Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

a vida em azul cueca

31
Mar15

15 - MESAS, MESINHAS E MESONAS, PARA JANTAR, ALMOÇAR E PEQUENALMOÇAR


Mac

 

 

 

 

 

 

 [para aumentar, clicar nas imagens]

 

 

 

Antes de férias, destinei a decoração da mesa para o almoço de Páscoa. Queria uma coisa simples e que não me desse trabalho. As flores teriam de ser naturais, adoro centros de flores, mas sempre naturais, e claro, que ainda existissem dali a uma semana.

 

Inicialmente tinha-a pensado em tons de amarelo com Narcisos e tal, mas depois passei no Horto para encomendar as flores, que se querem frescas e viçosas, e dei de caras com Lírios do campo e Jacintos-uva e pronto, esta minha perdição por azul é mais forte do que sei lá o quê. Então alterei tudo e trouxe os Lírios e os Jacintos-uva em vasos. Depois arranjei as amêndoas dentro daqueles tons e mantive o resto que já estava pensado. Forrei os vasos com napperons de papel e pus uma fita para segurar. Finalmente, dispus os vasos numa travessa comprida e cobri-a com musgo seco, e distribuí algumas amêndoas e ovos de codorniz.

 

Gosto muito de decorar as mesas com bolbos, têm sempre cores lindas e podemos comprar com alguma antecedência, pois aguentam bem sem murchar, e opto sempre por toalhas brancas, pois são as melhores como base de qualquer decoração simples, que é o que se quer para o almoço de Páscoa. O melhor deste tipo de decoração de mesas, é que basta mudar as flores e conseguimos uma decoração completamente diferente, depois é só seguir a cor e combinar elementos, como amêndoas, ninhos, ovos tingidos ou não, ovos de chocolate, enfim, uma infinidade de opções.  

 

 

E é assim que vou decorar a mesa para o almoço de Páscoa. Fica a ideia. E os meus desejos de uma Páscoa feliz para todos.

 

 

 »»» • «««

 

. Etiquetas para pacotes de amêndoas, aqui no meu Pinterest, na pasta Paper Crafting/Printable. E basta escolher uma imagem e guardar no pc, depois é só abrir no Picasa e imprimir escolhendo a opção 5 X 8 cm.

. Bolbos em flor de Jacintos-uva e Lírios do campo da Hortijardim.   

. Redoma da Area.

. Ovos de codorniz e amêndoas roxas, assim como os napperons de papel, à venda em qualquer supermercado.

. Coelhos de chocolate da Hussel.

27
Mar15

95 - A MINHA BARRIGA, O MEU UMBIGO, CAPRICHOS, DÚVIDAS BIPOLARES, BIRRAS E COISAS ASSIM


Mac

  

  

 

Então vou de férias e regresso depois da Páscoa, sim?

 

[diz que na quarta-feira, quinta e sexta, estarão 29º C, ai que bom, ai que bom. tenho dificuldade em decidir o que vestir nas estações entaladas, quando vou para fora, ainda é pior. ai meu deus, ai meu deus e levo biquínis e túnicas e calções para os miúdos, chinelos e t-shirts. e se faz frio, levo os coletes de penas, as botas e as camisolas, ai mas ocupam tanto espaço. pois. não gosto lá muito de fazer malas descomunais, fico piursa quando me vejo com bagagem desnecessária e ainda fico pior, quando no regresso constato que não foi usado nem metade. mas nesta altura do ano já me aconteceu estar aqui um tempo espectacular, confiar que sim, que não é preciso sequer um casaco e malha e depois andar a correr quilómetros à procura de agasalhos. também já me aconteceu a inversa. e também já me aconteceu prevenir-me para todos os estados de tempo e faltar-me roupa para isto ou aquilo. empacotar roupa não é  a minha praia, e fazer cálculos de dias, probabilidades disto e daquilo, listas e o coiso, também não. espremer bagagens, idem aspas. muitos sacos também não. mas ir, é muito a minha praia]

26
Mar15

199 - COISINHA MAI LINDA, RIQUEZAS DE SUA MÃE


Mac

 

 

 

 

  

 

 

 

 

 

 

  

 

