Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

a vida em azul cueca

11
Mar16

53 - A BLOGA, O INVERNO, A VIDA, O NIRVANA E EU


Mac

  

  

 

. por estes dias . 

 

hoje faço dez anos de bloga e nunca falei nisso . e um dia, em março também, vim para o sapo e aqui estou há sete anos . pois foi . gostei da casa e fiquei . este não é o meu primeiro blog, mas provavelmente será o último . já vi nascer muitos blogs, vi muitos desaparecer, sem pena e muitos dos bons desaparecer . com muita pena . isto está diferente . eu estou diferente . às vezes penso qual será o meu último post . já tive alguns que foram os últimos, achei eu . normais, triviais, em que nada fazem anunciar um fim, porque é de fins assim que gosto, sem espectáculo, avisos e agarrem-me se não desgraço-me . um dia será assim, mas hoje ainda não . logo se vê . faço dez anos de bloga, estou uma crescida .

 

uma das vantagens de estar nesta cena gripal vai para um ror de dias, é ter tempo para fazer coisas, inventar o que fazer e reorganizar, não porque de repente o tempo se multiplicou, mas porque não posso fazer outras . assim sobra-me tempo, o que também é bom.

 

reorganizei os produtos de maquilhagem, cremes, espumas e afins . também juntei todas as amostras, na firme convicção de que vou experimentar tudo e não deixar a estragar . há para ali muita coisa antienvelhecimento . se calhar é boa ideia dar-lhes atenção . também arrumei o frigorífico e fiquei com a sensação que a minha pele esticou . se calhar a solução para a minha vida é refrigerar-me . depois arrumei os livros, que por mais que ordene por autor e tal, o que é muito bonito de se ver no dia em que se arruma, mas depois compram-se mais livros e na preguiça de empurrar tudo e mudar os últimos de cada prateleira para a seguinte, deixam-se na horizontal, e de repente a coisa toma a forma de bagunça novamente . num mundo perfeito, as estantes teriam umas passadeiras rolantes, em que os livros iam deslizando e sempre que precisávamos de pôr mais um, era só empurrar e aquilo aconchegava-se . arrumei muitas coisas, mas não consigo arrumar esta gripe .

 

juntei suspiros ao bolo de chocolate, só porque me apetecia e ficou muito bom . nunca perco o apetite, é verdade .

 

o pedro quis pôr água de colónia sozinho e depois achou que o frasco também dava uma boa bola de futebol . vá que o frasco é de vidro coriáceo e aguentou sem quebrar . e é nestas coisas que eu os acho muito diferentes das meninas. 

 

estou a planear ir à praia no fim-de-semana .

acredito que venho de lá boa de todos os males . 

 

. bom fim-de-semana .

11
Mar16

26 - ANDEI NA NET [E POR AÍ] E TROUXE COMIGO


Mac

 

  

 

Isto de andar meia coisa é bem capaz de ter as suas vantagens, uma delas é testar produtos em condições extremas de mau aspecto. E depois de uns testes na minha pessoa, que é muito boa a testar coisas, trago três produtos do melhor que há.

 

Para começar trouxe da Sephora, via Filipa, a base da Too Faced, a Born this Way, que é só a melhor base que encontrei nos últimos tempos e já conquistou o primeiro lugar no meu coração e na minha cara. Não tem óleo, o que para mim é logo um factor a  considerar, e dá uma excelente cobertura, deixa-me  apele bem lisa, luminosa e atenua bem as imperfeições, além de durar na boa todo o dia. Normalmente fico sempre indecisa entre dois tons de bases, porque quero sempre a que seja mais idêntica ao meu tom de pele, que fique quase imperceptível e não me mascarre a cara. Não gosto de tons em que se nota a linha da cara, ou seja, apesar de ouvir falar (nunca reparei se alguém o faz), que se deve também espalhar base pelo pescoço, não o faço, aliás, para mim, é impensável besuntar o pescoço com maquilhagem, portanto as bases têm de ser em tons que não se note nunca a diferença entre a cara e o pescoço, em que não fique uma linha e que fiquem muito naturais.

