Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

a vida em azul cueca

25
Out16

80 - DA BIPOLARIDADE DE CADA UM, SÓ CADA UM SABE


Mac

não gosto que me tratem por mãe . gosto que os meus filhos me tratem por mãe . sou a mãe deles e só deles . não sou a mãe da auxiliar, nem da enfermeira, nem da educadora, professora e todos os adultos que fazem parte do universo dos meus filhos . mãe sou só deles e de mais ninguém . e não gosto que me opinem sobre os filhos . nem que me dêem indirectas a falar para as crianças . também não gosto de pizzas de entrega em casa . sabem-me a cartão e eu não gosto de cartão . sou canhota corrigida e disléxica . corrigida também para dizer e escrever coisas com sentido . não gosto dos dias em que acordo a trocar as palavras nas frases . não gosto que as coisas me façam sentido, mas que não estejam segundo as regras . não gosto de pensar ao contrário . eu sei que é ao contrário . isso eu sei . não gosto de atropelar as palavras e verbalizar frases sem sentido . não gosto que quando dou por isso e me corrijo, me digam eu percebi  . também não gosto de maçãs reineta . acho que é porque em criança dizia maçãs ranheta e não percebia como é que os meus adultos achavam normal comer maçãs ranheta . não gosto do verniz lascado nas unhas . nem de muita maquilhagem . olhos muito pintados e bochechas muito rosadas . não gosto dos que insistem comigo para entrar no mar . eu entro no mar quando eu quiser . foi sempre assim . não gosto de ir ao cabeleireiro e não gosto que nas filas do supermercado, o vizinho detrás com pressa de ir a lado algum, me empurre com o carrinho, ou que sem carrinho, me respire para o pescoço . e não gosto que me dêem toques enquanto gesticulam numa conversa . e que as geneticamente magras de serviço se queixem que estão gordas . também não gosto de inquéritos via telefone . e ao vivo e a cores . não gosto de inquéritos, é isso . nem de generalizações . e de estar muito tempo ao telefone e de gente sem assunto que gasta a minha vida . mas depois estou e gosto . gosto de dizer que não gosto de estar ao telefone . e não gosto que me entrem na vida sem pedir licença . não é preciso muito . se eu respondo, é porque dei licença . se não respondo, lá está, não a dei . por nada . por preguiça, só isso . não me apetece explicar a minha existência, contar o meu passado, relatar o meu presente, falar do meu futuro . ou porque não me interessei . só isso. não é que seja preciso muito para ser  interessante aos meus olhos . às vezes quase nada . sou eu que não tenho qualquer interesse . nem tenho vontade de falar . nem de coisa nenhuma . também não tenho paciência para ir às compras com amigas e demorar horas nas escolhas delas, opinarem sobre as minhas e sugerirem-me coisas que não quero . é assim . para mim ir às compras é um mal necessário para satisfazer a minha sede privada de consumo, mas rápido . não é coisa social . não preciso de interagir . é um acto solitário e breve . comigo . só meu . como são muitos na minha vida . porque preciso . mas tenho um blog . tenho dias . muitos . 

25
Out16

184 - A DONA DE CASA PERFEITA(MENTE DESESPERADA)


Mac

 

 

 

 

Não é que deteste o Outono, mas depois de largar as roupas frescas, lá me convenço a vestir coisas mais quentinhas e vai e ele há alturas do dia em que está um calor que não se aguenta. E eu não gosto mesmo nada daquela sensação de calor, porque estou com roupa demasiado quente. Não é a mesma sensação de calor do Verão, não senhora, é assim uma sensação de claustrofobia e tirem-me daqui, se faz favor. Depois há a cena do cabelo. No Outono o cabelo nunca está bem, o meu pelo menos, e o meu humor depende muito do aspecto do meu cabelo. Ninguém consegue ser confiante e sorridente com o cabelo (liso como o raio) colado à cabeça, acabado de lamber por uma vaca. Ninguém. No Verão não, no Verão o mar solta o cabelo, dá-lhe aquele ar e deixa-o sempre bem, mesmo que não esteja na praia. Depois é a pele. No Outono a minha pele passa a mista e gosta de brilhar como uma bola de bilhar na zona T. Então só uso pós compactos, pré bases e cenas que não me deixem a cara brilhante. Já me basta o cabelo, o calor que trago agarrado a mim e esta tristeza com o fim do Verão.

 

Comprei meias invisíveis para usar com botins e ténis, mas como o 38 que dizia na embalagem é para aí um 46, dão-me acima dos tornozelos, portanto a invisibilidade não se dá.

 

Andei a arrumar as sobras das diversas festas infantis ao longo dos anos. Não sei para que quero 3 pratos do Winnie the Pooh, uma toalha de plástico dos piratas da Playmobil, vários guardanapos às bolinhas, às riscas e do Toy Story. Também tenho para ali guardanapos de Natal e copos para café de Natal, mas não me lembro de ter passado um Natal a coisas de papel. Qualquer dia dou a festa dos restos e escoo aquilo tudo, ou uso nas reuniões adolescentes aqui de casa, o que me vai valer a admiração de todos os adolescentes, que vão adorar beber Coca-Cola em copos do Pooh e comer pizza em pratos às bolinhas.


Este ano não cortei alfazema, não andei de roda das alfazemas e não fiz ramos de alfazema.

 

E é isto.

 

#birradesono

#birradeoutono

#depressãopósverão

#a_dona_de_casa_perfeita(mente desesperada‬)

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D