Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

a vida em azul cueca

30
Out15

107 - CROCHÉ, COLAGENS, TRICÔ, FILET, BRICOLAGE E COISAS ASSIM


Mac

 

 

 

Resolvi experimentar fazer pompons em papel. Fiz em pequeno, porque para teste serve perfeitamente, claro que se os quisermos em grande, para enfeitar um tecto ou parede, para uma festa, teremos de comprar papel maior, mas o princípio é o mesmo. A vantagem de fazermos os pompons é que não ficamos limitadas à oferta que há, que é pouquíssima, quatro ou cinco cores, sempre em cores lisas e nada criativa. Agora que já sei como se fazem, vou experimentar fazer uns em papeis diferentes, como papel de jornal, é capaz de ficar bem giro. 

 

E como o meu bolo de aniversário foi encomendado na Garrett, coisa mais boa, todo ele num Pão de Ló do demo, recheado com ovos moles e amêndoas lascadas e coberto com maçapão, uma bomba de bondade e boa disposição, adiante, dizia eu, que como no meu aniversário não faço pevide, lá veio o bolo bom, mas eu achei por bem, decora-lo com os meus pompons acabados de fazer. Acho que ficou engraçado, simples e muito ao meu gosto.

 

Fica então a forma de fazer pompons em papel de seda.

 

Materiais:

. papel de seda (conjuntos de folhas A4, no Continente)

. arame fininho (Leroy Merlin)

. paus de espetada de fruta (Continente)

. cola

  

Para este caso, ou seja, pompons com 7 cm de diâmetro, cortamos para cada pompom 10 folhas com 7 X 7 (cortei com o x-acto as 10 folhas sobrepostas, assim é mais rápido).

 

 

Depois dobramos em leque e atamos a meio com um arame ou cordão

 

 

 

 Cortamos as pontas, em ângulo

 

 

 

E separamos as folhas. Já agora uma dica, como este papel é pouco resistente, se puxarmos apenas uma folha, rasga-se, então separamos de duas em duas folhas e no fim, separamos com cuidado as que deixámos aos pares.

 

 

 

 Finalmente colamos o pau de espetada ao pompom e já está. 

 

 

 

 

 _______________  - ♥ - _______________

 

 

 

 

 

Dica: para fazer estas maiores com 40 cm de diâmetro, basta cortar as mesmas 10 folhas, em quadrados com 40 X 40 cm.  

 

30
Out15

23 - DEPOIS DE SER MÃE, UMA MULHER NUNCA MAIS ESTÁ SÓ


Mac

Eu, Mac Maria Beatriz Hermengarda Sara Constança, nunca, jamais, em tempo algum, alinharei no Halloween, não, nunca. Eu sou pelo Pão-por-Deus, pelas nossas tradições e ai de quem me venha cá com modernices. Nego-me.


Mas isto foi antes de ser mãe.

Depois de ser mãe, fiz a máscara de feiticeiro mais gira de que fui capaz, com um chapéu comprado ali, mais uma capa feita acolá, mais um caldeirão encomendado. Fui todos os dias, durante uma semana, à abertura de uma loja xpto, à espera que chegasse aquela máscara para os seis anos do meu filho, porque eles nunca atendem o telefone e quando atendem, não sabem, não viram, nunca ouviram falar. Fui ao chinês a trinta quilómetros, porque aquele é que tinha aquele fato tão igual, tão giro, tão tudo e não, o que me fica ao fundo da rua, nem para naftalina serve. Participei em desfiles e gostei, fotografei e filmei. Fui com o mais velho pela mão pregar sustos e dar doces. Encomendei abóboras, passei tardes a escava-las e fiz lanternas, para depois ter o congelador com abóbora para sopas até à Páscoa.

E ontem à noite, quase à hora de deitar, os meus filhos quiseram as máscaras para hoje, porque mais logo querem ir pedir doces e pregar sustos, ou lá o que é, e eu fui enfiar-me no sótão e lá trouxe comigo as máscaras de vampiro, conde coiso, feiticeiro e tudo quanto é feio e isso.

Não me orgulho por aí além, mas não me envergonho com toda a certeza, a verdade é que até já gosto disto do Halloween. Nada como os filhos para nos atirar com as teorias, dogmas, paradigmas e quejandos para a sarjeta.


