Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

a vida em azul cueca

25
Mai17

751 - Lai lai lai [os títulos não são o meu forte]


Mac

por estes dias 

 

 

 

 

 

 

 

nesta casa e apesar de já termos adoptado aqueles sacos de rede para lavar as meias, continuam a existir meias sem par, não porque são sugadas pela máquina de lavar, mas porque temos um adolescente . o adolescente abandona meias nos sítios mais improváveis e até o aspirador dar com elas, ou um de nós, continuam a existir meias que vão sozinhas para lavar sem o seu par . resolvi fazer um quadro para as meias que ficam à espera que o seu par apareça (depois mostro) . neste momento existem cinco . juro que a partir de agora passo a comprar meias sempre iguais, daquelas que tanto faz se existe um par ou não .

 

 

 

 

 

 

 

 

 

adoro esta época do ano, a dos sumos fantásticos, saladas e calor bom . se alguém estiver com preguiça de se hidratar e vitaminar, é clicar aqui, há ideias para sumos de melancia, laranja e maracujá, framboesas e morangos, a minha limaranjada, limonada rosa, laranjas e nectarinas, ananás e melão, melancia e hortelã, etc, o que não pode faltar é boas misturas de frutas deliciosas .

(depois conto para que comprei três ananases)

 

 

 

 

 

(*)

 

 

 

por outro lado, resolvi experimentar a batata-doce congelada e aquilo é uma blheca tanto na versão em palitos para fritar, como nas rodelas para assar . fica horrível . na versão palitos, estive que tempos à espera que fritassem e saíram da frigideira completamente moles e sem sabor . na versão para assar, idem aspas, aspas, aspas, moles, sem saber a batata-doce e muito aguadas . isto numa casa com miúdos doidos por batata-doce é o flop do ano . não recomendo .

 

 

já não me lembrava como é bom pintar as unhas das mãos de tons nude . isto até pode já estar tudo descascado, a gritar por manicura, que não se nota nada . quer dizer, se a pessoa não for tão míope como eu, nota, mas é preciso estar a olhar muito para as minhas unhas e aí eu percebo que a pessoa está com olhares críticos para as minhas unhas e até posso ficar enxofrada e tudo .

 

é isto, portanto

 

 

(*) foto (que não quis desperdiçar) tirada antes das batatas blheca entrarem para o forno, portanto antes de saber do flop. 

 

24
Mai17

152 - Os filhos, a vida, o nirvana e eu


Mac

 

 

 

 

 

O Pedro aprendeu com o irmão a arrotar. Depois resolveu que era boa ideia dizer a cada arroto “estou a fazer de Zé”. Depois o irmão ensinou-o que não era de Zé que estava a fazer, era de mãe, e no outro dia à frente do médico arrotou e a seguir disse “desculpa, estou a fazer de mãe”, a sério, filho, a sério que a gracinha tinha de sair à frente do senhor doutoriii?! Então a mãe dele disse-lhe que não arrotava, muito menos assim, e ele disse “ah pois é, é o pai”.

 

Eu mereço?

 

[Registe-se que nem o meu marido nem eu andamos para aí a arrotar sonoramente, para que conste, sim?]

24
Mai17

151 - As calças de cintura descaída, a vida, o nirvana e eu


Mac

 

 

 

 

Ontem comprei umas calças de cintura subida, ou seja com a cintura onde a cintura deve estar, coisa que não fazia há muito tempo, não com o modelo de 5 bolsos, ou jeans, ou como se queira chamar. Nos outros modelos, ou seja, as calças mais clássicas, continuei a usar a cintura onde ela existe e sempre as achei mais confortáveis.

 

Já não sei se isto das calças de cintura descaída se instalou no meu armário e em mim, porque não havia calças com a cintura na cintura, se era moda e eu achei que sim, se o quê. A verdade é que sempre as achei desconfortáveis, até podiam ser a coisa mais gira do mundo (dificilmente, mas pronto), mas aquela coisa de estar sempre preocupada se ao menor agachamento (e uma mãe agacha-se muito, queira ou não) não me aparecia a roupa interior à luz do dia, nunca fizeram delas nada de elegante e muito menos confortável, a acrescentar aquela coisa da pessoa se sentar e sentir uma corrente de ar no fundo das costas, ter de se levantar para as puxar ao impossível e voltar a sentar - e era isso ou escolher sempre lugares junto à parede - também nunca proporcionaram uma grande linguagem corporal. E para terminar, aquela coisa do cós das calças nos ficar cravado ali na linha do biquíni a gritar umas baldas ao ginásio, também não ajuda.

