Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

a vida em azul cueca

05
Abr16

57 - SODONA, A VIDA, O NIRVANA E EU


Mac

Sodona disse-me 'ah e tal, hoje limpei a casa à porca, não repare'. E deu uma gargalhada. E eu que estou uma menina mariquinhas pé de salsa, nem quis que ela me definisse o que é isto de limpar a casa à porca. Já lá dizia querida avó, na sua imensa sabedoria 'há coisas que eu prefiro nem saber', mas como ela se riu, achei por bem entrar na laracha e disse-lhe, 'não se preocupe, no fim do mês, pago-lhe à porca'. E ri-me.

 

Aprendi ao longo dos anos que as pessoas podem dizer imensas coisas, mas se rirem, ninguém lhes leva a mal. Por exemplo, apetece-nos chatear alguém, mas sem insultar naquela do corte de relações, então fazemos assim, 'Ah olha-me esta gorda' e rimos, a pessoa gorda fica aborrecida porque lhe chamaram gorda e além de gorda, é uma sisuda, porque não se riu, nós insultámos, mas ficamos na boa porque somos ramboeiros e aos ramboeiros tudo se perdoa. Outro exemplo, 'este mês não lhe pago o ordenado, porque não me apetece' e rimos, lá está, a pessoa que vai ficar a arder no seu ordenado é uma sisuda, nós somos sempre os engraçados, bem humorados e caso a pessoa reclame, ainda podemos dizer 'ai que falta de sentido de humoooooooor', a coisa ainda melhora, se deitamos a língua de fora, assim 'ai que falta de sentido de humooooooor' (com voz de desmaiada) e tau, língua de fora, portanto estamos sempre bem e a pessoa que não tem como pagar as contas, fica a sentir-se a enjoada da paróquia.

 

Falta-me experimentar isto com o fisco 'ah e tal, não lhe pago o IMI' e rio-me. Talvez pegue, nunca se sabe.

 

[Ela não achou piada. Eu achei imensa. Enjoada]

 

 

‪#‎operigoéaminhaprofissão‬ ‪#‎sómedoucomgentemaluca‬

05
Abr16

42 - SEGREDOS QUE PARTILHO PORQUE ME APETECE


Mac

 

 

 

 

 

 

Tenho-me esquecido de falar nesta belezuras, porque tenho fases em que não os uso e porque não sou dada a pôr muito na cara e alguns produtos só uso como sos, portanto muitas vezes esqueço-me deles, mas lá por me esquecer, não quer dizer que não os ame, ao ponto de os manter sempre em stand by para me socorrerem nas aflições e isso.

 

Os esquecidos, mas que vão deixar de o ser, são a La Base e o Double Fix, que fazem parte dos meus transparentes de sucesso, aqueles produtos que não se veem (e são mesmo transparentes), mas que fazem muito pela aparência. A saber:

 

- A Double Fix' Mascara da Clarins, que funciona como primer, se quisermos dar volume extra às pestanas; como impermeabilizante de qualquer rímel, ou seja, podemos usar o nosso rímel habitual e depois passar por cima o Double Fix e o nosso rímel fica à prova de água; e como definidor das sobrancelhas. 

 

- A La Base Pro da Lancôme é uma pré-base ou primer, que refina o grão da pele, fecha os poros e dá duração extra à base. No meu caso, quando a zona t anda dada à oleosidade, evita, ou retarda a desgraça, e a maquilhagem aguenta muito mais sem retoques. 

 

E os que não são novidade, mas também fazem parte do grupo dos transparentes,

 

- O 10 Seconds Awakening Essence da Sensai, que nos dá um aspecto de quem dormiu bem como tudo e além de ser óptimo para uso diário, é indispensável para usar antes de uma festa, por exemplo. Já falei dele aqui.

 

- O Pureness Blemish Clearing Gel da Shiseido, que acaba em horas, com aquela borbulha que resolveu aparecer porque sim. Falei dele aqui.

 

- Beber muita água. Este não tem marca e é bem barato, mas é a melhor coisa que podemos fazer pela nossa pele. Usar e abusar.

 

 

Estas quatro primeiras maravilhas fazem parte da minha vida, seguramente há cinco ou seis anos e são daqueles produtos que rezo para que as marcas nunca acabem com eles, já me basta o trauma da edição especial da terracota da Lancôme, que foi das melhores coisas que passou pela minha vida, mas que a marca não continuou e eu vivo a tentar superar esta falta, às vezes com algum sucesso, mas com uma enorme ferida no coração.

 

É isto, portanto.

 

_________________________

 

Já agora, deixo o vídeo sobre a aplicação da Double Fix' Mascara

 

 

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D