  

destes últimos dias e dos três anos dele . brincamos muito . já disse . agora andamos muito nos puzzles, legos e construções, para não variar . também ordenamos os números, mas não estou muito interessada que aprenda demais, não o quero a ler aos quatro anos, nem a fazer calculo diferencial e integral aos oito . nunca tive paciência para os tarados do desenvolvimento das crianças . não tenho saco para fazer comparações entre o filho desta e da outra e os meus . só sempre me preocupei, nem isso, estive foi atenta, a que fizessem isto ou aquilo na idade própria, mas sem stresses . se o filho da não sei quantas andou aos quatro meses, olha ainda bem, se o da outra se sentou aos dois, ainda melhor, se o outro já está na faculdade aos dez, ok tudo bem na mesma . não lhes auguro sobredotísses. não lhes exijo que sejam as pernas, os braços e a cabeça do que não fui . não quero . não os quero com cargas que não são as deles . quero que sejam felizes, realizados e que tenham saúde . acima de tudo que sejam eles . genuínos . falta-me o saco para corridas de cavalos com crianças . isso e ter pressa que cresçam . não tenho . já disse eu, num outro dia, aqui há uns tempos . quero que brinque muito, isso é que é ser criança . também desarruma porque sim, porque faz parte . mas depois arruma . quer dizer, esta mãe arruma e ele ajuda muito . gosta do senhor batata e da senhora cenoura, de lhes pôr os olhos e arrancar os braços . e construir castelos no sofá . tira-lhe as almofadas, instala os bonecos e brinca . e conta histórias . gosto tanto das histórias dele . o nosso sofá precisa de ser reformado, coitado .  será, quando deixar de ser trampolim, cama de elásticos, garagem, castelo, campo de batalha e parque de piqueniques . nesse dia teremos um sofá bonito . e eu vou morrer de saudades do tempo do sofá que era o nosso mundo .

 

 

[a maior parte dos brinquedos eram do irmão e foram comprados no Toy's R Us e FNAC, já estiveram emprestados e regressaram para o mais novo, portanto penso que alguns já não estão à venda]

25
Mar15

20 - A PÁSCOA, AS AMÊNDOAS, OS OVOS E OS COELHOS, O NIRVANA E EU


Mac

 

  

 

 

 

 

Resolvi fazer uns ensaios de pratos, decorações e tal para a Páscoa, o que também é uma boa desculpa para degustar o que bem me apetece, mas faz de conta que não, não é nada disso. Adiante. Vai daí, e como quero uma sobremesa fresca para o almoço de Páscoa, fiz uma Pavlova para testar se ficava bem naquele cake stand e gostei do resultado. Está decidido.

 

 

 »»» • «««

 

 

. Pratos e cake stand com coelho, Bordallo Pinheiro, na Cerâmicas na Linha

. Ovo de loiça da VA (aula de pintura da VA)

 

 

 »»» • «««

 

 

Já agora, deixo a receita da Pavlova, que é facílima de executar.

 

. merengue

 

   . 4 claras de ovo

   . 280 gr de açúcar semi ice

   . uma pitada de sal

   . umas gotas de sumo de limão

 

Batemos as claras em castelo, às quais juntámos uma pitada de sal e umas gotas de limão, e nos 20s finais, juntamos o açúcar. Na Bimby, pomos a borboleta e deitamos as claras, o sal e as gotas de limão no copo, programamos 6 mn/vel 3 (não esquecer de tirar a medida do copo) 

Num tabuleiro forrado com papel vegetal, deitamos o merengue em círculo e levamos ao forno a 120º C, durante uma hora e meia. Para não queimar, cubro-o com uma folha de alumínio.

 

. creme

 

   . 300 ml de natas para bater (bem frias)

   . 20 gr de açúcar

   . sementes de uma vagem de baunilha (ou umas gotas de essência de baunilha)

 

 

Bater tudo até ter consistência de chantilly. Na Bimby, pomos a borboleta no copo e deitamos as natas, programamos 2 mn/vel 3 1/2 e nos 20 s finais, deitamos o açúcar e a baunilha. 

 

Deixamos arrefecer o merengue no forno com a porta entreaberta. Quando estiver frio, retiramos do tabuleiro e passamos para o prato de servir. Um pouco antes da hora de servir, deitamos por cima o creme e depois os frutos, que podem ser morangos, mistura de frutos do bosque, peras cozidas, enfim, o que nos apetecer.

24
Mar15

31 - NOTAS SOLTAS DE PENSAMENTOS MUITO ELEVADOS, MAS QUE NÃO ME APETECE EXPLICAR, JUSTIFICAR, DESENVOLVER E ISSO


Mac

 

 

 

  

 

 

por estes dias

 

após umas arrumações, fui dar com coisas que nunca percebi porque tenho . a saber, batons encarnados . não os uso, ficam-me mal e nunca usarei . acho eu . e devo achar bem, porque se ainda não usei até hoje, talvez signifique que nunca usarei . e tal é a quantidade de anos que têm, que nem me atrevo a experimentar, apesar de não cheirarem mal . ah e tal, deu entrada com uma intoxicação de batons e apresenta a boca bastante encarnada . seria bastante triste da minha parte . 