 

- Escrito em 31 de Outubro de 2014 -

29
Out15

27 - EU É MAIS COZINHAS, TACHOS E PANELAS. RAPAR TAÇAS TAMBÉM


Mac

 

 

  

 

 

 

Durante todo o ano faço bolachas para os meus filhos, mas chegando a esta época, renomeio-as e passo a chamar-lhes Bolachas de Natal. O Natal ainda está longe, é verdade, mas eu cá gosto de pensar em tudo com tempo, e como prometi, vou deixando sugestões de presentes giros e baratos. Um deles e que não constitui qualquer novidade, são as bolachas, que se pusermos em frascos giros com uma fita ou cordão giros, resultam em presentes bem simpáticos.

 

E para variar um pouco dos formatos habituais, fiz estas em forma de botões, que vi no Pinterest. São facílimas de fazer, basta usarmos três ou quatro copos com diferentes diâmetros, um cortador com recortes (para o botão que tem ondas), um pauzinho de Sushi (para fazer as "casas" dos botões) e depois é só inventar.  

 

Deixo então duas receitas mega rápidas e uma de amêndoa um pouco mais difícil, porque a massa não é lá essas facilidades para estender, mas que dá bolachas super saborosas. A primeira, a de massa quebrada, também fica boa com algumas massas que se vendem nos supermercados, como a do Pingo Doce, já a do Continente, não acho grande coisa. No entanto prefiro fazer a massa em casa, porque fica sempre muito melhor do que aquelas que já estão preparadas. Depois é só polvilhar com açúcar, ou barrar com compota de maçã, e resultam numas boas bolachas, que os meus filhos adoram. Outra vantagem desta massa, é que é tão fácil de trabalhar, que dá para fazer com os miúdos e estarmos um bom bocado bem entretidos.

 

 

- ♥ Bolachas de Massa Quebrada ♥ -

 

. 300 g farinha
. 130 g manteiga
. 70 g água
. 0.5 c. chá de sal
. 0.5 c. chá de açúcar

 

Coloque no copo a farinha, a manteiga, a água, o sal, e o açúcar e amasse até obter uma massa homogénea (na Bimby, programe 15 seg/vel 6). Estenda a massa com a ajuda de um rolo, corte as bolachas e ponha-as num tabuleiro forrado com papel vegetal [*]. Leve ao forno pré-aquecido a 150º, durante 15 mn. Depois de frias, polvilhe-as com açúcar em pó. 

 

 [*] prefiro o papel da Glad, que é anti aderente.

 

 

- ♥ Bolachas de Manteiga ♥ - 

 

. 500 g de farinha
. 250 g de açúcar
. 120 g de manteiga
. 100 ml de leite


Junte a manteiga e o açúcar (na Bimby v4 2 mn). De seguida vá juntando a farinha, pouco a pouco, assim como o leite (na Bimby v3, 5 mn). Depois misture tudo muito bem até obter uma massa homogénea. Estenda a massa, com a ajuda do rolo da massa. Corte as bolachas e leve ao forno pré-aquecido a 190º, durante 10 mn, num tabuleiro untado com manteiga e polvilhado com farinha.

 

 

- ♥ Bolachas de Amêndoa ♥ -

 


Para cerca de 25 bolachas, (1)
. 120 gr de manteiga
. 240 gr de farinha sem fermento
. 2 gr de sal fino
. 90 gr de açúcar em pó (na versão Bimby, usamos açúcar normal, que pulverizamos) + 40 gr para polvilhar as bolachas
. 20 gr de amêndoa moída
. 1 colher de café de baunilha em pó
. 1 ovo

 

Na Bimby, pulverize o açúcar e a seguir, adicione todos os ingredientes. Marque 1 mn, v3. Forme uma bola e envolva em película aderente.

Sem ser na Bimby, ponha a farinha peneirada numa taça e junte o açúcar e a amêndoa moída. No meio ponha a manteiga e misture bem com as mãos. Junte o sal, a baunilha e o ovo e amasse até fazer uma bola.

Em ambas as versões, envolva a bola em película aderente e guarde no frigorífico durante três horas.

Após este tempo, estenda a massa com o rolo (normalmente ponho a massa entre duas folhas de papel vegetal, porque esta massa amolece com facilidade e torna-se difícil de trabalhar, vale-lhe a delícia de bolachas que dá). 


Pré-aqueça o forno a 150º C, forre dois tabuleiros (2) com papel de alumínio para culinária e corte as bolachas. Leve ao forno, durante 10 minutos.

