Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

a vida em azul cueca

06
Mai16

68 - OS FILHOS, A VIDA, O NIRVANA E EU


Mac

A partir de agora não respondo pelos meus actos e palavras, tenho um filho no mar.

 

[Eu sempre disse que não precisava de aulas de preparação para o parto, e não precisei, fiz cesarianas, assim como não precisei, mas fiz, aquela ginástica para as grávidas, sim tenho boa rotação nos pulsos, levanto bem as pernas a 45º e respiro que é uma maravilha, e li e ouvi, mais ou menos, quase tudo sobre amamentação, e também fui a umas aulas sobre isso, como são silenciosos os bonecos, e ouvi e vi bem como se dá banho a recém-nascidos. Mas eu sempre disse que não precisava de nada daquilo. Sempre disse que precisava era de aulas para ser mãe de adolescentes. Ando há anos a dizer isto. Quando eu mandar, as coisas mudam].

06
Mai16

34 - ANDEI NA NET [E POR AÍ] E TROUXE COMIGO


Mac

. daqui, trouxe ideias para usar os blazers brancos e azuis claros, as duas cores em que prefiro os de primavera . adoro-os e gosto imenso de os conjugar com jeans ou calças brancas e t-shirts e camisas de ganga . é daquelas peças que mantenho há anos e anos e estão sempre actuais .

 

 

. também trago este texto do pedro caballero serodio .

 

Dizem que todos os dias temos que comer uma maçã para o ferro e uma banana para o potássio.


Também uma laranja, para a vitamina C, meio melão para melhorar a digestão e uma chávena de chá verde sem açúcar para prevenir a diabetes.


Todos os dias temos que beber dois litros de água (sim, e logo a seguir mijá-los, que leva quase o dobro do tempo que os levei a beber).


Todos os dias temos que tomar um Activia ou um iogurte para ter 'L.Cassei Imunitas', que ninguém sabe exactamente que merda é, mas parece que se não ingeres um milhão e meio todos os dias começas a ver toda a gente com uma grande diarreia ou presos dos intestinos.


Cada dia uma aspirina, para prevenir os enfartes, mais um copo de vinho tinto, para a mesma coisa. E outro de vinho branco, para o sistema nervoso. E um de cerveja, que já não me lembro para que era...


Se os tomares todos juntos, mesmo que te dê um derrame cerebral ali mesmo não te preocupes pois o mais certo é que nem dês conta disso.


Todos os dias tens que comer fibras. Muita, muitíssima fibra até que sejas capaz de cagar uma camisola bem grossa!


Tens que fazer quatro a seis refeições diárias leves, sem te esqueceres de mastigar cem vezes cada garfada. (...)

 

 

  

. e já que para o meu tenho pouca paciência, trago o instagram da inès de la fressange // o da kaitlyn ham do modern legacy // o da aurelie carvalho do pause gourmande // e da elisabeth heier

 

 

 

 

 . também veio comigo, o catálogo de jardim e vida ao ar livre do eci, com coisas giras como tudo, a pensar numas alterações que quero lá fora, enquanto espero pela grande obra .

 

 

 

 

. e a frase da semana .

 

 

. tenham um bom fim-de-semana, com chuva, sem chuva, mas em bom .

 

05
Mai16

64 - EU GOSTO É DA PRIMAVERA


Mac

 

 

  

 

 

 

 

. por estes dias . 

 

. a vida cheira-me a jardim, a janelas abertas de par em par e muito oxigénio . depois entram as varejeiras e mudo de ideias . tenho de ir comprar daquelas redes anti-mosquitos e outros seres esvoaçantes, voadores, rastejantes e cenas, para poder abrir as janelas a meu belo prazer . ontem, por exemplo, alguém andou para aí a adubar o jardim, ou a mexer nos esgotos e a primavera foi-se . depois começou a chover e foi-se de vez . nesta altura do ano é muito difícil ter aqueles dias bons . 

