Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

a vida em azul cueca

28
Fev11

75 - SÓ UMA MULHER SABE


Mac

 

 

 

 

  
  
  

O fim-de-semana poderia ter sido a maior maravilha dos últimos tempos, com as mesas de cabeceira já compradas na 8 & 80, claro está, iguaizinhas ao que idealizámos, esta e o Mac Man; com almoço em família ao pé do mar; ainda com os copos mais lindos ofertados pela cunhada linda, aqueles que vão ficar um estouro com a parede bordeaux; tudo com a maior constipação do mundo, que é coisa menor, quando se deu uma hecatombe de sábado para domingo: aqueles bichos horrorosos, as calorias, fizeram um ataque massivo e sem piedade ao meu pobre habitáculo que encerra o vestuário e encolheram-me as roupas.

 

E dei por isso porque ontem me propus enfiar os jeans, não sabia? todas nós poderemos ter vinte pares deles, mas há sempre uns de eleição. Os meus são daquela ganga à antiga, sem pinga de elastano, muito deslavados e muito confortáveis. Ora, tentei, porque com esforço passaram os joelhos, mas com muito esforço não houve nada que os fechasse. Não sei como foi isto acontecer, ainda a semana passada, ou foi na outra? bom, já não sei, sei que a última vez que os enfiei, eles serviam-me.

 

E isto é tudo muito triste, só porque me esqueci por uns dias que não sou daquelas enjoativas - que tenho sempre vontade de correr à chapada - que me dizem com aquelas caras alegres, que podem comer de tudo e não engordam. Eu não posso comer o que quero. Eu não posso comer O Melhor Bolo de Chocolate do Mundo. Eu não posso deglutir queijos a meu belo prazer. Eu não posso beber litradas de refrigerantes. Eu sou das infelizes que por cada 100 gr. de alimentos ingeridos, ganho 1 kg de carne corporal. É muito estranho, mas tudo tem um efeito expansor, como se fossem assim liofilizados que após ingestão alargam a seu  belo prazer. 

 

Deveria ter escolhido como jeans de eleição uns carregados de elastano, agora não sofria, mas não se escolhe estas coisas que a razão desconhece, agora é o que se sabe. E o Mac Man perante o meu desespero diz-me que não estou mais gorda, piedades, é o que é. Haverá prova melhor que os meus jeans? Não pois não? Eu também acho.

 

 

Vou mas é comprar sapatos, ao menos esses nunca me traem, posso estar gorda que nem uma texuga, magra que sei lá, a verdade é que eles me vão sempre bem. Não sabia, é? Por isso é que nós gostamos tanto de sapatos. 

 

 

[Porquê meu Deus!!?? Porquê!!?? Eu não sou boa pessoa, é?]

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D