 

também concluí que sou pessoa para adquirir champôs, porque o meu cabelo gosta de mudar, mas depois não uso tudo . e há uns que estão para ali há demasiado tempo . pelo menos o tempo suficiente para eu ter medo que aquilo numa reacção estranha, me ponha careca . tenho medos profundos de usar um champô que me ponha careca . cada vez que lavo o cabelo, penso sempre nisso . sempre . e cheiro os champôs para ter a certeza que não há químicos que me levam o cabelo . pois . e como aqueles com mais tempo não me inspiram confiança, uso-os para lavar os pincéis de maquilhagem . olha, se lhes caírem os pêlos, é um mal menor, antes eles do que eu . os meus pincéis estão sempre muito sedosos . 

 

por outro lado, marquei finalmente uma tarde inteira para retocar as nuances, madeixas, ou lá o que é isto que faço aos cabelos . juro que é das coisas que mais me custa . tanto, que cada vez que lá vou, corto o cabelo até ao máximo que acho aceitável, na esperança que a coisa dure ad aeternum, mas não, o meu cabelo cresce que é um tormento . desta vez adiei tanto, que acho que cheguei aos cinco meses de intervalo . 

 

ando farta do inverno, primavera envergonhada ou lá o que é isto . pois é, eu sou portuguesa, logo queixo-me do tempo, do clima e de tudo . olha a novidade . agora queixo-me da chuva, do vento e do frio e desejo o verão, praia, caipirinhas e cenas . quando estiver muito calor, queixar-me-ei que não se aguenta e ai que só estou bem dentro de água e não durmo nada com este calor e isso . é normal . nada de novo .

 

e resolvi colar uma pêra de loiça, que a pessoa pequenina achou que poderia incluir na sua colecção de bolas . a pêra partiu-se e eu como gosto dela, resolvi colar os milhares de cacos e voltar a ter a minha pêra . agora vou tapar as falhas e depois pintar, mas ainda estou à espera do produto para isso . se ficar bem, mostro como se colam coisas sem valor e que nem vale a pena pedir a quem sabe da coisa para fazer, ou seja, mostro como se faz o restauro caseiro de loiças decorativas, por aí . 

 

e voltei às túnicas e tal numa de comemoração desta primavera que agora começou . mas tive frio . março e abril serão sempre os meses em que rapo frio a sério . também regressei aos fios com míni míni míni penduricalhos . gosto muito deles . gosto dos significados que encerram . é isso .  

23
Mar15

19 - A PÁSCOA, AS AMÊNDOAS, OS OVOS E OS COELHOS, O NIRVANA E EU


Mac

..

 

Easter

 

Spring arrival...

 

Let #spring begin!

.

 

table setting

 

~ Easter ~

{imagens do meu Pinterest, aqui, onde consta a origem das mesmas}

 

 

Com a Páscoa cada vez mais próxima, por aqui, que é como quem diz, ali no Pinterest, continua a recolha de ideias para a mesa e respectivo centro. Como já disse, não vou fugir muito dos elementos Narcisos, ou Jacintos, coelhos de chocolate, ovos de codorniz e ninhos.

 

E depois de fazer umas experiências, fiquei indecisa entre os Narcisos e Jacintos, que continuam lindos no meu jardim, mas não os quero misturar na mesa, portanto decidi que usarei apenas um tipo de flor e uma cor, mas depois dei de caras com as Peónias, que são a minha flor de perdição e pronto, andei ali a patinar nas minhas decisões. Nestas coisas acontece-me com frequência ter uma ideia, depois desato a ver/imaginar/conceber alternativas, depois fico indecisa, depois faço experiências e fico ainda mais indecisa, depois aborreço-me, para no final regressar à ideia original. É o meu processo, que geralmente acaba por ser desconcertante, mas percorro-o quase sempre nestas coisas das mesas, decorações e isso.

 

E regressei à ideia de onde parti: Muito branco nas loiças e toalha, flores amarelas e um ou outro elemento verde, tudo misturado com chocolates, amêndoas e ovos. É isto.

 

[e pronto, isto sou eu a pensar alto, a processar, ou coisa que o valha] 

23
Mar15

32 - OS FILHOS, AS FÉRIAS, O NIRVANA E EU


Mac

 

 

 

 

Começaram as férias da Páscoa do meu filho mais velho e com elas milhares de trabalhos de casa para fazer nas férias, e eu não concordo com esta forma de estudo. 

 

Concordo com os trabalhos de casa diários, assim como o estudo de pelo menos uma hora por dia das matérias dadas, que por aqui é incentivado e praticado. Concordo com alguns trabalhos de casa aos fins-de-semana, que aqui em casa, para o fim-de-semana ficar livre para actividades desportivas e lazer, são sempre feitos às sextas-feiras, mas com algum peso, conta e medida, é que até já tivemos o caso de uma professora que não dava qualquer matéria durante a semana e depois, mandava tudo para tpc, ou seja, estudo, que acabava por ser toda a matéria da semana, e exercícios, não deixando qualquer espaço para descanso. E sou completamente contra os trabalhos de casa para as férias. As crianças precisam de descansar, desligar completamente e dedicarem-se a outras actividades, incluindo puro ócio, dormir mais e vegetar qualquer coisa, mas não precisam, nem eu deixo, de acabar as férias mais cansadas do que quando as começaram. 