 

A verdade é que este tipo de calças só fica bem em barrigas planas, sem ancas, sem filhos, até ao 34 e acima do 1,70 m, em cabides portanto, ora como raramente as mulheres portuguesas se enquadram nestes parâmetros, temos então o pior dos modelos de calças para vestirmos.

 

Não interessa, o que interessa é que comprei umas calças de 5 bolsos (por acaso só têm quatro) com a cintura no sítio da cintura humana e já não quero outra coisa, agora que me "lembrei" como este tipo de calças é verdadeiramente confortável. 

23
Mai17

150 - As compras, a vida, o nirvana e eu


Mac

 

 

 

 

Saí para comprar coisas que me fazem muita falta no armário: uma camisa às riscas, um vestido de praia rosa e umas sandálias (preferencialmente em preto). 

 

Trouxe: (mais) uma camisa branca, (mais) uma túnica branca, (mais) uns calções brancos, (mais) umas calças brancas.  

 

Sou barra em planeamento. Em execução também.

 

 

[fique registado: não tenho um problema com roupa branca]

 

 

 

23
Mai17

197 - A dona de casa perfeita(mente desesperada)


Mac

 

 

 

 

 

“Boa tarde, estou a falar com a sodona Mac Maria Coiso? Daqui é uma nova marca que vai estar presente amanhã em Cascais. Posso saber se a senhora trabalha?”

 

E eu disse que sim, mas ela achou que as donas de casa não trabalham, quer dizer, até trabalham, mas ninguém vê, quer dizer, trabalhar, trabalhar assim como as outras pessoas, não trabalham, em suma, não trabalham, não fazem pevide, são uns seres que se fecham em casa a olhar para as paredes e as compras aparecem no frigorífico, as roupas nas gavetas, os filhos nas escolas, as refeições na mesa e isso, não trabalham, não recebem pelo trabalho que não trabalham, não têm férias do trabalho que não fazem, porque não merecem. Calonas. Até porque depois há as que são donas de casa, mas trabalham fora de casa, a quem temos de dar imenso valor, claro, portanto as que são donas de casa só, não fazem nada, podemos tirar-lhes o valor todo. Qual valor? Não o têm.

 

Engraçadinha. Juro que a minha vontade neste momento é ir para a rua queimar esfregonas. Raça de gente.

 

[pessoas que gostam de defender causas e coisas, que tal deixarem de ser tão redutores em relação às donas de casa? É que neste país em que tudo se defende, continua-se a torcer o nariz às donas de casa, porque reduzir as donas de casa à sua insignificância não faz mal, até faz bem aos egos e tudo. Esta geração filha e neta de donas de casa, cospe na sopa que comeu. Está bem]

 

#TenhoÍmanParaDoidos
#ADonaDeCasaPerfeita(mente desesperada)
#BirraDeSono

22
Mai17

196 - A dona de casa perfeita(mente desesperada)


Mac

 

 

 

 

 

Dia de uma Mãe ex-fogareira, agora UBER (é mais fino):

De manhã deixei o mais novo na escola e depois o mais velho. Fui levar umas coisas à minha mãe e passei na minha sogra para ir buscar outras, e vim para casa. A seguir ao almoço fui buscar o mais novo para uma consulta de alergologia e fomos à consulta. Viemos para casa e ao fim da tarde fui buscar o mais velho a casa de um amigo, porque tinham um trabalho de grupo para fazer, a seguir deixei-o no treino.

[ainda aí estão? eu cá já adormeci]

A polícia mandou-me parar e quis saber do triângulo. Olha que boa ideia. Onde está o Wally? Lá encontrámos o Wally. Pelo meio disse-me que não se pode conduzir de chinelos. Parece-me que se estava a referir a ele e aos colegas, porque eu cá estava de mules. Por acaso estive para lhe dizer que chinelos com aquela farda não vão nada bem, mas calei-me. O que me vale é que já só me falta ir buscar o mais velho. De mules.

