Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

a vida em azul cueca

08
Nov16

185 - A DONA DE CASA PERFEITA(MENTE DESESPERADA)


Mac

   

 

 

 

 

 

 

Já disse muitas vezes, há o Inverno antes do Natal e o Inverno depois do Natal. Aos meus olhos o primeiro é suportável, porque termina com o Natal, o resto é espera (e desespero) pelo Verão. Por isso, tenho todos os motivos do mundo para começar os preparativos para o Natal. A verdade é que o Verão já acabou e o bom tempo de Outono também, o Natal parece-me assim um bom anti-depressivo. Iniciem-se portanto as festividades. 

 

E assim fiz um bolo de amêndoa [*] e decorei-o com pinheiros, icing sugar e flocos de neve de açúcar.

 

 

[é muito fácil decorar bolos para esta época do ano, a maior parte fica gira com icing sugar, que lhes dá o ar de neve, depois é só juntar um ou outro elemento alusivo à época e já está]

 

 

» mais ideias muito simples

para decorar bolos

 aqui  «

 

»»» • «««

 

. Mini pinheiros, flocos de neve de açúcar e matrioskas Pai Natal . Docinho de Açúcar

 

[*] é a habitual receita de bolo de iogurte, só lhe acrescentei 200 g de amêndoa  (receita aqui, basta não pôr as framboesas e as natas)

08
Nov16

105 - AS PESSOAS, A VIDA, O NIRVANA E EU


Mac

Tenho pensado com carinho nos donos dos cães, que não apanham os cocós dos seus bichinhos. 

 

Dá-se o caso dos donos dos cães da rua ali em baixo, terem a mania de vir para a minha rua fazer da cena o wc dos cães. Eu compreendo-os, é bem melhor ir sujar a rua dos outros do que a nossa, claro. Isto de andar a fazer gincanas entre cocós não é para todos. Também é bem melhor ir para uma rua que não tem tanto movimento, onde ninguém vê que não apanham as porcarias dos cães. Seria muito chato levar o cão a largar as suas coisas numa rua bastante movimentada e não apanhar aquilo, ali à vista de toda a gente. Francamente, que figuras de porcos. Confesso que isto de virem aqui para a minha rua nem me chateava, não fosse a quantidade de cocó pelos passeios. Por acaso até acho bonita a imagem dos donos dos cães a passeá-los de madrugada, dão vida à rua. Nos dias de chuva dão até um colorido impressionista, vistos através das gotículas das minhas janelas. E quem diz na minha rua, diz em n ruas por este país fora. Adiante.

 

Dizia eu que tenho pensado muito nos donos dos cães, que não apanham os cocós dos seus bichinhos, porque se tem dado o caso de ir no paredão e zás cocozada, porque é super giro levar para ali os cães e não apanhar quando eles resolvem evacuar. Ora dá-se o caso das pessoas irem para ali correr e isso, e se calhar pisam a coisa. Mas o que é que isso interessa, não é? Ah e nos parques infantis, há lá imagem mais bonita do que soltar o cão e poiar aquela coisa toda, onde brincam crianças que põem as mãos no chão e as levam à boca. E quem diz jardins infantis, diz as praias, ir ali para a praia correr com o cão, ele fazer as suas cenas à beira mar, não apanhar e se o mar não levar, não faz mal, alguém se sentará em cima do cocó do cão. 

 

Mas a coisa ainda pode piorar, que isto se é para ser porco, ao menos que seja em grande. Por exemplo, pôr o cão a fazer em frente aos portões das casas, é certo e sabido que ali passam carros, com sorte pisam um cocó e levam-no para a garagem, que ficará com um cheirinho muito agradável, além do nojo de ter de tirar o carro, limpar aquilo tudo e isso (já me aconteceu). A coisa também pode ser bem interessante com carrinhos de bebés, a pessoa sai e desata a pisar cocozada a torto e a direito, ora quando regressa a casa, o que faz às rodas dos carrinhos, leva o carrinho assim para dentro de casa? Não, pois não? E quem diz carrinhos de bebés, diz cadeiras de rodas.

 

Pronto, agora que estamos a chegar onde eu já cheguei, já dá para fazer o raciocínio do porco, é que se eu posso levar o cocó do cão dos outros para dentro da minha casa e não faz mal nenhum, então os outros também podem pôr o cão a fazer cocó nas suas casas e não o apanham. Não faz mal nenhum, então. E pronto, temos o problema resolvido, quem não apanha os cocós dos cães, passa a pôr o cão a fazer em casa, ali no chão mesmo, depois é só pisar, dar à boca dos filhos e viver na imundice a que já habituou os outros. Ah e tal e a saúde, higiene e isso? Olha agora pormenores, e isso interessa?

 

 

____________________________________ 

Disclaimer: Gosto de cães, não tenho nada contra eles, não gosto é de donos de cães que não gostam de pessoas no geral e crianças em particular, e põem em risco a sua saúde. Só isso.

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D