Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

a vida em azul cueca

28
Dez15

94 - O NATAL JÁ ERA, LAI LAI LAI, DÚVIDAS BIPOLARES E COISAS ASSIM


Mac

 

  

 

 

. tivemos uma consoada com dezoito à mesa, que esticou até onde eu não imaginava ser possível . assim se prova que há sempre espaço para mais um . somos aquela família que, em querendo, até cabe dentro do mini morris . venha mais uma geração, então .

 

. para a decoração da mesa, voltei a insistir na fórmula branco mais branco não há, mas para a do almoço de dia 25, alterei para qualquer coisa com cor . comemos muito, quase nos arrependemos, mas desculpámo-nos com o natal, que é quando uma mulher quiser . e para as nossas crianças, apenas os presentes que são os típicos dos natais da infância . nada que fosse didáctico, nada de jogos, nem puzzles, nem educativo, 'estimulativo, sensorial e psicológico . não, nada disso, isso fica para depois, agora só e tão só, um brinquedo . nada de mais, nada de menos . apenas e aquilo que é preciso para ser feliz quando se é pequenino . um comboio . para juntar carruagens, tirar, descarrilar e voltar a montar . e pouco mais .

 

. e no dia 26, as trocas e mais trocas . gosto tanto . gosto cada vez mais disto tudo . e uma ida ao nosso parque, para mais umas voltas nos escorregas, baloiços e tudo . seguida da exposição dos presépios linda, linda, a terminar num chá, com a baía aos pés .

 

. o natal cansa-me, esta é a verdade . uma pessoa anda aí um mês, em estado de felicidade pura, polvilhada de dourados cintilantes, a preparar, decorar e planear, para de repente, em menos de um dia, aterrar num estado primitivo de estraga dieta, e depois da dieta estragada, os remorsos acumulados e a balança aos gritos, regressar à realidade sem brilhos, luzes a piscar, laçarotes encarnados, bochechas rosadas e bocas sorridentes, desejos de felicidade e saudinha, tudo de bom e isso . tenho a certeza que sofro de depressão pós natal - alô, psiquiatria, mais um síndrome a estudar com carinho, sim? - para mim, há o ano à espera do verão, suportável antes do natal, e depois há o ano à espera do verão, insuportável depois do natal . é a segunda metade que se me apresenta pela frente, portanto .

 

. foi um natal bem bom . por mim era todos os dias natal, mas com metade da comida e a família toda à mesa . e a menos de um mês do verão . mais coisa, menos coisa .

 

. agora vou de férias . e vou gastar muito bem os últimos dias do ano . até já .

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D