Depois de frias, polvilhe as bolachas com açúcar em pó.

______________________________________________
(1) duplico sempre estas quantidades, para fazer cerca de 50 bolachas
(2) normalmente uso dois, enquanto um já está no forno, vou preparando o segundo, assim que o primeiro sai do forno, entra o segundo e assim consigo despachar bastantes bolachas.

29
Out15

06 - TARDES DE CHUVA E PIJAMAS


Mac

 

 

 

 

 

 

  

 

 

 

por estes dias, com ele novamente doente, regressámos mais uma vez aos nossos dias de chuva, pijamas, xaropes e muito mimo . hoje voltou à escola, vamos lá a ver por quanto tempo . vai de retro, credo . fizemos um bolo de plasticina, mas com uma vela com o número 4, e cantámos cinquenta vezes os parabéns a esta mãe . brincámos com os números e com as notas de plástico às mercearias e a mãe comprou uma cenoura por quinhentos euros e sem direito a troco . as moedas são todas dele e também servem como queijo para dar de comer ao panda . ele fez um barco com uma caixa de cartão, almoçou lá e queria fazer a sesta também . fez puzzles no tablet (estes miúdos já nascem com um chip qualquer) e brincou muito . fez birra para cortar as unhas e disse que não quer mais a escola, mas lá foi desconsolado e a mãe com o coração partido . as lágrimas dos filhos pesam-me no coração . e na alma . e nos braços . gosto tanto destes quatro anos dele . 

 

_______________  - ♥ - _______________

 

. Balança, dinheiro em plástico e balança com números, do Imaginarium (eram do irmão)

. Plasticinas Play-Doh, do Toy's R Us

. Castelo do Robin dos Bosques, da Disney

. Tablet da Science4you para 3 a 5 anos (*)

 

_______________  - ♥ - _______________

 

(*) se por um lado acho que alguma tecnologia pode ser educativa, positiva na formação e desenvolvimento, em demasia e em muito pequenos, acho-a prejudicial, por isso aqui em casa, o tempo diário que pode brincar com o tablet, é altamente espartano, ou seja, estabeleci um horário de 30 mn e em que a seguir há uma actividade de que gosta, para o poder tirar sem dramas. no nosso caso, antes do banho, ao final da tarde.

27
Out15

09 - ANDEI NA NET [E POR AÍ] E TROUXE COMIGO


Mac

[estou quase, quase a fazer uma rubrica "andei na net e tenho vontade de espetar palitos nos olhos", mas pronto, para já não sei se me apetece] 

 

Elle:

 

. do pinterest trouxe esta ideia para dar uso aos casacos de malha compridos, que acabo por esquecer, ora porque ainda são muito quentes, ora porque rapidamente se tornam pouco para os dias mais frios .

 

 

woodland:

 

. também do pinterest (e para facilitar, já separei as mesas de natal das outras), trouxe duas ideias para a decoração da mesa de natal, esta .

 

 

love this runner!:

 

. e esta . gosto muito dos marcadores e dos pormenores em verde .

 

 

55 Absolutely fabulous mudroom entry design ideas:

 

55 Absolutely fabulous mudroom entry design ideas:

(mais ideias, aqui

. e ando a investigar uma forma de pôr bonita a entrada pela garagem, é ali que ficam as raquetes, as mochilas, as latas das bolas, os ténis com aquela terra dos courts (que suja tudo), as botas de jardinagem, chapéus e afins . acho que basta um armário para pôr o calçado e cabides onde fiquem as raquetes, coletes, etc .  

 

. também investigo formas de fazer presentes de natal giros, a baixo custo, e um destes dias a coisa sai .

27
Out15

05 - TARDES DE CHUVA E PIJAMAS


Mac

 

  

 

 

 

 

 

Não sei se torno demasiado reais as histórias infantis que conto aos filhos, se o contrário, a verdade é que este meu filho adora mascarar-se, fazer teatros e "entrar" nas histórias. O irmão também era assim. Ambos adoram o Carnaval, o Halloween e todas as oportunidades que arranjam para se fantasiarem e nisto não saem nada a mim, sou completamente anti máscaras, fantasias e isso. Portanto assim que o Pedro viu a fantasia de pirata que o Imaginarium nos enviou para o Halloween, quis andar com ela vestida e como está novamente doente em casa, assim andou. Espero é que se ponha bom a tempo do Halloween no colégio, é que desconfio que se não puder ir, temos tragédia nesta casa. Até lá, teremos Halloween todos os dias.
 


