Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

a vida em azul cueca

23
Jun15

40 - A VIDA, AS FLORES, O NIRVANA E EU


Mac

 

 

 

 

 

Fiz os primeiros ramos de lavanda do ano para secar. Para quem tem hipótese de ter lavanda em casa, basta seguir alguns passos e consegue-se lavanda seca para perfumar armários (e que afastam as traças), fazer chás, temperar comida, aromatizar os sacos de sementes, enfim, para aquilo que se quiser. Gosto muito de a manter em ramos para perfumar os armários, ou desfazer os botões já secos para outros fins. Também gosto de a ter em saquinhos de linho nos armários, mas ultimamente acho mais giro em ramos.

 

O objectivo de secar lavanda, é conservar o cheiro e propriedades na íntegra, portanto se é para fazer, que se faça bem feito, ou então não vale a pena, e como se seca lavanda com facilidade, então é fácil fazer bem feito. Ainda por cima é uma planta altamente compensadora, porque depois de seca, conserva por muito tempo o bom cheiro e a cor, tanto, que tenho alguns sacos com três anos que ainda cheiram lindamente e os ramos do ano passado ainda estão impecáveis.

 

A lavanda não deve ser colhida de manhã, pois ainda há orvalho nas flores, assim como não deve ser colhida nos dias de chuva e nos dias muito quentes. A melhor altura para a colher será a partir do meio da tarde, em dias secos. Devemos usar uma tesoura que corte bem e que não mastigue as hastes, que vamos pondo num cesto. Escolho hastes que estão quase a florir, mas que ainda não têm flores, pois é a fase em que a lavanda tem o cheiro mais activo, assim que dão flores, não servem para secar e perdem o aroma. Corto-as com cerca de 30 cm, porque a espécie de lavanda que escolhi, tem caules compridos, mas nos casos em que não dá caules tão grandes, devemos cortar com os mesmos 30 cm e com as folhas. 

 

Depois de cortar todas as haste que me interessam, disponho-as sobre um pano limpo e faço ramos, que ato com uma fita de algodão, para depois pendurar de cabeça para baixo num local - sem luz directa, seco e bem arejado, de forma a não reterem humidade e assim criar bolor - onde vão ficar a secar durante um mês.

 

Passado um mês, temos lavanda impecável e cheirosa, que poderá ficar em ramos, ou podemos desfazer, para usarmos como bem nos apetecer. Mais fácil, não há.

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D