Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

a vida em azul cueca

03
Nov16

94 - É NATAL, É NATAL, LAI LAI LAI, LARAILAILAI


Mac

Todos os anos, mais ou menos por esta altura, faço listas exaustivas com os nomes a quem quero dar presentes, o quê e valor máximo por pessoa. Ponho grandes pontos de interrogação naqueles que por sistema me respondem "vou ser sincera (maaau!) não estava a contar que trocássemos presentes", oh pah para que queres o dinheiro? Hás-de ter muitos amigos hás-de, ou “ah não estava nada à espera, olha não tenho nada para ti”. Tivesses, coisa feia. A verdade é que fico sempre naquela do dou, não dou. Também há aqueles que dão aos meus filhos e eu não estava nada à espera. Pelo sim, pelo não, para os imponderáveis já incluo na lista umas caixas de chá bonzinho, sabonetes, velas aromáticas e chocolates. Se sobrar, também gostamos de chá, chocolates, velas e sabonetes.

 

Esta cena das listas tem como principal objectivo organizar-me, não falhar presentes e não gastar à parva.

 

Então depois de fazer a lista deste ano, parti para a concretização. Acima de tudo não quero deixar tudo para dia 22 e 23 de Dezembro.

 

1º dia: Comprei um presente. Não quero começar logo à maluca e arrombar com as finanças familiares. Trouxe também coisas que me pareceram realmente necessárias: pijamas para os miúdos (gosto muito que estreiem um pijama no dia 24), meias giras para dormir, pantufas e sweatshirts. Trouxe também o meu creme, velas para a casa e umas bolas para a Árvore.

 

Mantenho-me firme, não gastei à parva e estou a respeitar o orçamento que destinei para os presentes.

 

2º dia: Mais dois presentes. Gostei do que comprei, à cautela trouxe duplicado “cá para casa” (a reter: comprar para os outros coisas de que não gosto).

 

3º dia: Já tenho 3 presentes comprados, isto vai no bom caminho. Fui ao supermercado tratar dos imponderáveis. Comprei algumas caixas de chocolates para oferecer a pessoas simpáticas. Trouxe o equivalente em chocolates cá para casa e para as pessoas a quem não tenciono dar presentes, mas encavam-me com coisas giras para os meus filhos (detesto dizer que não estava à espera).

 

Segui para os sabonetes e chás, é melhor opção do que encher as pessoas de chocolates.

 

Isto está a correr bem, só me faltam os brinquedos dos mais pequenos, os cheques brinde dos adolescentes, os presentes para os tios, pais e mais velhos.

 

4º dia: Estou tão cansada, acho que preciso arejar desta angústia do Natal. Vou dar um lero à perfumaria. Nota mental, nunca mais passar na perfumaria nesta altura do ano. Segui para a livraria. Vou pedir ao meu marido que trate dos brinquedos. Dói-me tudo.

 

Vou fazer um intervalo nisto. Estamos a seis meses do Natal, não há pressas.

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D