 

#ADonaDeCasaPerfeita(mente desesperada‬)

22
Mai17

114 - Diz que sim


Mac

 

 

 

 

 

O embaraço da escolha entre uma camisa azul, uma azul e uma azul, para juntar às outras azuis que tem em casa. Depois o embaraço da escolha entre um fato cinzento, um cinzento e um cinzento, para juntar aos outros cinzentos que tem em casa.

 

[Eu estava convencida que os homens não distinguiam tons, só cores. Estava convencida que um verde claro lhes era igual a um verde alface, ou seja é verde, que um rosa ciclame é igual a um rosa claro, ou seja, é rosa, mas não, afinal os homens distinguem os tons de azul das camisas e os tons de cinzento dos fatos. Está bem que continuam sem distinguir o resto dos tons, mas temos progressos, estes eles distinguem]

 

#EstudosAntropológicosFeitosPorMim

22
Mai17

19 - Restaurantes de que gosto muito


Mac

 

 

 

 

E bar de praia é sinónimo de Bar do Guincho (pelo menos aqui para as minhas bandas). Já falei nele (várias vezes), é um dos nossos sítios de eleição, tanto para tomar um café aos fins-de-semana, como para almoçar nos dias de praia.

 

 

 

 

 

 

 

 

O ambiente é do mais descontraído possível, só podia, a vista é fantástica, claro, e come-se muito bem, principalmente refeições casuais e leves, e como se já não fosse a melhor de todas as conjugações, este ano já há guarda-sóis em toda a esplanada.

 

 

 

 

 

 

 

 

Geralmente os miúdos comem hambúrgueres no pão com batatas fritas (fantásticas) e nós ficamos pelas saladas. Tenho uma predilecção pela de requeijão e mel, que é das melhores coisas para dias quentes, acompanhada de um dos sumos naturais ou daquela sangria dos céus.

 

 

 

 

 

  

 

 

 

 

[apesar de já terem passado 5 anos, continuo com pena que o spot do Santini tenha saído do Bar do Guincho, fica o meu protesto]

22
Mai17

42 - Eu gosto é do fim-de-semana


Mac

 

 

 

 . duas ou três coisas que gosto nos fins-de-semana de maio e em maio, todo .

. dar início à época do gaspacho .

[que na minha casa é presença diária até setembro e pimentos padrón, melancia, nêsperas e cerejas, que não são presença diária, mas são muito presentes] .

. dias de guincho, às vezes com vento de sul .

 [no alentejo chamam-lhe vento suão, aqui não, mas eu sei que é . foi assim no domingo, estava quente e o vento era quente] .

. manhãs a cheirar a relva molhada, que cheira a melancia e a melancia cheira a mar .

. quatro ou cinco coisas que gosto nos fins-de-semana de maio e em maio, todo . 

. almoços no bar da praia com pés descalços e areia nas pernas .

. dar início à época das sandálias .

. e dos chinelos também . 

. a minha alfazema e o jardim a cheirar a paisagens mediterrânicas, a citrinos também .

. mudar a cor do verniz .

[agora, por uns dias para um rosa mais escuro] .

ainda não ter bronze nenhum de jeito, mas achar que sim .

[para em setembro olhar para as fotos de maio e confirmar que a cor era de lula]

. os dias que começam de inverno, passam para verão e acabam em outono .

. e vice-versa .

. ficar chateada porque afinal o bom tempo não veio para ficar .

. duas ou dez coisas que gosto em maio .

. gosto de maio .

 

 

 

(*) até estou convencida que parte do bronzeado que consigo é à custa da quantidade de gaspacho que como, juro, só não tenho provas científicas, mas não interessa. 

 

 

19
Mai17

72 - Andei na net [e por aí] e trouxe comigo


Mac

 

. preto e branco .

daqui || daqui || daqui || daqui

 

[é o que me tem apetecido por estes dias]

 

 

 

 . e riscas .

 

 

 

 

 

 

 

. esta clutch, que não sei de onde é (mas vou saber), e foi amor à primeira vista .

 

 

 

 

 . 5 contas de instagram: sheerluxe || cosy decor || ana morais soares (adoro!) || hempsteadthread || lavandiska .

 

 

 

 

 

 

 

. esta sala . 

 

 

 

 

 

 . da la redoute, estas peças giríssimas para a casa .

 

 

 

 

 

. escuta o teu corpo da miss kale (matéria-prima edições) .

 

 

 •

 

 

 

. e a frase da semana .

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D