 
[muito obrigada Imaginarium, adorámos]


_______________  - ♥ - _______________
 

. Fantasia de pirata para o Halloween e chupa-chupas do Imaginarium
. Balde abóbora do Continente
. Barco do Capitão Gancho da Disney
. Piratas da Playmobil
. Espada da Ikea (era do irmão)

26
Out15

171 - A DONA DE CASA PERFEITA(MENTE DESESPERADA)


Mac

  

 

 

 

  

 

 

 

 

 

E também houve uma festa com crianças e eu a testar o meu novo conceito de festa instantânea e descartável. Rápida de executar e rápida a arrumar. Correu bem e se não sempre, sempre que precisar de um plano de emergência, já sei que resulta.

 

O bolo de aniversário não podia ser mais rápido de executar, comprei dois bolos de iogurte, sobrepus e pelo meio pus um recheio de natas com fios de ovos, cobri tudo com natas, decorei e ainda foi gabado, ah e tal este está mais bem cozido e o coiso. Até parecia o primeiro jantar que dei como mulher adulta e dona de casa, todo ele encomendado à Casa da Comida. Fui muito gabada, é verdade. E não disse que não sabia sequer estrelar um ovo, também é verdade. Mas passou-me, já sei estrelar ovos.

 

Praticamente não usei loiças, só para o bolo de aniversário. De resto usei pratos de papel, taças de plástico descartáveis e forrei os caixotes com papel crepe, que depois de usados, foi só deitar fora. Bom, só não deitei fora os talheres, já se sabe, achei-os demasiado bons para serem assim descartados na base da leveza. Fiz uns arranjos de flores simples e decorei a garagem com balões.

 

Correu muito bem e a criança aniversariante adorou, que é o que mais interessa.

26
Out15

112 - A MINHA BARRIGA, O MEU UMBIGO, CAPRICHOS, DÚVIDAS BIPOLARES, BIRRAS E COISAS ASSIM


Mac

  

 

 

 

 

 

do fim-de-semana . houve uma festa com crianças, chegou a época dos camisolões com skinnys e botins . gosto tanto, tanto . e choveu que se fartou . também fui apanhar uma criança pequena e muito feliz, à chuva . esta mãe é que não ficou lá muito feliz . muito gostam os meus filhos de água . 

 

e com a hora a mais que o outono nos oferece, há quem durma mais uma hora e há quem estique o dia mais uma hora . eu faço parte do segundo grupo, gostaria de fazer parte do primeiro, confesso, mas com uma criança pequena, que responde pelo relógio biológico, ganho uma hora ao dia e não ao sono . também é bom . e fui à zara buscar caxemiras . digam o que disserem, tenho boas experiências com as caxemiras de lá . comprei umas há três anos, que continuam impecáveis, lindas e macias, como se espera que uma caxemira seja . e são do melhor que há para estas tarde de chuva e sofá, combinadas com leggins e sabrinas de casa . adoro . 

 

não sei quando foi que o espelho de aumentar se tornou o meu melhor amigo . ou inimigo . sei que depois de me maquilhar, me olho naquela escala gulliver e retoco o que acho que devo retocar . notam-se umas míni rugas . às vezes tenho os meus momentos amélie poulain à frente do espelho . não me maquilho à frente dele, porque não . assim como está, está muito bem . e também está muito bem aquela dimensão . quando andei à procura de espelhos de aumentar, vi um outro que me aumentava ao ponto do susto, isso não quero .

 

comprei uns talheres descartáveis para a festa, mas em bom plástico, se é que isso existe, tão bom, que até vai à máquina sem derreter, então em vez de os deitar fora, lavei-os e guardei-os . deitei fora os pratos de papel, claro . e o resto . parece-me que não encaixei o conceito de descartável . não em pleno . acho que foi avó querida que me ensinou isso . para a minha avó, nada se deitava fora, isso era coisa de gente que não tinha passado pela guerra . 

