Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

a vida em azul cueca

04
Jan17

121 - O HUAWEI, A VIDA, O NIRVANA E EU


Mac

 

 

 

 

 

 

  

 

Quem me acompanha ali no Facebook sabe que deixei o iPhone pelo Huawei por muitos motivos: saturação, sensação de prisão, funcionamento lento (dele, não meu), em suma por ter chegado à conclusão que era um equipamento demasiado caro para a qualidade que se pretendia, mas não tinha. Não foi um processo rápido, não senhora, ia no segundo iPhone, a pensar saltar para o terceiro, mas aí a coisa deu-se. Os motivos que me levaram a mudar de modelo foram sempre os mesmos, o telefone tornava-se leeeeeeeeeento, apesar de ter algum cuidado com as aplicações, nunca ter muitas fotos e ir limpando o que se pode limpar, a verdade é que sempre que a Apple faz actualizações do sistema operativo, torna os equipamentos mais antigos (e não é preciso muito para ser antigo aos olhos da Apple) uma pasta com pouca capacidade para aguentar as (muitas) actualizações.

 

E a pensar que precisava de outro telefone, acabei por bater com os olhos no Huawei, que ainda por cima vinha com uma câmara Leica agarrada. Ora como nunca achei as câmaras do iPhone nenhuma maravilha, mesmo se tratando de um telemóvel, este factor Leica teve um grande peso na minha decisão. Muito honestamente para o meu tipo de utilização há três factores fundamentais num telemóvel: fazer e receber chamadas (diz que é para isso que serve), aceder com facilidade a n aplicações e tirar fotos aceitáveis, porque nem sempre tenho a câmara comigo (nem é prática) e acho tudo muito fotografável.

 

Optei então pelo Huawei P9 e estou a gostar imenso. Para quem vem do iPhone quase não sente a diferença, o interface é basicamente idêntico com pouquíssimas e irrelevantes diferenças, é muito mais rápido, tira fotos melhores e não está sujeito às cinquenta restrições, actualizações e nhonhozices da Apple, ou seja mudei e estou a gostar imenso e quase que juro que nunca mais me apanham com uma maçã nas mãos.  

 

 

»»» • «««

 

As fotos foram todas tiradas aqui (adoro o Risotto de Camarão, mas é tudo bom) com o Huawei P9, que como é lógico não têm a qualidade das fotos tiradas por uma boa câmara, mas para registos comuns têm uma qualidade bastante aceitável e até superior à de algumas câmaras. Agora falta-me testar a qualidade das selfies da praxe, pratos de comida, pés descalços e calçados com sapatos giros, mãos a segurar vernizes e miúdos em movimento.

03
Jan17

120 - OS FILHOS, A VIDA, O NIRVANA E EU


Mac

  

 

 

 

 

Por estes dias. Foram dias de brincar com os brinquedos novos, passeios em dias frios com céu azul, almoços de pizzas ao pé do mar, tardes no parque e lanches em casa dos avós, com aquele bolo da avó, as bolachinhas da avó [*], na sala da avó. Foram as férias de Natal dos meus filhos e eu não tinha pressa nenhuma do regresso às aulas.

 

 

[*] Eu acho que os avós têm artes mágicas para descobrir bolachas e tenho a certeza que algumas só estão nas prateleiras dos supermercados, quando os avós lá vão, é que por acaso, eu também vou ao supermercado e nunca vejo as bolachas que os avós arranjam, nunca.

02
Jan17

01 - DOS RECOMEÇOS


Mac

  

 

 

não me envergonha por aí além que com a idade, a vida, ou lá aquilo a que se possa atribuir culpas ou não culpas, constatações, ou o que se quiser, comecei a precisar de recomeços e renovações . com elas vem a esperança de mais e melhor . mais amor, mais pessoas, mais abraços, mais presenças . mais do que é bom nesta vida . não é que a vida seja má, tem coisas . às vezes muitas coisas . começar o ano traz-me a esperança dos recomeços . dantes eu não precisava de recomeços . nem sequer os achava necessários . também não precisava dos outros, achava eu . nem sequer sabia o que é isto de amar desta maneira os filhos . ainda não os tinha . não sabia nada . passar o ano, o mês ou a semana, era exactamente o mesmo , só com a diferença que na passagem do ano havia festa rija até desoras . agora não há festa rija, mas preciso desta linha invisível que me dá uma cadência à vida . preciso das minhas pessoas . preciso de desejar e ouvir bom ano

 

 

obrigada por estarem aí 

um bom ano 

Pág. 3/3

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D