 

Gostava muito, mesmo muito, de saber o que achariam estes professores, que os sobrecarregam de trabalhos, se tivessem de trabalhar sempre nas férias, ao ponto de não conseguirem gozar um dia que seja, sem trabalhar qualquer coisa e sempre a pensar no trabalho. É mau, não é? Pois, as crianças não são diferentes.

 

Para terem bons resultados, as crianças precisam de dormir bem e descansar, e não acredito que o trabalho contínuo, sem tréguas dê bons resultados. 

 

[ah e tal na faculdade nunca mais temos férias. pois é, mas isso é na faculdade. depois da faculdade, ai do patrão, chefe, ou coisa que o valha, que nos mande trabalho para as férias. pois]

20
Mar15

58 - EU GOSTO É DA PRIMAVERA


Mac

  

  

  

 

 

 

 

 

 

  

bem-vinda primavera linda do meu coração . bem-vinda nas minhas flores, nas roupas e nos humores . agora até ao verão é um pulinho . bem sei que ainda com muita chuva, temperaturas meio envergonhadas e roupas assim assim, mas não interessa, o que interessa é que a primavera começa hoje .

 

e eu cá estou a preparar-me para um fim-de-semana com roupas mais leves . quer dizer, ainda incluo a gabardine, não vá a coisa tresmalhar . isso e uns casacos de malha . mas não interessa . o que interessa é que com a primavera me apetece amarelo, camisas e roupas leves . se não der, não deu . e muito a minha tão velha camisa de ganga levi's que está comigo desde os meus dezassete anos . acho que é a minha peça de roupa mais antiga, que resistiu às diversas debandadas, mudanças de humor, estilos e vidas . e foi ficando . e ainda está ali para as curvas . gosto tanto dela .

 

e por dois dias só quero vida sem listas, com rotinas alteradas, vida lá fora e oxigénio . é isso que quero .

19
Mar15

07 - DIA DO PAI


Mac

 

 

 

  

E por aqui o Dia do Pai começou ao pequeno-almoço, com os filhos a oferecerem o seu presente, a t-shirt com os três peixes. Este ano também houve prenda (deles) para eles, uma t-shirt com um peixinho para cada um, a fazer conjunto com a do pai, uma surpresa da BeBau, que eles adoraram.

 

Sou completamente fã das t-shirts da BeBau e ainda por cima para o Dia do Pai têm sempre ideias giríssimas. Este ano, o tema era "filho de peixe sabe nadar", que tem tudo a ver com estes meus peixinhos e com o pai. Muito obrigada, Bárbara, são fantásticas. 

 

[se ainda não trataram da prenda do pai, mais vale tarde e gira do que nunca, é o que esta aqui vos diz]

19
Mar15

06 - DIA DO PAI


Mac

O pai acorda todos os dias o mais velho, prepara-lhe o pequeno-almoço, confirma se a mochila está completa e leva-o à escola. Regressa para ajudar no jantar do mais pequeno e fazer um ou outro trabalho de casa com o mais velho. E estudar matemática. É ele que os leva a cortar o cabelo, ao dentista e à natação, joga ténis com o mais velho e à bola com o pequenino, ensinou o mais velho a andar de bicicleta e o pequenino a andar de triciclo, corre na praia e joga raquetes com eles, toma com eles os milhares de banhos de mar de que eles gostam e ensina-os a mergulhar daquela maneira estranha nas ondas do Guincho, leva-os às cavalitas, arrasta-os na areia, deixa-os andar na lama e inventa explorações, safáris e ralis onde eu apenas veria um jardim com flores para admirar ou um bosque com árvores. O pai é que percebe dos super-heróis, histórias fantásticas, reinos de fantasia, cavaleiros com cinco cabeças e seres estranhos, escolhe os livros, mostra as BD e descobre os melhores filmes. O pai percebe os jogos, sabe o truque para superar aquele nível e ajuda com o computador. O pai é que tem uma paciência infinita para as mil e uma perguntas do mais velho e para as birras do mais novo. Bom, as mil e uma perguntas ficam só quase para a mãe e as birras também. O pai sabe falar a linguagem deles. A mãe fala a linguagem das mães. O pai ralha menos do que a mãe, mas quando ralha é porque a coisa é séria. Somos uma boa equipa. E todos os dias são dias deste Pai.

 

(19.03.2014)

Pág. 1/3

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D