 

e os meus crisântemos estão lindos

23
Out15

170 - A DONA DE CASA PERFEITA(MENTE DESESPERADA)


Mac

  

 

 

 

Ando cansada de acumular tantas funções. São fases, depois passa-me e acumulo mais algumas. Depois canso-me e por aí a fora. Não interessa. Agora estou na fase cansada e hoje tinha na perspectiva um daqueles dias multi tarefas com a preparação da festa do aniversário do Pedro, entre ir buscar miúdos à escola, actividades e isso, teria de ir ao supermercado comprar algumas coisas que não puderam ser compradas com maior antecedência, ir à praça buscar as flores, ir à loja das festas buscar os doze balões carregados de hélio, cozinhar o lanche todo, decorar a garagem, que entretanto já está limpa e arrumada, e mais não sei quantas coisas que não me estou a lembrar, mas que existem de certeza e terão de ser feitas.


 
Então estava eu no supermercado e fui epifanada por uma coisa do bem, ou então do mal, mas isso só saberei amanhã. Até lá viverei neste estado de contentamento que me assaltou a psique. Então foi assim, estava no supermercado e dirigi-me para a padaria deles, passei pela secção de pastelaria e a coisa deu-se. Dei por mim a pegar em dois bolos de iogurte, para fazer o bolo de aniversário (ponho um em cima do outro, faço um recheio com natas e coisas boas, cubro tudo e faço um bolo de anos lindo), depois desatei a pôr no cesto um bolo de brigadeiro, miniaturas e cenas e mais cenas. E de repente tinha o lanche quase todo feito, portanto só tenho de fazer as sanduíches, a gelatina e os sumos.


 
Isto sou eu ainda muito contente com a ideia, não sei se será coisa para confiar. Na segunda-feira, com uma hora mais de fim-de-semana, logo vos digo.

 

Isto também sou eu, que a esta hora ainda só pendurei os balões de papel no tecto. Na segunda-feira logo vos conto, mas posso adiantar que a coisa vai acontecer.

22
Out15

48 - AS FLORES, A VIDA, O NIRVANA E EU


Mac

 

 

 

 

 

 

 

Quanto a flores, tinha pensado em fazer os arranjos com hortênsias azuis e gipsofilas, mas nesta época do ano, já quase não há hortênsias, além de que duram pouco em água. Assim trouxe da praça lisiantos roxos e gipsofilas, e juntei-lhe flores de alfazema do meu jardim. Para suporte, optei pelos caixotes de fruta em miniatura (com frascos lá dentro). E gosto deste efeito para festa familiar, apesar de ser para o aniversário de um rapaz, mas para festa alargada aos amigos e restante família, vou usar flores encarnadas, porque já encomendei balões encarnados, brancos e azuis, e parece-me que tudo junto vai resultar muito bem.

 

Geralmente compro as flores na praça, porque são substancialmente mais baratas do que nas floristas e há muito mais variedade, no entanto é preciso arranja-las antes de as pôr em jarras, porque estão em estado bruto, ou seja, como foram colhidas. Opto quase sempre por flores que durem bastante, porque se há coisa que me faz alguma confusão é ter flores em jarras, que duram três ou quatro dias. Os lisiantos, por exemplo, são uma boa opção, assim como as gipsofilas, que seguindo alguns truques, chegam a durar quinze dias em água.

 

Para as flores durarem bastante em jarras, basta fazermos uma meia-dúzia de coisas que as conservam por algum tempo.

 

. Uma das coisas que dá saúde às flores que vamos conservar em jarras com água, é tirar-lhe todas as folhas da parte do caule, que vai ficar submerso, porque as folhas na água apodrecem, estragam a água e consequentemente estragam as flores. 

. Escolher um suporte que não deixe os caules muito juntos, de forma a que estes possam respirar.

. Escolher um local sem luz directa ou correntes de ar.

. Pôr uma aspirina por jarra. Há quem ponha carvão ou uma moeda de cobre.

. Mudar a água todos os dias e passar com água corrente nos caules das flores, para tirar aquela gelatina que se acumula e asfixia as flores.

. Não deixar na jarra as flores que já murcharam.

 

E pronto, flores em jarras sempre bonitas, ou enquanto for possível prolongar-lhes a vida.

___________________________________________

E tenho-me esquecido de deixar uma dica, que ajuda imenso a que os arranjos fiquem bem fixos e simplifica muito a tarefa, que é colocar uma esponja de florista dentro da jarra, onde depois vamos espetar as flores. As esponjas também são muito úteis, porque mesmo bem embebidas em água, dá para colocar em suportes diferentes, não necessariamente impermeáveis - e sem ter que recorrer a frascos, como cestos, por exemplo - bastando para isso, forrar o suporte com uma folha de alumínio para alimentos.

Pág. 1/4

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D