 

. não interessa . o que interessa é que primavera no calendário e no meu jardim, apesar de às vezes o céu não estar para isso . chove que se farta . agora o que mais quero são os pequenos-almoços lá fora nas manhãs que cheiram a relva molhada e verde, na promessa de dias quentes com um céu tão azul . é isto que quero . o meu azul tem cheiro . cheira a mar . o mar cheira-me a azul e melancia . e a melancia cheira-me a mar, verde, verão e vida tão boa para viver . podia lá eu viver longe do mar . eu acho que já disse isto, por outras palavras, ou as mesmas por outra ordem, depende do alinhamento do dia na minha cabeça, mas disse . nesta altura do ano sinto a aproximação do verão, como quando mergulho e estou a demorar a vir à superfície, aquela sensação de ver a tona da água lá em cima, nadar, nadar e afinal desci demais, essa que quando posso respirar é um alívio . a aproximação do verão é aquela minha miragem de oxigénio . à falta de melhor, sol, por exemplo, vem a mim terracota e dá-me as cores que o inverno me tirou . 

 

. ando outra vez metida na coisa de fazer pão em casa . acho que não me lembro como dá trabalho e compensa pouco . espero que não haja muitos pães para experimentar . também espero que corra mal . cá coisas minhas .

 

. mas vou experimentar fazer toalhas com franjas e espero que corra bem, quero muitas, portanto quero fazê-las . se ficarem giras, depois conto coisas .

 

. e é isto que me apraz comunicar .

04
Mai16

66 - OS FILHOS, A VIDA, O NIRVANA E EU


Mac

 

 

 

 

A certa altura da minha vida de mãe, os filhos decidiram dar-me cabo do coração. A coisa começou devagarinho, um fim-de-semana aqui, outro ali, um jantar acolá, umas férias acoli. Depois um dia, o meu rico filho, diz-me que vai de barco até ali, são só três dias e a experiência de uma vida, que exagero, e mãe deixa, por favor, por favor e rebeubeu, e a mãe deixou (só posso estar tatã da cabeça) e agora vou ficar para aqui a hiperventilar, perante os filmes mais dantescos que esta cabeça de mãe é capaz de fazer. E a cabeça desta mãe é capaz de muitos filmes.

 

Um filho três dias em alto mar, uma mãe três dias em maré baixa. 

 

Preciso de ajuda. E compreensão.

 

 

‪#‎foiestamãequecalhouaosmeusfilhos‬
‪#‎quemtemumadolescentetemtudo‬

03
Mai16

35 - EU É MAIS COZINHAS, TACHOS E PANELAS


Mac

 

 

 

 

Para o aniversário do pai cá de casa, também fiz uma Mousse de Maracujá. Gosto imenso de mousses de fruta, porque são rápidas e fáceis de fazer, e são sempre uma sobremesa leve e fresca, para qualquer altura do ano.

 

A Mousse de Maracujá é apenas uma mistura de uma lata de maracujá, uma lata de leite condensado e um pacote, ou dois de natas batidas. Muito honestamente, sem as folhas de gelatina, não lhe acho piada nenhuma, porque fica muito líquida e de mousse tem muito pouco. Na versão que gosto, em que se junta as folhas de gelatina, a mousse fica bem encorpada e com uma textura de mousse muito agradável, ali entre o 'não cai da colher e não é um pudim'.  

 

 

 

 

  

 

. 1 lata de 450 g. de polpa de maracujá  

. 1 lata de leite condensado 

. 400 ml de natas para bater (bem frias)

. 4 folhas de gelatina

. 60 ml de leite

 

- Modo tradicional -

 

Coloque as folhas de gelatina numa taça com água fria, durante 5 mn. Ponha o leite num tacho e leve ao lume, quando estiver quente, junte as folhas de gelatina escorridas e mexa até se dissolverem. Bata as natas até ficarem montadas. Numa outra taça, deite o leite condensado e junte a polpa de maracujá aos poucos, mexendo sempre. Junte o leite com as folhas de gelatina e misture bem. Junte as natas e envolva tudo muito bem.

