-se no saquinho, dá-se-lhe um nó e vai-se deitar no caixote do lixo. Se não houver caixote do lixo, guarda-se e leva-se até onde haja um caixote do lixo. Mas também não se abandona no areal.

 

MAS NÃO SE FAZ UM BURACO NA AREIA para a criança fazer para lá. Não se leva a criança para a beira mar, para a criança fazer para lá. Porque o areal é de todos e o mar também.

 

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D