Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

a vida em azul cueca

16
Ago16

87 - AS FÉRIAS, A VIDA, O NIRVANA E EU


Mac

 

 

 

 

 

 

  

 

 

 

 

 . chegámos à nossa casa, à nossa praia e à nossa vida . e eu gosto tanto dela .

(e chegámos com uns dias fantásticos, sem vento, com o mar tão bom - bandeira verde! bandeira verde no guincho!! - a praia cheia e tanto sal na pele)

 

 

 

já o disse, se não for para mais nada, que o é, as férias servem para ganhar saudades daquilo a que já não ligava, coisas tão parvas como o duche . não há melhor duche que o meu . nem cama melhor do que a minha . o regresso ao nosso parque . onde as correrias são as melhores de todas . e os escorregas e baloiços . e os patos e patinhos, e os galos e galinhas, também são os melhores de todos . e ainda há a praia . a nossa praia . que também é a melhor de todas as praias . mesmo com muito vento . todos os anos as mesmas caras . todos os anos às minhas perguntas se vai estar um bom dia, a resposta, sim, vai estar um bom dia de guincho . um bom dia de guincho é uma tempestade no deserto . os dias de vento, quase todos, e as alfinetadas de areia nas pernas, os pára-ventos e os dias em que só de camisola . e gorro . e tapa-orelhas . e cobertor . e depois há os outros, os dias fantásticos e não há nada melhor do que os dias fantásticos de guincho . em cada época balnear, contam-se pelos dedos de uma mão . se calhar é por isso que são inesquecíveis . amo de paixão o cheiro daquele mar, a areia agarrada à pele e os fins de tarde quando a praia fica mais vazia e a luz é mais laranja, o sol está mais baixo e o mar mais calmo . adoro aquele cheiro . e gosto das rotinas desta praia . as revistas que compro para levar . os almoços naquele bar . os seixos que apanho, para depois pintar, ou não . as conchas que levo para casa e ponho em frascos . as madeiras gastas pelo mar . no ano passado fiz barcos à vela . e no outro, pintei peixinhos nos seixos . este ano não sei . este ano não quero saber de muitas coisas . gosto tanto de todos os bocados de praia que consigo trazer para casa . todos os anos

 

 

. já o disse há um ano, há dois, há três e há sempre .

16
Ago16

109 - DIZ QUE SIM


Mac

 

 

 

 

Na praia, quando uma criança pequena precisa de ir à casa de banho e não há casas de banho por perto, ou estão em péssimas condições de higiene, faz-se isto. A criança faz ali e depois pega-se no saquinho, dá-se-lhe um nó e vai-se deitar no caixote do lixo. Se não houver caixote do lixo, guarda-se e leva-se até onde haja um caixote do lixo. Mas também não se abandona no areal.

 

MAS NÃO SE FAZ UM BURACO NA AREIA para a criança fazer para lá. Não se leva a criança para a beira mar, para a criança fazer para lá. Porque o areal é de todos e o mar também.

 

16
Ago16

98 - EU GOSTO É DO VERÃO


Mac

 

   

 

 

 

 

 

férias lá . férias cá . mas junto ao mar . e aniversário pelo meio . férias é isto, seja onde for, desde que seja com eles . é um bocado de tempo para não pensar em nada . ou quase nada . e não fazer nada . ou quase nada . é estar uma tarde inteira na praia a pensar que calções e sandálias vestir para um jantar ao pé do mar . decidir que revista levar para a praia, que gelado se vai comer, onde se vai jantar e, na loucura, com quem . se a espreguiçadeira está bem virada para o sol, se a sombra do toldo já andou um metro e que maçada, agora arrasta lá tudo o que é para ficar à sombra e tudo o que quer sol, eu por exemplo . é este tempo de me arrastar um metro e achar que já fiz muito . e se hoje bebo sangria, margaritas ou mojitos . é um tempo em que não quero saber se os miúdos não comem fruta e sopa, se se entopem de pizzas, intercalam com hambúrgueres e batatas fritas e rematam com gelados . de nos deitarmos a desoras e acordarmos quando calha . de almoçar o pequeno-almoço, lanchar o almoço e jantar a hora de deitar . é o meu tempo . e vivia nisto todo o ano . desde que houvesse sempre céu azul, sol e mar . 

 

 . e depois há o jantar do dia do regresso que me sabe a casa e eu acho que afinal o melhor das férias são os regressos .

 

 

_________________ - ♥ - _________________ 

 

 

. conchas grandes e "barcos de papel" em loiça . Casa da Bli

. base em madeira, lightbox, velas, guardanapos de papel e garfos . Docinho de Açúcar

. toalha e pratos . Area

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D