 

Deite numa taça e leve ao frigorífico durante cerca de 4 horas para solidificar, e já está, uma mousse fantástica.

 

 

- Na Bimby -

 

Coloque as folhas de gelatina numa taça com água fria, durante 5 mn. Ponha a borboleta no copo limpo e bem seco, deite as natas e programe 2 mn/v 3.5. Reserve. Deite o leite no copo e programe 1 mn/v 1/ 100º. Junte as folhas de gelatina ao leite e programe 1 mn/v2. Junte o leite condensado e programe 5 mn/ v3, ao fim de 2mn, vá deitando a polpa de maracujá aos poucos. Junte as natas e programe 5 mn/v3. 

 

Deite numa taça e leve ao frigorífico durante cerca de 4 horas para solidificar, e já está, uma mousse fantástica.

02
Mai16

63 - EU GOSTO É DA PRIMAVERA


Mac

 

 

 

 

Desta vez para o dia do aniversário do pai desta casa, fiz os centros e arranjos florais em taças de salada e jarras de porcelana azul e branca. Misturei dois serviços e algumas peças soltas, porque queria um efeito de porcelanas com desenhos azuis, mas sem cair no conjunto único. E como queria flores em azul, para carregar bastante na ideia do azul quase total, e não encontrei hortênsias, optei pelos Crisântemos tingidos. Para jantares e festas, tento sempre escolher flores que após corte, aguentem bem os ambientes com muita gente, a verdade é que as flores mais frágeis e quase sempre as mais bonitas, acabam por se ressentir em ambientes com muita luz artificial e muita gente.   

 

Gostei imenso de sair daquilo que habitualmente faço em arranjos florais e gostei muito do resultado final, que resultou muito bem com o ambiente da festa.

 

 

 

 

Optando por recipientes largos, precisamos de esponjas de florista para montar o arranjo.

 

Começamos por cortar a esponja, de forma a que cubra a área da base do recipiente e pressionamos para que fique bem fixa. 

 

 

 

 

Para a esponja aguentar o peso das flores (e estas de maior duração, geralmente têm caules pesados), deitamos água até que a esponja fique ensopada.

 

Nos arranjos com duas cores, ou dois tipos de flores, como é o caso, cobrimos toda a área da esponja com as flores que escolhemos para base, que normalmente é a verdura, mas neste caso são os Crisântemos azuis e quando já temos um conjunto arredondado, espetamos na esponja as flores que vão compor, neste caso, os Beijinhos, mas geralmente são as flores de cor.

 

E já está.

 

 

 

 

 

 

 

 

 { mais mesas, aqui }

{ mais flores e arranjos, aqui }

 

_________________ - ♥ - _________________ 

 

. Saladeiras e bases para pratos quentes do serviço Blue Canton da VA

. Caixas e cinzeiros do serviço Margão da VA

. Flores e esponja do mercado de Cascais

02
Mai16

15 - HERE COMES THE SUN, LAILAILAI


Mac

 

 

 

tivemos dia de aniversário do pai desta casa, dia da mãe de todas as mães e estoril open, almoços fora, bolo de chocolate, família e presentes, abraços e beijos aos molhos . pusemos a cortina na porta, aquela de contas, a que nos deixa a porta sempre aberta, a casa oxigenada e a vida lá fora . tivemos roupas quentes e calor, e roupas frias e frio, tivemos vento e céu azul . manhãs a cheirar a primavera, agora sim, daquelas de relva molhada . tivemos muitas fotografias, bolas gigantes, bolas mil, mar e vida tão boa para viver . tivemos maio . agora sim, é sempre a caminhar debaixo de céu azul até ao verão do meu coração . seja então muito bem-vindo meu maio adorado .

Pág. 3/3

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D