Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

a vida em azul cueca

30
Ago17

170 - Os pequenos-almoços, a vida, o nirvana e eu


Mac

 

  

  

 

Os pequenos-almoços são as minhas refeições mais importantes e que procuro manter mais saudáveis, depois de várias horas sem comer nada. Gosto de ter frutas frescas, sumos, iogurtes e/ou cereais, e por vezes pão, desde que não seja branco.

 

 

 

 

 

 

 

 

Um dos sumos que prefiro por todos os benefícios que me traz é o de toranja, mas confesso que me custa bebê-lo puro (nunca ninguém disse que era fácil), sem água e sem açúcar, por isso de vez em quando junto-lhe frutas de que gosto, assim continuo a beber o sumo com todas as propriedades que tem, mas deixa de ser uma coisa desagradável. Uma das frutas que lhe juntei é a melancia. Fica fantástico e quase não sabe a toranja.

 

 

 

 

 

 

 

  

 

Além dos sumos de frutas, os meus pequenos-almoços andam muito no pão integral torrado, queijo fresco magro, requeijão e continuo nos iogurtes magros com granola e frutos silvestres, por vezes pêssego, morangos ou melão, porque o que me interessa é fazer um pequeno-almoço saudável que me faça aguentar quase toda a manhã sem comer nada. Se por acaso tenho fome a meio da manhã, como uma bolacha de cereais (há umas da Belevita que são fantásticas) e tenho conseguido viver muito bem.

 

 

• instagram @maria.antonia.velez •

 

30
Ago17

169 - A vida, o nirvana e eu


Mac

 

 

 

 

 

 

Ainda me falta percorrer um longo caminho. Ainda não cheguei aos meus habituais 54 kg (vou chegar), mas hoje passei para os cinquentas. Por 100 gr, é verdade. Com a certeza que pode só ter sido um copo de água a menos, quem sabe menos um golo no iogurte da manhã, mas eles estavam lá, o primeiro dígito já não era um 6, não era não, era um 5. E isso é motivo para comemorar. Com copos de água, mas mesmo assim, comemorar.


Cheers!

[Parece pouco, mas não é, é muito, custa muito a ir embora e é tão fácil a chegar. Não sou amiga de dietas brutas, daquelas que nos levam 10 quilos num mês. Prefiro levar mais tempo, mudar maus hábitos e ficar estável, não quero pesos iôiô, não quero perder depressa, para ganhar à primeira “inspiradela”]



#OAlentejoFazBemÀSaúde
#CincoJáLáVão
#SlowLiving
#CountryLife

 

 

 

 - 13.08.2017 -

 

 

• instagram @maria.antonia.velez •

30
Ago17

148 - Croché, colagens, tricô, filet, bricolage e coisas assim


Mac

 

  

 

 

Um destes dias estava sem ideias para decorar a mesa para um jantar lá fora, não é que seja preciso, mas sempre dá um ar, então resolvi pôr umas suculentas em frascos de compota e usei alguns dos bocados de conchas que apanhámos este ano na praia para tapar a terra.

 

 

  

 

 

 

 

 

 

 

Primeiro pus a terra no fundo dos frascos, depois plantei uma espécie de suculenta por frasco e finalmente cobri a terra com pedaços de conchas. 

 

 

 

 

 

 

 

 

Para tapar as roscas dos frascos usei corda.

 

 

 

 

 

  

 

E já está, uma ideia facílima de executar, rápida e que dá um ar de Verão à mesa, mais simples não há.

 

 

• instagram @maria.antonia.velez •

30
Ago17

27 - Quem tem um adolescente, tem tudo


Mac

[o meu adolescente a (pensar) fazer a mochila para passar uns dias fora]

 

- Ó mãe, onde é que está a minha mochila?
- Aí no quarto.
- Ó mãe, a mochila já está feita?
- Não, ainda tem é as coisas do Alentejo

 

[tenho a sensação que estivemos lá já há uma eternidade, mas deve ser só sensação, foi só há 2 semanas]

 

- Então está feita, obrigada.

 

A sério??!! A sério??!! Ele vai levar a mochila com a roupa que não usou no Alentejo, sem saber sequer o que está lá dentro?