 

Dica: Antes de comprar uma base que não conheço e como não consigo decidir o tom pondo na mão, muito menos testar a duração, efeito, etc na minha pele, peço sempre que me dêem umas amostras, ou dois míni boiões com um pouco de cada base. Assim consigo fazer um teste, tanto de tom, como de qualidade, durabilidade, efeito, etc, fazendo a minha maquilhagem normal em casa. Neste caso, por exemplo, testei durante uma semana dois tons, decidi qual o melhor para mim e ainda deu para ver como se aguentava a base ao longo do dia, se era daquelas que precisa de retoques (nem um), se é boa para minha pele (mista e complicada) e se não me dava aquela sensação de betume (que detesto).

 

 

 

 

 

  

E apesar de gostar de me maquilhar, muito ao natural, já se sabe, gosto ainda mais de me desmaquilhar. A maquilhagem dá-me dois inegáveis prazeres, um, é quando a ponho, o outro, é quando a tiro. Gosto de produtos que me facilitem a vida e me ponham a pele em condições, porque não há maquilhagem que nos valha com uma pele mal tratada, desidratada, mal descansada e mais todos os adas que possam existir. A mim já me bastam os sinais de envelhecimento, para ainda lhe juntar mais coisas só porque sou desleixadona.

 

Então resolvi experimentar a Clarisonic que promete revolucionar a limpeza da pele, fazendo uma lavagem diária e excluir as esfoliações e máscaras de limpeza. Quanto às esfoliações e máscaras ainda não posso dizer nada, pois só a estou a usar há quinze dias, mas acredito que sim. A verdade é neste último ano, quando passei a incluir a água micelar da Garnier na minha rotina de limpeza, já fazia menos esfoliações. Agora com a Clarisonic já noto diferenças na pele, está muito mais luminosa.

 

Com esta máquina, apesar de existir uma enorme gama de gel de lavagem da marca, podemos usar qualquer gel. Por acaso gostei tanto do gel que vinha com a máquina, que já o renovei. Também estou curiosa para ver resultados com um outro gel deles, apesar da vendedora me ter dito que era para casos extremos e o meu caso não é extremo. Mal sabe ela o que eu considero extremo, mas está bem, a seu tempo veremos.

 

Antes de lavar a cara com a Clarisonic, desmaquilho os olhos com um bifásico (Garnier ou Lancôme), depois lavo a cara com a Clarisonic e a seguir continuo com a minha rotina anterior, ou seja, passo o tónico (Tonique Eclat da Lancôme) e ponho o Advanced Night Repair e, desde há uns meses, também o anti-rugas para os olhos da Estée Lauder. Claro que mantenho a máscara de hidratação semanal, a água micelar (Garnier), o hidratante e o serum, antes de me maquilhar. Esta máquina só veio substituir a lavagem manual da cara e torna-la melhor e mais eficaz.

 

 

 

 

 

 

Finalmente a base anti-idade para unhas, da Essie. Comprei-a porque estava precisar de uma base e uso a da Mavala há muitos anos. Continuo satisfeita com a da Mavala, mas também tenho uma teoria, que desenvolvi por fidelidade a produtos diversos, teoria essa que se baseia no excesso de continuidade, ou seja, por melhor que seja um produto, a minha pele, cabelos e unhas gostam de um intervalo. A verdade é que sempre que o fiz, ou fui para ainda melhor, ou regressei ao anterior que se me mostrou mesmo bom. La Palice é um menino ao pé de mim. Agora fiquei fã desta base da Essie, deixa-me as unhas impecáveis e estão com óptimo aspecto. 

 

 

E pronto, esta semana é o que trago. Ficam os pincéis, esponjas de maquilhagem e cenas, por falar, mas isto já vai longo. Fica para outro dia.

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D