Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

a vida em azul cueca

07
Jan16

20 - SERÕES (E MADRUGADAS) DA PROVÍNCIA


Mac

 

 

 

 

 

 

 

 

gosto de cascais logo pela manhã, quando as lojas ainda não abriram e não se vê quase ninguém nas ruas . nos dias de chuva e céu antracite, ainda é melhor . ainda se vê menos gente, o cheiro do mar fica mais intenso e os cafés cheiram ainda mais a bolos acabados de fazer . gosto de descer aquela rua da cidadela, com o mar ao lado e o céu pela frente, achar piada à roda que não é a de londres e morrer de saudades do verão, regressar e beber qualquer coisa quente num lugar qualquer . gosto deste sítio calmo, que nunca parece uma cidade (que não é) fantasma . e adoro-lhe os dias de sol, quando fica com aquele ar de sítio de férias cheio de gente . gosto muito de viver por aqui, onde há sempre mar .

06
Jan16

17 - ANDEI NA NET [E POR AÍ] E TROUXE COMIGO


Mac

 

. e para não variar, trouxe daqui, o tipo de conjuntos que mais gosto de usar nestes últimos tempos . jeans brancos, ou de ganga, na loucura em preto, em veludo, algodão ou pele, conjugados com camisolões e quase sempre de ténis, mocassins ou botins, e para aquecer, um casaco em cinza, branco ou camel . 

 

 

 

. também trouxe o estilo da capucine safyurtlu, geraldine saglio emmanuelle alt .

 

. e o instagram da laura brown e o facebook da garance doré .

 

 

 

 . do continente, a máscara e o sérum da tresemmé, que já uso e abuso há bastante tempo, além do óleo e do azeite, ambos fantásticos para evitar pontas no cabelo de quem abusa do ferro, além dos da moroccanoil, da loja do shampoo . estes, para já, são os vencedores e as coisas que o meu cabelo mais ama . 

 

 

. e daqui, a vela de eucalipto, que tem o melhor cheiro do mundo . e tenho de investigar as velas perfumadas da area, que desconfio têm grande potencial, mas ainda não foi desta .

 

. para começo de um novo ano, foi uma boa volta por aí .

06
Jan16

725 - LAI LAI LAI


Mac

 

 

 

 

 

um lenço que trouxe de londres, quando tinha dezassete anos, e ainda dura . acho que posso dizer que é um lenço vintage . uns mocassins que já têm cinco anos, e ainda duram . mas ainda não são vintage . e umas calças mega confortáveis, ora de ganga, ora de veludo, mais coisa, menos coisa, e que já não sei quando comprei . e temos sido muito felizes nestes dias de chuva, vento e desconfortos mil .

05
Jan16

172 - A DONA DE CASA PERFEITA(MENTE DESESPERADA)


Mac

 

 

 

O calçado que ficou, levou uma grande arrumação, escovei, limpei e isso, e pus cada par num saco de plástico e deitei fora as caixas (aquela coisa da caixa com a foto do que lá está, ocupa muito espaço e não é prática), assim como deitei fora todos os esticadores, que só serviram sempre para atrapalhar e como não estão ao molho, também não precisam de nada para os esticar. Também corri com os sacos de pano para guardar sapatos, que só servem para acumular pó, mesmo dentro da sapateira e não têm utilidade de maior, assim como com todos os tubos para canos de botas, que eram de cartão e só servem para atrair traças. Em suma, 

. os sacos de 5 litros, para alimentos da IKEA, são muito bons para os botins e sapatos de saltos

. os sacos de 3 litros têm o tamanho certo para as sabrinas, sandálias rasas, mocassins e isso 

. para as botas, o ideal são os sacos para cobertores que se vendem na drogaria, e para lhes manter os canos direitos, conservei os tubos de plástico que algumas já tinham e uni-lhes os canos pelo interior, com uma mola daquelas que já vem com algumas botas, para as que não as têm, usei uma mola da roupa, porque com ou sem tubo, a mola ajuda a que os canos fiquem direitos.

 

Do ponto de vista estético fiquei a perder, o armário dos sapatos não ficou tão bonito, com cada par metido num saco de plástico, a verdade é que adorava olhar para os meus meninos ali todos perfilados por géneros, cores, fins e outros critérios que só interessam a mim, mas mesmo num armário com portas, os sapatos davam algum trabalho, porque acabavam por apanhar pó, ou esquecidos porque estavam em caixas.

 

Assim fica tudo mais simples, ficou o que realmente uso e o que tem grande potencial para vir a ser usado, e todos arrumados de forma a não precisarem de limpeza do pó, ou seja sempre impecáveis para usar sempre que me apetecer. Acima de tudo estão todos bem visíveis, porque estão em sacos transparentes, portanto já nem há desculpas de que me esqueci destes ou daqueles.

05
Jan16

106 - DIZ QUE SIM


Mac

 

 

 

 

Depois de uma arrumação aos sapatos, botas, sandálias e tudo quanto se calça, com o grande objectivo de tirar daqui tudo quanto já não calço e não voltarei a calçar, porque resolvi começar o ano a destralhar a casa e a vida, concluo imensas coisas. A saber,

 

. Sou perfeitamente capaz de ter o mesmo modelo de sapatos em quatro ou cinco cores diferentes.

. Também sou capaz de ter dois números do mesmo modelo e cor, ora porque estava grávida e grávida sou mulher de pés grandes, ora porque não estava, ora porque não havia o meio número e na indecisão - não fossem uns magoar-me e outros saltar-me dos pés - trouxe dois pares.

. Consigo usar alguns sapatos até se desfazerem e guardo-os não sei para quê. Muito provavelmente, acho que há um poder de auto regeneração nos sapatos estafados, que foram abandonados, assim uma coisa à Fénix.

. Tenho sapatos que nunca calcei (julgo que foram calçados no dia em que os comprei), ou porque são demasiado parecidos com alguns que já tinha e os outros fizeram melhor as vezes, ou porque eram giros em teoria, mas só isso, ou seja são giros vistos à distância, mas calçados não combinam com nada, e ainda os assumidamente feiíssimos, mas que só lhes vi a fealdade tarde demais. 

 . E tenho sapatos lindos de morrer, que calcei, e sapatos de fugir, que também calcei, daqueles que não sei onde tinha a cabeça quando os comprei, julgo que tinha a cabeça em parte incerta, mas não tenho a certeza.

. Também tenho sapatos que ainda não percebi se são giros, ou feios, porque a percepção do feio e bonito, também depende do meu humor.

 

E não me envergonho por aí além.

 

[Portanto dei tudo quanto não uso e está em bom estado, independente se é giro ou feio. Foi uma boa decisão. Gosto de oxigenar, destralhar e desimpedir os armários]

Pág. 3/3

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D