 

[tenho uma sensação de derrota que não me larga]

 

 

#QuemÉEstaPessoaQueMoraNaMinhaCasa
#BatiaNoFundo 

#QuemTemUmAdolescenteTemTudo

28
Ago17

168 - Os filhos, as férias grandes, a vida, o nirvana e eu


Mac

 

 

 

  

 

  

 

 

 

 

  


 

 

   

 

 

 

 

 

 

 

  

 

  

 

 

 

  

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Com os miúdos ainda em férias grandes, temos aproveitado para turistar nos intervalos da praia e piscina. Há imensos programas giros para fazer com os miúdos, exposições para ver e sítios para visitar. O nosso país está cada vez melhor e finalmente a explorar o que tem de bom e a mostrar como é lindíssimo. No fim-de-semana fomos até Lisboa fazer uma HIPPOtrip. É um programa fantástico e a nossa cidade vista como se fossemos turistas, consegue ser ainda mais bonita. Adorei conhecer alguns aspectos e histórias que não sabia, relatados com muito humor pelo guia e acabar a visita a ver a cidade do rio. Um dos pontos altos é a entrada do autocarro na água. Adorámos! 

 

Depois passámos pelo Lx Factory e a mãe deles aproveitou para revisitar todas as lojas que ama de paixão (MuitoMuito, More Than Wine, June, Ler Devagar) e conhecer as novas. 

 

De resto, temos almoçamos nos restaurantes do costume, vamos à praia do costume, geladaria do costume,  e fazemos a vida do costume. Um bom costume, claro.

 

 

25
Ago17

78 - Andei na net [e por aí] e trouxe comigo


Mac

 

 

. da maryg world a mesma versão de vestido, mas agora em preto . 

 

[são ideais para levar para a praia]

 

 

 

 

 

. os básicos da calzedonia .

 

[gosto imenso deste tipo de bikinis com alças amovíveis que evitam marcas nos ombros]

 

 

 

 

 

livros para os filhos e para a mãe deles, para passar à sombra a hora de calor

 

 

 

 

 

 

. para a criança, perdida de riso e um pé de vento da graça breia, e o zé e as estações e  destrava línguas da luísa ducla soares (plano nacional de leitura) 

 

 

 

 

 

. para o adolescente, o senhor dos anéis e o japão é um lugar estranho (plano nacional de leitura)

 

 

 

 

. para a mãe deles (já falei nele ali no facebook), seja parisiense onde quer que esteja, da sophie mas, audrey diwan, caroline de maigret e anne berest .

 

[é uma boa leitura de verão]

 

 

  •  

 

 

 

. o apartamento do francisco costa .

 

 

 

 

 

 

 

 

. e a frase das semanas .

 

 

 

• instagram @maria.antonia.velez •

25
Ago17

28 - Restaurantes de que gosto muito


Mac

 

 

 

A Dona Flor é daqueles espaços muito boa onda, com funcionários mega simpáticos, uma decoração giríssima e onde ainda por cima se come bom vegetariano. O espaço é bem pequeno, por isso, ou se chega cedo, ou tem que se marcar mesa, porque enche rapidamente.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

É o sítio ideal para fazer refeições leves e saudáveis.  

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

A ementa não é muito variada, mas é tudo delicioso, desde as quiches, às saladas, sumos naturais, sopas frias e ao prato quente, que não é fixo.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

É sempre uma das melhores opções para refeições leves e rápidas, a meio de um dia de Verão.

 

 

 

• instagram @maria.antonia.velez •

24
Ago17

147 - Croché, colagens, tricô, filet, bricolage e coisas assim


Mac

 

 

 

 

Gosto muito de usar velas na mesa do jantar, com ou sem amigos, de espalhar as de cheiro pela sala e entrada, e qualquer motivo é válido para as acender. Este ano trouxe do Algarve quatro búzios com velas, mas já cá "precisei" de mais, então resolvi fazer mais umas. Estava um bocado céptica, até porque há muitos anos que não fazia, desde que era miúda e era uma das actividades que fazíamos com a minha mãe. Lembrava-me de qualquer coisa do Banho Maria e para lhes dar cor, usávamos bocados de lápis de cera, portanto procurei indicações na net e com o que me lembrava, resolvi fazer.

 

 

 

 


 

 

 

Não comprei parafina, nem pavios, aproveitei bocados de velas que tenho a mania de guardar e juntei o útil ao agradável, reciclei e passei um óptimo bocado.

 

 

 

Materiais:

. Bocados de velas

. Conchas (Vieiras (*)) e búzios .. Tendas no centro de Cascais (ao pé da farmácia Cordeiro, estão lá todo o ano)

. Panela para Banho Maria (como a que tenho é de pirex e não dá para esta placa, usei uma panela normal para pôr a água e uma taça em pirex quase com o mesmo diâmetro da panela, para pôr a cera)

. Colher de pau para mexer a cera

. Martelo

. Base em madeira ou plástico

. Frascos de vidro

 

 

 

 

 

 

 

Com o martelo esmagamos as velas para ficarem em bocados. Retiramos os pavios.

 

 

 

 

 

 

 

 

Pomos os bocados de vela na taça de pirex e pomos a taça na panela com água. Levamos ao lume até derreter.

 

Atenção: nunca tentar derreter a cera ou parafina numa panela directamente ao lume, porque é de fácil combustão.

 

 

 

 

 

 


 

 

 

 Colocamos os búzios e conchas sobre frascos de forma a ficarem direitos e com uns pingos de cera colamos o pavio ao fundo.

 

 

 

 

 

 

 

Deitamos a cera já derretida e deixamos solidificar.

 

  

 Depois é só usar.

 

 

  

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

(*) Tenho-me esquecido de dizer que as vieiras dão para ir ao forno e fazer gratinados de peixe e marisco. Um destes dias mostro. Fica giríssimo.

23
Ago17

273 - A Sério??!! Menos, por favor


Mac

 

 

 

 

 

Aqueles carrinhos que fazem a lavagem das ruas durante a madrugada, apitam todo o tempo de funcionamento, assim, piiiiii piiiiiiiiii piiiiiiiiiii piiiiiiiii, porque:

1. Pode vir um carro a 100 km/hora em cima do passeio e assim é avisado que se está a proceder à lavagem dos cocós e coisas que há nos passeios.

2. Porque as pessoas estão a dormir e precisam de ser acordadas às 5 da manhã.

3. Porque quem está a trabalhar àquela hora, a limpar passeios, precisa de um som de fundo para se animar.

4. Porque as pessoas estão a dormir e precisam de ser acordadas às 6 da manhã.

5. Porque estamos em ano de autárquicas e todos precisamos de saber que a Câmara em funções cuida dos nossos passeios.

6. Porque as pessoas estão a dormir e precisam de ser acordadas às 7 da manhã.

7. Nenhuma das hipóteses anteriores, é só porque quem tem como função desligar os apitos dos carros de limpezas, desconhece que eles apitam e quem sabe, como não faz parte das suas funções desligar o apito dos carrinhos, não os desliga.

 

[a sério, alguém sabe porque é que os carros que lavam os passeios, apitam continuamente?]

 

 

#BirraDeSono

 

 

- 05.08.2017 -

22
Ago17

112 - Eu gosto é do Verão


Mac

 

 

 

 

Num dos jantares lá fora, resolvi experimentar misturar peças antigas com peças rústicas e peças que associo ao Verão, como búzios, conchas, ramos de oliveira e alecrim. Parece-me que resultou, pelo menos gostei imenso do efeito final.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Para a fruta usei duas peneiras que comprei numa feira.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Quanto a "verdes" usei o que tenho no jardim, uns ramos de oliveira e de alecrim, que pus numas licoreiras antigas espalhadas pela mesa.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

E também espalhei búzios e conchas.

 

 

 

 

 

 

 

 

»»» • «««

 

 

. Peneiras .. Feira do Artesanato do Estoril

. Jarro, copos, marcadores e guardanapos .. Area

. Búzios e conchas (Vieiras) .. Casa da Bli

 

 

• instagram @maria.antonia.velez •

Pág. 1/2

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D